Coleção pessoal de PAPELECANETA

Encontrados 9 pensamentos na coleção de PAPELECANETA

Desnaturado

Perdi o meu sorriso e seu
Quando ela disse me adeus
Olha na solidão que deu
Depois de a ter perdido óh Deus

Perdi o meu dia ao nascer
Ao olhar do sol do amanhecer
Quando acordei o sono e aconteceu
Estava la um adeus teu

Perdi a tarde do calor do sol que eloqueceu
Ao ver seu corpo descolado ao meu
Óh! O que fazes com o seu sem meu¬
Será que Deus não fez o que prometeu

Perdi os meus sonhos na solidão
Ah! Se eu pedisse seu perdão
Nas noites todas de inquietação
Talves seria a solução

Nogueira Papel e Caneta

Meu Pior Pecado



A culpa de todos os meus erros
É o pior mal que permiti acontecer

`` Ter nascido um dia ´´

Porque quanto mais com vida existo, mais descubro que sem vida
Nunca teria errado um dia

Nogueira Papel e Caneta

Juntos

Passemos juntos
tu e eu, bem devagarinho
sem ruído nenhum
sem quase nenhuma suspeita

Passemos juntos
tu e eu, tão mansos
feito sombras que acompanham os nossos passos
para que o sol que ilumina os nossos caminhos
não acorde e se vá esconder
nos deixando no escuro e sem poder te ver

Passemos juntos
tu e eu, vagarosamente
para que o tempo não nos fuja
nos deixando para atrás
para que a vida não nos separe
destruindo os nossos corações
machucando as nossas almas

Passemos juntos
tu e eu, felizes com a vida
gritando te amo um ao outro
para que tudo seja feito com amor e carinho
o que a vida tem feito por mim e por mim fará para ti 4

Nogueira Papel e Caneta

A Voz do Proibido

Eu quero ser como tu
Eu quero ser feliz, feliz como tu
Quero ter olhos para olhar, olhar como tu
Quero ter lábios para beijar, beijar como tu

Eu quero ser feliz, feliz como tu
Quero ter braços para abraçar, abraçar como tu
Quero ter maus para apalpar, apalpar como tu
Eu quero ser como tu

Eu quero ser um homem feliz
Feliz para amar e ser amado como tu
Quero ser livre para sonhar e voar
Fazer tudo como tu

Nogueira Papel e Caneta

Vida humilde

Ame, por mais que nao sejas amado
Perdoa, por mais grave que seja o erro

Aprenda a ter bons modos
Por mais difícel que seja

Seja social, tenha a ética e a moral como sua defesa
Ganhe o auto estima, e seja tu mesmo o dono das tuas acçoes

Nogueira Papel e Caneta

Desejo Alcançar os Meus Objectivos


Da vontade de querer, aprendi a lutar para ter
Nos momentos de desespero, aprendi a acreiditar para poder
Dos momentos de dor e sofrimento, aprendi para nunca me esquecer que:

Em todas as batalhas da vida
O primeiro passo a vitória
É a vontade de vencer

Nogueira Papel e Caneta

Desejos Meus


Se eu pudesse escrever
Uma carta a cor da minha pele
Com cheiro do meu corpo
Sabor dos meus lábios

Que falesse ao meu sotaque
E enviar para os seus desejos
Para afastar a distançia que nos separa

Se eu pudesse me tornar
Seus sonhos para tocar seu corpo
Acariciar sua pele
Sentir seu cheiro

Beijar sua boca
A todo o momento que seus olhos
Se fecham para libertar sua alma
Relaxar seu corpo

Se eu pudesse ser
O sapato que calças
A roupa que vestes
O batom que aplicas







O verniz que pinta seus dedos
As tranças que fazes
Para embelezar o seu corpo
A todo o momento da sua vida

Se eu pudesse ser
O que faz parte da sua vida
Do seu cotidiano
Do seu dia a dia

Eu seria o homem
Mais forte e lindo
Feliz e realizado
De todos os tempos

Nogueira Papel e Caneta

Exórdio de um sonho



Quando tudo começou, eu era uma simples criança que desejava flutuar nas praias
de tinta de caneta, nos barcos feitos de papel A4, no meio uma mesa de madeira,
escrevendo minhas emoções em sistemas linguísticos, conversando sobre meus
sonhos com os peixes que eu pescava com o anzol de ideias, matando a minha fome
na fonte da beleza dos olhos do mar, saboreando cada letra que se fazia à minha
boca.
Quando isto começou, eu não sabia ler nem escrever, era tudo um sonho, eu
desejava retirar do mar, mariscos de palavras, para refogar os meus poemas, da
terra o arroz de pontos, vírgulas e acentos para cozer o meu vocabulário, fazer das
minhas ideias um lindo livro escrito por mim a tinta preta, no papel branco
aformoseado de imagens e textos apetitosos para que de longe sintas o cheiro dos
lindos versos, estrofes, histórias, poesias com sabor a literatura, fazer das minhas
frases uma receita com um conteúdo repleto de episódios forjados pelas minhas
loucuras.
Quando me dispús a fazer, comecei a escrever frazes lindas, com o cheiro da
natureza, cor do céu e tamanho de um grande sonho que já o via à vista dos que se
deliciavam dos meus pequenos textos gostosos de se ler, apetitosos de se ouvir, fruto
de uma inspiração de vontade de ser um poeta.

Nogueira Papel e Caneta
1 compartilhamento

Mulher África



Como é lindo o seu corpo decorado de luz
o seu andar inspirado no vento
que arrasta o homem junto às suas vontades
loucas e dominantes

Mulher escura
que místico é a sua pele
que embala a África de cabeça aos pés

Mulher de vontades
vontades estas pejadas de amor
obscuro pela capulana
enrolada na cabeça cheia de flores

Mulher negra
mulher linda e corajosa.
mulher dos meus sonhos
o sonho de África.


3

Nogueira Papel e Caneta