Coleção pessoal de ViniciusSandes

Encontrados 5 pensamentos na coleção de ViniciusSandes

"O universo é uma criação divina gerada pela imaginação, onde a única variável é quem o observa."

Kais
1 compartilhamento

Paralisia Da Alma

Sou como um texto de giz de cera que proclama por um suspiro, frases e poesias nunca ditas por ninguém, e que também mesmo com toda minha audácia, em cada linha ainda arranco um pedaço do meu ser, que se dissolve na tinta da caneta
             _Minha vida acabou de passar por entre os meus dedos frágeis e não pude segurá-la, na verdade eu nem tentei. Mas mesmo com toda essa melancolia existe algo inconsequente, algo que me causava repulso chega a ser aterrorizante que por um segundo arranca todas as letras da minha língua, é surreal acreditar que possa existir algo com tamanha capacidade deslumbrante e mesmo que eu usa-se todas as palavras do meu vocabulário, seria difícil de compreender o brilho dos olhos daquela menina, mesmo eu, que nunca acreditei em energias divinas, pude ver com os meus próprios olhos aquela pupila castanha refletir as constelações do universo. fica difícil saber o que é real quando você fica preso na ilusão do seu próprio pensar, e as palavras do papel parecem dançar, esse texto era pra ser maior, se eu não tivesse esquecido metade dele no sorriso da garota, mas o que tenho são só vestígios, que provam que eu sobrevivi a mil bombas nucleares resumidas em apenas um olhar.
fiquei meio caótico isso que acontece quando permitem que loucos sejam livres pra escrever, pois a mente é muito complexa pra resolver em apenas um dizer, mas se me perguntarem qual a cor dos olhos dela, eu responderei:

_Cor Do Infinito

Kais
1 compartilhamento

APAGA AS VELAS DO MEU SONHO

No profundo mar de solidões do peito, existem medos que te tornam vulneráveis, os seus olhos percorrem seus medos em pontes imagináveis.
Um brilho no horizonte de uma frase indecisa, as sombras sobem o monte em terras que homem não pisa, no pergaminho encontrei saudade e também flores pela manhã, ao brotar de uma semente ou no sabor de uma maçã.
Não gritei esperando que me escutassem, apenas que me sentissem, no romper da nova aurora, apavora quem está no escuro, na luz apagada de um quarto fechado com um pensamento mais maduro, maduro para acreditar que as flores nascem no verão e morrem no outono, no horror da morte fria, leva vida e tira o sono. Sem dono o amanhã nasce com plano de mudar mais uma vida de um jovem se espressando, jovem talvez na idade, tola é fraca maturidade. Amuleto dos sete sonhos me mostraram a verdade, através de um pesadelo seja sonho ou o que for, nada irá mudar o mundo se não o tal do Amor.

Kais

DIÁRIO DE UM SUICIDA

Falta de amor ou falta de coragem ? Fica fácil julgar o profundo quando só pode ver a margem. Dor, ao ver o sol se pôr, seja como for, como flor, como a morte ? Aposto que você nem mais sente, os cortes ficaram tão profundos que deles ficou dependente.
Como um brinde desejou um gole, se for ajudar deite na cama e chore, não se apavore, a morte é um sopro que sua vida engole.
Sei... É difícil fingir sorriso quando tudo por dentro está em pedaços, por fora desejaria apagar as lembranças de todos os Passos.
Mas olhando bem, você já viu o sol se pondo essa tarde ? Abriu a janela mesmo que por dentro esteja em tempestade, sei que não é fase, nem quero ser psicólogo, pois da natureza humana nem entende o biólogo. Se te dá vontade fazer os cortes, se te fascina a escuridão da morte, compra um passaporte, foca na luz e não na sorte, te dou cartas em envelope, se não gostar então devolve. Da Tua natureza só teus galhos entenderão, quando escolher virar adubo ao invés de flor na plantação. Mas de que vale uma flor bonita sem cheiro ou sentimento é igual uma vida vazia correndo contra o tempo, ultimamente nem sabe o que faz, vou tentar eficaz. Medita nos seus sonhos tenta encontrar a paz

Kais
1 compartilhamento

No profundo mar de solidões do peito, existem medos que te tornam vulneráveis, os seus olhos percorrem seus medos em pontes imagináveis.
Um brilho no horizonte de uma frase indecisa, as sombras sobem o monte em terras que homem não pisa, no pergaminho encontrei saudade e também flores pela manhã, ao brotar de uma semente ou no sabor de uma maçã.
Não gritei esperando que me escutassem, apenas que me sentissem, no romper da nova aurora, apavora quem está no escuro, na luz apagada de um quarto fechado com um pensamento mais maduro, maduro para acreditar que as flores nascem no verão e morrem no outono, no horror da morte fria, leva vida e tira o sono. Sem dono o amanhã nasce com plano de mudar mais uma vida de um jovem se espressando, jovem talvez na idade, tola é fraca maturidade. Amuleto dos sete sonhos me mostraram a verdade, através de um pesadelo seja sonho ou o que for, nada irá mudar o mundo se não o tal do Amor.

Kais
1 compartilhamento