Coleção pessoal de FillipeFernandes

Encontrados 13 pensamentos na coleção de FillipeFernandes

Se eu fosse um pássaro

Se eu fosse um pássaro
voaria até a sua janela
e assoviária um canto novo
para enfeitar a sua novela
e animar a vida minha.

Iria voando
num bater de asas
tranquilo e profundo
ensaiando aos ares
o canto do mundo.

Se eu fosse um pássaro
não sairia da sua casa,
faria um show a tarde
em baixo dos pés de árvore.

Se eu fosse um pássaro livre,
deveras faria essas promessas
mas cá estou então
preso em seu coração.

Fillipe Fernandes

Algumas

Alguns pés,
algumas mãos,
todas com cheiro de
perfume caro.

Alguns olhares,
alguns contatos,
alguns beijos com
perfeitos encontros.

Algumas...
é impossível
lembrar destas,
foram algumas,
mas que marcaram o
meu pescoço com beijos.

Algumas deixara telefones,
algumas deixara marcas de batom,
algumas deixara saudade,
algumas deixara marcas no peito.

-pergunto a algumas, onde estão agora?

Fillipe Fernandes

Ela com A, com M, com E, com I

Dar-te-ei umas das minhas flores. Flores que com ardor machucam o meu peito.

Dar-te-ei essas flores com gotas de sangue -meu sangue que escorre pelo os meus olhos.

Dar-te-ei meu adeus, essas flores, essas lágrimas de sangue é um sinal de que um dia você me fez sofrer.

Agora, não sinto nada pois, essa dor feriu-me com extremo ardor.

Dar-te-ei agora esse adeus e meu nunca até mais.

Fillipe Fernandes

O bêbado e a amante

Caia a tarde como cai a chuva,
e o bêbado embreagado
- lembrava-me a imagem
dele no espelho, com um chapéu.
Caindo aos poucos
acenava a mão para
uma amante que no
instante lhe sorriu.
O bêbado aproximou-se,
sentindo o cheiro da amante
que roubara o perfume das
rosas com prosa ele ditou:
- "o perfume seu não compara-se
com a de flor alguma, perfume natural, esplendor sensacional.
Apaixonei por ti no momento que a vi,
vou tirar você dessas noites de boêmia
para viver comigo; sem momentos de terror, para ficarmos em um transe de amor.
O dona, minhas palavras são sinceras,
não desespera-se, já basta
o coração meu, que ainda não parou
porque o seu resplendor é o meu redentor."
Poderia ser a noite de bebedeira
o que o transformou em um poeta,
ou foi a beleza da dama que o transformou, num verdadeiro galanteador.

Fillipe Fernandes

Os versos seu

Cantarei você com um
dos meus versos, versos simples,
música que sai dos sentimentos,
versos singelos, meus versos discretos.
Cantarei você com meus sentimentos,
explicarei com exatidão
coisas do meu coração; lembro-me
em outrora, dos seus pensares autos,
pensares que atento ficava para
descreve-los em palavras.
"Surge o outono, folhas a cair, a nostalgia bate, a lembrança bate, a incerteza bate, a saudade bate."
Das visitas que recebo,
você foi a mais esperada,
a mais desejada.
Lembro-me então,
no dia de março ou abril,
você surgir e tirar-me do
meu momento de credor.
Cantarei então, um dos versos,
num estado de puro frenesi;
pois no instante em que
os olhos seus cruzaram
com os meus, descobrir que
os versos cantados
seriam escritos depois
do contato que os lábios
seus encontrar com os meus.

Fillipe Fernandes

Olhos de cigana

Mulher do olhar marcante,
prendeu-me nesses
momentos de demasiado amor.

Mulher do olhar marcante,
prendeu-me nesse
labirinto que são o
fundo dos seus olhos.

Mulher, belo olhar o teu
que hipnotizou-me
deixando as palavras
saírem da minha boca.

Mulher, desejo tocar seus
lábios com os meus e
olhar para teus olhos
para encontrar o complexo
caminho para o dentro do seu coração

Fillipe Fernandes

Detalhes sobre Ângela

Linda, loira e alta. Mulher inteligente com um olhar persuasivo envolvente.

Linda Ângela, sorriso encantador, lábios cativador.

Loira natural, olhos claros que me envolveu num transe demasiado eloquente.

Ah mulher! Que postura encantadora, que beleza angelical, que corpo natural.

Ângela.

Fillipe Fernandes

Só sei

Sei que não existe motivos para eu dizer você e eu;

Sei que não existe mais razões para pensar em você e eu;

Sei que simplesmente não tem porque dizer eu te amo;

Sei que você não vive pensando em mim;

Sei que eu não vivo pensando em você;

Sei que seu coração já ocupa um espaço que era meu;

Sei que meu coração não ocupa nenhum espaço seu;

Só sei que não existirá mais você e eu, sei que não mais existirá nos dois.

Fillipe Fernandes

Estava começando a gostar dela de novo pela quarta vez. Ela me disse que também estava gostando de mim de novo. Ela me disse que dessa vez era diferente; como tinha dito das três primeiras vezes. Se não consigo lidar com um romance de mentira o que eu ia fazer com um de verdade?

Fillipe Fernandes

A acompanhante especial

Tenho acompanhado muitas
pessoas e nenhuma delas
chegou aos pés dela.
Aquele olhar, aquele sorriso,
aquele abraço, aquele beijo.
Com certeza ela foi a melhor
acompanhante que eu tive.
Uma vez lembro-me dela
ter dito embaixo de uma
árvore depois de alguns
beijos que me amava.
Eu sorri e respondi perguntando,
- até quando?
Ela nunca entendeu essa pergunta.
Nunca disse pra ela o quanto ela era especial.

Fillipe Fernandes

Estava indo esquecer você. No caminho parei para tomar uma cerveja e esqueci o que ia fazer. Sempre que vou esquecer você acontece alguma coisa pra eu esquecer o que vou fazer. É assim mesmo... confuso.

Fillipe Fernandes

Do conto amor banhado em doses de vodka

Você costumava ser a minha única certeza... você foi embora, agora a única certeza que tenho é de que não tenho certeza nenhuma.

[...]

Fillipe Fernandes

Incógnita

Então o amor secou,
a flor murchou,
o barco passou,
a borboleta não
entrou em metamorfose,
a menina não sorriu.
Passei em frente
a sua casa,
mas você não estava.
Lhe-enviei cartas,
todas voltaram ao remetente.
Você não viu,
não sorriu,
não regou a flor,
não pegou o barco e
ficou a espera
da metamorfose da borboleta.
A flor secou,
o amor murchou,
a borboleta passou,
e você deixou passar
o barco.
A paisagem era bela.
Agora só esperar
o próximo ano passar
assim como você passou,
E murchou a flor
do meu coração.

Fillipe Fernandes