Jamila Mafra: Um Castelo de Areia Olha só que...

Um Castelo de Areia

Olha só que ilusão:
Sonhar que eu sou uma princesa
E que ele é o princípe,
É um castelo de areia
Destruído pelo mar
Quando a onda má chegar.

A voz dele é tão linda
Quando canta uma canção,
E os olhos dele tão claros
Como as águas de um palácio.

Mas é assim que a vida é:
Ele não gosta de mulher.

É uma triste sensação;
Uma espécie de prisão,
Mas não passa de ilusão
Sonhar que sou uma princesa
E ele o princípe da realeza,

É um castelo de areia
Destruído pelo mar
Quando a onda má chegar.

É assim que a vida é:
Ele não gosta de mulher...

Desperdício do desgosto,
Treme amargo o meu corpo sozinha
Por saber que sua beleza
Nunca será minha.

Culpa disso ninguém tem:
É assim que a vida é:
Um castelo de areia
Destruído pelo mar
Quando a onda má chegar.

Eu nunca mais quero sonhar
Que eu sou uma princesa,
Porque é assim que a vida é:
Ele não gosta de muller.

Sua voz é sempre tão linda
Quando canta uma canção,
E seus olhos são tão claros
Quanto o céu tão limpo azul,
Mas a vida nunca é blue!

Eu até pensei inocente:
Pelas ruas da Itália
Dessa vez eu vou sonhar,
Mas eu só me enganei,
Consegui me machucar.

Desperdício da amargura,
Sonhei só de brincadeira
Mesmo assim doeu saber
Que é assim que a vida é:
Ele não gosta de mulher!

É um castelo de areia
Destruído pelo mar
Quando a onda má chegar.

1 compartilhamento
Inserida por jamilamafra