Coleção pessoal de Geraldodosreis

1 - 20 do total de 100 pensamentos na coleção de Geraldodosreis

"Pais, ensinem seus filhos a estudarem e não se casarem. Os estudos possibilitam a felicidade, o sucesso e a realização pessoal; já o casamento, é arriscar tudo isso com uma probabilidade muito grande de fracasso."

Geraldo dos Reis M. Fontes
1 compartilhamento
Tags: felicidade; fracasso;

CONSCIÊNCIA CRÍTICA:
Filosofia, Religião e Comércio!

O fenômeno religioso faz parte da natureza humana. Toda espécie de religião é produto do ser humano pensante que em um determinado momento sentiu necessidade de relacionar-se com aquilo que julga sagrado. Há alguns pensadores que afirmam que as divindades são produtos humanos para compensar as frustrações existenciais. Ao relacionar-se com o considerado sagrado, o homem estabelece que objetos se tornem sagrados, que um determinado tempo (dia, mês e ano) se torne sagrado e até pessoas se tornem sagradas. Tudo isso são características de religiões sistematizadas em diversas culturas.

Para o Cristianismo, o Tempo do NATAL é um tempo Sagrado. É Tempo de renovação espiritual na fé em Jesus Cristo. É um tempo renascimento espiritual. Jesus é considerado pelos cristãos como O Senhor; O Emanuel que significa Deus-conosco. Os fiéis celebram a ressurreição de Jesus na esperança de uma renovação espiritual, conversão e espera da segunda vinda de Jesus. É um Tempo Místico! Até mesmo quem não crê em Jesus, acaba sendo envolvido pelo Espírito da Páscoa.

Mas por outro lado o sagrado e o profano “andam de mãos dadas”. Presenciamos a mercantilização do Sagrado. Neste tempo que antecede o Natal, o Mercado (lojas, Shopping Centers, Supermercados etc) utiliza da data comemorativa para vender mais com promoções tentadoras. Associa-se o tempo Sagrado ao consumo e, às vezes, um consumo desregrado. Para muitos um Feliz Natal é um Natal com sacolas cheias, carrinhos cheios, presentes e muitas guloseimas... Uma coisa é certa: poder comprar, consumir, ganhar presentes... É fascinante! Necessitamos dessas coisas para sentirmos queridos e elevarmos nossa alto-estima.

Mas as Leis do mercado não se fundamentam no verdadeiro Espírito Natalino. O homem sem aquisição econômica não é bem-vindo ao Mercado. Alias, o ser humano sem dinheiro no Mercado, não tem valor algum. O verdadeiro Espírito Natalino é celebrado em família onde talvez não existam muitos presentes materiais, mas existe Amor, Fé, Carinho e Fraternidade.

“Não havia lugar para eles dentro da casa” (Lucas 2,7). Talvez ainda hoje não exista lugar para Jesus em nossas casas, nem no Comércio e, quem sabe, nem em nossas Igrejas, pois nosso olhar e nossas ações estão tão fascinadas pelo consumo, pelas festividades regadas a bebidas e iguarias... pelo PAPAI NOEL, o “saco de presentes” e a Árvore de Natal recheada de presentes de marca renomada. O lugar de Jesus em nossas casas talvez já tenha sido ocupado pelo estereotipado PAPAI NOEL, símbolo do consumismo. Mas o que isso importa?

É Natal, e se Jesus nasceu ou não, isso é insignificante.
Vamos celebrar a vida, a ignorância humana, a alienação e a nossa “Fé”.

Geraldo dos Reis M. Fontes

Geraldo dos Reis M. Fontes
1 compartilhamento
Tags: filosofia religião

"Vejo vidas vazias; Preenchidas de ilusões... Porém, reais em mundos objetivados fora de si.
Vejo olhares sedentos de vida; Saciados em 'sepulcros humanos' carentes de cadáveres que ainda respiram.
Vejo desejos de eternidade; Realizados em deuses de origem humana.
Vejo o Ser carente de amor; Clamando por "migalhas" de afetos mesquinhos de quem nunca amou.
Vejo pessoas sozinhas; Felizes assim, porém, sonhando outra realidade...
Vejo algo que ninguém vê; mas sente; acha estranho; vive e não quer conhecer, porque tem medo da própria realidade.
Vejo sonhos e medos; Medo do inesperado, do imprevisível... E sonhos de não-ser-o que-se-é... ou de nunca ser modificado...
Vejo o Início e o Fim; Alguns já se foram mesmo estando aqui e outros ainda não chegaram, mas já não existem.
Apenas veja como num espelho que não reflete mentiras.
Veja e serás visto.

Geraldo dos Reis M. Fontes
1 compartilhamento

"Trazer um ser humano ao mundo é um mistério, um milagre, uma realização egocêntrica, um azar, um homicídio, um 'pecado, uma forma de sadismo ou um mero fruto do acaso"

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento

Já que muitas coisas não morrem...
Antes, porém, incomodam e dão satisfação.
Cada um em seu ser misterioso e imprevisível.
Kara-a-Kara intransparente e inseguro...
Então nos arriscamos.
Livres para ser feliz ou enfrentar outra desilusão.
Isso é perfeição nas imperfeições.
Não mais que risco.
E assim, sentimos felizes!

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento

"Cansei!
De tentar não ser... E de ser e ter que ser.
De uma religião sem Deus, só de homens com critérios mercantis.
Da sociedade sem identidade humana, apenas com mecanismos que determinam cada um sem ser o que se é.
Do ‘Outro’, desconhecido, desconhecedor do eu, se não lhe satisfaz ou beneficia.
Se cansa de sonhar... Felicidade, e mais algumas formas de ilusão defendidas como verdade e fonte de vida.
E o amor? Essa carência, fragilidade, necessidade e sentimento de posse? Às vezes inconstante, arriscado feito à Caixa-de-Pandora? (...) Se cansa do imprevisível!
Cansei da mentira! Mas desconheço a verdade e por isso a mentira se tornar uma verdade. Ou aceita ou faça sua escolha!
Mas não cansei de Deus porque é a única certeza que, se for uma verdade inversa, será quando nada mais será pesado... E então terei descansado!"

Geraldo Reis M. Fontes
3 compartilhamentos

Cachaça.
O possível se faz tão presente, se sente e às vezes mente.
A beleza já não é rara, nem cara, esvai-se da cara.
O amor se torna tão simples, declara, declama e ama.
O Dinheiro desaparecido, já nem faz sentido, o pouco contido o torna enriquecido.
O amigo do peito, todo sujeito, trata com jeito o gargalho ao esquentar seu peito.
O tempo presente é o que se sente, sem lembranças do ontem, tudo insano, porém sem dano.
Aquilo nunca mais, a dor latejante o leva dizer somente a si: Foi a ultima vez!
Um doce engano, nem bem esqueceu, já volta a ilusão que essa mesma ação, tem toda razão.
Desperta pra vida em meio as dores e volta dizer: nunca mais vou beber!

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento
Tags: cachaça aguardente

"Alheio a si mesmo...
Pensamentos impensáveis, desconexos...
Realidades platônicas.
Sonhos reais e imaginários entrelaçam na mente frágil, imperfeita.
Seria uma ausência de si ou do mundo? Não importa desconhecido parecer... Seria incapaz de trazer paz à alma.
O olhar, ah! Esse sim focado em outro e no sorriso espontâneo.
Nada mais lhe falta, somente o momento...
Pensamentos ausentes... Vazio de razão!
Emoção e instante eternos."

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento
Tags: momento encontro

Desejo de ser eterno em si sem ser mais que sou...
Sentir e ser uma frustração de palavras alheias do meu não.
Avançar em busca do sonhado, idealizado... mesmo frustrado.

Mas realizar-me em algo fragilizado, mas fundamentado em algo idealizado...
e... realizar-me em sonhos, sonhados... nunca impensados de serem objetivados...
Mas mesmo subjetivados, serão concretizados numa objetivação sem razão dos outros nãos...
Apenas ser o não dos outros em você mesma... Uma verdade em ser o que se é.

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento

O SONHO, O NADA E O SONHADO.
Olhares ao infinito, distinto... quem sabe me sinto importante ao encurtar tal distância. Mas não, senão um olhar de gratidão e quem sabe, um que seria a minha paz.
Ruídos que ventos trazem me fazem sentir desvelado por algo ou alguém que tanto sonho ou idealizado... Olhares se cruzam num movimento único e não se interrompem no desejo estagnado de ser um verdadeiro amor já possibilitado.
Mas a distância aumenta e esse sentir-se me aflige e me culpa: Quem sabe talvez o aventurar-se com olhar o destino o teria mudado.
Mais uma vez apenas esperar o inesperado e tentar agir como imaginado, e não deixar ir o amor amado possibilitado no olhar sonhado. Apenas estar ali...

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento

"Alma gêmea é encontrar um alguém tão outro e tão diferente que nos completa porque ele nos falta"

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento

"Viver como se fôssemos eternos neste mundo efêmero é a principal origem das desgraças entre as pessoas"

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento
Tags: relações humanas

VOCÊ SÓ TEM O AGORA: NEM PASSADO E NEM FUTURO, SÓ O AGORA!
Você nunca estará absolutamente certo; e também nunca estará mais errado que os outros. Valorize seu talento... Cuide bem da sua vida. Às vezes certas coisas nos dão medo. Supere o passado, pois essa é a coisa certa a fazer. Você só tem na vida O Agora: Nem passado e nem futuro, Só O Agora e isso é tudo.
Um guerreiro não desiste daquilo que ama... mas encontra o amor naquilo que faz. A vida é uma escolha. Você pode escolher ser vítima ou o que quiser ser... Todo prazer tem uma satisfação e um preço. Não há tristeza na morte; a morte não é triste. Triste é as pessoas não saberem aproveitar a vida...

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento
Tags: vida felicidade

"A maioria dos problemas do casal seriam resolvidos se o homem passasse mais tempo na cozinha e a mulher mais tempo na cama"

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento

"Amar alguém é confrontar seu desejo e a sua vontade ao desejo e vontade de alguém que parece sem desejo e sem vontade"

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento

"Algumas Histórias são baseadas na verdade; outras, na Trapaça"

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento
Tags: relacionamentos amizades

Nunca traia a pessoa que ama você.Ser amado é o dom mais sublime que recebemos de alguém.

Geraldo Reis M. Fontes
2 compartilhamentos
Tags: amor fidelidade

"O NOVO é sempre um despertar do desejo"

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento

"Relacionamento: Traição é meramente uma questão de data"

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento

"Começamos a valorizar mais a nossa vida quando percebemos que temos mais passado do quê futuro"

Geraldo Reis M. Fontes
1 compartilhamento