Coleção pessoal de Missend

Encontrados 12 pensamentos na coleção de Missend

As dores chegaram antes de um sorriso, e a minha vontade de não sobreviver é interrompida por todo o amanhecer. Sinto meu corpo adoecer, vejo que estraguei cada pedaço de terra que pisei, e as pessoas com quem caminhei. Porque eu nunca consegui me levantar sozinha, me desculpe. Por mais que eu me mostrasse de pé, eu sei que sou um fardo pesado.
Eu queria esquecer as correntes que me prendem e chorar no meio do caminho, sem ter medo de conhecer o que virá pela frente, só assim me sentiria corajosa. Eu tentei viver longe, tentei cuidar de mim e deu tudo errado… estou me deteriorando por dentro, sinto minhas necessidades clamando dentro de mim e eu não podendo fazer nada, aos poucos a escuridão vai me encontrar, enquanto isso estou me saciando com lágrimas.

Estou privando todos os meus movimentos, estou gritando no silêncio da minha cabeça, porque não quero enlouquecer, os meus sonhos são cinzas, a minha cabeça é o meu hospício… com diversos pensamentos que me ferem, e me fazem desacreditar que já houve um dia feliz com esperança, amor, e sorrisos.
Ninguém sabe o peso da lágrima que eu carrego em cada olhar, são como pedras…

Karoul Missend
1 compartilhamento

Nem a luz do dia e nem a escuridão podem ver totalmente as lágrimas dos teus olhos menina; Eu só te peço que deixem elas sairem e que permaneças com os pés no chão, pois só Deus sabe dos passos que deu, mesmo aqueles tão lentos que nem pareciam passos. Sorria menina, e se puder esconda toda a dor que há no seu coração, pois as lágrimas sempre hão de se libertar, porque até elas não suportam a dor da sua alma.

Karol Missend
1 compartilhamento

Eu me olhei no espelho sobre a luz da lâmpada, e percebi a falta do meu sorriso, senti o gosto das minhas lágrimas e pude conviver com isso.

Todo mundo tem medo de morrer ou não, mas naquele momento eu tinha medo do meu próprio futuro não ter um final tão feliz, a mesma sensação de ser livre numa caverna sem saída, e todas as distrações que a vida ofereceu pra mim, junto com todo lixo sentimental que eu jamais precisei.

A minha melhor forma de superar é esquecer oque aconteceu, mas nem sempre funciona, porque da próxima vez vai doer numa frequência maior.

Tudo que senti não foi bom, mas encarei como se fossem os últimos prestigios da minha vida, fingindo sobreviver com os vazios que o tempo colocou, porque não sou mais a mesma, a vida me transformou, me ensinou e me deixou voar, do único jeito que todos vão e jamais retornará.

Karol Missend
1 compartilhamento

Eu não se cortava para me matar, me cortava para sentir a dor que eu não sentia, mas expressava.
Talvez seja só uma opção de sofrimento físico porque é bem melhor sentir a dor do que doer e não ver a ferida.

Karol Missend
1 compartilhamento

Do que vale a liberdade se minha alma é escrava do meu corpo?... O que me adiantou raciocinar bem se ainda me sinto louca?... Eu nunca entenderei os duplos sentidos da minha bipolaridade, as vezes quero arrancar o sorriso do rosto e sentir o gosto da tristeza, uma tristeza tão profunda que almejo ser um palhaço.
Pra que demonstrar que estou calma por fora se por dentro eu tento me acalmar?... Eu não sei pra que chorar por dentro se por fora vai aliviar, não sei porque os meus olhos tanto insistem em chorar, e o meu coração porque insiste em se entregar?… se eu mesma não deixo uma pessoa sequer me amar.

Karol Missend
1 compartilhamento

Quando me ponho em silêncio, estou correndo um grave risco, meu cérebro te materializa e toma conta dos meus pensamentos, parece até que estamos ligados numa espécie de telepatia, e me relembro outra vez dos seus erros e da forma que me fez ir embora, de todos os jeitos que me fez pensar que eu fui o erro, e como me fez acreditar que somente eu poderia ter feito mais por nós, poderia ter deixado você ser o certo, agora já é tarde demais, sempre tive meus princípios, você não deixou nada de bom comigo e apagou a minha sensibilidade de amar alguém, pois, quando vejo outro em seu lugar sinto pena de mim por ter perdido o seu amor, estou me magoando por não sentir mais nada por ninguém, sei que você foi um idiota o tempo todo e infelizmente eu aceitei, apesar dos males que você causou, meu corpo está totalmente distante do seu, mas meu coração nunca percebeu.

Karol Missend
1 compartilhamento

Foi nos dias de luta que aquela menina valente e corajosa perderia tudo em si mesma, até a coragem de se amar. Todos os sentimentos bons que haviam dentro de mim foram aniquilados; exatamente todos os sentimentos que foram plantados por meus pais, em cada fracasso e cada luta que eu... que eu realmente decidi desistir e me opor, nunca mais me senti forte, me sinto sozinha o tempo todo, eu desejo estar assim o tempo todo. Alguns colegas me ensinaram que amizade não existe, só existe união. O único sentimento que nunca destruí foi o medo, e esse medo me levava todos os dias, e quando decidi me libertar, no fundo já sabia que me sentiria cheia de sentimentos falsos… minha vida é um teatro tanto na chegada ou saída, todos que queriam meu bem me abandonaram, e assim eu ficava a vontade para chorar até me ver desmoronando, me vi no fundo do poço e se acham que um dia consegui sair dele está enganado, as minhas lágrimas transbordaram o poço, e atualmente não consigo chorar ou sorrir, o pensamento que passava por minha cabeça é que pessoas más sabiam sorrir enquanto eu sabia chorar. Deus me via sangrando por dentro e me ouvia pedindo pra morrer, por alguma razão eu permaneci. Posso afirmar que com todos os meus defeitos imperfeitos eu ainda fui uma garota que conseguia expressar sentimentos por alguém, mas hoje não sei no que me tornei, tenho medo de falar e amar, odeio escutar minha voz, passei a pensar mais e escrever também, quando estou sozinha me torno uma garota legal e doce, a garota que eu queria ser, mas ela esta presa dentro de mim, a outra garota infeliz atua mais, não sei escrever sobre essa, por mais que ela assuma o controle da minha vida, eu mesmo sei que essa não sou eu, eu estou perdida e sem amor próprio, soterrada numa cova chamada corpo humano, o que vive em mim são as poucas lembranças da garota que eu queria ser, foi essa que encontrou o amor da minha vida, na verdade foram essas duas, cada uma com seu jeito me fez gostar muito de alguém, alguém que não precisou da aprovação do meu coração, porque ele não queria nada e achou tudo, todos os sentimentos que não me pertenciam a muitos anos, ele me fez sentir sua presença e afastou um pouco a solidão, me senti viva de novo e guardei memórias dos pequenos momentos que eu estava sorrindo pra ele, agora sei que não pediria outro mundo nem outra vida que não me levassem tão perto do seu mundo, depois de te conhecer aprendi a mudar, e eu não vou mais tentar preencher meu coração, mesmo que você nunca esteja nele, eu percebi que meus sentimentos são eternos, e nunca saíram de mim, só aguardei duas de mim te amar.

Karol Missend
1 compartilhamento
Tags: dupla personalidade

Eu finjo que não preciso do amor e fingi estar bem sem ele, até me ver morrendo lentamente com meus fones de ouvido, esta música que toca repetida me faz perceber que agora nada vai mudar, quando a música acabar tudo vai se repetir, a cada 2min e 56s tudo volta ao 00:00, a única matéria que não segue o ritmo sou eu, nada vai zerar em mim, somente a vontade de te esquecer. Dói tentar guardar os problemas em mim, doeu tanto que agora quero soltá-los do meu corpo, já cheguei ao ponto de tentar tirar a dor com remédios sem ao menos estar doente; A melhor maneira seria eliminar, “seria” se eu fosse capaz de fazê-lo, sei que não vou evadir dessa ilusão, do mesmo jeito sei que também não posso mais dançar a mesma música.

Karol Missend

Mesmo que hoje eu não acredite mais em mim, ontem me sentia feliz. Achei que fosse uma felicidade permanente. Hoje eu levantei diferente… esqueci de acordar o meu lado que queria viver; ao invés de juntar os pedaços, acabei desprendendo com minha falta de atenção, e antes que o dia se tornasse novo, eu gostaria de lembrar pela última vez o quanto você me fez pensar que essa felicidade seria permanente.

Karol Missend
1 compartilhamento

Você vê que todos são melhores que você pelo jeito de te olhar.
Você vai pra rua querendo estar invisível pra qualquer pessoa.
Você sente um alivio quando está sozinho, você gosta do escuro, alias você compara a escuridão com sua vida.
Uma sombra vazia e intensa, cuja visão noturna não tem limites, não tem nada além de nada.
Você não vê você não senti, não tem ninguém ali apesar de sentir que há alguma coisa.

Karol Missend
1 compartilhamento

Ás vezes chorar sem motivo me leva a fazer coisas que não quero.
Eu pensei que poderia parar mais acabei me acostumando com está situação.
Usando blusas longas em dias de verão para esconder o mau que destroi os meus limites.

Karol Missend
1 compartilhamento

Enquanto muitos andam pra frente, nós andamos para trás.
o que nós faz saber que somos reais é apenas um objeto mortal.

Karol Missend
1 compartilhamento