Declaração de uma Mãe para seu Filho

Cerca de 919 frases e pensamentos: Declaração de uma Mãe para seu Filho

mãe é aquela que carrega seu filho nove meses no ventre, dois anos no colo e o resto da vida no coração.

Desconhecido
62 compartilhamentos

É fácil as mães sentirem ciúme dos amigos de seus filhos, quando eles têm sucesso extraordinário. Habitualmente a mãe ama, em seu filho, mais a si mesma do que ao próprio filho.

Friedrich Nietzsche

O melhor presente que os filhos podem dar às suas mães é o abraço diário. Se não abraça a sua diariamente, comece a fazer isso, enquanto pode.

Marcos Alves de Andrade
Inserida por MarcosAlvesdeAndrade
1 compartilhamento

A realidade assistida são das mães que choram pelo trabalho que os filhos dão, e outras que choram sem saber, “pelo trabalho que elas não quiseram ter com seus filhos” (...)

Rosivandro AA13
Inserida por Rosivandro
1 compartilhamento

"As mães criam os filhos pro mundo, mas o mundo há de reconhecer! "

Letícia Beppler
Inserida por leticiabeppler
1 compartilhamento

FELIZ DIA DAS MÃES

Alguns nasceram para serem pais, outros filhos, muitos ambos e amigos. Não escolhemos nossos pais, assim como pais não conseguem premeditar os filhos. Tudo isso se baseia em sentimentos e personalidades, onde um se complementa com o outro no decorrer do tempo com a vivencia e a convivência embasada no mais puro amor onde se oferta aquilo que se tem ou que pensa ter. Pais ensinam aos filhos a construir sua ponte que o atravessara para a vida de forma preparada, e os filhos recriam sucessivamente aos próximos que virão.
Alguns pais não tiveram a oportunidade de se doarem ao máximo e ofertarem aos filhos aquilo que lhes faltou no passado, mas que graça haveria se não tivéssemos essas dificuldades para nos amadurecer como pessoas?!
Pais melhores não nos oferecem "apenas" bens materiais, mas os imateriais como reforço de experiências vivenciadas por eles, que de certa forma podem nos servir em momentos oportunos de sua aplicabilidade.
Pais são como nossos dedos das mãos, quando faltam, nos deixam impotentes, fragilizados e descalços para as pedras pontiagudas que permeiam os caminhos de nossas metas.
Alguns não os tem em vida, mas os mantém em alma e espírito guardado no coração sustentado por boas lembranças de comunhão em família, que pode não ter perdurado por tempo longo, mas que não será apagado e borrado na distância dos anos que se passam.
Quero parabenizar a sua mãe, a minha mãe, a nossa mãe, por esse dia de comemoração onde nos lembramos não apenas na data precisa, mas um reforço de que todos os dias É O SEU DIA.
Te amo mãe e que Deus esteja sempre contigo lhe trazendo mais e mais vida para que eu possa sempre ter o privilegio de tê-la ao meu lado.

Autor - Massáo Alexandre Matayoshi

Massáo Alexandre Matayoshi
Inserida por massaomatayoshi
1 compartilhamento

Vejo fotos de filhos com suas mães
mães que estão vivas
mães que estão por perto
mães que estão ausente
mães que estão doente
mãe que esta morta
Se a sua mãe esta viva
então cuide bem
de amor
carinho
atenção
faça tudo por ela
aproveite o máximo
o amor e a dedicação
que te oferece
desde o momento
da tua concepção
porque ela um dia pode faltar
acredita que, quem tem mãe
tem tudo

nereu alves
Inserida por nereualves

"Mães, vós sois luz!
Continuem acesas...
Vossos filhos precisam de uma estrada iluminada para caminhar.
☆Haredita Angel

Haredita Angel
Inserida por HareditaAngel

Sou das mães que não só gostam, mas vivem pra agradar, ajeitar, conciliar e amar, os filhos.
Felizmente o tempo tem me dito, que ainda não errei nessa escolha.
Amém.

Rosa de Saron Morais
Inserida por rosadesaronmorais
1 compartilhamento

Somos mais do que mães, somos guerreiras defendendo sua riqueza. Sabemos que um filho é também uma missão que nos foi dada, de gerar, criar, transformar e encaminhar. Honre o seu sagrado feminino, o único transporte pra encarnar-mos na terra! Somos nós, mulheres e mães! Honre nossas ancestrais e tudo que passaram pra que hoje estejamos dando seguimento a o divino dom de ser mãe. Mãe é muito além de flores, mãe é sangue e lágrimas, dor e renúncia. Que nunca esqueçamos o verdadeiro significado de ser mãe. Somos guerreiras e mais que isso, somos o poder divino da mãe Gaia de gerar a vida, de trazer ao mundo através da dor todos os seres pra que possam evoluir! Feliz dia das mãe.

Diennyfer Figueira Lopes
Inserida por diennyfer_figueira

Você se importa com o que eu quero? Porque muitas mães se importam. Elas de fato colocam os filhos em primeiro lugar.

Little Fires Everywhere
Inserida por pensador

“Mães, que seu sono seja leve, mas tranquilo, que ao acordar possa comemorar seu dia com seus filhos.”

Amara Antara
Inserida por amaraantara

O cordão umbilical simbólico da afetividade nunca se rompe entre mães e pais para com seus filhos, indiferente aos caminhos que estes tomaram e no que se tornaram.

Carlos Alberto Hang
Inserida por carlos_alberto_hang

Homenagear as mães em um dia é ridículo e superficial... Elas merecem mais que uma data, mais que um dia, elas merecem ser homenageadas TODOS OS DIAS!

Marcelo Rissma

Luto materno

Juventudes são roubadas
E os dias ficam tristes
Mães são abandonadas
É um fim que persiste

A vida sofre por não existir
O amor não tem significado algum
A violência invade até banir
A piedade não vem de jeito nenhum

A saudade vem em forma de improviso
E não basta o medo aliviar
As lágrimas chegam sem dar aviso
É preciso ser vivo pra chorar

O mundo leva sua prole embora
E seu dia fica sem cor
A dor ocupa toda a hora
Enquanto a ausência mata o amor

Fotos e lembranças abraçam seu corpo
Enchem o coração carente
Perder um filho não há conforto
Seu mundo se torna ausente

Se ela pudesse, o mal derrotaria
Pois o branco não veste a paz
Se ela pudesse, sua cria protegeria
E sua perda esquecerá jamais

Suelen Cardoso França

Os melhores exemplos de vida são as mães que nos momentos mais difíceis encontram coragem para garantir aos filhos horas repletas de amor.

Aline Balta
Inserida por aline_balta

Mês das Mães

Fazemos muitas besteiras ao longo da nossa vida. Quando a adolescência chega é um tal de: “eu que sei da minha vida”, “minha mãe não sabe de nada”, “me deixa” e “ai que saco”!
A adolescência parece até a terra do nunca, a gente quer que o tempo voe pra poder mandar no próprio umbigo, e esse dia nunca chega.
Um tempo de luta, onde queremos mostrar para mundo(colegas), quem somos e do que somos capazes. E nesse período os nossos pais são empecilhos pra todas nossas ousadias. Essa fase nada mais é que o toque final das mães lapidando os filhos.
Coloco a mãe em primeiro lugar na educação dos filhos porque normalmente é ela que passa mais tempo com o filho, mas sabemos que existem exceções.
Eu passei por isso como filha, e agora como mãe, posso dizer com certificado e tudo, que só fui entender minha mãe, quando estava repetindo as mesmas atitudes dela, justamente com o que mais me irritava.
É engraçado, porque o tempo muda, as coisas evoluem, mas a educação essa é uma só, ou você ensina pra que seu filho não sofra no futuro, ou você sofrerá junto com ele mais tarde .
Estamos vivendo uma nova era em que criança tem opinião, se intromete em conversa de adulto, desrespeita os mais velhos e ainda denunciam os pais. Isso pra mim é muita falta de “havaianas” . Comigo não tem essa de “não pode bater”, o que não pode é espancar, mas uma chinelada de leve pra educar e mostrar quem manda ahhh tem que ter sim !
Criei os meus filhos muito bem, graças a Deus e ao meu companheiro! Assim como eu fui bem criada, com umas chineladas e castigo de horas trancada no quarto pra pensar. Fiz a mesma coisa com os meus, mas toda vez quem se dava mau era eu , porque os bonitos dos meus filhos ficavam com febre durante o castigo no quarto. Onde já se viu ter febre por não poder brincar , só Deus na causa!
E se me perguntarem se tenho rancor dessa época, respondo de pronto! Eu queria tudo de novo, igual quinem! Tá é doido que eu trocaria minha juventude ativa, cheia de pique esconde, caiu no poço, garrafão, enfinca, bete pau, cama de gato, pular elástico… por essa juventude virtual que nada é de verdade, nem mesmo os pais. Me desculpem mas mãe de verdade participa de tudo na vida do filho, mesmo que eles sintam vergonha. É melhor ter vergonha da gente por excesso de participação do que pela falta dela!
Seja a mãe que você gostaria de ter por perto, dê valor aos cuidados que sua mãe tem por você. Mãe sabe tudo sobre tudo, até mesmo aquela que nunca estudou, essas parece até que sabe ainda mais na hora de educar. E por falar em educar, lembre-se sempre se você é mãe você tem que dar exemplo dentro e fora de casa.
Eu fui uma boa filha, amo ser mãe,agora é só esperar pra saber como serei como vovó. Porque dizem por aí que ser vó é ser mãe duas vezes, dever ser porque uma e só pra mimar e outra pra estragar. Será?

Abgail Mendes
Inserida por abgail_mendes

Mães

Para todos os efeitos
Com todos os defeitos
Pesos e medidas
Seu ar amniótico que um respirei
Qual o milagre do água ao vinho
Migrei ao alimento advindo do seu peito
Atavismo certeiro, ancestral pleito
Após nove meses, fez-se a luz
Big Bang comprovado e endossado
Pelo universo do sem fim
Me fizeste pessoa com destino
Incerto como o alvorecer
Sendo assim, és e sempre será
Uma Deusa – do lar, das ruas, do respirar
Deusa dos verbos errantes
Do doravante.
Hoje, as páginas são escritas por mim
Por vós e quem mais nascer
Reinvento a cada instante
Um modo sagaz e pulsante
Para externar a gratidão perpétua

Luciano Calazans
Inserida por Maestroazul

O que tanto esperei(cria minha)

Quando vejo você dormindo
seu sono é o doce grito da paz
Beijo o silêncio vestido de música
Que emana dos anjos que te cercam

Quando vejo você sorrindo
Um sorriso que desconstrói qualquer traço de tristeza
A mente vai ao momento em que esteve dentro de mim, só meu.

É assim...Você nasceu daqui...
Daqui, do esperar sem fim.
Foi assim...Você devolveu a luz
Que em um grito, pude também ofertar

A primeira vez, o primeiro mês
Sem desmantelo, sem as regras
Boas novas se fizeram em um só dia
Convertendo essa mulher em outra...
Mais vívida, boba e completa
A lacuna que faltava agora preenchida
Ah! Meu melhor presente ao futuro.

Tempo...Você nasceu de mim
Horas...De um esperar sem fim
Foi, enfim, você que trouxe a luz
Luz essa que guardei só para ti

É menino ou menina?
Não importava o masculino ou feminino
O esperar da plena saúde
Era o único verbo a me guiar

Semanas que não passavam, dias oscilantes
De humor e nãos
Inseguranças e certezas
Valeram a pena, pois hoje sou forte
E você meu norte, quando falta exatidão

Nasceu uma canção, o choro mais lindo
Composição de dois destinos em uma só beleza – que agora observo dormir

Criatura, és o estribilho da minha vida.. hit, refrão..sei lá.
Só sei que em ti enxergo e, do meu ventre
Desse ventre que tanto lhe esperou
Se fortalece a cada segundo o meu cantar

A ti...Toda manhã que houver
É assim...de onde eu estiver
Assim, o amor concretizou
Em mim, o que o destino traçou

É tanto amor e comunhão
Que não cabe só em uma canção
Mas acredite, pessoa celestial
Que minha alma hoje é sua
Sua dor é minha
O meu sangue é seu
O amor é o teu nome
Para toda a minha jornada


Luciano Calazans. 14/07/2017

Luciano Calazans
Inserida por Maestroazul
1 compartilhamento

ARSENAL CONTRA O ALCOOLISMO – SÓ NÃO TRATA QUEM NÃO QUER

Por Fernando Vieira Filho (1)

Mães e esposas aflitas muitas vezes me procuram solicitando apoio profissional para seus filhos e maridos alcoólatras, e grande parte vem ao meu consultório desacompanhada do familiar doente. Pergunto o porquê da ausência do marido ou filho em questão. Elas respondem que eles não estão interessados ou não quiseram vir. Então, digo a elas que não posso fazer nada por eles, pois para tratar o alcoolismo é preciso que o próprio doente se comprometa e queira sair do “pântano sedutor” da autopiedade, da autocomiseração. É necessário que ele aceite iniciar uma luta para o resto de sua vida, que se responsabilize 100% por seu próprio destino. O que faço com essas mães e esposas é ensiná-las a lidar com o doente, orientando-as no sentido de estimulá-lo, de forma bem sutil, na decisão de buscar seu próprio tratamento.
Em minha vivência profissional percebo que a maioria dos alcoóis-dependentes não quer deixar o vício, pois estão “viciados” nos ganhos secundários que advêm da doença, como atenção e cuidados de parentes e amigos. Por exemplo, quando uma mãe ou esposa se refere ao filho ou marido alcoólatra dizendo: “Meu filho é muito bonzinho, coitado, sofreu muita decepção na vida”; “Meu filho, ‘tadinho’, não deixo faltar nada para ele, dou comida, lavo as roupas e se for preciso dou até banho. Eu o trato com carinho; “Meu marido bebe todo dia, mas é trabalhador, é bonzinho com a família, o coitado sofreu muito e não sabe falar ‘não’ para os amigos”; e por aí vai, eu afirmo o seguinte: enquanto as mães e esposas e, também, os amigos continuarem a “passar a mão na cabeça” do dependente alcoólico, ele dificilmente tomará a decisão de sair desta “zona de conforto. ” É sempre bom lembrar que o amor tem que ser exigente.
Infelizmente, até hoje, é expressivo o número de pessoas que desconhecem a existência de medicamentos seguros e eficientes e, bem antigos, que são de grande valor no tratamento do alcoolismo. Então, vamos falar de dois deles:
O clordiazepóxido, que no Brasil é conhecido como Psicosedin, foi o primeiro benzodiazepínico (ansiolítico) sintetizado no mundo, em 1957, e, três anos depois, começou a ser comercializado nos Estados Unidos e Europa com o nome comercial Librium. Com o tempo se revelou uma medicação de primeira linha para interromper o uso da bebida alcoólica. No caso do alcoólatra, sabemos que não se deve interromper, de supetão, o uso contínuo de álcool, assim o Psicosedin (clordiazepóxido) é uma ótima escolha para a substituição do álcool. A interrupção do álcool sem nenhum suporte de medicamento psicotrópico pode trazer mais problemas do que a continuidade do vício, por causa da síndrome de abstinência. Esta medicação – o Psicosedin - deve ser mantida pelo tempo que for necessário até que se constate o término do período de abstinência alcoólica. A síndrome de abstinência constitui-se no conjunto de sinais e sintomas observado nas pessoas que interrompem o uso de álcool, de uma só vez, após longo e intenso uso. As formas mais leves de síndrome de abstinência se apresentam com tremores, aumento da sudorese, aceleração do pulso, insônia, náuseas e vômitos, ansiedade depois de 6 a 48 horas desde a última bebida, e, na forma mais violenta, o Delirium Tremens.
Em 1920 foi descoberto, o dissulfiram que é comercializado com o nome de Antietanol (Brasil), Antabuse (USA) e Antabus (Europa). É outro medicamento para ser usado no tratamento do alcoolismo, que atua de forma a provocar desagradáveis efeitos colaterais quando na presença de álcool. O dissulfiram, uma substância sem atividade psicotrópica inibe uma das enzimas de metabolização do álcool, provocando acúmulo desse metabólito no organismo e consequentemente forte mal estar mesmo para doses pequenas de álcool. O dissulfiram deve ser usado junto a um apoio psicoterapêutico.
Temos outros medicamentos mais modernos como a naltrexone, conhecida como Revia, e o acamprosato (evita a recaída alcoólica), conhecido como Campral, que podem ser associados aos mais antigos.
Enfim, existe um verdadeiro “arsenal” medicamentoso para ajudar o álcool-dependente na “guerra” que irá empreender contra o vício-doença. O doente vai precisar do apoio da família, do médico psiquiatra (totalmente necessário) e do psicoterapeuta. E a religiosidade deve ser estimulada por amigos e familiares, pois é de grande valia no fortalecimento da fé, bem como é importante frequentar as reuniões dos Alcoólicos Anônimos (A.A. – www. alcoolicosanonimos.org.br)
No meu trabalho psicoterapêutico, depois do comprometimento do doente alcoólico com o seu tratamento, inicio com uma investigação das possíveis causas emocionais, muitas inconscientes, que o levaram a buscar na bebida uma forma de se autopunir. A autopunição - de forma absolutamente inconsciente - é uma consequência do remorso que advém da culpa. Mas o que o levou a sentir culpa? A mágoa (ódio) por si mesmo ou por alguém? Por ter, tempos atrás, julgado, criticado, humilhado algum parente, amigo, um pai ou mãe alcoólatra?
Aos poucos, o doente começa a entender e a se conscientizar das causas que o levaram a se submeter à droga. A partir daí a pessoa adquire o controle sobre si mesma e, então, a oriento na utilização das “ferramentas” e técnicas necessárias para o início de sua luta, que é manter a doença sob seu controle para o resto de sua existência. Como diz o psicólogo Cel. Edson Ferrarini, que trabalha gratuitamente há mais de trinta anos na prevenção, orientação e recuperação de dependentes do álcool, tabagismo e das drogas, na cidade de São Paulo, o vício é um “leão” dentro da pessoa, e, até hoje, não foi descoberta uma forma de matar esse “leão”, portanto, a recuperação consiste em manter o “leão” adormecido por toda a vida. Para entrar em contato com o Centro de Recuperação, acesse http://coroneledsonferrarini.net.br/, ou ligue: (11) 5058-0726.
E, finalizando, é bom que se diga que para qualquer tipo de dependência química - e não só o alcoolismo - é fundamental que o dependente queira se tratar, com verdadeiro comprometimento, persistência e disciplina.

(1) Fernando Vieira Filho - Psicoterapeuta/clínico, palestrante e escritor. Autor do livro CURE SUAS MÁGOAS E SEJA FELIZ! – 2ª Ed. - Barany Editora - 2012. E coautor do livro DIETA DOS SÍMBOLOS – 6ª Ed. - Melhoramentos - 2004.
É autor dos E-Books:
PSICOFÁRMACOS - Uso e aplicações de forma simples e eficaz.
PSICOPATOLOGIA - Apresentada de forma simples e objetiva - Incluindo psicopatologias infantis. SISTEMA DE TERAPIA FLORAL do Doutor Edward Bach (Portuguese Edition) – Amazon – 2013. E-book.
Para saber sobre o atendimento psicoterapêutico presencial ou online, via Skype. Entre em contato comigo através de meu site https://www.harmoniacomflorais.com/agende-uma-consulta.php ou entre em contato pelo fone: (34) 9 9972-4096.
Conheça seus blogs e sites:
http://www.harmoniacomflorais.com
http://harmonize-se-com-florais-de-bach.blogspot.com.br/
http://curesuasmagoasesejafeliz.blogspot.com.br/
http://maldealzheimerhoje.blogspot.com.br/
http://obsessaoepsicopatologias.blogspot.com.br/

Fernando Vieira Filho
Inserida por fernando_vieira_filho