Coleção pessoal de jardel_rod_goncalves

1 - 20 do total de 57 pensamentos na coleção de jardel_rod_goncalves

Soa imoral pra você, não para mim. Eu sou como sou, e ser como sou, a mim não ofende.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento

A vaidade do homem, transcende a sua existência aqui. Ele quer deixar um legado, para ser lembrado. Ele constrói o mausoléu mais irado, para ser enterrado. E na escrita, também aparece a bendita.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento
Tags: existência vaidade

Eu sou você e você sou eu, nós somos nós e ao mesmo tempo somos o mesmo, em mim mesmo.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento

É confuso saber que a pessoa se cala diante do que julga imoral, e o aceita numa boa (ignorando totalmente o fato de que isso também lhe revolta), quando se faz conveniente para o seu individual. Ou se cala simplesmente por não se importar mesmo.
É claro, se o ato de moralidade escassa não o invadir diretamente. Fosse assim, de forma mais íntima a esse mudo, a dor indígna com a conduta errônea se sobressairia sim, provocando-o de maneira igual a buscar para si e um pouquinho só que seja, a mais de respeito moral também para o outro.
Manter-se firme aquilo que diz acreditar, é difícil quando só se almeja o que deseja da feira.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento

...poucos são os afortunados sem trabalho, que fazem com diversão aquilo que lhes traz pão.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento
Tags: trabalho diversão

Se falo de mim
É também de ti
Pois ao me ver
Enxergo você

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento

A loucura dos loucos, não deveria preocupar tanto (ela é normal e individual), mas a loucura coletiva e institucional dos ditos normais. Essa sim deveria ter o empenho feroz dos estudos da medicina para encontrar cura.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento
Tags: loucura medicina

A dor da felicidade

A felicidade não é um adjetivo, não é uma característica do Ser. Como ser feio ou ser bonito.
A felicidade é um estado, é uma sensação momentânea de intenso bem estar, de plenitude. Mas que acaba quando nos é provocada alguma situação adversa e isso acontece bem rapidamente -- por vezes sem que notemos. Não existe uma felicidade permanente, ninguém consegue extendê-la para além de um momento. E os nossos momentos vivem em constantes oscilações.

Contudo, as vezes de forma mercante e sem descanso, nos provocam desde o berço a buscar cegamente uma felicidade comprada, contínua e inexistente, que se confunde com uma vida satisfatória.
Como a vida que vivo hoje, que satifaz muitas das minhas necessidades atuais. Porém isso não significa que eu SOU feliz, isso significa que a minha vida me satisfaz como ela é. E a felicidade acontece dentro dessa vida, assim como também as minhas tristezas. Essas energias oscilam constantemente dentro de uma vida satisfatória para mim.
A vida não é feliz, mas em vários momentos nela, sinto a felicidade me doer.

Jardel Rod Gonçalves
2 compartilhamentos
Tags: felicidade

Possibilidade além...

Todas as vezes em que algo novo te invade os ouvidos despertando em seu imaginário possibilidades jamais vistas, e em que algo apresenta-se perante o teu momento de modo totalmente inédito a tudo aquilo que já tenha notado, ou simplesmente em todas as vezes nas quais você se assegura o vislumbre de um acontecimento qualquer e inteiramente alheio aos já então presenciados em sua estrada.
Você cresce!. Você caminha um tanto mais para além das restritas fronteiras trancafiadas no pedacinho de vida ao qual tenha sido originalmente inserido. Você se permite um tímido romper para um mundo de beleza maior. A sua capacidade intuitiva se desgarra mais e mais das suas limitações carcerarias. E a cada novo absorvido, você provoca um leve desabrochar do seu sufocador pedacinho de vida.
Isso é de uma magnificência sedutora e provocativa.
A nos custar tão somente e de forma impiedosa, a derrubada de mais uma parede cegadora da nossa habilidade de percorrer as infinitas possibilidades por aí existentes.

Como ocorreu no dia de hoje, quando de forma acanhada apresentou-se a mim numa reduzida brecha, a chance aproveitada de conhecer um "cara" chamado, Leonid Andreiev. Que mesmo acontecendo apenas através de visitas breves a escritos fiéis ou não a sua história, foi maravilhoso saber de alguém que eu sequer cogitaria de alguma maneira absurdamente insana que fosse, a miúda probabilidade de sua existência neste ou em quailquer outro universo possível ou impossível de existir.
E já, mais do que saber simplesmente da sua condição havida, eu também sei um pouco do mundo que o cercou, da vida que o assombrou, agora eu também sei um pouco do país onde nasceu, onde viveu, onde morreu, sei da profissão por ele aprendida e que a tempo descobriu que essa não seria a que lhe traria vida, também sei de algumas obras que realizou e nos deixou.
E que agora de um modo inevitável e por mim buscado, me viola e me compõe em minha crescida amplitude.

Esse assim, é só um dos tipos de milhares e milhares de outros universos que existem aí para conhecermos e percebermos, mas que por alguma tolice cotidiana, deixamos de fazê-lo.
Conhecer uma rua nova/ conhecer uma palavra nova/ conhecer um sabor novo/ conhecer uma voz nova/ conhecer um caráter novo/. É conhecer um mundo totalmente novo. É galgar uma somatória de novas oportunidades à caminhada diária.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento
Tags: possibilidade alem

Vontade de ver o mar
sentir sua brisa me tocar
diante do meu olhar
quando o cigarro tragar
te observar tão bela ao entrar
na água salgada se molhar
e um reflexo celestial
teu corpo abrilhantar
eu de cá
contemplar
o simpático contorno
que apresenta o teu corpo
maravilhoso
A beleza que o mar te dá
ele suga de ti ao te banhar

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento

Neste sanatório castrador da nossa identidade, chamado Sociedade.
Enlouquecer parece ser o único meio de se recuperar a sanidade.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento
Tags: sanatório sociedade

Hierarquia social é apenas um monstro imaginário que necessita fervorosamente da nossa legitimidade para existir e nos oprimir.

Mas como somos seres dotados de uma imbecilidade tendendo ao infinito, fazemos o que se espera, legitimamos a fera. E por repetidas vezes ratificamos a sua existência, na espera de um dia quem sabe, também fazermos parte dela.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento
Tags: hierarquia social

A esperança é um inimigo que atormenta. Enquanto angustiamos esperando que algo imaginado por nós, aconteça, deixamos de ver beleza naqueles nomentos que o mundo real nos apresenta. Está sempre e sempre acontecendo algo bom em nossa presença

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento
Tags: esperança mundo

Tudo é natural, tudo é natureza. A natureza me compõe.
Tudo é só um. É um abstrato, aonde nada tem barreiras, aonde nada termina nem se inicia, aonde as coisas são em perfeita harmonia sem ser.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento
Tags: natureza harmonia

No dia em que a evolução humana alcançar o estágio do Homem não sucumbir mais aos seus inerentes impulsos animalescos, então viveremos segundo as nossas próprias regências.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento
Tags: evolução humana

O povo ainda se ilude com os líderes ideológicos, achando que eles realmente lutam por melhorias sociais. Quando na verdade as suas reais intenções se fazem tão somente no tirar proveitos de situações que le pareçam favoráveis --- financeiramente.

Jardel Rod Gonçalves

O primeiro beijo sempre será

O primeiro beijo
Não importa quantas vezes tenha beijado
Não importa quantas bocas tenha beijado
ou quais tipos de bocas tenha experimentado
O primeiro beijo é abobalhado
é descomportado é desconhecido
O primeiro beijo é esbaforido e invasivo
O primeiro beijo é desejoso, ansioso
É o que fica na mente
O primeiro beijo, é o que mais se sente

O primeiro beijo sempre será
Do primeiro beijo o inesperado a esperar
A te provocar um estremecido arrepiar
O primeiro beijo te cativa e te excita
Ele te dá taquicardia
mesmo se não for uma delícia
Ainda assim o primeiro beijo sempre será
Aquele que mais irei amar

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento

O ecoar de um cantar te leva a passear
nas ilusões vividas de uma vida entorpecida,
enfraquecida, esquecida, perdida
A deriva como partículas brownianas sofridas
você não tem controle de você
Quem o controla é a Psiquê, tão bela de se ver
No reflexo do sofrer
É o que acalma a alma e te traz
mais uma vez o querer
O querer viver os dias com Você

Jardel Rod Gonçalves

O melhor de nós é o nosso diferente. Deveriam explorar em nós, o nosso diferente, não o nosso igual. O igual a todos pertence, mas o diferente, só a você é inerente. E é isso que deveríamos externar ao invés de reprimirmos, como fazemos numa dolorosa tentativa de nos transformarmos em seres falsamente correspondentes.

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento
Tags: diferente igual

O Homem mata por prazer

O Homem assassinou a Morte e assumiu o seu papel
Contaminou a Vida e tornou-se cruel
No noticiário de tevê
É só o que se vê
O Homem mata por prazer

Sem perceber, mas por querer
Fez a alma adoecer
O conteúdo humano faz mal pra você

Até o próprio "Deus" sente o padecer

Por que justo neste tempo veio a suceder?

Jardel Rod Gonçalves
1 compartilhamento