Coleção pessoal de mvc

Encontrados 6 pensamentos na coleção de mvc

"Ainda bem que tentaram me dissuadir e aniquilar minha liberdade visível, decorre disso a lida e insigne conquista do impossível"

Hélio Mendes Veiga

Contraposições.

“Dia e noite, Inverno e Verão.
Fome e Saciedade, Despretensão e Ostentação.
Simplicidade e Complexidade, Naturalidade e Dissimulação.
Flexível e Intolerante, Simplicidade e Pretensão.
Transparência e Aparência, Gabolice e Discrição.
Desinteresse e Inveja, Prudência e Inconsideração.
Sensatez e Irreflexão, Desleixo e Precaução.
Verdade e Mentira, Indiferença e Paixão.
Guerra e Paz, Desapego e Ambição.
Integridade e Parcialidade, Imoralidade e Retidão.
Controvérsia e Harmonia, Luz e Escuridão.
Amor e ódio, Lide e Conciliação.

Alienação pelo poder, é prisão que nos conduz ao espírito da escuridão,
Insigne é a viagem ao lado de nossa contraposição,
Profícua é a conciliação que mitiga a heterocomposição!

Utopia? Quiçá, mas a fome de compor é bem maior do que o patrulhamento ideológico.

Viver é conviver com nossa oposição,
mister se faz ignorar o que não é nosso e que nos afasta da luz,
e assim realizar nossa viagem sem perder o rumo de nossos ideais,
outrossim extrair de nossa vida muito mais do que poderíamos alcançar”.

Hélio Mendes Veiga
1 compartilhamento
Tags: conciliação

"Ainda bem que a vitória não veio fácil, a liberdade invisível me fez acreditar no improvável."

Hélio Mendes Veiga

"Ainda bem que tive medo, ensejo, à liberdade invisível me ensinou a enfrenta-lo"

Helio Mendes Veiga

"Ainda bem que não estive na zona de conforto, isso afastou-me do vazio existencial."

Helio Mendes Veiga

Liberdade invisível.

"Ainda bem que não tive liberdade de escolha.
Ainda bem que coercibilidade social definiu meu rumo.
Ainda bem que o caminho das trevas me levou para onde não queria chegar.
Ainda bem que meus prantos foram colírios colocando-me onde não queria estar.
Ainda bem que na derrota não tive a compaixão do amigo.
Ainda bem que não estive na zona de conforto, isso afastou-me do vazio existencial.
Ainda bem que não tive a liberdade de dizer o que penso, com isso não cometi o sincericídio.
Ainda bem que violaram minha liberdade, de rigor, isso ensejou meu espanto e o impresumível.
Ainda bem que caminhei com o maligno, através dele conheci a liberdade invisível.
Ainda bem que tive medo, ensejo, à liberdade invisível me ensinou a enfrenta-lo.
Ainda bem que a vitória não veio fácil, a liberdade invisível me fez acreditar no improvável.
Ainda bem que tentaram me dissuadir e aniquilar minha liberdade visível, decorre disso a lida e insigne conquista do impossível."

Hélio Mendes Veiga