Coleção pessoal de fatimamerigue

1 - 20 do total de 21 pensamentos na coleção de fatimamerigue

SEU NOME - MULHER

Ela não é somente a doçura que encanta.
Nem tão pouco a graciosidade e a sensualidade
que derrete os corações dos homens.
Ela está envolta pela capacidade única de amar
Consegue esconder a dor e a tristeza
É forte, porém quando precisa chora,
fortalecendo-se com suas próprias lágrimas.
Sua capacidade de doar-se
vai além de todos os outros seres.
Está sempre pronta a recomeçar
Não existe obstáculos que não consiga superar
O amor mesmo distribuido entre muitos
torna-se igual a todos na mesma proporção.
Quando precisa transforma-se em fera,
defendendo sua cria.
É única e consegue gerar vida.
Tem vários talentos...
Talento para ser a mãe perfeita
Talento para ser a esposa apaixonada
Talento para ser a executiva eficiente
Talento para ser a amiga e conselheira
Mulher... ser indefinido

Aparecida Fatima Merigue de Mendonça
1 compartilhamento

Caminho lentamente
Nada faz com que altere meus passos.
Não tenho pressa.
Caminho em busca do que mais quero.
Minha procura é árdua
Olho em frente e percebo
Tenho escolha!!!

Vários caminhos me apontam
Confundo-me. Mas eu vou!
Caminho para o futuro.
Um futuro de Paz onde vejo o infinito.
A distância é longa
Meu tempo também é...

Caminho!
Silênciosamente caminho.
Nada vejo; nada escuto
Caminho lentamente
em direção ao meu eu.
Dentro de mim perguntas e respostas
Me auto censuro, me questiono;
Mesmo assim não paro.
Vou caminhando!

Sinto minha alma flutuar;
Meus pés já não tocam o chão;
Apenas ráios de luzes me conduz
No meu rosto ventos do Norte me acordam
Já não estou só!
Sinto tua presença
Caminhando ao meu lado.
Então...Caminhamos, lentamente!!!"

Aparecida Fatima Merigue de Mendonça
1 compartilhamento

O ACASO
.
O acaso mudou meu caminho
Seguia meu cotidiano calma e feliz
Acreditando que tudo o que sentia
fosse o máximo de felicidade.
.
O acaso mudou meus planos
um sorriso não me bastava
uma palavra não mais me fazia feliz.

Acreditei que pudesse ir além,
muito além!
.
Então, segurei tuas mãos
não para que eu fosse,
mas para que você me levasse.
Descobri que a felicidade
por maior que fosse,
sem você não era felicidade.
.
O acaso me fez voltar
Encontrei, busquei,
realizei e cheguei.
Onde qualquer momento
era um momento feliz.
Qualquer instante era um
instante feliz.
O meu instante era você!
.
Fátima Merigue de Mendonça
(2001)

Fátima Merigue de Mendonça

NÃO DIGA ADEUS
(Fátima Merigue de Mendonça)

Naquele instante percebi
que por mais que te buscasse, nunca te teria.
Percebi que o brilho que chega em minha vida
Já brilhou outros cantos muito antes.

Naquele instante eu sabia que todas as águas do meu mar
corria em direção ao teu mar, mas as tuas águas
já estavam sendo tocadas por outros ventos,
e jamais encontraríamos o mesmo caminho.
Chorei mas entendi!
.
Cada momento é um momento diferente.
Não basta imaginar felicidade
é preciso sentir felicidade.
Não basta imaginar amor é preciso ser amada

Sabia que os teus toques
estavam tocando outro corpo,
e os carinhos que ti fiz não foram suficientes
para chegarmos num mesmo lugar.
.
Minhas lágrimas então fizeram compreender
que o amor é mesmo assim.
Na ânsia de encontrarmos um final feliz, sofremos!!!

Naquele instante eu já sabia
que elas estariam secas novamente,
e novas lágrimas correriam minha face.
Finalmente meus olhos secariam
para buscar um novo amor, um eterno amor!
.
Olhei as flores e entendi,
na beleza de cada pétala
existe um pouco de você.
Voce é amor, é essência..

Olhei as águas percebi que somos como o vento
que passa e volta, e vem e vai e sempre estará aqui,
ás vezes como brisa, ás vezes como furacão,
feito nosso amor.
.
É tarde para voltarmos,
Porque não tem volta a nossa estrada.
Estamos perdidos, perdidos em sonhos.
Buscarei novos caminhos.
Buscarei novos sonhos.
Encontrarei finalmente a luz
Ela me levará para onde o meu coração precisa
e deseja chegar - O amor!

Fátima Merigue de Mendonça
1 compartilhamento

MEUS SEGREDOS
(Fátima Merigue de Mendonça)
.
Sou pássaro que voa a procura de você.
A sensualidade da tua pele me excita.

Estou navegando por teus segredos.
O calor do teu corpo me conduz
por caminhos íngremes.

Caminhos que vou descobrindo
enquanto te toco, te olho.

O toque das tuas mãos
desvendando meus segredos
saciando meus desejos.

A certeza de encontrar o tesouro
que entre prantos me dissestes existir.

- Por onde andas meu amor
- Qual caminho será o teu?

Fátima Merigue de Mendonça

NUNCA MAIS
(Fatima Merigue de Mendonça)

Nunca mais tocarei teus lábios
Nunca mais poderá sentir a minha ternura

Minhas palavras não falarão mais por mim
Nunca mais saberás com que sorriso te olho
e não saberás também, como te desejei
tão pouco ouvirás palavras de amor
como aquelas que te falei.

Não saberás dos meus lamentos
minhas súplicas feitas por ti.
Poderás apenas imaginar o quanto te desejei
Quanto sofri, quanto amei.
Poderás apenas imaginar.

Nunca mais me deitarei ao teu lado;
tuas mãos não alcançarão meu corpo,
tão pouco sentirás meu coração
e não saberás jamais
o tamanho do amor que tive por ti,
nunca mais!

Fátima Merigue de Mendonça
6 compartilhamentos

LEMBRANÇAS
(Fátima Merigue de Mendonça)


No silêncio do meu coração, tudo é singular,
tudo é transparente, tudo é dor.
Olho a minha volta
tento descobrir os momentos
que me restam para estar junto de ti.

Quero acreditar que o dia amanhecerá
novamente com luzes,
e que também aqui dentro da minha
mais triste solidão, você brilhará...

Já não sei o final do caminho
Não tenho mais certeza do amanhã.
Os meus medos são os nossos medos,
que misturados nos afastam e nos fere.

Buscarei novos rumos,encontrarei...
No silêncio do meu coração
apenas a certeza das lembranças
dos nossos beijos, nossos abraços
das carícias que tantas vezes trocamos.
Apenas momentos,lembranças, nada mais!
Nada mais!

Fátima Merigue de Mendonça

MIGALHAS DE AMOR
(Fátima Merigue de Mendonça)

Tua voz voou para dentro dos meus ouvidos
cantarolando uma canção de amor.

Ouvi teus sons íntimos ao longe,
senti teu sono, teu cansaço, tua emoção.

Emoção que não me pareceram tão fortes,
mas transportaram-me para perto de ti, por instantes.

Ouvir-te é chegar perto da tua alma.
Queria descobrir teus encantos, teus segredos.

Arrancar da tua boca palavras que me fizessem acreditar.
Ainda ouço meu coração palpitar.

Consolo-me com os poucos momentos que passo contigo.
Migalhas que ofereces para mim...mesmo assim aceito!

Fátima Merigue de Mendonça

VAGALUME
(Fatima Merigue de Mendonça)
.
Nos meus tempos de menina
na rocinha do meu pai
eu via o sol se pondo
sentada dos cafezais.
.
Eu ficava sentadinha
esperando a noitinha
escutando em silêncio
o cantar dos passarinhos.
.
Eu queria entender
o que era aquele brilho
que chegava bem juntinho
com o meu entardecer.
.
Eles vinham de mansinho
brilhavam o meu mundinho,
e então, me perguntava:
- Que brilho seria este,
que brilhava tão verdinho?
.
Eu corria feito louca
em volta dos cafezais,
pois os brilhos se mexiam
e eu queria alcançar.
.
Acendiam e apagavam como
luzes de neon,
deixando-me feito boba
procurando-os na escuridão.
Mesmo assim eu insistia
pois mesmo pequenininha
eu sabia que um sonho
não se busca sem pressão.
.
Finalmente eu conseguia...
Segurava meu bichinho,
na palma da minha mão!
O brilho me ofuscava
e então eu percebia
que as luzes que brilhavam
eram luzes do meu dia!
Eu fazia das minhas noites
noites só de fantasias.
.
Hoje olho no meu céu
e procuro meu bichinho.
No meu mundo existe luzes
Mas é só de mentirinha.
Foram embora os vagalumes
e ficaram só estrelinhas.
.
As vezes fecho os olhos
e me sinto pequeninha,
sonho sonhos de crianças
e encontro meu bichinho!!!
.
Fátima Merigue de Mendonça

Fátima Merigue de Mendonça
1 compartilhamento

DECRETO
(Fátima Merigue de Mendonça)
.
Fica decretado que a partir de agora
todas as palavras quando ditas
deverão ser transformadas em poemas de amor.
.
Fica decretado que somente o amor
poderá fazer parte da nossa vida
e que ninguém deverá sentir
dor, solidão ou saudades..
.
Fica decretado que no TEMPLO DA POESIA
todos serão irmãos, amigos e poetas,
mesmo sem rimas..
.
Fica decretado que qualquer silêncio
deverá ser o silêncio de todos.
.
Fica decretado que um dia todos se encontrarão
e juntos brindaremos o amor.
.
Fica decretado que jamais
alguém poderá chorar ou sofrer,
mas se por descuido isso vier a acontecer
todos teremos que chorar juntos..
.
Fica decretado que caminharemos sempre juntos,
porque o nosso caminho é único,
comum á todos, é o caminho do AMOR.

Fátima Merigue de Mendonça

CORAÇÃO EM LÁGRIMAS
.
A fumaça do cigarro circulava em meu quarto
formando imagens de você!
As luzes confundiam-se com o brilho das estrelas
Eu vi algo diferente acontecer!
.
O negro dos meus olhos fundindo-se com as lágrimas
da minha solidão.
Quantas vezes te chamei para junto de mim.
Quantas vezes o céu me pareceu diferente
somente porque você não se fazia presente.
.
A fumaça circulando e eu me perguntando
- Qual será a fantasia dos teus sonhos
que forçando diz não ter tanta emoção?
- Qual será o pensamento dos teus dias?
.
Eu te sinto escondido em palavras
e entendo que o medo o faz sofrer.
Mas as bolhas da fumaça se transformam
e eu vejo o seu nome aparecer.

Eu te encontro,eu te tenho,eu te transformo
entre vultos, entre imagens...
Olho a noite e percebo que não vens!
Me contento com teu nome em meus sonhos
e adormeço acreditando ser teu SER.
.
Fátima Merigue de Mendonça
(11.09.99) Todos direitos autorais reservados

Fátima Merigue de Mendonça

AMOR VIRTUAL
(Fátima Merigue de Mendonça)
.
Milhões de vozes se misturavam naquele ambiente frio.
Entre tantas vozes somente a tua me fala.
Ouço barulhos,teclados, risos, máquinas.
Chamo por você!
.
Do outro lado calado,transmitindo ondas de amor
você toca meu coração!Escuto vozes.
.
Do outro lado do mundo,distante e presente,
eu pressinto você!
.
Uma saudade imensurável,de tudo que nunca tive
mas que sinto constantemente.
Quero tocar-te através da tua voz.
Quero amar-te diante das pessoas
que me olham e não entendem!
.
Quero buscar-te.
Através das ondas,sentir teu beijo
quase real em meu corpo.
Milhões de vozes e você!
Fazendo-me acreditar que existe sonhos.
Fazendo-me crer que é real o instante.
.
Ouço você!
Sei que o seu corpo não está presente
mas o seu coração se faz presente
Através da tua voz,do teu suspiro.

Te ouço, te sinto,te chamo
Pega o telefone diz que me ama.

Fátima Merigue de Mendonça

SONHOS

...então acordei.
O sabor do teu corpo em meus lábios.
Teu perfume impregnado em minha pele.

Acordei sentindo tua presença.
Olhei o cálice de vinho sobre a mesa
e através dele busquei tua boca, teus lábios.

Chorei...me toquei, acariciei meu corpo
acreditando sentir tuas mãos,
sentir teus dedos que percorreram minha pele
e desvendou mistérios
até então, nunca explorados.

Em meu leito flores que deixastes sobre meu corpo.
Juntei pétalas por pétalas,
revivendo o momento do nosso amor.
Te esperei!

Numa noite tépida,disfarço a minha saudade
colhendo pedaços das tuas palavras, juntando letras
e formando poemas de amor.

Vem amor
Desfrutemos o prazer enquanto a aurora não nos acordar.
Vem, beba o meu pecado e faça dele o nosso pecado.

Multipliquemos nossos momentos.
Deixe-me sonhar com você.
Acordei pensando em ti!
A música tocou meu coração
e você presenteou-me com teus carinhos.

Fátima Merigue de Mendonça

Fátima Merigue de Mendonça

FLORES NO CAMINHO

Encontro flores em meu caminho.
- Quem as plantou? Você!
As vezes colho-as somente para sentir
teu amor mais presente.
Ás vezes apenas observo-as,
mas as tenho sempre perto de mim.

Através dos meus olhos
deixo existir uma metamorfose, vou
transformando violetas em lírios,
vermelho em amarelo.
De repente, tudo se colore.
O meu jardim é a cor dos teus olhos.

No vale da minha vida
observo o por do sol,
azuis e brancos.
As flores enfeitam o leito
dos meus sonhos,
e nestes sonhos busco em detalhes
o teu corpo, a tua presença
que vem e vai!

No jardim da minha vida te desenho,
detalhes por detalhes.
Posso sentir o teu cheiro
misturando-se com o perfume das rosas.
Posso sentir o calor dos
teus abraços me aquecendo,
me excitando, com o calor do meu sol
no verão mais quente deste sábado.
No jardim da minha vida
eu consigo te tocar.

Tuas mãos que deslizaram meu corpo suavemente
agora colhe flores em homenagem
ao nosso amor.
Através das flores eu chego até você
Suavemente,
freneticamente
Simplesmente!
.
Fátima Merigue de Mendonça
Direitos autorais reservados) 1999

Fátima Merigue de Mendonça
1 compartilhamento

QUERO TE LEVAR,VENHAS!

...Tomarei tuas mãos
seus olhos me questionará
mas nada direi.

Tomarei tuas mãos e iremos,
em silêncio profundo iremos.

Serei tua sombra
tocarei apenas teu coração.
Iremos.

tomarei tuas mãos
e saberás sentir,
através do meu calor
a importância do momento.

Serei instantes
mas irei.

Autoria - Fátima Merigue de Mendonça
todos os direitos autorais reservados)

Fátima Merigue de Mendonça

Teu Retrato

Aqui onde as nuvens se transformm
em flocos de algodão,
sob o céu do meu mundo,
te desenho.

Oculto, dentro do meu coração
busco tua imagem.
Entre telas, óleos e pincéis
transformo-te em vida!

Irradio cores
Desenho através dos meus olhos
as cores dos teus olhos.
Vejo tudo azul em minha vida
Fotografo um ser!

Em silêncio, contritamente,
vejo teu corpo surgir em telas.
Lentamente, tintas coloridas
buscam sorrisos no teus lábios.
Vejo-o plenamente.

Pingos movem-se
em rituais de magia.
Cautelosamente
vislumbro teu corpo.

És o que desenho!
Há uma possibilidade concreta
de um toque.
Penso!

Autoria - Fátima Merigue de Mendonça
(Direitos Autorais reservados)
(2000)

Fátima Merigue de Mendonça

DIÁRIO DE AMOR
.
Quero escrever para você
alguma coisa que toque teu coração.
Quero falar para você
não aquilo que queres ouvir
Mas aquilo que eu preciso falar.

(Preciso te mostrar que hoje o meu dia
(amanheceu cinzento e chovia, não lá fora
aqui dentro da minha alma e do meu coração.

Preciso te contar como tudo ficou escuro de repente
não porque faltou luz,
mas porque as luzes do meu mundo
se apagaram quando você calou.

Murmurar nos teus ouvidos,
que agora tudo chora dentro de mim,
e meu coração insiste em te procurar,
insiste em te amar, mesmo sofrendo.

Preciso te falar...
Falar que você existe neste momento
em meus pensamentos.
Murmurar que vejo teu sorriso
mesmo sem você sorrir.

Quero te contar que tenho saudades!
Saudades das tuas palavras
que se transformaram em poesias quando me falavas.

Mostrar que mesmo ausente a tua presença me alegra,
mesmo mudo ouço tua voz
e tuas palavras penetram meu coração.

Preciso te contar, quero te falar,
quero murmurar, preciso escrever, mas...
Você não quer me ouvir!

Fátima Merigue de Mendonça
(Direitos Autorais reservados)

Fátima Merigue de Mendonça
1 compartilhamento

NOSSO CAMINHO

Se você mostrar-me o caminho da felicidade
eu vou, mas levarei você comigo...Iremos!
Vou tecendo sonhos, abrindo caminhos
buscando anseios de tê-lo ao meu lado.
Se você mostrar-me o caminho do amor
eu vou,mas quero que venhas comigo...Iremos!
Vamos compondo versos de um amor único.
Tu pegarás minhas mãos, eu tocarei as tuas mãos.
O suor do toque, o calor de nossas peles.
Tudo nos mostrará onde devemos ir.
Caminharemos lentamente, rumo aos céus.
Abrirei espaços, te levarei, me levarás
Meus olhos te guiarão, teus olhos me guiarão...
Não precisaremos de luzes, tão pouco estrelas
Seremos luzes, seremos estrelas...
Não precisaremos de leito, teu corpo e o meu corpo
serão nosso leito de amor.
Me deitarei sobre você
Tua pele será meu abrigo, minha pele será teu abrigo
teus beijos meus alimentos, teu amor a minha vida.
Vou por montes e vales, pelo céu escuro....Eu vou!
Se você mostrar-me o caminho que me levas a você
Saberei que estarei seguindo um único caminho
Posso caminhar, caminhar, caminhar
Chegarei! Chegaremos....
Mostre-me amor, o caminho que devo seguir
Segure minhas mãos e me conduza
quero trilhar o caminho do amor, leva-me!!!

Fátima Merigue de Mendonça
1 compartilhamento

MEU AMIGO VIRTUAL

Meu amigo virtual é diferente;

Ele não olha nos meus olhos,
ele vê meu coração...
Meu amigo virtual é diferente;
Ele não percebe as minhas lágrimas;
percebe o momento de me confortar.


Meu amigo virtual é diferente;
Ele sorri, e me faz sorrir.


Meu amigo virtual;
você não sabe,mas procuro-te sempre...
Você não sabe; mas fico feliz quando vens!
Olho para você, na expectativa de um sorriso...:-))

Espero-te assim como o sol, espera pelo amanhecer...
Espero-te assim como a Lua, espera pela noite - Certa que virá!
Não me importa se vens através de telas;
o que importa, é que venhas..

Não sei porque te escolhi como amigo...
Suas letrinhas são iguais a de todos os outros,
apenas suas palavras são firmes...
Você consegue me fazer acreditar.
Talvez você não saiba, mas quando me falas...
quando brinca comigo;
Quando me escutas;
Quando me amas, exerce a nobre tarefa um amigo REAL.
Assim...cativa-me...

Escuto seu sorriso (hehehehe) através do sons do teclado.
Ouço teu coração através do meu coração,
Sinto tua alegria através da minha alegria...
Nunca deixe de vir...
Só conhecemos a importância dos verdadeiros amigos,
quando começamos a perceber sua ausência,
quando chamamos por todos,e somente ele vem.

Fátima Merigue de Mendonça
111 compartilhamentos

DIFÍCIL PROCURA

Sómente um instante para tê-lo novamente.
Sómente um momento para compreender a dor,
A tristeza que me fez tão só e tão carente de ti.
Sómente a certeza daquilo que mais precisei...
.
Aves mostrando-me o caminho que devo tomar
Voando em direção oposta ao meu mundo, sem rumo
Multiplicando os pecados de tantos erros e enganos
Mostrando que o momento passa e tudo termina.
.
Voarei nos rumos indicados, seguirei o vento
Encontrarei um pretexto para estar fora
Até a chegada do crepúsculo, irei...
.
Precisarei de tempo para degustar meus caminhos.
Nada direi...
Minhas companheiras de vôo acreditarão
que estarei buscando minha sorte. Eu sei que não!
.
Tomarei o caminho oposto que passa pela fonte, e lá;
sózinha direi - Estou indo em busca dos campos!
Simplesmente os campos.
Poderei enfim chorar, e a brisa
carregada de fragrâncias dos jardins,
entenderá que minha busca foi em vão...
Me acolherás em um eterno abraço! Consolando-me!!

Fatima Merigue de Mendonça