Dedicatória Bíblica para Filho

Cerca de 50 dedicatoria Dedicatória Bíblica para Filho

"Os filhos não pagarão pelos pecados dos pais, nem os pais pelos pecados dos filhos" (Dt. 24:16); (Jer. 31:29- 30); (Ezeq. 18:20), o que é uma questão de justiça.

Bíblia
Inserida por rodriggodeabreu
1 compartilhamento

Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra.
E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor.
Vós, servos, obedecei a vossos senhores segundo a carne, com temor e tremor, na sinceridade de vosso coração, como a Cristo; não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus; servindo de boa vontade como ao Senhor, e não como aos homens. Sabendo que cada um receberá do Senhor todo o bem que fizer, seja servo, seja livre.
E vós, senhores, fazei o mesmo para com eles, deixando as ameaças, sabendo também que o Senhor deles e vosso está no céu, e que para com ele não há acepção de pessoas.

Bíblia: Efésios 6: 1: 9
Inserida por kliw
1 compartilhamento

A casa e os bens são herança dos pais; porém do Senhor vem a esposa prudente.

Bíblia Sagrada
Inserida por wilsonmatsinhe

(Jó 8: 8 e 9) "Pergunta a gerações passadas, e examina a experiência de seus pais, pois somos de ontem e nada sabemos".

(Ezeq. 37: 9) "Vem dos quatro ventos, ó espírito e assopra sobre esses mortos, para que vivam".

(Isaias 26: 19) "Os teus mortos tornarão a viver, . . .); É praticamente a mesma idéia vista em (Daniel 12: 2) que diz: "Muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão . . .". Numa interpretação harmônica com a ciência, temos a volta dos mortos sobre a Terra, caracterizando a reencarnação".

Bíblia
Inserida por rodriggodeabreu
1 compartilhamento

Como flechas na mão do guerreiro, assim os filhos da mocidade.

Salmos
3 compartilhamentos

Filho meu, não te retraias quando te sentires sob Minha disciplina. Nunca faço mais do que podes suportar, mas, muitas vezes, eu sei que é mais do que podes pensar. Acaso aceitas o cálice do sofrimento com tanta prontidão como aceitas o da alegria? Só poderás beber o do sofrimento de igual modo que tomares o da alegria, se tua confiança em mim aumentar.
Se creres que tudo faço para teu bem, acharás boas todas as coisas, e compreenderás que tais circunstâncias passam primeiro pelo Meu Amor antes de chegar às tuas mãos.
Meu Amor nunca falha, mesmo que ele te faça sofrer. Meu Amor suporta todos os males e ele te ensinará a suportar tudo. É resistindo pacientemente à aflição que a alma é orvalhada com a Minha graça. A vida se torna estéril se somente bafejada
pela felicidade. Os santos de Deus não podem nutrir-se de coisas passageiras. A esperança não nasce nos tempos fáceis. Segura, com devoção, cada experiência dura. Suporta, resiste, enfrenta!

Bíblia
884 compartilhamentos

Filho meu, ouve o ensino de teu pai, e não deixes a instrução de sua mãe.

Bíblia
508 compartilhamentos

Gênesis 34

Dina e Siquem

1 Certa vez, Diná, a filha que Lia dera a Jacó, saiu para conhecer as mulheres daquela terra.
2 Si­quém, filho de Hamor, o heveu, gover­nador daquela região, viu-a, agarrou-a e a violentou.
3 Mas o seu cora­ção foi atraído por Diná, filha de Jacó, e ele amou a moça e falou-lhe com ternura.
4 Por isso Siquém foi dizer a Hamor, seu pai: "Consiga-me aquela moça para que seja minha mulher".5 Quando Jacó soube que sua filha Diná tinha sido desonrada, seus filhos estavam no campo, com os rebanhos; por isso esperou cala­do até que ­regressassem.
6 Então Hamor, pai de Siquém, foi conver­sar com Jacó.
7 Quando os filhos de Jacó volta­ram do campo e souberam ­de tudo, ficaram pro­fundamente entristecidos e irados, porque Si­quém tinha cometido um ato vergonhoso em Israel, ao deitar-se com a filha de Jacó - coisa que não se faz.
8 Mas Hamor lhes disse: "Meu filho Si­quém apaixonou-se pela filha de vocês. Por fa­vor, entreguem-na a ele para que seja sua mu­lher.
9 Casem-se entre nós; deem-nos suas fi­lhas e tomem para vocês as nossas.
10 Estabeleçam-se entre nós. A terra está aberta para vocês: habitem-na, façam comércio nela e adquiram propriedades".
11 Então Siquém disse ao pai e aos irmãos de Diná: "Concedam-me este favor, ­e eu lhes darei o que me pedirem.
12 Aumentem quan­to quiserem o preço e o presente pela noiva, e pa­garei o que me pedi­rem. Tão somente me deem a moça por mulher".
13 Os filhos de Jacó, porém, respon­deram com falsidade a Siquém e a seu pai, Hamor, por ter Siquém desonrado Diná, a irmã deles.
14 Dis­seram: "Não podemos fazer isso; jamais entrega­remos nossa irmã a um homem que não seja circuncidado. Seria uma vergonha para nós.
15 Da­remos nosso consentimento a vocês com uma condição: que vocês se tornem como nós, circuncidando todos os do sexo masculino.
16 Só então lhes daremos as nossas filhas e poderemos casar-nos com as suas. Nós nos estabeleceremos entre vocês e seremos um só povo.
17 Mas, se não aceitarem circuncidar-se, tomaremos nossa irmã e partire­mos".
18 A proposta deles pareceu boa a Hamor e a seu filho Si­quém.
19 O jovem, que era o mais respeitado de todos os da casa de seu pai, não demorou em cumprir o que pediram, porque realmente gostava da filha de Jacó.
20 Assim Hamor e seu filho Siquém dirigiram-se à porta da cidade para conversar com os seus concidadãos. E disseram:
21 "Esses homens são de paz. Permitam que eles habitem em nossa terra e façam comércio entre nós; a terra tem bastante lugar para eles. Poderemos casar com as suas filhas, e eles com as nossas.
22 Mas eles só consentirão em viver conosco co­mo um só povo sob a condi­ção de que todos os nossos homens sejam circuncidados, como eles.
23 Lembrem-se de que os seus rebanhos, os seus bens e todos os seus outros animais passarão a ser nossos. Aceitemos então a condição para que se estabeleçam em nosso meio".
24 Todos os que saíram para reunir-se à porta da cidade concordaram com Hamor e com seu filho Siquém, e todos os homens e meninos da cidade foram circuncidados.
25 Três dias depois, quando ainda sofriam do­res, dois filhos de Jacó, Simeão e Levi, irmãos de Diná, pegaram suas espadas e atacaram a cidade despreven­ida, matando todos os ho­mens.
26 Mataram ao fio da espada Hamor e seu filho Siquém, tiraram Diná da casa de Siquém e parti­ram.
27 Vieram então os outros filhos de Jacó e, passando pelos corpos, saquearam a cidade onde sua irmã tinha sido deson­rada.
28 Apoderaram-se das ovelhas, dos bois e dos jumentos, e de tudo o que havia na cidade e no campo.
29 Le­varam as mulhe­res e as cri­anças, e saquearam todos os bens e tudo o que havia nas casas.
30 Então Jacó disse a Simeão e a Levi: "Vo­cês me puseram em grandes apuros, atrain­do sobre mim o ódio dos cananeus e dos fere­zeus, habitantes desta terra. Somos poucos, e, se eles juntarem suas forças e nos atacarem, eu e a minha família seremos des­truídos".
31 Mas eles responderam: "Está certo ele tratar nossa irmã como uma prostituta?"

Bíblia
2 compartilhamentos

Pode a mulher esquecer-se do fruto do seu ventre, não se compadecer do filho das suas entranhas? Pois, ainda que ela se esqueça, eu não te esquecerei.

Bíblia - Isaias
2 compartilhamentos

Números 18

Deveres dos sacerdotes e levitas

1 O Senhor disse a Arão: "Você, os seus filhos e a família de seu pai serão responsáveis pelas ofensas contra o santuário; você e seus filhos serão responsáveis pelas ofensas cometidas no exercício do sacerdócio.
2 Traga também os seus irmãos levitas, que pertencem à tribo de seus antepassados, para se unirem a você e o ajudarem quando você e seus filhos ministrarem perante a tenda que guarda as tábuas da aliança.
3 Eles ficarão a seu serviço e cuidarão também do serviço da Tenda, mas não poderão aproximar-se dos utensílios do santuário ou do altar; se o fizerem, morrerão, tanto eles como vocês.
4 Eles se unirão a vocês e terão a responsabilidade de cuidar da Tenda do Encontro, realizando todos os trabalhos necessários. Ninguém mais poderá aproximar-se de vocês.
5 "Vocês terão a responsabilidade de cuidar do santuário e do altar, para que não torne a cair a ira divina sobre os israelitas.
6 Eu mesmo escolhi os seus irmãos, os levitas, dentre os israelitas, como um presente para vocês, dedicados ao Senhor para fazerem o trabalho da Tenda do Encontro.
7 Mas somente você e seus filhos poderão servir como sacerdotes em tudo o que se refere ao altar e ao que se encontra além do véu. Dou a vocês o serviço do sacerdócio como um presente. Qualquer pessoa não autorizada que se aproximar do santuário terá que ser executada".

As ofertas para os sacerdotes e levitas

8 Então o Senhor disse a Arão: "Eu mesmo o tornei responsável pelas contribuições trazidas a mim; todas as ofertas sagradas que os israelitas me derem, eu as dou como porção a você e a seus filhos.
9 Das ofertas santíssimas vocês terão a parte que é poupada do fogo. Dentre todas as dádivas que me trouxerem como ofertas santíssimas, seja oferta de cereal, seja pelo pecado, seja de reparação, tal parte pertence a você e a seus filhos.
10 Comam-na como algo santíssimo; todos os do sexo masculino a comerão. Considerem-na santa.
11 "Também dou a você, e a seus filhos e filhas, por decreto perpétuo, as contribuições que cabe a vocês de todas as ofertas dos israelitas e que devem ser ritualmente movidas. Todos os da sua família que estiverem cerimonialmente puros poderão comê-las.
12 "Dou a você o melhor azeite e o melhor vinho novo e o melhor trigo que eles apresentarem ao Senhor como primeiros frutos da colheita.
13 Todos os primeiros frutos da terra que trouxerem ao Senhor serão seus. Todos os da sua família que estiverem cerimonialmente puros poderão comê-los.
14 "Tudo o que em Israel for consagrado a Deus pertencerá a você.
15 O primeiro nascido de todo ventre, oferecido ao Senhor, seja homem, seja animal, será seu. Mas você deverá resgatar todo filho mais velho, como também toda primeira cria de animais impuros.
16 Quando tiverem um mês de idade, você deverá resgatá-los pelo preço de resgate estabelecido em sessenta gramas de prata, com base no peso padrão do santuário, que são doze gramas.
17 "Não resgate, porém, a primeira cria de uma vaca, de uma ovelha ou de uma cabra. Derrame o sangue deles sobre o altar e queime a sua gordura como uma oferta preparada no fogo, de aroma agradável ao Senhor.
18 A carne desses animais pertence a você, como também o peito da oferta movida e a coxa direita.
19 Tudo aquilo que for separado dentre todas as dádivas sagradas que os israelitas apresentarem ao Senhor eu dou a você e a seus filhos e filhas como decreto perpétuo. É uma aliança de sal perpétua perante o Senhor, para você e para os seus descendentes".
20 Disse ainda o Senhor a Arão: "Você não terá herança na terra deles, nem terá porção entre eles; eu sou a sua porção e a sua herança entre os israelitas.
21 "Dou aos levitas todos os dízimos em Israel como retribuição pelo trabalho que fazem ao servirem na Tenda do Encontro.
22 De agora em diante os israelitas não poderão aproximar-se da Tenda do Encontro, caso contrário, sofrerão as consequências do seu pecado e morrerão.
23 É dever dos levitas fazer o trabalho na Tenda do Encontro e assumir a responsabilidade pelas ofensas contra ela. Este é um decreto perpétuo pelas suas gerações. Eles não receberão herança alguma entre os israelitas.
24 Em vez disso, dou como herança aos levitas os dízimos que os israelitas apresentarem como contribuição ao Senhor. É por isso que eu disse que eles não teriam herança alguma entre os israelitas".
25 O Senhor disse depois a Moisés:
26 "Diga o seguinte aos levitas: Quando receberem dos israelitas o dízimo que dou a vocês como herança, vocês deverão apresentar um décimo daquele dízimo como contribuição pertencente ao Senhor.
27 Essa contribuição será considerada equivalente à do trigo tirado da eira e do vinho do tanque de prensar uvas.
28 Assim, vocês apresentarão uma contribuição ao Senhor de todos os dízimos recebidos dos israelitas. Desses dízimos vocês darão a contribuição do Senhor ao sacerdote Arão.
29 E deverão apresentar como contribuição ao Senhor a melhor parte, a parte sagrada de tudo o que for dado a vocês.
30 "Diga aos levitas: Quando vocês apresentarem a melhor parte, ela será conside­rada equivalente ao produto da eira e do tanque de prensar uvas.
31 Vocês e suas famílias poderão comer dessa porção em qualquer lugar, pois é o salário pelo trabalho de vocês na Tenda do Encontro.
32 Ao apresentarem a melhor parte, vocês não se tornarão culpados e não profana­rão as ofertas sagradas dos israelitas, para que não morram".

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento

2 Samuel 13

Amnom e Tamar

1 Depois de algum tempo, Amnom, filho de Davi, apaixonou-se por Tamar; ela era muito bonita e era irmã de Absalão, outro filho de Davi.
2 Amnom ficou angustiado a ponto de adoecer por causa de sua meia-irmã Tamar, pois ela era virgem, e parecia-lhe impossível aproximar-se dela.
3 Amnom tinha um amigo muito astuto chamado Jonadabe, filho de Simeia, irmão de Davi.
4 Ele perguntou a Amnom: "Filho do rei, por que todo dia você está abatido? Quer me contar o que se passa?"
Amnom lhe disse: "Estou apaixonado por Tamar, irmã de meu irmão Absalão".
5 "Vá para a cama e finja estar doente", disse Jonadabe. "Quando seu pai vier visitá-lo, diga-lhe: Permite que minha irmã Tamar venha dar-me de comer. Gostaria que ela preparasse a comida aqui mesmo e me servisse. Assim poderei vê-la."
6 Amnom aceitou a ideia e deitou-se, fingindo-se doente. Quando o rei foi visitá-lo, Amnom lhe disse: "Eu gostaria que minha irmã Tamar viesse e preparasse dois bolos aqui mesmo e me servisse".
7 Davi mandou dizer a Tamar no palácio: "Vá à casa de seu irmão Amnom e prepare algo para ele comer". Então Amnom deu ordem para que todos saíssem e, depois que todos saíram,
8 Tamar foi à casa de seu irmão, que estava deitado. Ela amassou a farinha, preparou os bolos na presença dele e os assou.
9 Depois pegou a assadeira e lhe serviu os bolos, mas ele não quis comer.
10 disse a Tamar: "Traga os bolos e sirva-me aqui no meu quar­to". Tamar levou os bolos que havia preparado ao quarto de seu irmão.
11 Mas, quando ela se aproximou para servi-lo, ele a agarrou e disse: "Deite-se comigo, minha irmã".
12 Mas ela lhe disse: "Não, meu ir­mão! Não me faça essa violência. Não se faz uma coisa dessas em Israel! Não cometa essa loucura.
13 O que seria de mim? Como eu poderia livrar-me da minha desonra? E o que seria de você? Você cairia em desgraça em Israel. Fale com o rei; ele deixará que eu me case com você".
14 Mas Amnom não quis ouvi-la e, sendo mais forte que ela, violentou-a.
15 Logo depois Amnom sentiu uma forte aver­são por ela, mais forte que a paixão que sentira. E lhe disse: "Levante-se e saia!"
16 Mas ela lhe disse: "Não, meu irmão, mandar-me embora seria pior do que o mal que você já me fez". Ele, porém, não quis ouvi-la
17 e, chamando seu servo, disse-lhe: "Ponha esta mulher para fora daqui e tranque a porta".
18 Então o servo a pôs para fora e trancou a porta. Ela estava vestindo uma túnica longa, pois esse era o tipo de roupa que as filhas virgens do rei usavam desde a puberdade.
19 Tamar pôs cinza na cabeça, rasgou a túnica longa que estava usando e se pôs a caminho, com as mãos sobre a cabeça e chorando em alta voz.
20 Absalão, seu irmão, lhe perguntou: "Seu irmão, Amnom, fez algum mal a você? Acalme-se, minha irmã; ele é seu irmão! Não se deixe dominar pela angústia". E Tamar, muito triste, ficou na casa de seu irmão Absalão.
21 Ao saber de tudo isso, o rei Davi ficou indignado.
22 E Absalão não falou nada com Amnom, nem bem, nem mal, embora o odiasse por ter violentado sua irmã Tamar.

Absalão mata Amnom

23 Dois anos depois, quando os tosquiadores de ovelhas de Absalão estavam em Baal-Hazor, perto da fronteira de Efraim, Absalão convidou todos os filhos do rei para se reunirem com ele.
24 Absalão foi ao rei e lhe disse: "Eu, teu servo, estou tosquiando as ovelhas e gostaria que o rei e os seus conselheiros estivessem comigo".
25 Respondeu o rei: "Não, meu filho. Não iremos todos, pois isso seria um peso para você". Embora Absalão insistisse, ele se recusou a ir, mas o abençoou.
26 Então Absalão lhe disse: "Se não queres ir, permite, por favor, que o meu irmão Amnom vá conosco". O rei perguntou: "Por que ele iria com você?"
27 Mas Absalão insistiu tanto que o rei acabou deixando que Amnom e os seus outros filhos fossem com ele.
28 Absalão ordenou aos seus homens: "Ouçam! Quando Amnom estiver embriagado de vinho e eu disser: 'Matem Amnom!', vocês o matarão. Não tenham medo; eu assumo a responsabilidade. Sejam fortes e corajosos!"
29 Assim os homens de Absalão mataram Amnom, obedecendo às suas ordens. Então todos os filhos do rei montaram em suas mulas e fugiram.
30 Estando eles ainda a caminho, chegou a seguinte notícia ao rei: "Absalão matou todos os teus filhos; nenhum deles escapou".
31 O rei levantou-se, rasgou as suas vestes, prostrou-se com o rosto em terra, e todos os conselheiros que estavam com ele também rasgaram as vestes.
32 Mas Jonadabe, filho de Simeia, irmão de Davi, disse: "Não pense o meu senhor que mataram todos os seus filhos. Somente Amnom foi morto. Essa era a intenção de Absalão desde o dia em que Amnom violentou Tamar, irmã dele.
33 O rei, meu senhor, não deve acreditar que todos os seus filhos estão mortos. Apenas Amnom mor­reu".
34 Enquanto isso, Absalão fugiu.
Nesse meio-tempo a sentinela viu muita gente que vinha pela estrada de Horonaim, descendo pela encosta da colina, e disse ao rei: "Vejo homens vindo pela estrada de Horonaim, na encosta da colina".
35 E Jonadabe disse ao rei: "São os filhos do rei! Aconteceu como o teu servo disse".
36 Acabando de falar, os filhos do rei chegaram, chorando em alta voz. Também o rei e todos os seus conselheiros choraram muito.
37 Absalão fugiu para o território de Talmai, filho de Ami­úde, rei de Gesur. E o rei Davi pranteava por seu filho todos os dias.
38 Depois que Absalão fugiu para Gesur e lá permaneceu três anos,
39 a ira do rei contra Absalão cessou, pois ele se sentia consolado da morte de Amnom.

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento

Deus enviou Seu único Filho Jesus Cristo para morrer por nossos pecados.
Jesus e o Filho de Deus. Ele viveu uma vida sem pecados e morreu na cruz para pagar o preço por nossos pecados. "Mas Deus demonstra seu amor por nós pelo fato de ter Cristo morrido em nosso favor, quando ainda éramos pecadores." (Romanos 5:8) Jesus ressuscitou da morte e agora Ele vive no céu com Deus Seu Pai. Ele nos oferece o presente da vida eterna -- de viver eternamente com Ele no céu se aceitarmos Ele como nosso Senhor e Salvador. Jesus disse "Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim." (João 14:6) Deus te ama e deseja que você seja Seu filho "Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus." (João 1:12) Você pode escolher e pedir para que Jesus Cristo perdoe seus pecados e entre na sua vida como seu Senhor e Salvador.

A Bíblia diz
3 compartilhamentos

Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus; e, de fato, somos filhos de Deus. Por essa razão, o mundo não nos conhece, porquanto não o conheceu a ele mesmo. (1 João 3:1)

Bíblia - 1 João
2 compartilhamentos

Não profanareis o meu santo nome, e serei santificado no meio dos filhos de Israel. Eu sou o Senhor que vos santifica.

Bíblia
2 compartilhamentos

Demais, filho meu, atenta: não há limite para fazer livros. (Ec 12:12)

Bíblia - Eclesiastes
Inserida por igrejasc
1 compartilhamento

- Quando Jacó acabou de dar instruções aos filhos, recolheu os pés na cama, expirou e se reuniu com seus antepassados. (Gn 49,33).

Bíblia
Inserida por rodriggodeabreu
1 compartilhamento

Gênesis 9

A aliança de Deus com Noé

1 Deus abençoou Noé e seus filhos, dizendo-lhes: "Sejam férteis, multipliquem-se e encham a terra.
2 Todos os animais da terra tre­merão de medo diante de vocês: os animais selvagens, as aves do céu, as criaturas que se mo­vem rente ao chão e os peixes do mar; eles estão entregues em suas mãos.
3 Tudo o que vive e se move servirá de alimento para vocês. Assim como dei a vocês os vegetais, agora dou todas as coisas.
4 "Mas não comam carne com sangue, que é vida.5 A todo aquele que derramar sangue, tanto ho­mem como animal, pedirei contas; a cada um pedirei contas da vida do seu próximo.
6 "Quem derramar sangue do homem, pelo homem seu sangue será derramado;
porque à imagem de Deus foi o homem criado.
7 "Mas vocês sejam férteis e multipliquem-se; espalhem-se pela terra e proliferem nela".
8 Então disse Deus a Noé e a seus filhos, que estavam com ele:
9 "Vou estabelecer a minha aliança com vocês e com os seus futuros descendentes,
10 e com todo ser vivo que está com vo­cês: as aves, os rebanhos domés­ticos e os animais selvagens, todos os que saíram da arca com vocês, todos os seres vivos da terra.
11 Esta­beleço uma aliança com vocês: Nunca mais será ceifada nenhuma forma de vida pelas águas de um dilúvio; nunca mais haverá dilúvio para des­truir a terra".
12 E Deus prosseguiu: "Este é o sinal da aliança que estou fazendo entre mim e vocês e com todos os seres vivos que estão com vocês, para todas as gerações futuras:
13 o meu arco que coloquei nas nuvens. Será o sinal da minha alian­ça com a terra.
14 Quando eu trouxer nuvens sobre a terra e nelas aparecer o arco-íris,
15 então me lembrarei da minha aliança com vocês e com os seres vivos de todas as espécies. Nunca mais as águas se tornarão um dilúvio para destruir toda forma de vida.
16 Toda vez que o arco-íris estiver nas nuvens, olharei para ele e me lembra­rei da aliança eterna entre Deus e todos os seres vivos de todas as espécies que vivem na terra".
17 Concluindo, disse Deus a Noé: "Esse é o sinal da ali­ança que estabeleci entre mim e toda forma de vida que há sobre a terra".

Os filhos de Noé

18 Os filhos de Noé que saíram da arca fo­ram Sem, Cam e Jafé. Cam é o pai de Canaã.
19 Esses foram os três filhos de Noé; a partir de­les toda a terra foi povoada.
20 Noé, que era agricultor, foi o primeiro a plan­tar uma vinha.
21 Be­beu do vinho, embriagou-se e ficou nu dentro da sua tenda.
22 Cam, pai de Canaã, viu a nudez do pai e foi contar aos dois irmãos que estavam do lado de fora.
23 Mas Sem e Jafé pegaram a capa, levantaram-na sobre os ­ombros e, andando de costas para não verem a nudez do pai, cobriram-no.
24 Quando Noé acordou do efeito do vinho e descobriu o que seu filho caçula lhe havia fei­to,
25 disse: "Maldito seja Canaã! Escravo de escravos será para os seus irmãos".
26 Disse ainda: "Bendito seja o Senhor, o Deus de Sem! E seja Canaã seu escravo.
27 Amplie Deus o território de Jafé; habite ele nas tendas de Sem, e seja Canaã seu escravo".
28 Depois do Dilúvio Noé viveu trezentos e cinquenta anos.
29 Vi­veu ao todo novecentos e cinquenta anos e mor­reu.

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento

Gênesis 10

O mapa das nações

1 Este é o registro da descendência de Sem, Cam e Jafé, filhos de Noé. Os filhos deles nasceram depois do Dilúvio.
2 Estes foram os filhos de Jafé: Gômer, Magogue, Madai, Javã, Tubal, Meseque e Tirás.
3 Estes foram os filhos de Gômer: Asquenaz, Rifate e Togarma.
4 Estes foram os filhos de Javã: Elisá, Társis, Quitim e Rodanim.5 Deles procedem os povos marítimos, os quais se sepa­raram em seu território, conforme a sua língua, cada um segundo os clãs de suas na­ções.
6 Estes foram os filhos de Cam: Cuxe, Mizraim, Fute e Canaã.
7 Estes foram os filhos de Cuxe: Sebá, Havilá, Sabtá, Raamá e Sabtecá. Estes foram os filhos de Raamá: Sabá e Dedã.
8 Cuxe gerou também Ninrode, o primeiro homem poderoso na terra.
9 Ele foi o mais valen­te dos caçadores, e por isso se diz: "Valente como Nin­rode­".
10 No início o seu reino abran­gia Babel, Ereque, Acade e Calné, na terra de Sinear.
11 Des­sa terra ele partiu para a Assíria, onde fundou ­Nínive, Reobote-Ir, Calá
12 e Resém, que fica entre Nínive e Calá, a grande cidade.
13 Mizraim gerou os luditas, os anamitas, os leabitas, os naftuítas,
14 os patrusitas, os casluítas, dos quais se originaram os filisteus, e os cafto­ritas.
15 Canaã gerou Sidom, seu filho mais ve­lho, e Hete, Posteriormente, os clãs cananeus se espa­lharam.
16 como também os jebu­seus, os amor­reus, os girgaseus,
17 os heveus, os arqueus, os sineus,
18 os arvadeus, os zemareus e os hama­teus.
19 As fronteiras de Canaã estendiam-se desde Sidom, iam até Gerar, e chegavam a Gaza e, de lá, prosseguiam até Sodoma, Gomorra, Admá e Zeboim, chegando até Lasa.
20 São esses os descendentes de Cam, con­forme seus clãs e línguas, em seus territórios e nações.
21 Sem, irmão mais velho de Jafé, também gerou filhos. Sem foi o antepassado de todos os filhos de Héber.
22 Estes foram os filhos de Sem: Elão, Assur, Arfaxade, Lude e Arã.
23 Estes foram os filhos de Arã: Uz, Hul, Géter e Meseque.
24 Arfaxade gerou Salá, e este gerou Hé­ber.
25 A Héber nasceram dois filhos: um deles se chamou Pelegue, porque em sua época a terra foi dividida; seu irmão chamou-se Joctã.
26 Joctã gerou Almodá, Salefe, Hazarmavé, Jerá,
27 Adorão, Uzal, Dicla,
28 Obal, Abimael, Sabá,
29 Ofir, Havilá e Jobabe. Todos esses foram filhos de Joctã.
30 A região onde viviam estendia-se de Messa até Sefar, nas colinas ao leste.
31 São esses os descendentes de Sem, con­forme seus clãs e línguas, em seus territórios e nações.
32 São esses os clãs dos filhos de Noé, dis­tribuídos em suas nações, conforme a história da sua descen­dência. A partir deles, os povos se dispersaram pela terra, depois do Dilúvio.

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento

Gênesis 16

Agar e Ismael

1 Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dera ne­nhum filho. Como tinha uma serva egíp­cia, chamada Hagar,
2 disse a Abrão: "Já que o Senhor me impediu de ter filhos, possua a mi­nha serva; talvez eu possa formar família por meio dela". Abrão atendeu à proposta de Sarai.
3 Quando isso aconteceu, já fazia dez anos que Abrão, seu marido, vivia em Canaã. Foi nessa ocasião que Sarai, sua mulher, lhe entregou sua serva egípcia Hagar.
4 Ele possuiu Ha­gar, e ela engravidou.
Quando se viu grávida, começou a olhar com desprezo para a sua senhora.5 Então Sarai disse a Abrão: "Caia sobre você a afronta que venho sofrendo. Coloquei minha serva em seus braços e, agora que ela sabe que engravidou, despreza-me. Que o Senhor seja o juiz entre mim e você".
6 Respondeu Abrão a Sarai: "Sua serva está em suas mãos. Faça com ela o que achar melhor". Então Sarai tanto maltratou Hagar que esta acabou fugindo.
7 O Anjo do Senhor encontrou Hagar perto de uma fonte no de­serto, no caminho de Sur,
8 e perguntou-lhe: "Ha­gar, serva de Sarai, de onde você vem? Para onde vai?"
Respondeu ela: "Estou fugindo de Sarai, a minha senhora".
9 Disse-lhe então o Anjo do Senhor: "Vol­te à sua senhora e sujeite-se a ela".
10 Disse mais o Anjo: "Multiplicarei tanto os seus descendentes que ninguém os poderá contar".
11 Disse-lhe ainda o Anjo do Senhor: "Você está grávida e terá um filho, e lhe dará o nome de Ismael, porque o Senhor a ouviu em seu sofrimento.
12 Ele será como jumento selvagem; sua mão será contra todos, e a mão de todos contra ele, e ele viverá em hostilidade contra todos os seus irmãos".
13 Este foi o nome que ela deu ao Senhor, que lhe havia falado: "Tu és o Deus que me vê", pois dissera: "Teria eu visto Aquele que me vê?"
14 Por isso o poço, que fica entre Cades e Bere­de, foi chamado Beer-Laai-Roi.
15 Hagar teve um filho de Abrão, e este lhe deu o nome de Ismael.
16 Abrão estava com oi­tenta e seis anos de idade quando Hagar lhe deu Ismael.

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento

Gênesis 30

1 Quando Raquel viu que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã. Por isso disse a Jacó: "Dê-me filhos ou morrerei!"
2 Jacó ficou irritado e disse: "Por acaso estou no lugar de Deus, que a impediu de ter fi­lhos?"
3 Então ela respondeu: "Aqui está Bila, minha serva. Deite-se com ela, para que tenha filhos em meu lugar e por meio dela eu também possa formar família".
4 Por isso ela deu a Jacó sua serva Bila por mulher. Ele deitou-se com ela,
5 Bila engravidou e deu-lhe um filho.
6 Então Raquel disse: "Deus me fez justiça, ouviu o meu clamor e deu-me um fi­lho". Por isso deu-lhe o nome de Dã.
7 Bila, serva de Raquel, engravidou nova­mente e deu a Jacó o segundo filho.
8 Então disse Raquel: "Tive grande luta com minha irmã e ven­ci". Pelo que o chamou Naftali.
9 Quando Lia viu que tinha parado de ter filhos, tomou sua serva Zilpa e a deu a Jacó por mulher.
10 Zilpa, serva de Lia, deu a Jacó um filho.
11 Então disse Lia: "Que grande sorte!" Por isso o chamou Gade.
12 Zilpa, serva de Lia, deu a Jacó mais um filho.
13 Então Lia exclamou: "Como sou feliz! As mulheres dirão que sou feliz". Por isso lhe deu o nome de Aser.
14 Durante a colheita do trigo, Rúben saiu ao campo, encontrou algumas mandrágoras e as trouxe a Lia, sua mãe. Então Raquel disse a Lia: "Dê-me algumas mandrágoras do seu filho".
15 Mas ela respondeu: "Não lhe foi suficien­te tomar de mim o marido? Vai tomar também as mandrá­goras que o meu filho trouxe?" Então disse Raquel: "Jacó se deitará com você esta noite, em troca das mandrá­goras trazidas pelo seu filho".
16 Quando Jacó chegou do campo naquela tarde, Lia saiu ao seu encontro e lhe disse: "Ho­je você me possuirá, pois eu comprei esse direito com as man­drágoras do meu filho". E naquela noite ele se deitou com ela.
17 Deus ouviu Lia, e ela engravidou e deu a Jacó o quinto filho.
18 Disse Lia: "Deus me recompensou por ter dado a minha serva ao meu marido". Por isso deu-lhe o nome de Issacar.
19 Lia engravidou de novo e deu a Jacó o sexto fi­lho.
20 Disse Lia: "Deus presenteou-me com uma dá­diva preciosa. Agora meu marido me tratará melhor; afinal já lhe dei seis fi­lhos". Por isso deu-lhe o nome de Zebulom.
21 Algum tempo depois, ela deu à luz uma menina a quem chamou Diná.
22 Então Deus lembrou-se de Raquel. Deus ouviu o seu clamor e a tornou fértil.
23 Ela engra­vidou, deu à luz um filho e disse: "Deus tirou de mim a minha humilhação".
24 Deu-lhe o nome de José e disse: "Que o Senhor me a­crescen­te ainda outro filho".

Os rebanhos de Jacob aumentam

25 Depois que Raquel deu à luz José, Jacó disse a Labão: "Deixe-me voltar para a minha terra natal.
26 Dê-me as minhas mulheres, pelas quais o servi, e os meus filhos, e partirei. Você bem sabe quanto trabalhei para você".
27 Mas Labão lhe disse: "Se mereço sua consideração, peço-lhe que fique. Por meio de adivinhação descobri que o Senhor me abenço­ou por sua causa".
28 E acrescentou: "Diga o seu salário, e eu lhe pagarei".
29 Jacó lhe respondeu: "Você sabe quan­to trabalhei para você e como os seus rebanhos cresceram sob os meus cuidados.
30 O pouco que você possuía antes da minha chegada au­mentou muito, pois o Senhor o abençoou depois que vim para cá. Contudo, quando farei algo em favor da minha pró­pria família?"
31 Então Labão perguntou: "Que você quer que eu lhe dê?" "Não me dê coisa algu­ma", res­pondeu Jacó. "Voltarei a cuidar dos seus reba­nhos se você concordar com o seguinte:
32 hoje passarei por todos os seus rebanhos e tirarei do meio deles todas as ovelhas salpicadas e pinta­das, todos os cordeiros pretos e todas as cabras pintadas e salpicadas. Eles serão o meu salário.
33 E a minha honestidade dará testemunho de mim no futuro, toda vez que você resolver veri­ficar o meu salário. ­Se estiver em meu poder alguma cabra que não seja salpicada ou pintada, e algum cordeiro que não seja preto, poderá considerá-los roubados."
34 E disse Labão: "De acordo. Seja como você disse".
35 Na­quele mesmo dia, Labão sepa­rou todos os bodes que tinham listras ou man­chas bran­cas, todas as cabras que tinham pintas ou manchas bran­cas e todos os cordeiros pretos e os pôs aos cuidados de seus fi­lhos.
36 Afastou-se então de Jacó, à distância equiva­lente a três dias de viagem, e Jacó continuou a apas­centar o resto dos rebanhos de Labão.
37 Jacó pegou galhos verdes de estoraque, amendoeira e plátano e neles fez listras bran­cas, descascando-os parcialmente e expondo assim a parte branca interna dos galhos.
38 De­pois fixou os galhos des­cascados junto aos bebedouros, na frente dos rebanhos, no lugar onde costumavam ­beber água. Na época do cio, os rebanhos vi­nham beber e 39 se acasa­lavam diante dos galhos. E geravam filhotes listrados, salpicados e pinta­dos.
40 Ja­có separava os filhotes do rebanho dos demais, e fazia com que esses ficassem juntos dos animais listrados e pretos de Labão. Assim foi formando o seu próprio rebanho que separou do de Labão.
41 Toda vez que as fêmeas mais fortes esta­vam no cio, Jacó colocava os galhos nos bebedouros, em frente dos animais, para que se acasalassem perto dos galhos;
42 mas, se os animais eram fracos, não os colocava ali. Desse modo, os animais fracos ficavam para Labão e os mais fortes para Jacó.
43 Assim o homem ficou extremamente rico, tornando-se dono de grandes rebanhos e de servos e servas, came­los e jumentos.

Bíblia
Inserida por bibliasagrada
1 compartilhamento