Coleção pessoal de LeticiaAndreaPessoa

1 - 20 do total de 48 pensamentos na coleção de LeticiaAndreaPessoa

Amandy


Chove na terra dos Guerreiros Caingangs ...e Tupã estronda ao fundo...
Grita , e se faz o som do tambor da Nação Krenak
O grito que vem do céu , ecoa pelas terras do rio do Aguapeí
Corre a água das nuvens , molhando o chão idealizado por Souza Leão
Ilumina-se a Alta Paulista !
Os raios cortam , refletindo o Machado de Xangô...
Levante-se Tupã , ante a chuva que cai
Abençoando as plantações...

Leticia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

‎" O mal é senão um bem que ainda não foi polido ...Assim como um diamante bruto , precisa de polimento ...
Cabe a nós polir o mal bruto e transformá-lo em um bem diamante!
Portanto o MAL não existe , basta o polir e ele se transformará em um BEM !"

Leticia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

" Eu apenas sei , de que nada sei ...E mesmo tendo consciência do meu desconhecimento ,permaneço na eloquência de ser uma eterna aprendiz..."

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Um povo que não conhece seus direitos , torna-se um povo submisso e acanhado , onde a classe dos quais deveriam defendê-los , sobressaem em uma covardia moral , fazendo esse povo voltar a mente para coisas fúteis e sem nexo...Agora um povo conhecedor de seu direitos , luta pelo melhor a cada dia e então o crescimento enquanto seres humanos fica notório.

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Vivo como o Pequeno Príncipe
Nesse meu mundinho
Meu pequeno asteróide
Onde posso ser eu mesma
Eu e minha rosa
A rosa éa minha poesia
Nada procuro
Apenas acrescento-me dia a dia
Muitas vezes saio desse mundo
Mas sempre volto
É como um refúgio para minhas dores
Meus medos
Onde meus amigos por estarem longe
Conseguem ver-me por dentro
Onde eu não consigo ser rude
Muito menos áspera
Mas tantos pelas circunstâncias
A distancia ajuda
A falta de contato físico e diário nos leva a ser mais suaves
A rotina acaba uma hora ou outra com a diplomacia
Sou assim...
Que Antonie de Sant Exupéry que me perdoe
Me comparando com sua criação
Mas que desacato á literatura...
Mas é assim, exatamente como me sinto...
Eu , meu planeta e minha rosa...


Leticia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Revirei meus papéis
Em busca de tuas frases
Em busca de teus dizeres
Revirei minhas álbuns
A procura de tuas fotos
Dos teus olhos tão doces
Teu sorriso cativante
De teu rosto angelical
Revirei minhas gavetas
Á procura de teu cheiro
Uma roupa , um lenço que fosse
Revirei todas as minhas lembranças
Mas infelizmente não te encontrei...

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

A resposta de Nikita
Ei, rapaz, aqui está muito frio
Nesse meu cantinho do mundo
Como gostaria de andar pelo mundo
Até encontrar uma alma para me aquecer

Ei, rapaz você que me viu do outro lado do muro
Com meus soldadinhos de chumbo
De olhares frios
E meu coração, um prisioneiro na neve...

Ah! Rapaz, nunca queira saber como vivo aqui
E eu nunca saberei como é o calor de teu abraço
Ah! Rapaz eu preciso tanto de você
Do lado de cá tudo é tão frio, monótono
Eu e meus soldadinhos de chumbo
Será que ainda há tempo?

Penso que sonho contigo
Gostaria de responder as tuas cartas
Olhando-te assim através do muro e dos arames farpados
Conto as estrelas á noite...


Mas sonho também com o tempo
Em que as armas e os portões já não nos separarão
E sei que farei a escolha
Sair desse mundo frio
E ao encontro de ti amigo
Ou quem sabe de um grande amor...


Leticia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Eu acredito em anjos



Eu acredito em anjos
De asas abertas sobre o céu
De aréolas cintilantes á minha porta
Eu acredito em anjos
E eles nos cercam
Nos velam
Nos intuem
Sobro o céu
Sobre o céu
Naquela noite fria , você se aqueceu , lembra-se? Era teu anjo
Um anjo em tua vida
Um anjo em tua janela
Aquecendo a tua alma

Eu acredito em anjos
Queria um caído aqui comigo
Uma história de amor
Ou uma perdição secular

Queria voa nas asas de um anjo
Em busca da felicidade
Ou através da eternidade assim


Anjos choram por você
Por mim
Anjos
Anjos choram em noite de chuva
Porque você me esqueceu assim??
Mas eu acredito em anjos....
E você acredita também...

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Aprisione-se apenas em minha, a poesia
Deite sobre minhas letras
Cubra-se com minhas rimas...
Olhe o sol que se põe na lagoa
Sinta o meu amor por ti
Cantado em tantos poemas
Meu amado poema
Amo-te tanto que me falta o ar
Só não me faltam as palavras a te enaltecer
Pode existir um amor assim?
Jamais sucumbir á realidade?
Como flor que nasce em meio às pedras
Fique aqui no meu coração
Para sempre
Para ti
Para mim
Para nós
Eu, você
Poema e poesia...


Leticia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

“Para que serve a poesia”?

Eu respondo;

“Poesia serve para rasgar a alma
Serve para se colocar para fora sentimentos incontidos
Serve para transferir para as letras algo do interior
Citando “Fernando Pessoa” em Autopsicografia
“O poeta é um fingidor “...
Tudo bem , nem sempre o que se escreve , está se sentindo
Porém, a poesia sempre fala algo de si
Intrínseco
Interno
Oculto
Mas sempre fala algo mesmo que subconsciente
Então eu que pergunto: “A poesia te serve?”
Deve servir sim...
Mas não sei se podem chamar algumas coisas que leio de poesias
Nem mesmo textos com sentido são...
Não vejo...
Não percebo...
Não entendo o que alguns escrevem...
Embora não critique a arte...
Mas não posso chamar de arte aquilo que não eleve a alma
Para ser arte precisa acrescentar algo
Se assim não o for não é arte
Se assim não for nem pensamento lógico o é...


Letícia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
2 compartilhamentos
Tags: leticiaandreapessoa

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

As vezes a vida é tão dura
Tão áspera
Tão as avessas
Que esquecemos de enxergar coisa que estão tão a vista
Um “ eu te amo “ é esquecido
E quando é esquecido
Tudo se turva
E fica complicado se viver
E se conviver...
Como planta sem rega , morre-se o amor
No entanto uma pequena gota de chuva
Faz reviver a paixão
Uma vida a dois em nada pode-se dizer que é fácil
No entanto tais dificuldades dão á vida um sabor especial
Seria muito em preto e branco se tudo fossem flores...
Tal como a rosa que tem em sua beleza também os espinhos...
Sempre queremos mais e mais
Mas esquecemos que temos o que merecemos , nada mais...
Hoje eu digo que “ Te amo”
E estarei ao teu lado até o final
Mesmo tendo que subir morros
Descer ao fundo do poço ( penso que já fomos)
Hoje nos resta apenas viver
Viver apenas a amar
Muitas vezes é preciso ir contra a maré
Ir contra a correnteza do rio...
Se existe alma gêmea
És a minha...


Letícia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Oração ao Vento
É um menino tão bonito
Parece meu filho
Vento, vento, vento
Queria-te fazer um pedido
Vento, vento. Vento


Compositor dos sinos
Instrumentos de desatinos
Vento, vento, vento
Queria entrar num acordo contigo

Por seres tão instintivo
E me pareces sempre o menino
Vento, vento, vento
Escuto bem e te digo!
Vento, vento, vento

Vives onde eu vivo
Som de meus pequenos sinos
Vento, vento, vento
E levas assim os meus sonhos pelo alto, infinito
Vento, vento, vento

Desejo um prazer tão infinito
Voar em tuas costas, algo ínfimo
Vento, vento, vento
Espalhe assim teus redemoinhos
Vento, vento, vento

O que faremos para isso
Uma pipa, um avião, um passarinho
Vento, vento, vento
Apenas conto contigo, meu amigo
Vento, vento, vento

E quando eu tiver caído para fora
Das tuas tempestades, redemoinhos
Vento, vento, vento
Serei agora um ser ,como tu , infinito
Vento, vento, vento


Em ti acredito
Sermos uma só, criação sobrenatural tão bonito
Vento, vento, vento
Em outros tempos sobrevivo
Vento, vento, vento

Assim te peço aquilo
A volta de meus desejos infinitos
Vento, vento, vento
Nessas rimas, lindo Elemental assim te diz
Vento, vento, vento...



Leticia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

terça-feira, 10 de janeiro de 2012
Esse caminho pelo qual sempre ando
Rumo a que não sei
Volta-se e olho para trás
Nunca saberei o que há pela frente
Levo em minha bagagem
Além de sonhos
Decepções
Medos
Ilusões
E muita esperança, sim, isso, Esperança...
Olho á frente e o destino nunca chegam
Ando , ando , ando e não te encontro
Nem mesmo a mim...
Acho que andei me perdendo entres as horas
Minutos
Segundos
Anos de busca
Em busca da felicidade
Ao encontro de uma verdade
Á cidade dourada
Mito e sonho misturados em minha simples contemplação
Simplesmente sigo
Rumo a que, não sei...
Mas chegarei, nisso consiste minha certeza em caminhar...


Letícia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Sempre pego nas mãos de minha poesia
A carrego para passear em minha emoções
Passeamos juntas sempre
Entre corações
Paixões
Delírios
Desejos
Ilusões
Eu e a poesia...
Ás vezes , eu , ela e um amor
Tanto amor
Tantos amores...
Sempre juntas
Eu e a poesia...



Leticia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
2 compartilhamentos
Tags: leticiaandreapessoa

Porteira


Por ela passam os sonhos de um caipira
Aquele que sai de sua terra
Para a cidade grande em busca da felicidade
Que trabalha de sol a sol
Esperando um dia voltar...

E na capital nascem seus filhos
Distantes da vida simples de seus pais
Assim vive o caipira
Saudoso e choroso pela lembrança de criança
Onde montava o cavalo...

Bebia água na fonte
Corria entre os pastos atrás dos vaga-lumes
Assim vivem todos aqueles que sobrevivem longe da terra natal
E só pensa em voltar...

E por sorte um dia ele volta
A alegria lhe salta os olhos
Ao ver os campos tão verdes
E frutas no pé...

Então ele passa pela porteira
Olha o mata-burro no chão
Nessa hora o caipira
Se sente feliz ao voltar a vida de peão...


Leticia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
2 compartilhamentos
Tags: leticiaandreapessoa

As flores no meio do caminho
Dão leveza e perfume
Às vezes passam despercebidas
Ali na beira da estrada
Ignoradas
Marginalizadas
Mas são tão belas
Em sua simplicidade encantam
Colorem a estrada
São amarelas e frágeis
São lindas
As flores no meio do caminho
São tudo que o próprio caminho tem de melhor...


Letícia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Fiz uma casinha
Apenas para abrigar umas pombinhas
Fogo apagou
Rolinha
Asa branca
Juriti
Amburguesa
Seja qual for
E elas vem aos montes
Chocam
Comem
E revoam
Numa alegria imensa
E assim vivem pelos dias
Na tal alegria mencionada
Mas penso que maior seja minha
Vê-las em revoada...

Letícia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Penso que já perceberam que amo as nuvens
Acho até que vivo nelas em pensamentos
Divago em minhas considerações
Sem que me entendam
Converso sozinha
Só o vento me escuta
E eu sigo sonhando com as nuvens
Vejo nelas uma beleza sem igual
Talvez ninguém veja como eu as vejo
Assim como não me escutam e não me entendem
Gostaria de ser diferente
E colocar meus pés no chão
E deixar as nuvens apenas aos pássaros

Letícia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Teu sorriso
Razão de minha vida
Minha pequena gema preciosa
Alma dada por Deus para que eu cuide
Teus olhos minhas pedras verdes brilhantes
Teu falar minha música preferida
Mesmo quando choravas
Ainda assim eu sorria
Meu pequeno anjo
De asas escondidas
De palavras doces sempre a me alegras
Minha obra prima
Se é que assim posso julgar
Apenas sei que sou feliz
Por assim te cuidar...

Letícia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa

Canção Cuiabana




Em versos poéticos de amor
Frases perfeitas de sonoridade
Igual a notas da viola de cocho
Deliciosas rimas como os sabores cuiabanos
Cuiabana... De meu coração...
Cuiabana... minha emoção...
Linda poeta, proseada enluarada
De versos e canções
Cuiabana o som ao longe corre as veredas
Das águas claras mato-grossenses
Cuiabana...
Meu grito solto ao vento
Aparece-me um alento os carinhos teus...
Tantas aves, flores e cores nos prados de Cuiabá
Cuiabana é a minha canção
Dos trens e fronteiras
Das horas matreiras dos campos gerais...
Das chapadas, céu azul, belos animais...
Cuiabana... De meu coração
Cuiabana... Minha emoção
Bela morena... Formoso peão
Essa canção cuiabana vou a cantar
Estrada sem fim ou se no fim, irei gostar
Se todas as estradas dessem em Cuiabá...



Leticia Andrea Pessoa

Letícia Andrea Pessôa
1 compartilhamento
Tags: leticiaandreapessoa