Coleção pessoal de Poema-as-Bruxas

1 - 20 do total de 140 pensamentos na coleção de Poema-as-Bruxas

Eu faço o meu possível,
Na medida certa, as vezes incorreta
Tentando driblar o destino
Mas no decorrer do caminho
Aparecem os desafios
Passado e presente de cruzam
E o futuro fica sombrio

Em uma sacada da sorte
Em meio ao desatino
Escuto, engulo as palavras
Enfrento meu maior desafio
Enterro o passado num vaso florido
E vivo o presente sem pensar no amanhã
Pois na vida cada dia se escreve
No momento vivido.

Poema as Bruxas

Eu sabia que seria assim
No final você viria ate mim.
Tive meus medos, minhas duvidas.
Esperei por você a vida toda
Em cada segundo de meu desespero.
Mas minha certeza era a única força
Que me fazia levantar todas as manhãs.
Depois do desastre, do fogo, dos gritos.
Depois de tudo e todo peso que se formou.
Achei que o silêncio seria a solução.
Foi minha desgraça, quase te perdi
Vazou-me pelas mãos. Mas o destino
Nao quis assim, então lhe trouxe de volta
Ao meu coração.

Inpirado em,
Ben e Fallon... Novembro 9

Poema as Bruxas

Não sonho mais com você
Nem faz parte mais de meus pensamentos.
Não crio mais historias,
Nao escrevo mais poesias
Minha inspiração foi embora
Você não faz mais parte da minha vida.
Não foi uma escolha própria
Foi o acaso do ocorrido.
Deixei de sentir, deixei de amar
A partir do momento que resolvi escutar.
Pode parecer estranho, pode até pensar ser mentira.
Mas sei que se quebrou, tudo que eu sentia.
Não haverá remendo que conserte
Pois a porcelana é uma peça fina.

Poema as Bruxas

Já faz um bom tempo que a gente não se fala, eu me lembro bem, quando você se esgueirava entre as árvores, muros e sombras. Me olhava de longe sem que eu percebesse, ou assim você achava. Mas eu sempre soube, sempre o vi, era uma sombra permanente a me seguir. Com o tempo foi ficando mais tenso, mais intenso, em momentos ao fechar meus olhos podia te sentir tão próximo que sua imagem fixava em minhas pálpebras.
Não era normal, você... Não é normal.
Se dizia de outro tempo, um tempo distante. Tentava de todas as formas me fazer lembrar, mas meu descuido infundado não me deixava focar. Jamais conseguiu entrar em minha mente, jamais permiti. E quando me senti presa, fugi. Hoje não sei onde está, como está, com quem está. As vezes sinto sua presença, mas acabo me ocultando para você não me encontrar. Até o momento deu certo, eu deixo você passar, o cheiro mudou, a cor mudou, mas você continua o mesmo, e mesmo na falta não volto, não deixo ... Me escondo, para não me achar.

Poema as Bruxas

"O medo é o assassino da mente."

Kristin Hannah

As vezes perdemos a capacidade de pensar, não porque somos frágeis a tudo que nos rodeia, mas sim porque nem tudo na vida é realmente como deveria ser. As vezes as pessoas nos surpreendem com comentários desnescessarios que nos promovem uma reviravolta na mente nos fazendo perder os sentidos mesmo estando em pleno estado de lucidez.

Poema as Bruxas

Mesmo diante das transformações
A vida em si, não muda.
Pode-se dizer que com a idade
Os pensamentos mudam
Que a maturidade, nos tornam diferentes
Mentira, a maturidade só nos tornam
Silenciosos, em alguns casos, falantes.
Nada muda ao acaso... Dentro de nós seremos sempre
Os mesmo.

Poema as Bruxas

Não digo que seja os deslizes que nos ajudam a dar valor ao que temos, mas é nos deslizes que percebemos que podemos perder o que de mais valor temos.

Poema as Bruxas

Preciso desabafar
Jogar tudo pra fora
Deixar o vento levar.

Preciso me libertar
Soltar todas as amarras
Deixar as correntes cair no mar.

Preciso de paz
Acalmar meu coração
Pois de que adianta saber agora
Se já não é mais a solução.
O tempo carrega a alma
A vida esmaga o coração.

Poema as Bruxas

Não é preciso palavras
Para definir quem sou
Basta olhar-me nos olhos
E me reconhecerá.

Nunca tive duvidas
De que era verdadeiro
A muito e muito tempo
Roubaste-me por inteiro.

Não preciso de dó
Não mereço
Tal sentimento
Sei que o amor que sinto
É energia pura
Que carrego no peito.

Poema as Bruxas

"..."tem horas que meu mundo se fecha... e só tenho você em minha mente... então só o vento me consola, só ele pode me ouvir, e aos poucos levar até ti o que estou sentindo... Sinta.

Poema as Bruxas (Deby N. M.)
1 compartilhamento

Palavras escritas, nunca serão ditas, quem sabe um dia lidas... são fantasias, contos para dormir.

Poema as Bruxas

A VERDADE NUA E CRUA

Corri, me escondi
Sonhei, ainda estou aqui!

Andando em círculos
Em uma rua escura
Rostos estranhos
Sorrisos maliciosos.
Procuro uma saída,
Não encontro.

Portas que se abrem
Que não chegam a lugar algum
Escadas longas,
Pessoas que ferem sem tocar.

Desespero, loucura
Um lapso de verdade
E o tumulto se acumula.
Novos rostos
Pessoas desconhecidas

Ninguém me vê
Ninguém me sente.

A verdade é nua e crua
Um corpo aparece.
E uma vida é destruída.

Poema as Bruxas

Porque esse amor doentio
Essa dor sem sentido.
Uma pressão que corre nas veias
Triste, sofrido.

Porque não posso esquecer
Comandar os meus sentidos
Viver com minhas escolhas.
Esquecer o que nunca foi merecido.

Poema as Bruxas

Muitas vezes afastamos as pessoas da gente por medo. Um medo bobo que nada justifica. Pois nem todos são iguais, algumas pessoas só querem nosso bem, mas se a presença é ignorada ou mal vista, acabam que se afastando por achar que há outras intenções, triste entendimento mas que acolhemos de bom grado e damos ao outro a distância tanto desejada.

Poema as Bruxas

Sinto falta da época,
Que andar na rua, era sossego.
Que brincar, era com brinquedo.
E amar, era momento (eterno)

Sinto falta
Das conversas, as risadas sem medo.
Das piadas sem preconceitos.
Do caminhar de qualquer jeito

Sinto falta
De cantar sem entender
De pular sem perceber
De amar sem corresponder

Sinto falta
De um mundo imperfeito
Mas que no fundo, todos tinham respeito
E não viviam com medo de viver

Essa história é de um tempo
Em que a tecnologia não havia
Corrompido vida.
Pois hoje se corrompe até
mesmo o feto antes de nascer.

Poema as Bruxas

O relógio marca
O ponteiro descarta
E a vida passa
Sem a gente perceber

São muitos momentos
Desejos
E o tempo não ajuda
Corre em disparada
Como se estivesse atrasado.

Com os minutos contados
E assim passamos a viver
Um dia de cada vez
Dezoito horas por dia
É o que temos para sobreviver

Tolo, aquele que acredita nas 24 horas
Pois o tempo comeu as horas
E o que nos resta
É correr contra o tempo
E fazer por merecer.

O tempo é cruel
Castiga sem dó
Se houver oportunidade
Agarre... Pois se passar, passou.
Nem sempre temos a sorte
Dele voltar a nos perceber.

Poema as Bruxas

A vida não é uma competição onde se vive para ser melhor que o outro.
Todos temos defeitos, todos temos qualidades, ninguém é igual a ninguém. Ninguém é melhor que ninguém.
Todos cometemos erros, todos somos pecadores. A vida é uma montanha russa, cheia de altos e baixos e é você que decide se quer viver com emoção ou não, se quer ser bom ou não, se quer viver se espelhando no outro ou não.
O melhor seria cada um na sua caixinha sem desmerecer ninguém.

Poema as Bruxas

Haverá sempre um apelo
Para que se compreenda
Os motivos ao qual a vida
Nos leva a vivenciar.

Pessoas se fazem de santas
Bondade onde não existe.
Ouvem atrás das portas
E sorriem com a desgraça alheia.

O mundo sobrecarrega
As costas com o tempo, pesa
E a vida que poderia ser fácil
Se desespera.

Encontros são desfeitos
O rumo traçado toma uma via
De tropeços.
E o que era saudável
Adoece, por falta de consenso.

Poema as Bruxas

Em todos os versos em que vivi
Os melhores são aqueles
Em que você esteve aqui.

Poema as Bruxas