Coleção pessoal de fabianmendes

1 - 20 do total de 30 pensamentos na coleção de fabianmendes

É de se perceber que, às vezes, por menor que seja, é degenerador um estímulo negativo. Isso porque aceitamos as coisas sem pensá-las. Se tais estímulos forem pensados ou simplesmente chegarem à consciência da razão, poderão ser moldados. Assim chegar-se-á à conclusão que tais estímulos não foram tão incriminadores assim. Qualquer erro nosso pode tornar-se positivo ou construtivo ao invés de trazer uma negatividade tão destruidora. Qualquer tipo de crítica, de desfeito ou exclusão, pode ser combatida, mesmo que, a primeira vista, haja uma impressão de perda da razão. Antes de nos colocarmos, onde outros queiram – na posição de dominados pela culpa -, façamos uma fria análise da situação... assim será possível percebermos que tudo não passou de uma atitude um pouco ousada fazendo-nos assumir o fato passado como algo de responsabilidade nossa ao invés de adquirir uma culpa introjetada.

Fabian Mendes
1 compartilhamento
Tags: culpa responsabilidade

O nosso passado talvez não estivesse tão maduro, pois, em nosso presente podemos reconstruí-lo, e, desta forma, realimentar o próprio presente amadurecendo-o. Remetendo-o a um novo tempo com ganhos em força - em uma nova força: uma holodimensão reconstruída.

Fabian Mendes
1 compartilhamento

Qual o peso de uma gota de lágrima?

Fabian Mendes

O monstro dorme. Enquanto dorme ronca. Ronca para mostrar que apenas está dormindo...ainda não morreu!

Fabian Mendes

Na nossa sociedade: vida só é um eterno lazer, apenas para quem não precisa mais viver.

Fabian Mendes
1 compartilhamento

Obedecer ordens é seguir um sentido ou fluxo com consciência; obrigar-se é seguir este fluxo mesmo contestando-o.

Fabian Mendes
1 compartilhamento

Para um encontro íntimo com Deus, é necessário fazer com que a 3ª pessoa “Ele”, com “E” maiúsculo, se transporte e se transforme na 1ª pessoa “eu” com “e” minúsculo, em palavras, consciência e ação.

Fabian Mendes
1 compartilhamento

Não há certeza no futuro, mas possibilidades, tal como não é verdade provável que amanhã veremos o sol. Diante de algo que parece tão óbvio – o surgimento de um sol amanhã – e, estando impedido de fazer qualquer previsão de certeza quanto a este amanhecer solar; com a mente no futuro, terei certeza do quê?

Fabian Mendes
3 compartilhamentos

O homem ainda jovem é uma árvore que anda e que sabe que é uma árvore, porém não sabe que tipo de árvore ele é, e qual fruto que poderá dar. O tipo de fruto dependerá dos minerais que possuir na terra e da água contida nela, ele será a árvore relativa ao fruto da sua busca. Se ele é uma árvore que anda, ele pode procurar a terra ideal e a água ideal, ou permanecer no mesmo lugar onde o vento depositou sua semente. Mas, se ele anda e não sabe que tipo de árvore é, como saber em que tipo de terra deve fixar-se? E se a terra onde está fixo não o torna viçoso e o faz crescer? Então, ele não está na sua terra. Mas como saber o que é ser viçoso e se está ou não crescendo? Ele terá de olhar ao seu lado e acompanhar os que lhes cercam, comparar seu desenvolvimento aos destes.
Se o homem é uma árvore que anda, ele deve ter a liberdade de ir a qualquer lugar e se fixar em qualquer terra. Fixo nesta, irá perceber se está na terra certa ou não, pois toda terra se difere uma da outra, não existem terras iguais. Cada terra o levará a ter uma sensação diferente. A escolha da terra, em que deve fixar-se, será a que trouxer a sensação mais agradável. Só a terra ideal poderá promover a boa sensação, no entanto, se a água desta terra não possuir sabor agradável, esta terra será falsa. A terra para ser ideal tem que ser agradável e possuir água saborosa. Quanto mais o homem se alimentar desta água, mais viçoso ficará e mais vontade terá de tomá-la. E como saber que árvore ele é? Basta olhar para baixo e ver os frutos do chão. Só se fixa na terra do homem que é, o tipo de árvore que é este homem.

Fabian Mendes
2 compartilhamentos
Tags: encontro encontrar-se

Em um relacionamento desfeito só se perde o equilíbrio promovido pelo poder que segura tuas fraquezas...”

Perde-se a cama onde dormia, a cama que agüentava teu peso, a cama que continha o travesseiro de tuas fraquezas, e onde descansavas tua cabeça.

Se te dói a perda de bens materiais, simplesmente tu não estavas te dando em alma, mas em troca de vantagens.

Se te doem os filhos, que são frutos e não bens, mas uma vez tu não te deste em alma, porém em vantagens: filhos não são armas.

Se te dói a solidão não te deste em alma também, pois, alma nunca tiveste por nunca tê-la encontrada.

Se nada te dói e se o conforto da cama e o travesseiro te faz falta, pois dormir bem é coisa sagrada: então busca o poder em outra cama, mas sempre consciente que esse tipo de cama não é um bem material, pois és uma pessoa dona da tua alma.

Dar-se em alma não é entregar a alma, mas dar-se com consciência do “dar-se”.

E só se pode “dar-se” se si tiver algo, e se, si tiver em si, pois, “dar-se” é dividir com o outro e multiplicar em si.

Quem receber essa doação e se achar que é esperto, este não passa de um mendigo.

“Dar-se” é ganhar, e ganhar só se é possível se dando também.

Fabian Mendes
18 compartilhamentos
Tags: relacionamento amor

Toda palavra falada, por mais simples que seja, possui certo teor de emoção.

Fabian Mendes
1 compartilhamento

É lamentável que os olhares de “eu para nós” se transformem em atitudes de “eu para mim”.

Fabian Mendes
1 compartilhamento

O peso da atenção bloqueia o emergir das forças do inconsciente.

Fabian Mendes
1 compartilhamento
Tags: inconsciente atenção

O pobre divide, o rico multiplica

Fabian Mendes
1 compartilhamento

Durante a noite, no deserto, as vidas surgem para alimentar-se e para renovar a aridez das terras. No silêncio, lagartos, escorpiões, raposas, cobras e corujas, surgem como mágica. Parece emergir da areia, das frestas e dos rochedos dando vida à nova terra ou dando vida nova à terra. No sol escaldante do dia, só as criaturas do dia aparecem e sobrevivem ao dia. É muito difícil o encontro das criaturas do dia com as da noite. As criaturas do dia não possuem olhos regulados para ver nas trevas e as criaturas da noite não possuem olhos regulados para ver na luz. Apesar da dificuldade do encontro das criaturas do dia com as da noite, uma para sobreviver, depende da outra.

Fabian Mendes
1 compartilhamento
Tags: inconsciente consciente

Deus é feito d'eus

Fabian Mendes
1 compartilhamento

Na cana, próximo à raiz, a seiva é muito doce; no olho longe da raiz, quase sem sabor.

Fabian Mendes
2 compartilhamentos
Tags: cultura filosofia

O bem e o mal são estágios de um mesmo objeto e não opostos, são nuances de um mesmo continuum.

Fabian Mendes

Toda substância do universo evolui e contém o tempo.

Fabian Mendes
1 compartilhamento
Tags: tempo filosofia

Sabe como se faz as coisas? Fazendo.

Fabian Mendes
1 compartilhamento
Tags: filosofia fazer