Coleção pessoal de Irarodrigues

1 - 20 do total de 121 pensamentos na coleção de Irarodrigues

⁠SAUDADE
Vejo morrer a esperança
De ver tudo de novo
A casa dos meus sonhos
Minha vida de criança.
Saudade das brincadeiras
Das tarde no avarandado
Onde era gostoso sentar
Quantas coisas verdadeiras.
A casa das minhas memórias
Destruíram sem piedade
Nem um tijolo sobrou
Para se contar histórias.
Lembro até das chineladas
Quando eu aprontava
Tenho até saudades
Das mão inchadas.
De tudo restou a saudade
Cada canto ali é uma lembrança
Hoje tudo ficou estranho
Foi destruído por maldade.
Autoria- Irá Rodrigues

Irarodrigues


DESPEDINDO DE AGOSTO
Mês de muitos mistérios
Alguns dizem ter medo
Eu só tenho que agradecer
Coisas boas para dizer.
Agosto é mês do friozinho
No aconchego do inverno
Onde sementes adormecidas
Esperam para serem colhidas.
É meu mês abençoado
É quando o nosso Deus
Prepara a natureza
Para desabrochar a beleza.
Só quem vive os agostos
É merecedor da primavera
Com arrebentação das cores
Vindo em forma de flores.
Irá Rodrigues
Stº Estevão-BA

Irarodrigues

MOMENTOS

Vivemos de momentos interrompidos
Desejos sem nenhuma solução
Às vezes cruéis machucam o coração
Alguns se passam despercebidos.

Quantos momentos choramos
Sem motivo e sem razão
Momento de pura desilusão
Em busca do que procuramos...

Talvez algo que um dia se perdeu
Ou que nunca se teve de verdade
Um momento triste ou de felicidade
Rabisco da memoria que se esqueceu.



Autoria- Irá Rodrigues
Santo Estevão-Bahia

irarodrigues


UM POUCO DE MIM
A minha poesia é um pouco de mim ou pura imaginação. Às vezes misturo o romantismo com solidão, viajo nos sonhos escrevo como real. Faço uma mistura de fatos com ficção, derramo lágrimas pincelo com gargalhadas.
Sou meio sonhadora daquele tipo pé no chão, formada em geografia dediquei muitos anos da minha vida a minha profissão a qual exerci com carinho. Mas sempre encontrava tempo e inspiração para rabiscar minha poesia, meus contos e neles viajar além da imaginação que só um poeta entende esse devaneio.
Gosto de falar de natureza de simplicidade, às vezes triste outras transbordando de alegria, assim eu vou rabiscando e espalhando por esse mundo e que Deus me conceda o direito de continuar escrevendo para que eu possa mostrar o que sempre salta do fundo do meu coração...

Irarodrigues

⁠ SILÊNCIO
Só eu e o mar
Quero o silêncio
Rever meus pensamentos
Ouvir a minha alma
Escutar conselhos.
Quero apenas um segundo
Para entender
Essa bagunça do pensamento
A alma inquieta
Às vezes tento entender
Esse mundo desconexo
Onde tudo não tem nexo
Nem tão pouco a explicação...
Autoria Irá Rodrigues

Irarodrigues


ASSIM FIQUEI SABENDO PARA MEU ANIVERSARIO
Que era uma tarde do mês de agosto
21 era a data marcada
Eu cheguei sem entender nada
Já trazia a pureza no rosto...
Dizem ser uma tarde quente
Daquelas sem explicação
Talvez alguma aflição
Ao ver tão pequenina inocente.
Vim das alturas celestiais
Segunda filha recebida com amor e ternura
Pelos braços dos meus pais.
Esse amor tão pouco durou
Minha mãe foi por Deus convocada
E logo a menina ela deixou...
Ira rodrigues

Irarodrigues


SONETO DA PAZ
Bendita seja a oração
Palavras que nos traz
Ouvindo com o coração
Trazendo a nossa paz.
Esse nobre sentimento
Embevecido na canção
Eleva a alma e o coração
Ao Senhor pedimos proteção.
Queremos paz e harmonia
Em nosso interior
Com fé em Nosso Senhor.
Esse amor que traz energia
Enviado por Jesus
Nosso guia e nossa luz...
Irá Rodrigues
Santo Estevão-BA

Irarodrigues


SONETO DE LEMBRANÇAS
Descrevendo o passado
De tudo que foi vivido
Que nada seja esquecido
Tudo será lembrado.
Talvez numa simples poesia
Deixando tudo guardado
Quem sabe se algum dia
Conheçam o meu passado.
Cada canto tinha sabor
Trazia aquele cheiro
Como se fosse flor.
Tudo está tão ausente
Mas nada será esquecido
Fica guardado na mente.
Irá Rodrigues
Santo Estevão-BA

Irarodrigues

⁠PÔR DO SOL
Cores alaranjadas- fascinação
Asas abertas sobre o mar- despede o dia
Paz no entardecer afaga o coração
Beleza em pinceis ou rabisco de uma poesia...
Não há no mundo riqueza mais sublime
Do que um pôr do sol no mar
Acaricia a alma nos faz sonhar
Qual palavra melhor se exprime? ...
Versos traçados que contagia
Esse espetáculo sobre o universo
Só rabiscando alguns versos
Mar e o pôr do Sol em poesia...
Irá Rodrigues

Irarodrigues


RESPEITO
Não se compra na feira
Não se encomenda no mercado
Nem tão pouco se esquece por ai
Ser gentil é ser educado...
E ai vem aqui e me diz
Que ato você fez hoje?
Disse bom dia agradeceu
Ou simplesmente se esqueceu...
Gentileza é um ensinamento
Que vem dos avós dos pais
Ser educado não custa nada
Tenta entender isso nos satisfaz...
Gentileza gera gentileza
Entrelaça sonhos e atos
Faz renascer a sementinha da esperança
Seja adulto, ou seja, criança...
Agradeça sempre
Ajude para ser ajudado
Vamos semear a gentileza
É tão significativo ser educado...
Irá Rodrigues
Santo Estevão - BA – Brasil

Irarodrigues


ESSE TEMPO COMPLICADO
Professor se desdobrando
Criança não fica contente
Mas não pode descuidar
Ou vai ficar doente.
Vejo vídeos de crianças
Estudando em casa contente
Não pode descuidar das tarefas
Isso ai meninada inteligente.
Papais sempre presentes
Sem descuidar da lição
As prós cuidadosas
Passando informação.
E assim vamos seguindo
As escolas preocupadas
Querendo o bem das crianças
Deixando-as bem informadas.
Irá Rodrigues

irarodrigues

⁠SAUDADE DO MEU SÃO JOÃO
Meu São João do passado
Era tudo tão mudado
A sanfona acelerava
Saudade do meu São João
Não faltava alegria
Daquele povo animado...
Lá no meu cantinho adorado
Não tinha eletricidade
Era luz de candeeiro
Mas tinha muita verdade
No terreiro a fogueira acesa
Eita quanta saudade...
Irá Rodrigues

irarodrigues

⁠VONTADE EU TIVE DE FICAR ALI
Depois de uma relaxante caminhada
O sol já querendo dormir
Bandos de passarinhos em revoada
Eu encantada com tudo ali...
Macaquinhos passavam fazendo algazarra
Grupinhos de esquilos se formavam
Pulando e fazendo farra
Outros na palmeira se agrupavam...
Entre o capim alto da beira da estradinha
Uma cerquinha com ramos de alecrim
Onde descansava uma solitária andorinha
Um pardal e um querubim...
E o pôr do sol entre o rendilhado
De árvores que pareciam uma tela pintada
De longe se avistava o telhado
De uma casinha encantada...
E a noite logo chegava
Restando só um fiapo do sol
A lua toda prosa iluminava
Um lindo canteiro de girassol...
Por ironia do destino
O passeio chegou ao fim
Resta-me apenas o sonho
Guardado dentro de mim...
Autoria- Irá Rodrigues

irarodrigues

ESCURIDÃO

Quantas pessoas vivem na solidão
Sentem-se como a noite sem a luz da lua
Refugia-se numa enorme melancolia
Muitos pela falta de fé e religião...

Quantos sentem atração mórbida pela escuridão
Sem permitir a entrada da luz espiritual
Não se esqueça de que Deus está ai com você
Feche a porta contra essa desilusão...

Busque na leitura um momento de reflexão
Um bom livro com certeza vai ajudar
O apoio da família e dos amigos
Busque sabedoria para intensificar
O amor em seu coração...

A vida é feita de luz
A pior escuridão é a da alma
Não permita que ela absorva os valores do ser
Proibindo-o de viver
Permita que o silêncio renove a tua calma...

Irá Rodrigues

irarodrigues

ESTAMOS AMEDRONTADOS

Gente vamos ter paciência
O caso é bem complicado
O município está investindo
Então seja disciplinado.

Fique em casa tome precaução
Esse novo coronavírus
Precisa ser eliminado
Ou ele propaga sem compaixão.

Faça higiene, lave as mãos
Se precisar sair use máscara
Não esqueça do álcool gel
Em casa use detergente ou sabão.

Estamos lutando por você
Vamos banir essa calamidade
Se cada um fizer a sua parte
Fiquem em casa, vamos vencer.


Irá Rodrigues

irarodrigues

SEJA RESPONSÁVEL

Se proteja e proteja a sua família
Gente! isso é muito grave
Só saia se tiver necessidade
Não fique circulando na cidade.

Um passeio pode ser cancelado
Encontrar um amigo fica pra depois
Acredite no que deve fazer
Ficar em casa é o melhor pra você.

O que parecia um caso lá na China
Ganhou força e se espalhou
Entenda a dimensão do problema
Só depende de cada um acabar esse dilema.

A luta para preservar o nosso povo é grande
Mas a cada dia as ruas estão lotadas
Não deixem o vírus acabar a nossa existência
Lutemos unidos pela nossa sobrevivência.


Irá Rodrigues

irarodrigues

MEU DESPERTAR POETA

Meu despertar poeta foi descrevendo a Lua
Debulhando versos do coração
Riscava e rabiscava
Tecia versos feito artesão.

Amava falar do mar
Imaginava escrever uma canção
Declamava nos meus sonhos
Nos acordes de um violão.

Passei a remendar versos
Cheios de amor e paixão
Mas vinha o tédio
Mudando a inspiração.

Então sentir um despertar
Precisava colocar esperança
Em cada versos que escrevia
Era dedicada a criança.
Hoje meu despertar poético
Vai muito além do universo
O encanto infantil
É o tempero para o meu verso.

Irá Rodrigues

irarodrigues

TÍMIDA

Saiu do rio
Perdeu-se por quem ama
Nua deitou-se na cama
No corpo tremor de frio...

Em lânguidas magias
De seu êxtase hipnótico
Num prazer hipotético
Fez alegorias...

Vestiu-se de donzela
Saiu feito fera
Sentiu-se bela...

No peito desejos vorazes
Na alma doces loucuras
E outras tantas fugazes...

Irá Rodrigues

irarodrigues

EU QUERO

Um pôr do sol na beira do mar
Sentar na areia ouvir uma canção
Dedilhada nas cordas de um violão
Esperar a noite chegar...

Quero num dia qualquer
Sair de mãos dadas pela rua
Sentar na praça olhar a lua
Ser menina ou ser mulher...

Nas noites frias um chocolate quente
Um cobertor numa noite chuvosa
Uma sopa quentinha bem gostosa
Aqui no sofá só a gente...

Quero uma risada sincera
Um olhar apaixonado
Um abraço bem apertado.

Quero liberdade- ser o que sou
Não ligar para o que irão pensar
Se eu sonho ou deixo de sonhar
Quero o hoje e nunca o que passou.

Autoria- Irá Rodrigues

Irá Rodrigues

MAGIA

Em cada passo que dei
Recolhi farrapos da alma
Em papeis desbotados
Escrevi versos rimados...


Rimei amor com dor
Momento com encantamento
Esqueci-me de rimar
O meu jeito de amar...

Na alma dos apaixonados
Deixei retalhos de mim
Entre flores e aromas
Deixei meus versos assim...

Nas correntezas do vento
Nas encruzilhadas da vida
Tracei frases espalhei
Larguei jogados ao relento...

Na ânsia deixei ficar
Pedi clemencia falhei
Fui amante da poesia
Fui à verdadeira magia...


Irá Rodrigues
Santo Estevão - BA – Brasil

Irá Rodrigues