Coleção pessoal de karlafers

21 - 40 do total de 221 pensamentos na coleção de karlafers

A vida é completa, tão indizível que mesmo quando tentamos cantá-la, deparamo-nos sem a canção. Então ouçamos as palavras delicadas e apaixonadas que o vento sopra em nossos ouvidos. E apenas vivamos amando sem precisar de explicações. Afinal, a vida é uma delícia. Plena e muito digna de ser amada, de ser vivida. Viva sem reservas, viva sem perguntas, seja apenas a resposta para alguém.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

Minhas palavras nunca bastaram para definirem os meus sentimentos, não apenas por eu não ter palavras suficientes, o fato é que sentimentos são indizíveis.

Karla Fabricya
1 compartilhamento
Tags: minhas palavras

Eu precisei tanto de você com sua singeleza para me mostrar o caminho das estrelas, mas quando eu mais precisei você se ausentou e coube a mim descobri-las sozinha. Minha maior alegria é que mesmo só eu congui tocá-las.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

As pessoas me fazem viajar em plena conversa quando me questionam sobre o porquê eu escrevo. Viajo, percorro cada frase que redigi e cada sentimento que me tomou quando escrevia e vasculho-os na intenção de buscar uma resposta que as satisfaçam. Vasculho cada palavra e cada sentimento, acabo buscando onde não devo e volta inconsistente a mim mesma por ter invadido minha parte impublicável e para não correr o risco de alguém ler-me no silêncio da procura. Pronto, já me desestabilizaram mesmo sem intencionarem, já estou com a alma despida e não há mais o que se fazer, agora tolere minhas palavras e entenda as entrelinhas delas sem questionar, entenda apenas. Eu não dispo com facilidade o que sou, mais quando decido fazê-lo derramo-me como nunca me viram antes. Derramo-me transparente.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

Senti tanta saudade que cheguei a pensar que a dor da saudade era natural em mim. Enquanto eu lutava para manter quem não valia a pena, rasgava-me a alma querendo expelir quem não mais me fazia bem na distância.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

Aprendi tanto com as quedas, que às vezes até facilito meus tombos.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

Eu confesso: Eu amo demais e não tem sangue correndo em minhas veias, tem você correndo nelas e me fazendo viver. Nossas conversas me deixam a cada segundo mais convicta de que eu e você somos o diálogo mais gostoso do mundo e me fazem questionar sobre o porquê nós ainda não nos admitimos amando essa loucura que é ser o combustível um do outro. mais agora não vou me manifestar amando vou esperar que tu manifestes teu amor e me faça sentir a intensidade com que me vives e me faz respirar, eu não quero amar só e nem quero que me vivas sem que eu sabia. Eu sei que me entender não é uma missão fácil, mais creio que o contato que nossas almas têm te farão chegar no meu eu mais profundo e assim não terás dúvidas sobre mim, então finalmente poderemos ser um, e ser todas aquelas ideias que formatamos juntos quando o nós era apenas uma probabilidade. Já não quero mais te arrancar das minhas veias, quero te arraigar em minha alma.

Karla Fabricya
486 compartilhamentos

Eu já tentei tanto pensar em outra pessoa, até cheguei a amar outras conversas, mais você importunava minha mente, e não me deixava escapar da ilusão que você era. Lutei para te deixar no passado e começar de novo sem o seu fantasma, mais falhei mais uma vez. Falhei porque você é o alimento que me mantém, é o perfume que me alegra, é o timbre que me faz querer continuar. Porque nós somos minha música preferida e seus olhos, a nem posso falar dos seus olhos castanhos me olhando, isso já me deixa toda desconcertada e fora de mim. Eu te via tão puro e sincero quando dizias que me amava, eu acreditava, mais agora você vira as costas e diz que tudo isso que eu sinto é pouco, mas tudo bem, eu vou chorar e (tentar) me esvaziar de tudo o que sinto por você, só peço que não volte, porque um relance de nós me faria engolir tudo de volta e te amar do mesmo jeito. Então se for voltar, não vá e se for, não volte. Eu não quero sofrer além do que preciso.

Karla Fabricya

Não preciso de muito, preciso de mim mesma e de toda a ousadia que couber em mim. É muita gente achando coisas a meu respeito que eu mesma nem sei, inventam com propriedade como se vivessem comigo, inventam e enquanto inventam e pensam eu sorrio e marco presença. A vida me convidou e eu vou fazer da melhor forma possível, soltar meus cabelos, passar um batom e encará-la com o meu tudo, já que metades não me satisfazem. Estão me desenhando perfeitinha enquanto meus defeitos são o que mais me agrada. Mais não importa porque importar já me importei demais, agora a única coisa que me importará sou eu e meus passos tortos. Fiquem à vontade para duvidarem e questionarem a minha apresentação no mundo, críticas são para mim como aplausos, é sinal de que estão me notando a ponto de me comentarem, continuem. Não há rebeldia em mim e se houvesse eu a dosaria ou extrapolaria, o que há em é autenticidade, da qual não me envergonho, se gostam de minhas palavras se lambuzem, se não gostam ignorem. Engulam as aspas que eu uso sem questionamentos porque você pode estar embutido em alguma delas. Quer experimentar, ouse. Quer ficar curioso, corroa-se. Quer encarar seja super.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

A maioria das pessoas desiste de mim por serem incapazes de compreenderem minha complexidade, isso não me chateia, pelo contrário, me deixa muito feliz, se a pessoa não é capaz de compreender-me ela não é digna de mim. Pode parecer prepotência, mais se todos pensassem assim as pessoas sofreriam menos e não se desgastariam em relacionamentos previamente falíveis. Talvez desistam, porque não são sensíveis o suficiente compreenderem meu silêncio esmagador que às vezes invade o meu eu, talvez não ousam a decifrarem as línguas e textos que meu olhar diz quando meus lábios preferem se calar, talvez seja porque eu sinto extremamente tudo o que vivo e sou o exacerbo materializado. Confesso que compreender-me é uma missão que não eu obtive êxito, quem dirá os que desistem na primeira frustração. No fundo acho que não fui feita para ser decifrada e nem compreendida, fui feita para ser amada assim como sou, passível de mudanças e imutável, assim contraditória e autoexplicativa. E quem precisa de muitos porquês para amar não ama de verdade. Ama de verdade quem cala a boca das perguntas e se aventura a descobrir as respostas por mais que as tema.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

E nos detalhes do dia fui me encontrando perdida em você. Não havia mais eu, éramos nós, do jeitinho que você tanto lutou pra ser, eu havia me rendido a você sem nem me dar conta. Quando fui perceber essa minha perdição eu estava ali jogada em teus braços, sorrindo com teus sorrisos e amando tua voz me contando suas histórias bobas e divertidas. É você enfim me tinha ali toda alucinada em suas verdades e decifrando seus olhares que se declaravam apaixonados a cada segundo. Estávamos ali, ali é onde éramos quando estávamos juntos, éramos porque hoje o lugar que somos não é mais um, hoje estamos distantes e nem sei o que foi que nos rasgou ao meio, e nós fez tão sem nós, como somos hoje, talvez ainda existamos em nós, talvez um dia nos reencontraremos e daremos continuidade ao nosso lugar, porque eu ainda nos amo, e sei que em você morram saudades minhas porque ainda leio teus olhares, ainda traduzo teus silêncios. Como você um dia esperou que eu te amasse vou esperar você se lembrar que ama.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

É tanta gente querendo derrubar as outras pessoas para poder subir e enquanto isso eu luto pra subir sem ter que escalar pessoas. É preferível escalar as dificuldades para no final ter quem abraçar e não apenas pessoas caídas no caminho que ficou para trás.

Karla Fabricya
2 compartilhamentos

Às vezes me acho incapaz de falar de outra coisa, de falar de algo que não seja o amor, é, esse sentimento que me devora e me inunda me deixa a cada dia mais vulnerável aos corações apaixonados. E eu me vejo sem reação, sentindo o que não deveria, por quem não deveria e contrariando tudo o que deveria, e mais uma vez me contradizendo na explicação. Eu sonho tanto com a delicadeza voraz de um amor utópico pensando que seria você que faria ele deixar de ser utópico, você que me olha e faz o teu olhar fugir do caminho do meu olhar por medo de se perder em mim, você que se cala quando eu toda apaixonada quero mergulhar no timbre da tua voz, você que todo tímido dá aquele sorrisinho discreto e prolixo que me arranca de mim e me faz flutuar na graça da tua timidez. Você que eu não conheço, mas que mesmo assim te devoro no silêncio barulhento da minha imaginação, você que é o caminho que traço pra te encontrar no final da trilhar, que é o protagonista dos meus melhores sonhos e que quando acordo se transforma em fumaça e me faz revirar na cama de saudades de você. É incrível como eu sem te conhecer te amo assim com esse amor que ama tanto, é incrível como que de uma utopia você logo se faz palpável em minha mente incontrolável e me realiza na distância.Mais eu sou assim mesmo, cheia de peculiaridades horripilantes e invejáveis, cheia de mim quando na verdade tudo o que quero é você. mas enquanto você não se materializa pra mim eu te sonho assim, todo meu, todo pra mim. Não se assuste, isso não é só loucura, isso é amor, amor.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

Acorda e grita pro mundo que quem vai desenhar seus sorrisos agora é você mesmo. Grita que você não quer mais a opinião dele para viver e que independente dele vai querer ir além. O dia agora é outro e ele veio com todas as oportunidades possíveis para você escrever lindas histórias e páginas de sabedoria. Não dê mais brechas para que as pessoas que vivem em penumbra cinzenta te façam fantoche delas, assuma seu lugar no comando da sua vida e dê adeus aos que tentam te parar. Não olhe pra trás e não se compadeça com que não se compadecem com você, a vida é efêmera e merece ser vivida da melhor forma e com o máximo de sorriso possíveis. Viver merece toda a intensidade que você pode oferecer e todo o amor que se pode espalhar.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

Baby, gruda em mim e vamos viver os inacreditáveis sonhos que sonhei pra nós. Mais uma manhã ao teu lado é pra mim a garantia de mil sorrisos, você parece ser tão passivo quando descrito por mim. Talvez seja, por enquanto, enquanto não nos temos você é passivo, mais sabe que quando nos tivermos não haverá passivo em nossa relação. Eu preciso me doar a alguém e preciso que este alguém se doe a mim, eu sou assim, sedente e insaciável. Vamos juntar nossos ângulos de ver a vida e fazer deles um só, como assim seremos nós também, vamos unir a minha e a tua música e vamos dançar sem receio de errarmos os passos. Creio que você nunca recebeu um convite extenso e direto como este, eu sou isso, eu sou esse amor todo que escorre por mim e inunda onde sou e me afoga no que é. Não se assuste se eu me contradizer, é que eu nunca me declarei e nem sei se devia estar o fazendo agora, tão publicamente derramando-me perante o mundo, derramando-me por nós, porque o que eu sinto é monstruosamente infindo e devora-me e a cada dia diminui-me e cresce. Então baby, vem comigo, vamos correr pela vida de mãos dadas e parar nos momentos belos e apreciá-los sem pressa, vamos sentir o sabor deste amor que não se intimida por ser tão intenso e imenso. Eu quero só nós dois pra mim, eu e você baby.

Karla
1 compartilhamento
Tags: baby gruda

Quebre todos os moldes que te moldaram até agora, e escolha moldes novos. Se não deu certo não vai dar mais, é preciso renovar as formas, então, tentar de um modo diferente, construir-se desconhecido e conhecer-se com surpresas. Para alcançar grandes sonhos é necessário ser grande também, é necessário muita coragem e ousadia para encarar as barreiras sem aparentar medo, encarar com audácia e olhar amedrontador. Mude por dentro e sutilmente exponha esta mudança, seu exterior precisa vestir a roupa que o interior vestiu, mude o visual, mude tudo o que for possível, não esconda o furacão em que você se tornou. E por fim, aja, faça com que suas atitudes publiquem em primeira página a sua mudança. Isto é contagioso. Faça o possível para transmitir para o maior número de pessoas.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

Tem gente que me olha e me vê criança, outros me olham e me vêem mulher. Eu me vejo e não me defino.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

Fica do meu lado, abraça o meu abraço e me faz sorrir com seu sorriso. Eu não uso bem as palavras, mas o sentimento eu uso indiscriminadamente. É tão simples a forma como amo, eu amo como as crianças, de verdade sabe? Então me ame assim também, desse jeitinho suave. Talvez um dia você descubra meus mistérios e talvez assim me ame mais, só não posso revelá-los agora. Minha alma entranhada na sua em nosso espaço desconhecido, que se rasgam quando um de nós dois se vai. Não critique minhas vírgulas ou meus pontos, é assim que minhas palavras respiram, é assim que eu pausaria se estivesse sussurrando pra você meus sentimentos. Me ouve assim, baixinho, quietinho, meiguinho, e apenas me abrace, e me deixe sentir o calor das nossas almas se abraçando.

Karla Fabricya
1 compartilhamento

Eu quero um amor tipo aqueles dos filmes, não com as mentiras e traições que sempre entram nas histórias. Quero um amor puro com o do casalzinho de crianças que sempre dizem as verdades por mais engraçadas e desajeitadas que sejam, que sorriem com o olhar puro e amam com amor sincero. É tão lindo vê-los de mãozinhas dadas e se perguntando de que iram brincar e quais amiguinhos convidar para participar da brincadeira. É eles realmente amam e jamais vão se esquecer um do outro, a simplicidade dos sentimentos e todo o amor que depositam em si próprios fazem tudo valer a pena, deixa o coraçãozinho preparado para amar mais, para sorrir mais e para viver espalhando felicidade por aí. É eu quero um amor assim, de criança, simples e feliz. Vem ser criança comigo para nos amarmos de verdade...

Karla Fabricya
1 compartilhamento

Eu amo escandalosamente não sei amar aos pouquinhos e caladinha. O amor em mim é avassalador, indelicado e não pede licença, ele faz-me intensa assim como sou, não é momento é sempre, eu sempre estou amando, mesmo que eu não tenha um amor eu amo. Já me questionei sobre o porquê de tanto amor em tão pouco espaço e conclui e o amor que eu sou é inquestionável, e que sem ele eu seria apenas uma carcaça ambulante. E cara, eu amo assim mesmo, demais mesmo, se servir pra você todo o meu amor ame-me com todo o seu amor também, migalhas não me contentam, o exacerbo é essencial para mim. Não me questione sobre a veracidade dos meus sentimentos, não questione minha veracidade, caso você o faça eu farei de você passado, porque não sou motivo de dúvidas e nem quero ser. Eu amo de verdade quem acredita sente e sorri, quem duvida não sente e ouve adeus. Ou engole meu amor com teu abraço, ou não invada meu espaço.

Karla Fabricya