Coleção pessoal de MarcelaMelo2012

Encontrados 5 pensamentos na coleção de MarcelaMelo2012

SOLIDÃO

Solidão...
É difícil até descrever
dizer do que se trata essa dor aqui dentro.
Não a dor de um amor que vai embora
Não é a saudade que arde na despedida
Não é a vaidade, mas também nem sei explicar
Pra todo lado que olho ela está lá
vestida em sua capa de veludo cinzento
com aquele olhar sórdido e vazio
me acompanhando
me definhando...
Não sei dizer e isso é que sufoca.
Não é ausência de pessoas
nem de palavras
nem de silêncios
nem mesmo de sonhos...
Não é o desprezo no olhar
nem a vaidade nas mãos
nem o desespero nos gestos...

Não sei o que é,
mas poderia dizer mil coisas
que não seja...

Dizem que é solidão!

Marcela Melo
2 compartilhamentos

SEMENTES

Mais um dia se foi
Agora a noite está escura
E vazia
Eu continuo aqui, ouvindo nossas canções
E você se foi...
Se fecho os olhos, eu posso te encontrar
E sinto você tão perto que anseio pelo abraço
Com os olhos abertos você está em todo lugar
É tão estranho imaginar
Foi tão de repente
Estou só nesta noite fria
Plantando flores no jardim
Te esperando voltar.

Em todo tempo as lembranças são alheias
As circunstancias são dementes
Como vou viver sem você?
Se era para os seus braços que eu corria
Quando a solidão me visitava?
E agora esta solidão esta vazia
E você me faz tanta falta...
Você me faz tanta falta...
Eu sinto teu perfume no vento
E sinto o horizonte sombrio
Enquanto me perco pelo caminho
Tentando reencontrar você...

E agora?
O que faço com essas lembranças?
E a promessa de sempre cuidar um do outro?
O que faço com o vazio que você deixou aqui?
É o silencio que sufoca
E as canções que soam vazias
Nos jardins perdidos da vida
Que morre lentamente sem você
O que eu faço agora?
Se nesta estrada ainda existe teus rastros
E nem o vento leva as marcas
Da caminhada que fizemos juntos?

Você foi meu sonho mais lindo
Eu não sei como seguir sem te ter aqui
E eu queria teu olhar
Queria teu sorriso
Queria colher com você as flores
Das sementes que semeamos.

Marcela Melo
2 compartilhamentos
Tags: sementes solidão

POR RESPOSTAS

Porque você me deixou tão de repente?
E a saudade me consome lentamente
E você se foi
Agora estou aqui perdida
Sem você ao meu lado
E eu queria
Como eu queria ter você outra vez nos meus braços
Sem você tudo fica em tons sombrios de cinza
Sem sua voz as canções não são mais as mesmas
E não passam de ecos repetindo a mesma historia

Porque você não esperou pelo abraço?
E não quis ver de novo o por do sol?
Porque você se foi tão de repente
Meu amor
Eu iria cantar uma canção para você
Ia te dar os versos mais bonitos
Mas
Você se foi...
Sem ao menos se despedir de mim!

Porque você não volta aqui?
Queria saber onde você está
E se teus olhos ainda brilham ao me encontrar
Eu queria teu abraço
Teu carinho
Queria que você estivesse aqui
Para que pudéssemos sentar na beira da estrada e contar estrelas
Ou brincar de roda nas noites frias...

E porque você se foi
Diz-me apenas
Porque não quis mais ficar aqui?

Escrito em 17/04/2010

Marcela Melo
2 compartilhamentos
Tags: resposta saudade

Eu sou tudo o que tenho...
Cada palavra que escrevo
E cada letra que canto...
Cada sonho que se perde
Pra nascer de novo,
De outra forma...
Cada pessoa que amei,
Cada uma que odiei...
Cada sorriso que conquistei,
Cada lágrima que deixei rolar...
Sou cada amigo que não tenho...
Sou cada esperança que nasce com a manhã
E cada decepção no fim do dia...
SOU O QUE DESCONHEÇO!!!

Marcela Melo
10 compartilhamentos

E você passa metade de sua vida tentando alcançar as borboletas
quando enfim as apanham,
percebe que sua beleza era exatamente ser livre...

Marcela Melo
1 compartilhamento
Tags: borboletas liberdade