RebecaMelo: As vezes penso que não faço nada E de...

As vezes penso que não faço nada
E de repente vejo o dizer de coisas
Que não sei se causo, se mostro, se devoro..
Porque é de repente.E de repente eu sou tudo.
Sou aquele beijo meio sem querer
As distrações de um dia comum
Aquela cerveja gelada bebida pelo corpo quente
As imaginações do morder dos lábios.
A fixação dos olhos em forma de chamas
Você se queimou não foi?
Eu vi o quanto ardeu você me disse isso.
Você tem medo dos meus olhos
Das minhas mãos.Das minhas unhas.
Você tem medo de mim.
Porque quando eu digo uma coisa
Eu quero dizer outra.
E tudo sai em ambíguo.
E você me entende em cada palavra.
E você gosta desse duplo sentindo.

Inserida por RebecaMelo