Jamila Mafra: Vírus do Medo O mundo me assusta, A...

Vírus do Medo

O mundo me assusta,
A vida não é justa,
Sinto o vírus do medo
Que já está dentro de mim.

A hora não passa, A morte não é válida
Pois muitos já nascem
Com o peso da cicatriz.

O mundo me humilha
Toda hora todo dia,
De um lado exigem
E do outro pisam
De um jeito que
não tem mais fim.

Por isso quero a coragem
E a liberdade
De não existir!

Quero ser igual
Mas eu não sou normal,
Quero ser normal
Mas eu não sou igual,
Minha revolta é imortal!

Sinto o vírus do medo
Que já está dentro de mim,
Por isso quero a coragem
E a liberdade de não existir.

1 compartilhamento
Inserida por jamilamafra