Coleção pessoal de PauloVinicio

1 - 20 do total de 56 pensamentos na coleção de PauloVinicio

Amor de Militante

Na totalidade de vivência na luta
Nos perdemos em sentimentos de amar a distância
Fugimos dos pensamentos insanos
Mas é uma outra forma fácil de se pender
A quem se diz forte e a quem se diz certo
Mas isso dependerá da posição de cada um
Não nos prenda em paradigma
Ou conceitos inventados sobre o amor
A luta sempre vai ser árdua e sentimental
E não me vejo sozinho na caminhada
Lado a lado, mente a mente
É que se anda um militante
O amor revolucionário
É maior que todos os amores
Desde a vivência com um
Até a convivência com todos
E deve ser socializado

Paulo Vinício
1 compartilhamento

O sertão

O sol flora a primavera
Trazendo as cores da nação
O vermelho do poente
É o verde do sertão

O clima aqui é quente
Colorido as vezes frio
Lugar de muitas palmas
Com os seus terríveis espinhos

Terrível para nós
Mas alimento pra muito ser
Mostrando que o sertão
Não é o que você ver

Estrada cumprida sem fim
Com sol ardente na pele
Mas isso não é problema
Vendo aqueles que vive com a opressão

No sertão tem branco e NEGRO
Por isso o preconceito
Preconceito por ser seco
E racismo por ser NEGRO

A igualdade racial
Sei que está difícil de conquista
Mas sei que você que está lendo
Racismo em você não há.

Paulo Vinicio
1 compartilhamento

Minha Força

Inspirada em um conto
Onde apenas um conseguiu ler
Uma mulher guerreira
Que sua coragem
Na sua voz pode-se ver

Traços perfeitos
Com uma voz atraente
Domina meu pensamento
Até mesmo quando estou ausente

O coração é tão lindo
Quanto a sua beleza
Lindo pelos sentimentos
E a sua gentileza

As palavras de conforto
Que eu recebo de te
Só me faz ficar mais forte
E querer você para mim.

Os anos vão se passando
E o amor prevalecendo
Porque não esquecemos jamais
Dos momentos que tivemos.

A distância é o que fortalece
Porque tem um por que
Fortalece porque estamos construindo
Um futuro para se viver.

Paulo Vinício
1 compartilhamento

Sua História
Seus olhos são como a terra
Se feri-lo, não te olharás mais.
Seus cabelos como caracóis
São ondas do mar de lágrimas,
Que te abraça e te conforta
Quebrando todas as barreiras
Dos conceitos invejados.
A história que foi perdida
Em você é resgatada
No teu cabelo armado
Numa luta disparada,
Disparada contra o sistema
Que impõe o alisamento
Fazendo perder a cultura
Dos afrodescendentes.
Todo tipo de repressão
Você deve entender
Te reprime para evitar
Que você alcance o poder.
Você não é inferior coisa alguma
É injustiça que você sofre
Sofre por uma ideologia racista
De uma raça ignorante e pobre.

Paulo Vinício
1 compartilhamento

Se tornar rico pode até te levar para frente, mas irá atrasar muitas pessoas. E este é o problema do nosso mundo

Paulo Vinício
1 compartilhamento

Companheiro,

Ao te ver
me vejo

Pois meus sonhos
correm nas suas veias,
seu grito de indignação
vibra na minha garganta
e sai tão alto quanto o teu.

Seu inimigo é meu inimigo
seus outros companheiros
também são meus companheiros

Os teus passos rumo a utopia real
da libertação do nosso POVO
não serão dados solitários e doloridos

Pois estarei do teu lado
caminharei ao teu lado.
A caminhada será coletiva,
as dores serão divididas
e as alegrias multiplicadas.

Por fim
Companheiro,
Confesso!
Olho no teu olho
e sinto a confiança
de que nunca estaremos sós
enquanto estivermos em movimento.

Erik Feitosa
2 compartilhamentos

Lutas Iguais

Eu venho de uma região
Onde o verde predomina
Muito diferente do verde
Que é o verde da caatinga

O meu povo foi explorado
Para um futuro construir
Não desistindo jamais
Da vida que ganhou para viver

As lutas são parecidas
Tem explorados em todo canto
Mas devemos continuarmos unidos
Para isso não se tornar constante

A vida aqui é dura
E na mata não é diferente
Se unirmos nossas forças
Vamos está sempre presente

Estudando e aprendendo
Conversando e repassando
Mostrando que a agroecologia
Deve ser predominante

Autor-Paulo Vinício

Paulo Vinício
1 compartilhamento

Poema Antônio Conselheiro

Nascido na Vila de Quixeramobim
Aqui eu conto sua história,
Casado com Brasilina mulher muito formosa
Logo vem uma traição que tira todo o seu chão.

Humilhado e abatido
Procura abrigo no sertão
Iniciando assim
A sua jornada de peregrinação.

O líder religioso no Nordeste
Seu nome fortaleceu,
Reuniu milhares de camponeses
E muitas noites amanheceu.

O Nordeste brasileiro
Era pura seca e dor
E para seus fiéis, Conselheiro,
Era o seu maior Salvador.

Lutando pela terra
E pelo bem-estar social,
Antônio conselheiro
Do estado se tornou rival.


Considerado um foragido
Vagava pelo sertão
Enviando mensagens de luta
A todo a população.

Sonhando com uma sociedade
Onde todos poderiam ter
Dividindo toda a terra
Que Deus nos para viver.

Considerado o maior movimento
De luta pela terra no brasil
Perdia apenas para revolução mexicana
De Zapata e Pacho Villa

Formaram-se uma comunidade
De fácil acesso à terra
E com grandes experiências
Vieram a trabalhar.

Mesmo com as dificuldades
De viver no sertão
Canudos era auto suficiente
E vivia da exportação

Com o peregrino
Se voltando contra o estado
Fazendeiros, monarquistas e latifúndios
Foram logo se tornando aliados



As batalhas estavam por vim
Ele já sabia o que iria enfrentar
E em 24 de novembro
Ouve o primeiro grande massacre em Uauá.

Cadáver por todo canto
Era o que se podia ver
Morrendo gente inocente
Que só queria uma terra para viver.

A quarta e última batalha
Dizimou toda a população
Até os que se entregavam
Eram mortos pelo capitão.

22 de setembro nunca iremos esquecer
E Antônio Conselheiro
Em nossos corações
Sempre irá prevalecer.


Autor – Paulo Vinício

Paulo Vinício
1 compartilhamento
Tags: poema sociais

A alegria de saber que você existe faz-me forte para suportar a tristeza de sua ausência. Eu amo você!

desconhecido
6.8 mil compartilhamentos

A saudade nos faz pensar muito e amar mais ainda,neste momento estou com saudades.

Paulo Vinicio
1 compartilhamento

''A indignação vem através de nossos olhos, passando por nossa mente e chegando aos nossos corações, assim criando sentimentos para continuar na luta".

Paulo Vinicio
1 compartilhamento

Vacilão

No momento em que tu vives
Pra baixo você não deve ficar
Você tem um futuro imenso
E não deve desanimar
Ele vacilou contigo
Sem saber o que estava perdendo
Garota firme e inteligente
Amiga de muita gente
Sei que você é de confiança
E por isso faço essa poesia
Pra mostrar que a menina cresceu
E agora ela vive com alegria

Paulo Vinicio
1 compartilhamento

O Amor

No fundo do meu peito
O amor mais profundo
Se não for amor o que eu sinto
Eu me desligo desse mundo
O sentido da vida
Só o amor que nos ensina
Se não for amor o que eu sinto
Eu me desligo desse mundo
Seja no merecer
Ou na conquista
Entre dois ou entre o todo
Se não for amor o que eu sinto
Eu me desligo desse mundo
Sinto indignação, sinto ódio,
Sinto raiva, sinto rancor
Sinto na pele o racismo
De um sistema opressor
Se não for amor o que eu sinto
Eu me desligo desse mundo
Tenho amor, tenho carinho
Por me mesmo e pelo próximo
Tenho fé no pai do céu
Que o amor é o mais forte.

Paulo Vinicio
1 compartilhamento

A história da América

Venho contar uma história
Que aconteceu na América Latina
De povos tradicionais
Sem medo do perigo.
Veja só que coisa linda
Que era no Passado
Em toda nossa América
Tinha pirâmides por todos os lados.
Trinta espécies de milho existiam
Com os MAYAS na produção
A batata doce era os INCAS,
Que cultivava de montão.
Os povos ASTECAS
Que são muito ousados
Tinha logo era dois Deuses
Lua e sol assim chamados.
Os povos TOTOTECAS
Povos bem pequeninhos
Com suas pirâmides enormes
Suas histórias deixaram pelo caminho.
Os GUARANIS que aqui existiam
Hoje não existe mais
E se existe são chamados de Índios
Pelos seus generais.
Vimos até aqui o lado bom da coisa
A guerra dos colonizadores
Mudaram nossa história.
O continente era gigante
Dez milhões aqui existia
Os povos originários
Seus modos de produção definiam.
Na batalha
Quatro milhões foram os que restaram
Alguns se jogavam do abismo
Outros se migravam.
Morre ASTECAS morre GUARANIS
Morre INCAS, MAYAS e TOTOTECAS
E para apagar nossa história
Queimaram toda aquela biblioteca.

Paulo Vinício
1 compartilhamento

"A libertação do povo tem que se dar pela aliança camponesa e operária,onde temos a certeza que é o povo que sofre pela exploração patronal,o sol nasce para todos e poucos o possui"

PauloVinicio
1 compartilhamento

Sociedade oprimida militantes em ação
É o que vemos desde sempre
Nesta nova geração
Esta nova geração o sistema vai mudar
E o futuro que tanto queremos vamos alcançar
Só quem se indigna com os problemas do dia-a-dia
Consegue soltar sua rebeldia
O desejo de mudança Já está impregnado
Na mente de cada militante, militante revolucionário

Paulo Vinicio
1 compartilhamento

"O desejo que nos move de mudar a sociedade é maior do que seu ódio, por isso no fim venceremos."

Paulo Vinicio
1 compartilhamento

Gritos Revolucionários

"Chê Guevara, Chê Guevara, Chê Guevara socialista,buscando a libertação dos povos oprimidos."

Paulo Vinicio
1 compartilhamento

"O sol nasce para todos e poucos o possui"

Paulo Vinicio
1 compartilhamento

Palavras de ordens

"Patativa do Assaré poeta do sertão, reivindicando seus direitos rumo a revolução"

Paulo Vinicio
1 compartilhamento