Carol Rondon: Sem mais tagarelar! E por um lado era a...

Sem mais tagarelar!

E por um lado era a problemática, corte incisivo na família e por outro era a fria mas o que pouco se sabia que a aparência fria e grotesca de nada servia para que quem a conhecesse de verdade saberia que por baixo de todo aquele suposto mal humor, ressacas e cara de mal havia só mais uma tentando enganar-se querendo opiniões mais inteligentes querendo se encher de sabedoria e razão querendo não derramar nem seque uma gota daquele liquido precioso da qual ela não gostava de dizer que eram lagrimas e sim pontos de referencias de algum fato tal como importante ou de ações de pessoas que naquele momento ela julgava ser importante pro seu ser, ou tão repulsivo a ponto de faze-la derramar aquele liquido, como sinal de sensibilidade aos olhos causadas pelo odor… odor por ela denominado falsidade e por isso lhe causava tanta sensibilidade nos olhos.

Era algo de se orgulhar ter um intelecto tão privilegiado porem ao mesmo tempo era tão perturbador de pensamentos diabólicos que a faziam sentir vontade até mesmo de cortar sua própria jugular, mas pra isso lhe faltava coragem. Sorte!

Mas um dia ela resolveu ser um pouco mais humanitária e resolveu confiar na incognita, na verdade ela resolveu confiar sua preciosa lealdade a um estranho mas nunca jogava cem por cento suas cartas sempre deixava uma brexinha de duvidas para si mesma e no dia em que ela resolveu plenamente confiar ela se magoou ela se feriou pois todo aquele trabalho de tempo e até mesmo de uma forma involuntaria “amor” foram gastos em vão pois o estranho era um usurpador e só gostaria de provar para seu próprio ego que conseguiu tudo aquilo que planejava e na verdade ele realmente conseguiu. E a pobre menininha ficou estirada ao chão chorando e se contorcendo de ódio, pois te lembrando bem meu caro leitor a aparência era fria mas por dentro não era porque simplesmente ignorar seria fácil de mais para ela e em alguns minutos seu angelical rostinho se tornou em algo brutesco e mostruoso e ela sussurrou para si mesma

- Sempre fui a vilã do seu ponto de vista, pois agora farei meu papel com toda honra e veracidade!

1 compartilhamento
Inserida por carolrondon