Coleção pessoal de emylee

1 - 20 do total de 68 pensamentos na coleção de emylee

O Tempo

O Tempo, o que pode ser o tempo?
Que sempre está junto da gente em qualquer lugar em qualquer situação ou momento
Que tem poder sobre a vida e sobre tudo que conhecemos
O Tempo que existe desde sempre, que não foi criado, apenas foi dado um nome e uma formula a ele
O Tempo é muito mais do que uma palavra e números
O Tempo nunca para pra ninguém...
O Tempo que muda a vida de todos, que cura saudades reprimidas, que consola amores perdidos,
O Tempo que acalma a dor dos corações das pessoas que perderam alguém querido
O Tempo também traz e leva o que já está enfraquecido
Que faz possivel o esquecimento do que imaginavamos ser impossivel de esquecer
O Tempo que muda opiniões e transforma as pessoas
É ele quem faz possivel grandes realizações e fracassos
O Tempo pode ser dividido entre o bem e o mal
Ele quem nos traz a luz do agitado dia e a escuridão da tranquila noite
Mesmo ele tendo todos esses poderes, não deixe o Tempo cuidar de você, cuide você do seu Tempo.

Morishita

Marcilia



Marcilia você é um ser que me causa um bem estar!
Ninguém igual a você pode existir!
Você é o saber do meu Amar!
O que faz esse poema fluir.



Marcilia seu coração está dividido,
Duas partes, uma triste e outra feliz,
Essa parte feliz sempre te quer sorrindo!
Logo você perceberá que o nosso amor está surgindo.



Não crie duvidas no seu coração,
Viva sempre observando. Esteja alerta!
Viva com total razão e emoção,
Só assim o nosso amor desperta!


Por isso descrevo esse poema com total liberdade,
Me fascino com o jeito seu de olhar,
Mas a grande verdade é
Sempre do seu lado querendo estar!


Mas a vida é assim:
Estou com muita preocupação!
Guardo você dentro de mim,
Na maior parte do meu coração!

Fernando Marcos M. de Souza

Os Sonhos


Sonhar é não saber se vai acontecer!
Sonhar com um grande amor,
È sentir total prazer,
Por isso me faça um favor!

Não deixe seu sonho escapar,
Por eles siga em frente,
Nunca se deixe levar,
Por um pensamento inexperiente!

Nunca deixe de sonhar!
Pense antes de agir,
Como você irá chegar,
Fazer a realidade existir!

Na sua vida seja influente!
Sempre ande por bons caminhos,
Faça as pessoas contentes,
Vire uma rosa em vez de espinhos!

Nunca faça humilhação,
Não faça ninguém entristecer,
Isso é uma condição,
Que a vida nos coloca a aprender!

O sonho ninguém pode pegar!
Os sonhos só poderão ver,
Mas o que acontece se não lutar,
O sonho não irá acontecer!

Só assim poderá chegar a algum lugar,
Seja uma pessoa muito importante!
E assim irá realizar,
O que você busca a todo instante!

Fernando Marcos M. de Souza
1 compartilhamento

O meu projeto de vida

Começo agora contar
Do meu projeto de vida
Estudo para realizar
A formação preferida.

Minha paixão é ler e escrever,
Pretendo me formar em letras e direito
Na minha vida não posso esquecer
Sempre agindo com o devido respeito.

Gosto de estudar
Estudarei para o meu crescimento
Mas agora vou mencionar
O que eu farei para o meu sustento.

Com o intuito vou me formar
Sempre aprendendo com os professores
De cada um eu vou me lembrar
Nunca esquecerei os seus valores.

Na vida o mercado está aberto
Fecha-se para quem não tem formação
Para quem estuda é certo
Obterá sua estabilização.

Concerteza isso eu quero para mim
Estudo para ser um juiz
Se eu não estudar não será assim
Nunca concluirei o que eu sempre quis.

Mas não vou parar
Quero uma vida promissora
Mas sempre irei lembrar
Da minha grande professora.

O lema dela é certo
O segredo é estudar
Com ela eu fico esperto
Aprendo a me preparar.

Não poderei me abalar
Com as barreiras da vida
Nunca vou me abaixar
Minha cabeça estará erguida.

Na minha vida vou ser influente
Sempre vou andar por bons caminhos
Vou fazer as pessoas contentes
Vou virar uma rosa em vez de espinhos.

Por que assim vou conseguir
O que eu busco de fato
Que isso não sirva só pra mim
O que disse no meu relato.

Agora eu enfrento
Para muitos um temido projeto
Para mim eu não esquento
Eu falo do que é certo.

Sempre buscando experiência
Com sutileza vou seguindo
Aprendo a escrever com inteligência
Pois agora estou partindo.

Partirei para o meu futuro
Sempre me esforçando
Agradeço a Deus por tudo
A vida que estou levando.

Termino esse poema
Com tanta felicidade
De uma coisa eu tenho pena
Para os que fogem da realidade.

Fernando Marcos M. de Souza
1 compartilhamento

Lições sobre o Amor!


O saber é um grande processo que você adquire, saber é poder e com ele você pode escolher o seu grande amor!
Mas amar leva todos os cuidados de uma relação, amar por amar isso não acontece isso é uma grande ilusão.
Amar sem gostar pode ferir e machucar, a pessoa que você tanto quer bem, além disso, supere seus limites, é uma grande forma de agir!
Dia-a-dia teremos que saber o que a vida nos ensina, saber entender as pessoas amá-las sem nenhum preconceito, isso é ser inteligente.
Mas quem sou, sou nada, nem melhor nem pior, mas escrever é minha grande paixão, escrever me faz bem, por isso quando estiver ao lado da pessoa que você ama, diga para ela e escreva para ela, expresse seus sentimentos e a conquiste-a, você nunca mais achará outra igual.
Curtir a pessoa que você ama só irá deixá-la lisonjeada, vendo o seu carinho e sua forma de agir.
Coragem, essa palavra não quer dizer tudo se lembre que o tudo é a pessoa que você ama.
Faça sua amada subir aos céus com você, ninguém é perfeito saiba disso, mas nunca deixe de buscar a perfeição, nunca aponte os defeitos da sua amada, diga que cada dia mais ela está melhor, por que palavras são expressões, faça ela sentir o quanto você se importa com ela.
Mentiras não deixem entrar em suas vidas, essa palavra pode acabar com tudo, e deixar várias feridas.
Não se importe com o que os outros digam, saiba que você estará amando, e lembre-se, quem disser estará sofrendo uma grande decepção.
Com grande alegria viva seus momentos, esqueça seus problemas, eles só aparecem logo na hora que você está mais feliz.
Saiba de uma coisa, dinheiro não é o bastante, o dinheiro não pode comprar e nem manter um grande amor!
Mas sim sua atitude fará o amor permanecer em suas vidas, por isso não perca o seu tempo.
O tempo ele não espera por ninguém, o tempo não sente amor, paixão, dor, remorso e nem estará ao seu lado.
Por isso quando terminar de ler essas palavras que lhe disse, corra atrás da sua felicidade!
A felicidade não bate á porta, mas ela pode ir embora por isso agarre-a com todas as suas forças.
Força, não se julgue mais forte que o amor, ele te vencerá sempre, mas ao invés de brigar com ele, se aproxime dele e tente ser seu amigo.
Se essas palavras lhe causaram uma reflexão, saiba que o grande amor da sua vida está perto de você, mas se não lhe causou alguma alteração, é por que você ainda não descobriu a outra parte do seu coração!

Fernando Marcos M. de Souza
1 compartilhamento

Imaginando os Bichos


- Andava imaginando como seria viver,
Numa floresta cheia de bichos, do amanhã ao anoitecer.
-Sabendo que vivia por ali,
Pato, Mula, Lebre e Rena, e o galo que canta por aqui.
- O galo canta com grande emoção,
De ver seus amigos alegres com sua canção!
- A minhoca não é igual à foca, nem o rato é igual ao pato,
Mas todos vivem alegres de fato!


- Surge um grande personagem,
Que partiu de saída em viagem.
- Mas de quem eu falo é do boi,
Que deixou a vaca quando se foi.
- A pobrezinha só vive a chorar,
Logo seus amigos irão ajudar.
- A grande amiga da vaca é a ema,
Que chega para ela e diz: Viva sem seus problemas.



- O bom dos bichos é a amizade,
Eles vivem com tanta sinceridade.
Vivem sem a preocupação,
Cobra e rã são amigas de coração.
- Sem a amizade não seria,
Motivo de tanta imaginação.
- Se queremos essa alegria,
Devemos aprender a nossa grande lição!


- Devemos começar a perceber,
Preservar a natureza com inteligência.
- Só assim irão sobreviver,
Os bichos que estão na nossa ausência.
- Por isso escrevo essa imaginação,
Saber que posso contar com você.
- É uma grande satisfação,
De ver os bichos contentes a viver!



_____________________

Fernando Marcos M. de Souza
1 compartilhamento

Alegria de se viver!


Hoje em dia reclamamos sem saber,
Saber se existe algum motivo,
Falamos da alegria de se viver!
O que faz esse poema ganhar espírito.


Não podemos deixar de mencionar,
Á vida não é fácil como parece,
Mas devemos nos alegrar,
De tudo que nos acontece!


Devemos bajular nossa alegria!
Sem tristeza no coração,
Com a tristeza nada seria,
Viveríamos com a insatisfação!


Sempre vou dizer,
Sempre alegre eu vivi,
Nunca irei me arrepender,
Dos bons momentos que estive por aqui!


Alegrias para sempre irei guardar.
Tristeza nunca terá espaço no meu coração,
Da minha vida poderei relatar,
Sempre vivi com grande emoção!


Com um sentimento vou terminar,
Que escrevi com tanta beleza.
Para sempre irei lembrar,
A vida é cheia de surpresas.

Fernando Marcos M. de Souza
1 compartilhamento

Amor



Amar é um verbo muito importante!
Conforta os corações,
Destrói o sofrimento a qualquer instante,
E nos dá várias comemorações.


Comemorações de Alegria!
Amar sem ressentimento,
Olhemos aos nossos dias!
Como deixamos passar o tempo!


Todo esse tempo tem um valor,
Um valor inestimável,
Saber que conhecemos o Amor,
È uma dádiva inquestionável!



Saber entender o Amor,
È agir com a inteligência!
Nos dá um afago com calor,
Só de sentirmos sua presença.



Amor não podemos explicar,
Só podemos sentir!
A satisfação que nele há,
De fazermos refletir!

Fernando Marcos M. Souza
1 compartilhamento

Tolerância Zero

Cena 1: Sujeito entrando em uma agropecuária.
- Tem veneno pra rato?
- Tem!, Vai levar? - Pergunta o balconista.
- Não, vou trazer os ratos pra comer aqui!

Cena 2: No caixa do banco, o sujeito vai descontar um cheque.
A pergunta: Vai levar em dinheiro???
- Não! Me dá em clips e borrachinhas!

Cena 3: Casal abraçadinho, entrando no barzinho romântico.
A pergunta: Mesa para dois?
- Não, mesa para quatro, duas são pra colocar os pés.

Cena 4: O sujeito apanhando o talão de cheques e uma caneta.
A pergunta: Vai pagar com cheque?
- Não, vou fazer um poema pra você nesta folhinha

Cena 5: Sujeito no elevador (no subsolo-garagem).
A pergunta: Sobe?
- Não, esse elevador anda de lado.

Cena 6: Sujeito na praia, fumando um cigarro.
A pergunta: Ora, ora! Mas você fuma?
- Não eu gosto de bronzear os pulmões também.

Cena 7: Sujeito voltando do píer com um balde cheio de peixes.
A pergunta: Você pescou todos?
- Não, alguns são peixes suicidas e se atiraram no meu balde.

Cena 8: Homem com vara de pescar na mão, linha na água, sentado.
A pergunta: Aqui dá peixe?
- Não, dá tatú, quatí, camundongo.... Peixe costuma dar lá no mato...

Cena 9: Edifício pegando fogo, funcionários saindo correndo.
A pergunta: É incêndio?
- Não, é uma pegadinha do Silvio Santos!

Cena 10: Sujeito no caixa do cinema.
A pergunta: Quer uma entrada?
- Não, é que eu vi essa fila imensa e queria saber onde ia chegar.

Quando você está dormindo e alguém pergunta:
Você está dormindo?
E você diz: Não, estou treinando para morrer...

Quando você leva um aparelho eletrônico para a manutenção!
O técnico pergunta:
Tá com defeito?
E você responde: Não, é que ele estava cansado de ficar em casa e eu o trouxe para passear...

E quando seu amigo pergunta!
Vai sair nessa chuva?
E você diz: Não, eu vou na próxima...

E quando você acaba de levantar, vem 1 idiota e pergunta:
Acordou?!
E você diz: Não, sou sonâmbulo...

E quando você liga da sua casa para um amigo, ele vê no celular e pergunta: Onde você está?
E você diz: No Pólo Norte. Um furacão levou a minha casa pra lá...

E quando você acaba de sair do banho, vem um besta e pergunta: Tomou banho?!
E você diz: Não, eu dei um mergulho no vaso sanitário...

desconhecido

Perguntas

Quantas vezes você andava na rua e sentiu um perfume e lembrou de alguém que gosta muito?
Quantas vezes você olhou para uma paisagem em uma foto, e não se imaginou lá com alguém...
Quantas vezes você estava do lado de alguém, e sua cabeça não estava ali?
Alguma vez você já se arrependeu de algo que falou dois segundos depois de ter falado?
Você deve ter visto que aquele filme, que vocês dois viram juntos no cinema, vai passar na TV...
E você gelou porque o bom daquele momento já passou...
E aquela música que você não gosta de ouvir porque lembra algo ou alguém que você quer esquecer mas não consegue?
Não teve aquele dia em que tudo deu errado, mas que no finzinho aconteceu algo maravilhoso?
E aquele dia em que tudo deu certo, exceto pelo final que estragou tudo?
Você já chorou por que lembrou de alguém que amava e não pôde dizer isso para essa pessoa?
Você já reencontrou um grande amor do passado e viu que ele mudou?
Para essas perguntas existem muitas respostas...
Mas o importante sobre elas não é a resposta em si...
Mas sim o sentimento...
Todos nós amamos, erramos ou julgamos mal...
Todos nós já fizemos uma coisa quando o coração mandava fazer outra...
Então, qual a moral disso tudo?
Nem tudo sai como planejamos portanto, uma coisa é certa...
Não continue pensando em suas fraquezas e erros, faça tudo que puder para ser feliz hoje!
Não deite com mágoas no coração.
Não durma sem ao menos fazer uma pessoa feliz!
E comece com você mesmo!!!

Martha Medeiros
3 mil compartilhamentos

O que é que ele vê nela?

E o que é que ela vê nele? Nossos amigos se interrogam sobre nossas escolhas, e nós fazemos o mesmo em relação às escolhas deles. O que é, caramba, que aquele Fulano tem de especial? E qual será o encanto secreto da Beltrana?

Vou contar o que ela vê nele: ela vê tudo o que não conseguiu ver no próprio pai, ela vê uma serenidade rara e isso é mais importante do que o Porsche que ele não tem, ela vê que ele se emociona com pequenos gestos e se revolta com injustiças, ela vê uma pinta no ombro esquerdo que estranhamente ninguém repara, ela vê que ele faz tudo para que ela fique contente, ela vê que os olhos dele franzem na hora de ler um livro e mesmo assim o teimoso não procura um oftalmologista, ela vê que ele erra, mas quando acerta, acerta em cheio, que ele parece um lorde numa mesa de restaurante mas é desajeitado pra se vestir, ela vê que ele não dá a mínima para comportamentos padrões, ela vê que ele é um sonhador incorrigível, ela o vê chorando, ela o vê nu, ela o vê no que ele tem de invisível para todos os outros.

Agora vou contar o que ele vê nela: ele vê, sim, que o corpo dela não é nem de longe parecido com o da Daniella Cicarelli, mas vê que ela tem uma coxa roliça e uma boca que sorri mais para um lado do que para o outro, e vê que ela, do jeito que é, preenche todas as suas carências do passado, e vê que ela precisa dele e isso o faz sentir importante, e vê que ela até hoje não aprendeu a fazer um rabo-de-cavalo decente, mas faz um cafuné que deveria ser patenteado, e vê que ela boceja só de pensar na palavra bocejo e que faz parecer que é sempre primavera, de tanto que gosta de flores em casa, e ele vê que ela é tão insegura quanto ele e é humana como todos, vê que ela é livre e poderia estar com qualquer outra pessoa, mas é ao seu lado que está, e vê que ela se preocupa quando ele chega tarde e não se preocupa se ele não diz que a ama de 10 em 10 minutos, e por isso ele a ama mesmo que ninguém entenda.

Martha Medeiros
1.5 mil compartilhamentos

Faz-de-conta

Não respondo teus e-mails, e quando respondo sou ríspido, distante, mantenho-me alheio: faz-de-conta que eu te odeio.

Te encho de palavras carinhosas, não economizo elogios, me surpreendo de tanto afeto que consigo inventar, sou uma atriz, sou do ramo: faz-de-conta que te amo.

Estou sempre olhando pro relógio, sempre enaltecendo os planos que eu tinha e que os outros boicotaram, sempre reclamando que os outros fazem tudo errado: faz-de-conta que dou conta do recado.

Debocho de festas e de roupas glamurosas, não entendo como é que alguém consegue dormir tarde todas as noites, convidados permanentes para baladas na área vip do inferno: faz-de-conta que não quero.

Choro ao assistir o telejornal, lamento a dor dos outros e passo noites em claro tentando entender corrupções, descasos, tudo o que demonstra o quanto foi desperdiçado meu voto: faz-de-conto que me importo.

Jogo uma perna pro alto, a outra pro lado, faço cara de gostosa, os cabelos escorridos na rosto, me retorço, gemo, sussurro, grito e poso: faz-de-conta que eu gozo.

Digo que perdôo, ofereço cafezinho, lembro dos bons momentos, digo que os ruins ficaram no passado, que já não lembro de nada, pessoas maduras sabem que toda mágoa é peso morto: faz-de-conta que não sofro.

Cito Aristóteles e Platão, aplaudo ferros retorcidos em galerias de arte, leio poesia concreta, compro telas abstratas, fico fascinada com um arranjo techno para uma música clássica e assisto sem legenda o mais recente filme romeno: faz-de-conta que eu entendo.

Tenho todos os ingredientes para um sanduíche inesquecível, a porta da geladeira está lotada de imãs de tele-entrega, mantenho um bar razoavelmente abastecido, um pouco de sal e pimenta na despensa e o fogão tem oito anos mas parece zerinho: faz-de-conta que eu cozinho.

Bem-vindo à Disney, o mundo da fantasia, qual é o seu papel? Você pode ser um fantasma que atravessa paredes, ser anão ou ser gigante, um menino prodígio que decorou bem o texto, a criança ingênua que confiou na bruxa, uma sex symbol a espera do seu cowboy: faz-de-conta que não dói.

Martha Medeiros
1043 compartilhamentos

Havia uma garota cega que se odiava pelo fato de ser cega!
Ela também odiava a todos, exceto seu namorado!
Um dia ela disse que se pudesse ver o mundo,
ela se casaria com seu namorado.
Num dia de sorte, alguém doou um par de olhos a ela!
Então seu namorado perguntou a ela:
Agora que você pode ver, você se casará comigo?
A garota estava chocada quando ela viu que seu namorado também era cego!
Ela disse: eu sinto muito,
mas não posso me casar com você, porque você é cego!
O namorado afastando-se dela em lágrimas disse:
Por favor, apenas cuide bem dos meus olhos. Eles eram muito importantes pra mim.

Moral da história:
Nunca despreze quem ama você!

desconhecido
111 compartilhamentos

A UM AUSENTE

Tenho razão de sentir saudade,
tenho razão de te acusar.
Houve um pacto implícito que rompeste
e sem te despedires foste embora.
Detonaste o pacto.
Detonaste a vida geral, a comum aquiescência
de viver e explorar os rumos de obscuridade
sem prazo sem consulta sem provocação
até o limite das folhas caídas na hora de cair.

Antecipaste a hora.
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas.
Que poderias ter feito de mais grave
do que o ato sem continuação, o ato em si,
o ato que não ousamos nem sabemos ousar
porque depois dele não há nada?

Tenho razão para sentir saudade de ti,
de nossa convivência em falas camaradas,
simples apertar de mãos, nem isso, voz
modulando sílabas conhecidas e banais
que eram sempre certeza e segurança.

Sim, tenho saudades.
Sim, acuso-te porque fizeste
o não previsto nas leis da amizade e da natureza
nem nos deixaste sequer o direito de indagar
porque o fizeste, porque te foste.

Carlos Drummond de Andrade
16 mil compartilhamentos

Há quem diga que mulheres, quando são amigas, ficam insuportáveis, porque concordam sempre uma com a outra e não se desgrudam. Há quem diga que as mulheres são falsas e fofoqueiras a verdade é que é muito bom ter amigas aquela pra quem você conta absolutamente tudo, e sente que foi entendida. Aquela que te dá broncas e manda você parar de gostar daquele menino que só te fez mal. Aquela que abraçou em silêncio e sentiu você chorar,aquela que ouve quando você está apaixonada e passa horas falando do mesmo assunto, aquela que parece sua mãe, e vive pra te dar conselho. Aquela que te deu o conselho certo, que você não ouviu! Aquela que presenciou o maior mico, segura seu braço quando você tropeça, aquela que irrita, mas que você nao imagina vida sem ela. Aquela que defende você de tudo e de todos. E tem também as melhores amigas, aquelas, que são simplesmente aquelas!

desconhecido
1.1 mil compartilhamentos

Seja Sempre Você

Não espere um sorriso para ser gentil.
Não espere ser amado para amar.
Não espere ficar sozinho para reconhecer o valor de quem está do seu lado.
Não espere ficar de luto para reconhecer quem hoje é importante para você.
Não espere a queda para lembrar-se do conselho.
Não espere a enfermidade para reconhecer quão frágil é a vida.
Não espere ter dinheiro aos montes para então contribuir.
Não espere por pessoas perfeitas para então se apaixonar.
Não espere a mágoa para pedir perdão.
Não espere a separação para buscar a reconciliação.
Não espere elogios para acreditar em si mesmo.
Não espere a dor para acreditar em oração.
Não espere o dia de sua morte sem antes amar a vida!
Seja sempre você, autêntico e único!

Desconhecido
667 compartilhamentos

Compreendi que para ser feliz basta querer...
Aprendi que o tempo cura,
Que a mágoa passa,
Que a decepção não mata,
Que o hoje é reflexo de ontem...
Compreendi que podemos chorar sem derramar lágrimas,
Que os verdadeiros amigos permanecem,
Que a dor fortalece,
Que vencer engrandece...
Aprendi que sonhar não é fantasiar,
Que a beleza não está no que vemos e sim no que sentimos,
Que o valor está na conquista...
Compreendi que as palavras têm força,
Que fazer é melhor do que falar,
Que o olhar não mente,
Que viver é aprender com os erros...
Aprendi que tudo depende da vontade...
Que o melhor é ser nós mesmos...
Que o segredo da vida é VIVER!

Desconhecido
1025 compartilhamentos

Assisti a algumas imagens do velório do Bussunda, quando os colegas do Casseta & Planeta deram seus depoimentos.

Parecia que a qualquer instante iria estourar uma piada. Estava tudo sério demais, faltava a esculhambação, a zombaria, a desestruturação da cena.

Mas nada acontecia ali de risível, era só dor e perplexidade, que é mesmo o que a morte causa em todos os que ficam.

A verdade é que não havia nada a acrescentar no roteiro: a morte, por si só, é uma piada pronta. Morrer é ridículo.

Você combinou de jantar com a namorada, está em pleno tratamento dentário, tem planos pra semana que vem, precisa autenticar um documento em cartório, colocar gasolina no carro e no meio da tarde morre. Como assim? E os e-mails que você ainda não abriu, o livro que ficou pela metade, o telefonema que você prometeu dar à tardinha para um cliente?

Não sei de onde tiraram esta ideia: morrer.
A troco? Você passou mais de 10 anos da sua vida dentro de um colégio estudando fórmulas químicas que não serviriam pra nada, mas se manteve lá, fez as provas, foi em frente. Praticou muita educação física, quase perdeu o fôlego, mas não desistiu.
Passou madrugadas sem dormir para estudar pro vestibular mesmo sem ter certeza do que gostaria de fazer da vida, cheio de dúvidas quanto à profissão escolhida, mas era hora de decidir, então decidiu, e mais uma vez foi em frente.

De uma hora pra outra, tudo isso termina numa colisão na freeway, numa artéria entupida, num disparo feito por um delinquente que gostou do seu tênis.

Qual é? Morrer é um clichê.

Obriga você a sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém, sem ter dançado com a garota mais linda, sem ter tido tempo de ouvir outra vez sua música preferida. Você deixou em casa suas camisas penduradas nos cabides, sua toalha úmida no varal, e penduradas também algumas contas. Os outros vão ser obrigados a arrumar suas tralhas, a mexer nas suas gavetas, a apagar as pistas que você deixou durante uma vida inteira.

Logo você, que sempre dizia: das minhas coisas cuido eu.

Que pegadinha macabra: você sai sem tomar café e talvez não almoce, caminha por uma rua e talvez não chegue na próxima esquina, começa a falar e talvez não conclua o que pretende dizer. Não faz exames médicos, fuma dois maços por dia, bebe de tudo, curte costelas gordas e mulheres magras e
morre num sábado de manhã. Se faz check-up regulares e não tem vícios, morre do mesmo jeito.
Isso é para ser levado a sério?

Tendo mais de cem anos de idade, vá lá, o sono eterno pode ser bem-vindo.
Já não há mesmo muito a fazer, o corpo não acompanha a mente, e a mente também já rateia, sem falar que há quase nada guardado nas gavetas. Ok, hora de descansar em paz. Mas antes de viver tudo, antes de viver até a rapa? Não se faz.

Morrer cedo é uma transgressão, desfaz a ordem natural das coisas. Morrer é um exagero. E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas.

Só que esta não tem graça.

Pedro Bial
2.4 mil compartilhamentos

A Procura da Poesia

Não faças versos sobre acontecimentos.
Não há criação nem morte perante a poesia.
Diante dela, a vida é um sol estático,
não aquece nem ilumina.
As afinidades, os aniversários, os incidentes pessoais não contam.
Não faças poesia com o corpo,
esse excelente, completo e confortável corpo, tão infenso à efusão lírica.

Tua gota de bile, tua careta de gozo ou de dor no escuro
são indiferentes.
Nem me reveles teus sentimentos,
que se prevalecem do equívoco e tentam a longa viagem.
O que pensas e sentes, isso ainda não é poesia.

Não cantes tua cidade, deixa-a em paz.
O canto não é o movimento das máquinas nem o segredo das casas.
Não é música ouvida de passagem, rumor do mar nas ruas junto à linha de espuma.

O canto não é a natureza
nem os homens em sociedade.
Para ele, chuva e noite, fadiga e esperança nada significam.
A poesia (não tires poesia das coisas)
elide sujeito e objeto.

Não dramatizes, não invoques,
não indagues. Não percas tempo em mentir.
Não te aborreças.
Teu iate de marfim, teu sapato de diamante,
vossas mazurcas e abusões, vossos esqueletos de família
desaparecem na curva do tempo, é algo imprestável.

Não recomponhas
tua sepultada e merencória infância.
Não osciles entre o espelho e a
memória em dissipação.
Que se dissipou, não era poesia.
Que se partiu, cristal não era.

Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário.
Convive com teus poemas, antes de escrevê-los.
Tem paciência se obscuros. Calma, se te provocam.
Espera que cada um se realize e consume
com seu poder de palavra
e seu poder de silêncio.
Não forces o poema a desprender-se do limbo.
Não colhas no chão o poema que se perdeu.
Não adules o poema. Aceita-o
como ele aceitará sua forma definitiva e concentrada
no espaço.

Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma
tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta,
pobre ou terrível, que lhe deres:
Trouxeste a chave?

Repara:
ermas de melodia e conceito
elas se refugiaram na noite, as palavras.
Ainda úmidas e impregnadas de sono,
rolam num rio difícil e se transformam em desprezo.

Carlos Drummond de Andrade
200 compartilhamentos

METADE

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio;
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca;
Porque metade de mim é o que eu grito,
Mas a outra metade é silêncio...

Que a música que eu ouço ao longe
Seja linda, ainda que tristeza;
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante;
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade...

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece
E nem repetidas com fervor,
Apenas respeitadas como a única coisa que resta
A um homem inundado de sentimentos;
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo...

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço;
E que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada;
Porque metade de mim é o que penso
Mas a outra metade é um vulcão...

Que o medo da solidão se afaste
E que o convívio comigo mesmo
Se torne ao menos suportável;
Que o espelho reflita em meu rosto
Um doce sorriso que me lembro ter dado na infância;
Porque metade de mim é a lembrança do que fui,
A outra metade eu não sei...

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
para me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais;
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço...

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer;
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção...

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade... também.

Oswaldo Montenegro
9 mil compartilhamentos