Coleção pessoal de LeoPoeta

161 - 180 do total de 348 pensamentos na coleção de LeoPoeta

Quer ser um sucesso na política nacional brasileira? É simples, faça a mídia dizer ao povo o que é certo, depois faça o que disse, que a partir dai não mais importa se é certo ou errado, você será um sucesso.

Léo Poeta
1 compartilhamento

Seja Mortal mas não seja inutil

Léo Poeta
1 compartilhamento

Infelizmente ou felizmente, fiz exatamente o oposto de Mario Quintana, Ele, " prefiro deixar várias mulheres esperançosas do uma só desiludida" Eu, fiz muitas felizes, embora tenha as decepcionado depois.

Léo Poeta
1 compartilhamento

Infelizmente hoje qualquer um que ousar expressar sua opinião é imediatamente taxado de Petista ou PSdebista, as pessoas na mídia, nas redes sociais,nos bares, escolas, clubes ou trabalho estão dividindo os brasileiros em dois tipos de gente. Os Petista e os psdebistas. ouse pensar diferente e serás imediatamente enquadrado em um dos dois lados!

Léo Poeta
1 compartilhamento

"O pensamento político do povo brasileiro é realmente intrigante, são capazes de aceitar qualquer desgraceira política, social, moral, ética ou étnica, desde que esteja em conformidade com seu pensamento partidário e ideológico". (L.P)

Léo Poeta
1 compartilhamento

O povo segue bestializado mais uma vez, acho que Sergio Buarque de Holanda deve está se contorcendo no tumulo.

Léo Poeta
1 compartilhamento
Tags: frases filosoficas

TEXTO: A letra "P"
Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor português, pintava portas,
paredes, portais. Porém, pediu para parar porque preferiu pintar panfletos.
Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir.
Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para
Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém,
pouco praticou, pois Padre Pafúncio pediu para pintar panelas porém
posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas.

Pálido, porém personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir
permissão para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris.
Partindo para Paris, passou pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los.
Pareciam plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos,
preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras pareciam
precipitar-se principalmente pelo pico, pois pastores passavam pelas
picadas
para pedirem pousada, provocando provavelmente pequenas perfurações, pois,
pelo passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas.

Pisando Paris, pediu permissão para pintar palácios pomposos, procurando
pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos
perigosos, pestilentos, perniciosos, preferindo Pedro Paulo precatar-se.
Profundas privações passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir pintando,
porém, pretas previsões passavam pelo pensamento, provocando profundo
pesares, principalmente por pretender partir prontamente para Portugal.
Povo previdente! Pensava Pedro Paulo. Preciso partir para Portugal porque
pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos portugueses.

Passando pela principal praça parisiense, partindo para Portugal, pediu
para
pintar pequenos pássaros pretos. Pintou, prostrou perante políticos,
populares, pobres, pedintes.
* Paris! Paris! - proferiu Pedro Paulo - parto, porém penso pintá-la
permanentemente, pois pretendo progredir.

Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos pais, porém, Papai Procópio
partira para Província. Pedindo provisões, partiu prontamente, pois
precisava pedir permissão para Papai Procópio para prosseguir praticando
pinturas. Profundamente pálido, perfez percurso percorrido pelo pai.
Pedindo
permissão, penetrou pelo portão principal. Porém, Papai Procópio puxando-o
pelo pescoço proferiu: * Pediste permissão para praticar pintura,
porém, praticando, pintas
pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente prima Petúnia. Porque pintas
porcarias? * Papai - proferiu Pedro Paulo - pinto porque permitiste,
porém
preferindo, poderei procurar profissão própria para poder provar
perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal. Pegando Pedro Paulo
pelo pulso, penetrou pelo patamar, procurando pelos
pertences, partiu prontamente, pois pretendia pôr Pedro Paulo para praticar
profissão perfeita: pedreiro! Passando pela ponte precisaram pescar para
poderem prosseguir peregrinando. Primeiro, pegaram peixes pequenos, porém,
passando pouco prazo, pegaram pacus, piaparas, pirarucus. Partindo pela
picada próxima, pois pretendiam pernoitar pertinho, para
procurar primo Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, Papai
Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro profissional perfeito.
Poucas palavras proferiram, porém prometeu pagar pequena parcela para
Péricles profissionalizar Pedro Paulo. Primeiramente Pedro Paulo pegava
pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar prédios, pois precisava pagar
pintores práticos. Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios.
Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes
pintadas. Pobre Pedro Paulo, pereceu pintando..." ...Permita-me, pois,
pedir perdão pela paciência, pois pretendo parar para
pensar... Desconheço o autor, Maykira

Desconhecido
2 compartilhamentos

Meu sol, meu ar é você assim, linda como está em uma noite de luar,dessas que não tem fim.Meu chão, meu céu, cheirosa como a rosa, néctar que a abelha faz virar mel.
Meu mundo, meu amor, é assim que sinto você em meu coração, meu amor terá sempre que te ter, minha vida segue em tua direção. Eu que tanto já amei, eu que tanto fiz amar, eu que tanto já chorei, eu que tanto fiz chorar, resumindo tudo isso, mais um dedim de capricho, e um jeitim de acarinhar, é amor pra vida inteira e nunca mais vai acabar.

Léo Poeta
1 compartilhamento

Qualquer que tenha além do que precisa jamais observará o que é realmente valioso, mesmo que esteja diante de tal preciosidade.

Léo Poeta
1 compartilhamento
Tags: frases filosoficas

Como Diria Kant, o homem é impotente para
para conhece as coisas até o fim, incluindo o próprio homem.

Léo Poeta
1 compartilhamento
Tags: frases filosoficas

Não importa o quanto uma pessoas se julgue melhor ou maior, no final, ela não passará exatamente do que é. Pode até gritar, exaltar sua qualidades, mas sempre vai apresentar na real apenas aquilo que verdadeiramente é, embora não admita.

Léo Poeta
1 compartilhamento
Tags: frases filosoficas

Foi seu beijo que tirou-me o gosto de todos os outros que outrora beije. Foi seu cheiro que tirou-me todos os outros que trouxe em mim até hoje. Foi seu abraço que me fez esquecer o calor dos antes abraçados. Foi seu amor que me fez esquecer os amores e o amor antes feito e sentido. Foi seu sorriso que me fez rir melhor que antes havia sorrido. Foi o seu toque que me fez esquecer de todos os toque que me tocaram e me fizeram lembrar como é bom ser assim tocado.

Léo Poeta
2 compartilhamentos

Não pude conta as vezes que aqui me pus a lamentar, escrevi poemas, músicas frases parecia que nunca mais eu ia amar; Aqui desabafei, aqui jurei e aqui decidi que jamais seria assim. E é aqui mesmo que eu venho dizer que me enganei, tudo aquilo já passou, se eu sofri? já esqueci, se jurei que nunca mais?, acho que menti, se menti? foi porque precisei, mas o importante é que agora! eu, ah! eu mudei. Chamam isso de loucura, chamam de amor, chamam de paixão eu não sei, só sei que quando eu vi você, ah! eu me apaixonei. (Vgny Fhrrhrrg Fhrrp, g nprdhstrng glggpgng qwh vgr mwdgr mrnhg vrdg)

Léo Poeta
1 compartilhamento

Eis a crítica da Ignorância pura!

Se Kant Criticou a Razão pura, ou se la mostrou a razão, e se formos entender isso no sentido de razão in natura, elevamos a critica para a razão criada ou derivada de de outra, quando o sujeito a adere, razão esta que deve ser cultural, fruto de um meio, de um modo ou da imposição, da vontade de outrem a quem se submete.

Acho que nesse caso, poderíamos chamar essa cítica de, ignorância letrada, o ignorante letrado, é o instruído, porém mais ignorante que a própria ignorância. se há razão pura, deve haver ignorância pura, se há inteligencia pura é obvio que ha inteligencia construída, já a ignorância construída é o resultado da transformação da ignorância pura. ela pura é in natura, construída, pode se entender por uma ignorância fruto de informações viciadas nos meios, no cotidiano, é como pegar uma criança ingênua e sem um determinado conhecimento e ensinar-lhe por exemplo que política, religião e futebol não se discute, é obvio que esta aberração fará sentido em sua mente e toda vez que algo que se ligue e faça menção a um destes tópicos, isto será arrotado como verdade. agora imaginemos que esta criança cresça, estude e se forme em por exemplo, física ou matemática. Bom se admitirmos que este conhecimento é especifico e normalmente pouco exige no diz respeito a reflexão que não seja aquela exata, não que seja uma regra, é perfeitamente possível um grande intelectual, ter todo este conhecimento e muito mais. porém, seguindo este raciocínio, Eis um ignorante letrado.

A ignorância pura é aquela destituída de interferência da ignorância já definida nos meios e nos modos do cotidiano, pois assim como há verdades construídas, há também ignorância construída, esta é aquela que nasce da inteligencia in natura que já foi contaminada. Todos somos inteligentes, todos aprendemos coisas do mesmo modo, fazemos do mesmo modo, as desenvolvemos do mesmo modo, logo todos temos o mesmo tipo de pacacidade. então porque algumas pessoas possuem tanta dificuldade para certas coisas, para entender, conhecer e desdobrar. E a profundidade do seu entediamento? será mesmo que todos temos o mesmo tipo de inteligencia e de capacidade? seria porque assim como ha razão pura que é destoada pelo mundo, ha também ignorância pura por falta de cabedal de informações e pratica. assim de modo antecipado e precoce conclui se que a ignorância é o atrofiamento da pacacidade de desenvolver a razão e a interpretação. Assim sendo a noção de realidade fica comprometida por sensações irreais. exemplo fé. é um sentimento que tenta explicar o todo, porém esbarra no nada! (e ela explique o nada) kkkk
(Em Construção)

Léo Poeta
1 compartilhamento

Não fazer algo porque dizem ser imoral ou errado ou feio ou até mesmo pecado, além de não mudar a imagem que os outros tem de nós, ainda deixamos de viver novas experiência.

Léo Poeta
1 compartilhamento
Tags: frases filosoficas

CASAL FELIZ - POR LÉO POETA

O amor é a coisa mais incrível do mundo! olhem o que ele é capaz de fazer com as pessoas. Em 20 tópicos, tento mostrar como se comporta um casal que se ama, um casal feliz.

1. Andam de mãos dadas
2. Vão para cama ao mesmo tempo
3. Não dormem brigados
4. Conversam durante o dia
5. Frequentemente dizem "eu te amo"
6. Perdoam as pequenas coisas
7. Trocam carinhos, se abraçam ou ficam "juntinhos"
8. Cultivam interesses em comum
9. Demonstram afeto publicamente
10. Conversam
11. Beijam-se com uma grande frequência.
12. desenvolvem peculiaridades e pronomes carinhosos, as vezes até estranhos.
13. Admiram tanto as qualidades como os defeitos do outro.
14. Jamais sai deixando o outro em casa e vai se divertir só.
15. Fazem amor beijando e e fazendo carinho um no outro.
16. adere o que há de importante para outro como se seu fosse.
17. Sente vontade de voltar pra casa pra ficar mais tempo juntos.
18. Não fazem da rotina um inimigo.
19. Se ajudam mutuamente.
20. E por ultimo, Entendem que descordar do outro, não significa necessariamente rompimento.

Léo Poeta
1 compartilhamento

Nunca houve um tempo que me fizesse tirar de tempo minha ânsia por está nos meios, e hoje, 24/12/2015 me vejo fora do meio, porém, distante do início e mais longe ainda do fim.

Léo Poeta
1 compartilhamento

Não sei o quanto posso m dedicar a algo que esteja longe, mas sei que posso pelo menos pensar.

O problema é que esta distancia que há entre nós, nos renega a uma condição tão antagônica que o nosso querer se perde dentre nossas opções.

parece haver um conflito perene de realidade.

parece que quando nos olhamos, o que vemos individualmente, eu em você, e você em mim, é bem disperso da realidade do que somos.

E o que há de estranho nisso, é que parece que ao passo que eu tento fugir disso, você tenta se encontrar. eu fujo porque sei o que vejo e sei o que desejo, ao passo que você, no estilo camicaze tenta pular sem para-quedas no desconhecido apenas com base em sensação unilateral que toma conta do seu ser.

Sei que eu deveria te alertar que ela não é unica! embora te pareça especial. Porém, vejo que seria inútil, visto que este tipo de aprendizado é sempre pela via dolorosa.

Léo Poeta
1 compartilhamento

Normalmente as pessoas apresentam seu passado como sendo um rotulo no seu presente. Não há quem em algum momento não tenha feito uso do outrora para legitimar alguma opção que até em sí, soa desaprovação ou desapropriação.

Léo Poeta
1 compartilhamento

Não importa o nível cultural e ou social de uma pessoa, todas as pessoas estão inseridas em um meio, e todo meio aliena

Léo Poeta
1 compartilhamento
Tags: frases filosoficas