Coleção pessoal de Leidiane

1 - 20 do total de 41 pensamentos na coleção de Leidiane

⁠Ela ja chorou por amor
Ahh mais isso faz tempo
Hoje ela até ama
Hoje ela sabe que o amor não pode tirar a sua paz 
Hoje ela sabe que o que lhe faz triste não vale a pena lutar
O amor é sublime e não uma luta interior

Sandrinha Marques

⁠Ela já passou por tantas tempestades
Ela ja viu o mundo se abrindo embaixo dos seus pés 
Ela ja viu um dilúvio de noite e no dia seguinte ela se vestiu de sol e foi a luta
Ela fica cada dia mais forte

Sandrinha Marques

Lembre-se:
- você não é um fracasso.
- você não é uma decepção.
- você é forte
- você é necessário.
- você não precisa se machucar.
- você não precisa aguentar humilhações.
- você é incrível.
- você tem um sorriso lindo.
- você tem pessoas que te amam. 

Bárbara Flores

E assim eu sigo...
Transformando instantes em recordações.
Capitando poses e fazendo delas uma saudade.

Samuelblessedoficial

⁠Como posso ter tudo se não tenho nada

Quando não tenho nada tenho tudo

É ignorância agir sem ser tudo

E se acovardar quando tem nada


Ter meu sotaque asqueroso 

Ter toque de romantismo 

Ser romântico impaciente 

Ser impaciente para amar 


Viajar no horizonte de ideias

Dos ideais que proporcionam

Dores conjugadas de moradia

Subentendida e incompreensíveis


Por tudo que vivemos hoje

Será impresso no fundo da gaveta

E pelo prazer que une a paixão

Há pedaços de mim que deixarão

Wallace Oliveira

⁠O desejo do meu coração é tão fácil de se realizar quanto a construção de uma ponte sobre o oceano pacífico.

Marcelania Peres de Oliveira

⁠Seu olhar 

E se todos olhares fossem assim,
Como um belo poema sem fim,
De traços meigos e brilho próprio,
Que descreve o bem,
Que apaixona,
Traduzindo seria eternidade,
Na caneta do poeta seria encantador,
Nas mãos do músico teríamos melodia,
Na paleta do pintor a arte mais bela,
Mas nas mãos de Deus virou amor,
e amor é onde se esconde a beleza vida.

E se todos olhares fossem assim,
assim como o seu...

Cflima by paaht

⁠Aquele sorriso

O sorriso mais bonito é dado quando o coração está em paz consigo mesmo, e seu corpo não aguenta mais segurar tanta felicidade dentro de si.

Daniel B. Souza Lindasformasdeamar

Tenho fases, como a Lua; fases de ser sozinha, fases de ser só sua.

Cecília Meireles
2.3 mil compartilhamentos

Canção de Outono

Perdoa-me, folha seca,
não posso cuidar de ti.
Vim para amar neste mundo,
e até do amor me perdi.
De que serviu tecer flores
pelas areias do chão
se havia gente dormindo
sobre o próprio coração?

E não pude levantá-la!
Choro pelo que não fiz.
E pela minha fraqueza
é que sou triste e infeliz.
Perdoa-me, folha seca!
Meus olhos sem força estão
velando e rogando aqueles
que não se levantarão...

Tu és folha de outono
voante pelo jardim.
Deixo-te a minha saudade
- a melhor parte de mim.
E vou por este caminho,
certa de que tudo é vão.
Que tudo é menos que o vento,
menos que as folhas do chão...

Cecília Meireles
3.9 mil compartilhamentos

Na dúvida, escolha ser feliz! E se não tiver dúvida, escolha ser feliz mesmo.

Leidiane

Eu já vi pessoas se apaixonando no primeiro beijo, mas também vi gente imaginando buscar o Enzo na escola num trocar de olhares.
Quem nunca??

Leidiane

Eu não quero promessas. Promessas criam expectativas e expectativas borram maquiagens e comprimem estômagos. Não, não e não. Eu não quero dor. Eu não quero olhar no espelho e ver você escorrer, manchando minha cara bonita.

Fernanda Mello
308 compartilhamentos

Eu sou criança. E vou crescer assim. Gosto de abraçar apertado, sentir alegria inteira, inventar mundos, inventar amores. Acho graça onde não há sentido. Acho lindo o que não é. O simples me faz rir, o complicado me aborrece. O mundo pra mim é grande, não entendo como moro em um planeta que gira sem parar, nem como funciona o fax. Verdade seja dita: entender, eu entendo. Mas não faz diferença, o mundo continua rodando, existe a tal gravidade, papéis entram e saem de máquinas, existem coisas que não precisam ser explicadas. (Pelo menos para mim).

O que importa é o que faz os meus olhos brilharem, o coração bater forte, o sorriso saltar da cara. Eu acho que as pessoas são sempre grandes e às vezes pequenas, igual brinquedo Playmobil. Enxergo o mundo sempre lindo e às vezes cinza, mas para isso existem o lápis-de-cor e o amor que a gente aprendeu em casa desde cedo. Lembra?
Tenho um coração maior do que eu, nunca sei minha altura, tenho o tamanho de um sonho. E o sonho escreve a minha vida que às vezes eu risco, rabisco, embolo e jogo debaixo da cama (pra descansar a alma e dormir sossegada).

Coragem eu tenho um monte. Mas medo eu tenho poucos. Tenho medo de filme de terror, tenho medo das pessoas, tenho medo de mim. Minha bagunça mora aqui dentro, pensamentos entram e saem, nunca sei aonde fui parar. Mas uma coisa eu digo: eu não páro. Perco o rumo, ralo o joelho, bato de frente com a cara na porta: sei aonde quero chegar, mesmo sem saber como. E vou. Sempre me pergunto quanto falta, se está perto, com que letra começa, se vai ter fim, se vai dar certo. Sempre pergunto se você está feliz, se eu estou linda, se eu vou ganhar estrelinha, se eu posso levar pra casa, se eu posso te levar pra mim, se o café ficou forte demais. Eu sou assim. Nada de meias-palavras. Já mudei, já aprendi, já fiquei de castigo, já levei ocorrência, já preguei chiclete debaixo da carteira da sala de aula, mas palavra é igual oração: tem que ser inteira senão perde a força.

Sou menina levada, princesa de rua, sou criança crescida com contas para pagar. E mesmo pequena, não deixo de crescer. Trabalho igual gente grande, fico séria, traço metas. Mas quando chega a hora do recreio, aí vou eu... Beijo escondido, faço bico, faço manha, tomo sorvete no pote, choro quando dói, choro quando não dói. E eu amo. Amo igual criança. Amo com os olhos vidrados, amo com todas as letras. A-M-O. Amo e invento. Sem restrições. Sem medo. Sem frases cortadas. Sem censura. Sem pudor. Quer me entender? Não precisa. Quer me amar? Me dê um chocolate, um bilhete, um brinde que você ganhou e não gostou, uma mentira bonita pra me fazer sonhar. Não importa. Criança não liga pra preço, não liga pra laço de fita e cartão de relevo. Criança gosta de beijo, abraço e surpresa!

Fernanda Mello
321 compartilhamentos

Pior do que se sentir perdida é perder-se em si mesmo. No emaranhado do que você acredita misturado ao que você é ou era. O que você acredita, apostando corrida com o que você mais detesta. O que você tem, jogando palitinhos com o que você quer. Seu amor e suas dores na linha de chegada e o coração de juiz em dia de clássico.

Eu não sei se você entende o raciocínio de quem não tem raciocinado ultimamente ou se entende o porquê de certas coisas que não se explicam.

Quando a cabeça não pensa o corpo padece. Mas quando a cabeça pensa demais será que nossa alma enriquece?

Você cheio de indagações e de táticas que não fazem o menor sentido. (pelo menos para você ou pelo menos naquele momento).

Suas certezas mudam, suas prioridades deixam de ser prioridades já que você nem sabe mais o que deseja. Até sabe, mas está tão longe e você tão cansado que o mais fácil é deixar que as prioridades te encontrem e você pode fugir do que não interessa. Seus princípios enfraquecidos te cobram uma atitude e você cobra a coragem.

Seus olhos pesam e seu coração já bate fraco. De tanto que bateu a vida inteira. De tanto chorar amor e fracassos. De tanto chorar pelo leite derramado você decide que se entender é complicado demais. O quente queima e o frio é gelado demais, vai o morno mesmo que não causa sensação alguma e no momento você não tem sequer condições de sentir algo. Sentir dá trabalho e trabalho acarreta uma série de responsabilidades. Responsabilidade é chato demais e não aquece seus pés nos dias frios.

Você enfim, opta por decidir somente pelo necessário. Pelo que realmente vai fazer alguma diferença em sua vida e desiste de tentar equilibrar-se, isso é para artista circense e você nem gosta tanto de circo. Melhor deixar assim.

Uma porta de saída e uma de entrada. O que vale fica e o que não vale que valesse. Nada de culpa ou de noites mal dormidas, nada de coração na boca em de frio na barriga.

Certas coisas não se explicam. Não existem palavras que as descrevam ou soluções que as resolva. Sentimentos, gestos, sonhos e sorrisos. A alma entende e a boca cala.

Fernanda Mello
712 compartilhamentos

Não sou boa com números. Com frases-feitas. E com morais de história. Gosto do que me tira o fôlego. Venero o improvável. Almejo o quase impossível. Meu coração é livre, mesmo amando tanto. Tenho um ritmo que me complica. Uma vontade que não passa. Uma palavra que nunca dorme. Quer um bom desafio? Experimente gostar de mim. Não sou fácil. Não coleciono inimigos. Quase nunca estou pra ninguém. Mudo de humor conforme a lua. Me irrito fácil. Me desinteresso à toa. Tenho o desassossego dentro da bolsa. E um par de asas que nunca deixo. Às vezes, quando é tarde da noite, eu viajo. E - sem saber - busco respostas que não encontro aqui. Ontem, eu perdi um sonho. E acordei chorando, logo eu que adoro sorrir... Mas não tem nada, não. Bonito mesmo é essa coisa da vida: um dia, quando menos se espera, a gente se supera. E chega mais perto de ser quem - na verdade - a gente é.

Fernanda Mello
1003 compartilhamentos

com as pedras que me atiras, construirei meu castelo...

Desconhecido
348 compartilhamentos

Eu quero alguém que tenha coragem. E saiba amar coisas simples e mulheres loucas. Quero alguém que acredite em realidade. Que esteja farto de sonhos perfeitos e Romeu e Julieta. Quero alguém que entenda o que é TPM. Que me faça rir. E que minta pouco. Quero alguém que goste de ler. Que me dê presentes fora de época. E que goste de rap.
Quero um amor que me compre biscoitos divertidos, cremes da Lancome e duas alianças. Que tenha uma casa. Com guarda-roupa. TV grande. Banheira de pé. Jardim com laguinho. Gato. Cachorro. E uma cama de casal. ENORME.

(se for cheiroso e beijar gostoso, esqueça tudo)
ps: e se for você, eu me contento com um banho de mangueira (no lugar da banheira) e creme de aveia Davene.

Fernanda Mello
271 compartilhamentos

No travesseiro, meus pensamentos são seus.

Fernanda Mello
166 compartilhamentos