Coleção pessoal de nicolassouto

1 - 20 do total de 37 pensamentos na coleção de nicolassouto

Eu vou me calar
Vou ficar em silêncio
Me trancar no quarto
E esperar o mundo girar

Eu vou fechar os olhos e dormir
Também vou tentar esquecer que eu preciso acordar

Me encolhi diante da raiva
Me esqueci o que me aliviava

Eu sou um erro...
Um ser desprezível...
Um zero a esquerda...

Não tenho valor algum...
To valendo menos que nota de 3.

Ah o que vai ser depois das 6?
Eu já nem sei que horas são..
Perdi os sentidos, a calma e a razão...

Eu olho para o espelho
E não vejo mais nada
Nem o meu reflexo
Não sirvo pra nada, eu não tenho mais nexo

To transparente feito o vidro...
A visão translúcida só permite enxergar
O que não faz parte de mim...

Eu vou me calar...
Suportar o silêncio em dor...
Até chegar o meu fim!

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Ela me disse adeus...

Os dias se passaram
Entrei em desespero
Esperei por notícias
Te liguei, mandei mensagem
Fiz sinal de fumaça
E você simplesmente desapareceu

A tristeza bateu em meu coração
Mas você apenas me evitava
E derrepente do nada surgiu
Apenas me disse que estava bem
E que eu sou sempre exagerado

Ela me disse Adeus
Virou as costas e sumiu
Aquilo doeu no meu peito
Lágrimas correram por algumas noites
O mundo acabou
E no dia seguinte a vida continuava

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Guerra silenciosa

01 minuto de silêncio é um insulto por aqueles que estão mudos a décadas.
Suas vozes ocultadas por interesses de âmbito capitalista.
Nações perdidas e sem razões dilaceradas pelo argumento exacerbado da mídia que mira suas lentes para apontar o erro dos mais fracos.
A verdade ocultada por quem tem poder de induzir, manipular e sacrificar o seu povo.
Talvez o Show de Truman seja um trailer da realidade...

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Antes de reclamar, reflita sobre suas atitudes... Elas dizem muito mais do que suas palavras de bom senso...

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Tantas pessoas torcendo por nós dois
E só você que ainda não percebeu...
Feito novela, eu o mocinho e você a donzela
Parece que todos estão a espera
De ver um final feliz...

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Não é a carga que é pesada, o sistema que é bruto para a falta de perícia...
Quem treina com amadores jamais vencerá um profissional...

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Quando vc se deparar com uma situação impossível de se resolver, não perca a esperança, tenha fé e acredite, pois tudo ficará em ordem...
Talvez a vida nos traga surpresas desagradáveis, para nos abater e fazermos desistir de nossos sonhos, mas lembre-se: Deus nos dá a carga que aguentamos suportar e se ele permitiu, é porque já sabia que tínhamos condição de se reerguer e nos tornar mais resistentes...

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Abra os olhos e desça do palco antes da cortina fechar...
Aprenda o que é o amor próprio e valorize seus princípios...
Dê valor ao conteúdo e não a embalagem...

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Qual o tamanho da sua fé?

Se for embriagar-se, que seja embriaguez da palavra de Deus...

Que os seus vícios seja em praticar a caridade...

E que a sua fé seja do tamanho de um grão de mostarda...

E não esqueça nunca, que não há nada maior que Deus. Este que assenta-se em seu trono nos céus e descansa seus pés sobre a terra...

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Chuva na janela

Há quanto tempo esperava por você.
Chegou hoje, de repente.
Bateu na minha janela bem devagar...
Notei sua presença pelo seu aroma.
Bem característico, é difícil não notar.
Você me trouxe bons ares...
Senti um frescor no ar.
Que saudade de você minha querida ...
Vem minha noite refrescar.
Rega as plantas no jardim,
Lava a rua, limpe as calçadas...
Encha os rios e desça até o mar
Chove chuva, chove sem parar!

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

A corrupção

A corrupção chega atrasada no ponto de ônibus, corta a fila, passa pelo motorista, da o dinheiro da passagem contado e pega o troco do passageiro da frente, passa a roleta e senta no assento preferêncial.
A velhinha que ficou para trás, entra no ônibus e não encontra lugar para sentar, a corrupção se encolhe, fecha os olhos e finge dormir.
A velhinha olha para os lados e ninguém parece se importar, levanta uma grávida e dispõe-se do seu lugar.
O motorista freia bruscamente, havia um cachorro logo à frente. A corrupção então começa a reclamar: - Seu "motô" você leva é gente, não é porco e nem galinha. Se tem cachorro na frete, passa logo em cima.
A grávida passa mal e logo um tumulto provoca o pessoal, o motorista para o ônibus e espera a ambulância chegar.
Novamente a corrupção volta a reclamar: - Oh "motô", eu to indo trabalhar e vou me atrasar. Liga logo essa joça e vamos embora, porque do meu salário eles vão descontar.
O motorista fingiu que não ouviu, a corrupção levantou e pelo corredor caminhou. A bolsa da grávida estourou.
Por ela a corrupção passou, ignorou e esnobou, desceu do ônibus e partiu. Nasceu um menino que vai se chamar Brasil.

Aquele dia ficou marcado pela corrupção, que passa, ignora e esnoba o Brasil!

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento
Tags: corrupção velhinha

Será que não tinha um poema?

E se você pensou que hoje não tinha poema
Te digo que talvez não
Porque hoje estou sem rimas
Será que tem algum problema?

Palavras me faltaram
Quando hoje te vi
Fiquei sem fala
E quase morri

Calma, foi só emoção
Sintomas de algo
Que esta aqui dentro
Do meu coração

Ah que manhã mais linda
Que me trouxe alegre paixão

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Meu motivo de sorrir

Quando chega o alto da noite
Bem na hora de dormir
Eu perco sono
E a saudade vem me deprimir

Mas eu lembro que assumi um compromisso
O meu motivo de sorrir
Jamais serei omisso
E meu desejo venho exprimir

Eu tento te escrever
Algumas belas palavras
Pra te enaltecer
E alimentar meu sonho
De um dia contigo viver

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

E hoje me sumiu as palavras
Sem saber o que escrever
fiquei pensando em você

E logo vieram belas lembraças
Dos nossos encontros as escondidas
Nos aventuravamos feito crianças

O medo da sensação de perigo
era um convite para um beijo seu
me levar ao delírio

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento
Tags: lembranças delírio

A lua e Sara

Por causa dessa saudade
Eu batizei a lua com o nome Sara
Porque esta distante de mim
E não posso abraçá-la

Olhando para o céu
Em noites estreladas
Surgi ela deslumbrante

Eu olho pra ela
E vejo a Sara
Distante de mim
Não posso abraçá-lá

A lua toca o seu olhar
E aparece por onde você andar
Nas noites estreladas
A lua iluminada
Me traz lembranças da minha amada

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

Ciumes

Como não sentir ciumes e as dores de paixão
De você que entrou na minha vida
e sem pedir licença, invadiu meu coração

Tenho ciumes do vento que toca a tua face
da água que banha o teu corpo
da tua roupa que te veste
e envolve suas curvas

Eu amo você e não consigo esconder
que eu sinto saudades e choro a cada lembrança
dos nossos encontros e de cada detalhe
de nossos segredos que permanecem guardados

Eu sei que o meu querer não é a tua vontade
Mas o meu amor por você é maior do que todas as adversidades
inclusive do ciumes que sinto de você

Ciumes de amor por toda eternidade!

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

"Um dia me disseram que se o sono sumir e a saudade bater, eu nunca vou te esquecer..."

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

O amor na sua essência é maior que todo ódio que há no mundo!

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

O jardim estava seco e quase sem flores
Encontrei uma pequena simples e singela
E presenteei a moça mais linda e bela

Flores são como poesia
E você uma linda melodia

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento

A vezes agimos pela razão e como tratores passamos por cima de tudo...
A frieza toma conta e não há sentimentalismo...
O gosto do mel se torna amargo e a vida salgada...
A renúncia do romantismo impera e o dissabor da racionalidade causa depressão...
Agora não adianta se perguntar e tentar descobrir o que deu errado...

Nicolas Souto de Oliveira
1 compartilhamento