Coleção pessoal de thuliomtdc

81 - 100 do total de 109 pensamentos na coleção de thuliomtdc

A educação de uma sociedade há de se dar pela superação das dificuldades, por uma vontade que submeterá qualquer ação particular ao julgamento da razão.

Alfred Marshall

O mundo se move, mas o ritmo com que ele se move depende de quanto pensamos por nós mesmos.

Alfred Marshall

Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos.

Fernando Teixeira de Andrade
25 mil compartilhamentos

O Estado é o mais frio de todos os monstros. Ele mente friamente; de sua boca sai esta mentira: "Eu, o Estado, sou o povo."

Friedrich Nietzsche

A injustiça é a intervenção intempestiva que favorece certos interesses à custa de outros, em nome de um arbitrário e ilusório bem comum.

Baudeau

O interesse comum é o interesse de ninguém, porque é o interesse particular que é o interesse de todos.

Mirabeau

Razão é a rosa na cruz do sofrimento presente.

Georg Wilhelm Friedrich Hegel

Os que creem que a culpa de nossos males está em nossas estrelas e não em nós mesmos ficam perdidos quando as nuvens encobrem o céu.

Roberto Campos

Sempre achei que o Brasil jamais seria salvo pelo silogismo, mas talvez seja salvo pela anedota.

Roberto Campos

A história do poder político nada mais é do que a história do crime internacional e do assassínio em massa.

Karl Popper
29 compartilhamentos

A tentativa de trazer o céu para a terra invariavelmente produz o inferno.

Karl Popper
40 compartilhamentos

Devemos fazer planos para a liberdade, e não só para a segurança, ainda que pela única razão de só a liberdade poder tornar a segurança segura.

Karl Popper

Suas atitudes falam tão alto que eu não consigo ouvir o que você diz.

Ralph Waldo Emerson
1.4 mil compartilhamentos

Quem pode acreditar que daí também venha a verdade à luz, justamente como um sub-produto?

Arthur Schopenhauer

Existo

De há muito tinha notado que, pelo que respeita à conduta, é necessário algumas vezes seguir como indubitáveis opiniões que sabemos serem muito incertas, (...). Mas, agora que resolvera dedicar-me apenas à descoberta da verdade, pensei que era necessário proceder exactamente ao contrário, e rejeitar, como absolutamente falso, tudo aquilo em que pudesse imaginar a menor dúvida, a fim de ver se, após isso, não ficaria qualquer coisa nas minhas opiniões que fosse inteiramente indubitável.

Assim, porque os nossos sentidos nos enganam algumas vezes, eu quis supor que nada há que seja tal como eles o fazem imaginar. E porque há homens que se enganam ao raciocinar, até nos mais simples temas de geometria, e neles cometem paralogismos, rejeitei como falsas, visto estar sujeito a enganar-me como qualquer outro, todas as razões de que até então me servira nas demonstrações. Finalmente, considerando que os pensamentos que temos quando acordados nos podem ocorrer também quando dormimos, sem que neste caso nenhum seja verdadeiro, resolvi supor que tudo o que até então encontrara acolhimento no meu espírito não era mais verdadeiro que as ilusões dos meus sonhos. Mas, logo em seguida, notei que, enquanto assim queria pensar que tudo era falso, eu, que assim o pensava, necessáriamente era alguma coisa. E notando esta verdade: eu penso, logo existo, era tão firme e tão certa que todas as extravagantes suposições dos cépticos seriam impotentes para a abalar, julguei que a podia aceitar, sem escrúpulo, para primeiro princípio da filosofia que procurava.

René Descartes
3 compartilhamentos

Tem-se dito que a raça é uma coleção de homens unidos não só por sua origem como por um erro comum na consideração de sua origem.

Karl Popper

Retribuímos mal a um professor se continuamos apenas alunos.

Friedrich Nietzsche

Um passo adiante na convalescença: e o espírito livre se aproxima outra vez da vida, lentamente sem dúvida, quase recalcitrante, quase desconfiado. Fica outra vez mais quente ao seu redor, mais amarelo, por assim dizer; sentimento e simpatia adquirem profundeza, brisas de degelo de toda espécie passam por sobre ele. Quase se sente como se somente agora seus olhos se abrissem para o perto. Está admirado e se senta quieto: onde estava? Essas coisas próximas e muito próximas: como lhe parecem mudadas! Que plumagem e feitiço adquiriram nesse meio-tempo! Ele olha com gratidão para trás - grato a sua andança, a sua dureza e estranhamento de si, a seu olhar à distância e a seu voo de pássaro em frias altitudes. Que bom que ele não permaneceu, como alguém delicado, embotado, que fica em seu canto, sempre "em casa", sempre "junto de si"! Ele estava fora de si: não há dúvida nenhuma. Somente agora vê a si mesmo - e que surpresas encontra nisso! Que arrepio nunca provado! Que felicidade ainda no cansaço, na velha doença, na recaída do convalescente! Como lhe agrada sentar-se quieto sofrendo, urdir paciência, estar deitado ao sol! Quem entende igual a ele, de felicidade de inverno, de manchas de sol sobre o muro! São os animais mais gratos do mundo, e também os mais humildes, estes convalescentes e lagartos semi-voltados outra vez à vida: - há entre eles os que não deixam partir nenhum dia sem pedrar-lhe um pequeno hino de louvor na orla do manto que se afasta. E, falando sério: há uma cura radical contra todo pessimismo (o câncer dos velhos idealistas e heróis da mentira, como é sabido -), no modo de esses espíritos livres ficarem doentes, por um tempo permanecerem doentes e então, ainda mais longamente, mais longamente ainda, ficarem sadios, quero dizer, "mais sadios". Há sabedoria nisso, sabedoria de vida, em receitar-se a saúde mesma somente em pequenas doses.

Friedrich Nietzsche
2 compartilhamentos

Quanto mais você sua nos treinamentos, menos sangra no campo de batalha.

Colonel Red.

"A defesa da liberdade individual repousa, em última análise, no reconhecimento das limitações do nosso conhecimento."

Friedrich Hayek