Coleção pessoal de ednaidegp

1 - 20 do total de 57 pensamentos na coleção de ednaidegp

Creio no melhor das pessoas até que me prove o contrário.

ednaidegp
1 compartilhamento

MATURIDADE
Ednaidegp
A gente pensa que quando chegamos a certa idade, não voltamos a passar por certas coisas, que “jamais” voltaremos a cometer os mesmos erros do passado, acreditamos que a experiência de longas datas de vida nos dar essa imunidade. Será?
Seriamente, olhando por outro ângulo vejo o contrário, percebo que é exatamente nesse estágio a permissão de voltar atrás com maior intensidade, nos damos o “luxo” de dizermos e entendermos o quanto vivenciamos várias histórias, fazemos jus de uma caminhada que está numa trajetória para o fim... Mas o fim do que? Certamente por um fim na ilusão da perfeição.
A maturação é a segurança de nossas prioridades, erramos e repetimos quantas vezes for necessário, pois perdemos o medo e a ingenuidade de como somos visto pelo o “outro” para valorizarmos como somos visto por “nós mesmos”. Deixamos de ver como os outros e enxergamos pelos outros... Colocar-se no lugar alheio é no mínimo o respeito às diferenças e é por sermos um ser singular que fortificamos o direito de errar.
Quais nossas limitações? Até onde podemos ir? Vencer nosso ego permitir-se apreciar o que não sabemos por que ainda podemos aprender, não nascemos sabendo de tudo e não vivemos numa ignorância absoluta, todos os dias aprendemos, todos os dias temos a chance de mudar, reconhecer.
Cada aprendizagem, por menor que seja ajuda-nos a ultrapassar o número de páginas de um livro de papel à autenticidade das páginas do livro da vida.

ednaide gomes de paiva
1 compartilhamento

"Cada aprendizagem, por menor que seja ajuda-nos a ultrapassar o número de páginas de um livro de papel à autenticidade das páginas do livro da vida".

ednaide gomes de paiva
1 compartilhamento

As pessoas aparecem em nossa vida por alguma razão, umas simplesmente surgem e se vão, outras aparecem e deixam saudades, e existem aquelas que entram num simples momento e permanecem para o resto de nossas vidas... Essas pessoas, cada qual com seu propósito, cada qual com seu mérito, possuem diferentes valores, possuem um lugar em nosso coração em nossa mente.
Umas nos trazem dores, outras nos trazem Amores.
As páginas de nosso livro todos os dias são rabiscados, historias que nos ensinam, nos transformam, nos levam ao chão, nos erguem...
Cada palavra, cada gesto, cada sorriso, cada lágrima, cada silêncio, são diferentes estações que podem pegar surpreendentemente a nossa pessoa e com uma força extraordinária de mudanças, as vezes pra melhor, noutras ao desassossego.
A pessoa é responsável pelo que cativa... Nas palavras, num gesto, na presença, na ausência. A brincadeira pode se transformar na maior de todas as verdades e as verdades no melhor "lúdico" vivido, o que fazemos ou deixamos de fazer é verdadeiramente a diferença, o mundo sofre mudanças na medida que as pessoas também se modificam, o resultado disso são de total responsabilidade de cada um de nós.

ednaide gomes de paiva
1 compartilhamento

O pensamento pode não mudar as coisas mas as coisas podem ser pensadas...

ednaide gomes de paiva

O QUE VOCÊ DESEJA?
Ednaidegp

O que de fato leva um "Homem" a ser diferente?
O que é ser Singular? O que é amar incondicionalmente?
O que é fazer jus da maior dádiva: A vida?
Perguntas e mais perguntas surgem quando entramos no nosso respeitável mundo interior, no nosso mais profundo segredo ou na nossa maior incerteza. A minha busca e a sua busca ao que desejamos de fato torna-se um leque, vários nortes, um emaranhado de desejos, por que o bem é algo grandioso e ninguém de sã e perfeita saúde encontra uma única resposta a uma pergunta tão simples e ao mesmo tempo tão extraordinariamente gigantesca: O que você deseja?
Eu posso desejar uma única coisa e a mesma ser várias, eu posso não desejar nada e esse nada ser maior do que qualquer outro desejo, eu posso desejar muitas coisas e no final está num enorme vazio, eu posso achar que já realizei meu desejo e a conclusão disto ser apenas o que eu não sei o que quero... E a frase: "o que você deseja?" vai permanecer.
Eu e você e quem quer que seja estamos muito longe para responder.
Ainda buscamos o progresso como um "ser", não somente um ser "humano" mas muito mais além dessa singela denominação, ainda estamos engatinhando na compreensão do que sentimos, por que a leitura desse mundo é muito mais profundo.
Desejar? O que? Talvez o meu desejo seja medíocre na sua compreensão, no que você defende como "valor", e o que são valores? O que você valoriza é necessariamente o mesmo que eu?
Eu sou uma gota do oceano na minha verdade e você na sua individualidade com sua verdade é outra gota desse mesmo oceano, e, juntando a minha a sua e a dos demais tornaremos o oceano completo, mas mesmo assim será que chegaremos a resposta? O que você deseja?...

Ednaide gomes de paiva
1 compartilhamento

"Fazer de coração..." Uma frase que nos pede a incondicionalidade, portanto a amplitude desse ato nos renega o ego.

Ednaide gomes de paiva

Se alguém deixa de fazer o seu melhor abre espaço para outro alguém não fazer o BEM.

Ednaidegp
1 compartilhamento

O que eu faço é uma gota no meio de um oceano. Mas sem ela, o oceano será menor.

Madre Teresa de Calcutá
2 mil compartilhamentos

NOITE
Ednaide Gomes de Paiva

Basta fechar os olhos,
Revivo cada momento,
Cada instante,
Suspiro, sorriso,
Abraço...
E como uma melodia,
Sua fala transforma-se em ar,
Ar que me dar vida,
Forças que enfrenta o mundo.
Se"fazemos Amor",
Eu já venci,
Sou vitoriosa,
Guerreira...
Apertar-me junto ao seu corpo,
Tira-me as forças,
Deixa-me frágil,
Necessitada de ti,
Da sua garra de "Homem",
Animal silvestre...
Sou tua na nossa verdade,
Pertenço a seu habitat,
Sinto prazer em sua proteção,
Abrigo-me no sentimento,
Ainda sem nome,
Por insegurança ou temor,
E quando for denominado,
Na certa não será só meu,
A recirpocidade existirá.
Que noite, que momento feliz,
Eu e você,
A procura de viver,
No ontem, no hoje, para sempre.

Ednaide Gomes de Paiva

DIREITO
Ednaide Gomes de Paiva

Qual o meu?
Qual o seu?
Até onde posso ir?
Incógnitas...
Dúvidas no ar,
Quer me sufocar,
Maltratar,
Distanciar,
Impedir... Não vou permitir.
No início, pavor,
No caminho, desejo,
Quero perder o medo,
Fazer valer algo que começou,
E como não busquei,
Deixo ficar,
Quero te amar,
Fazer-te feliz,
Realizar sonhos,
Dar o melhor de mim.
Sendo assim,
Uso das minhas forças,
Divido você com o mundo,
Serei menos egoísta,
Saro todas as feridas,
Vivo a nossa vida,
De uma forma ou de outra,
Num dia em outro não,
Na certeza, na escuridão,
E enquanto o silêncio domina,
Perdoi-me senhora "Razão",
Dessa vez vai ser negada,
Para ouvir a voz do coração.

Ednaide Gomes de Paiva

AMO BEIJAR VOCÊ...

E em poucas palavras meu coração dispara,
Como uma melodia nunca esquecida,
Torna-se infinito tudo que foi dito,
Envolve de luz a minha escura saudade...
E como menina regresso no sonho,
Agarro com medo pra não partir,
Será que você ficará comigo?
Não quero esconder,
Prefiro dizer,
Sem temer a verdade,
Sem temer o amanhã...
E o mundo torna-se pequeno,
Porque o querer é enorme,
O calor sobe,
O sangue corre,
E os olhos fecham.
Deito-me pra te encontrar,
Imagino seu abraço,
O peso do teu corpo,o cheiro e o suor,
A pele que brilha na beleza da idade,
E sem perceber ela me dar vida.
Se você ama meu beijo,
Isto é mais que um desejo,
Porque o amor não vem só,
Ele trás com ele muito mais,
A força de um gigante,
O poder do imperador
E o infinito de várias vidas.

Ednaide Gomes de Paiva

TEMOR A FELICIDADE

Aprendi a viver com a tristeza,
Aceitar a dor,
Vencer as dificuldades,
Suportar a solidão,
Sair da escuridão...
Registrei os fatos como alicerce,
Amadureci nas experiências da vida,
Só não encontrei o rumo,
Para conviver com a felicidade,
Sinto-me menina,
Sinto-me frágil.
Quero receber como mérito,
Mas me perco nesse mistério,
Choro, não nego...
Vejo-me num beco sem saída,
Estranha vida...
Quero gritar,
Quero pedir socorro...
Estenda a mão por favor,
Salve-me do pavor,
Não me deixe só,
Não me deixe sentir sua ausência,
Isto me torna pequena,
Necessito da certeza,
Dias, horas, semanas,
É mais do que eu possa suportar,
Então não vá,
Diga que está aqui,
Mostre-me seu amor,
Lute comigo,
Corra perigo,
Enfrente o mundo se for preciso,
Seja o último,o único, o infinito.
Nesse desespero entendo o meu medo,
É você meu segredo,
Que quebra meu rochedo,
Em pequenas partículas,
Dando nome a felicidade.

Ednaide Gomes de Paiva

CUMPLICIDADE

Entro e saio,
A casa parece ter crescido,
Deito e levanto,
A cama causa espanto,
Leio e releio,
Não entendo nada,
Tento não averiguar,
Impossível...
É mais forte do que eu,
O celular tornou-se alimento,
O final de semana teima em demorar,
Insuportável situação,
Faz uma enorme confusão,
Minha mente transforma-se em redemoinho,
E nesse caminho,
Aumenta as forças,
Quase meio louca,
De anseio por te...
Reparo o dia esperando o anoitecer,
Cadê você?
É cruel demais...
Sem esquecer sua fala,
De conforto, exata,
Reforça a sua amada,
Torna-me muito mais tua,
Amplia o horizonte,
Branda o coração,
Crendo na "tranquilidade",
Na nossa cúmplice idade,
Na alegria e intensidade,
Da companheira frugalidade,
Porque tudo que é simples,
Cria um laço de verdade.

Ednaide Gomes de Paiva

Existem mais segredos entre o céu e a terra do que nossa simples capacidade de analisar e criticar... O mundo é de forma circular mostrando claramente que todos os dias podemos voltar ao ponto de partida, por que nunca sabemos o que passaremos no dia seguinte...
A única certeza que podemos ter é o segundo que vivemos nesse exato momento.
Ednaide Gomes de Paiva.

Ednaide Gomes de Paiva

MEU ERRO..
Ednaide Gomes de Paiva

Andando dentro de mim,
Perco-me em conflitos,
Sinto que vou enlouquecer-me...
Consciência acusa,
Dilacerando meu mundo.
Eu quero... Como quero!
Fico numa escuridão...
Encontrei você e meu mundo se partiu,
Tudo começou dentro de segundos,
Não percebi, já era tarde demais,
Sinto-me incapaz,
Forças, falta-me...
Como dizer não a o que eu sempre quis?
Como te deixar partir?
Fingir?
Sangra meu ser... Quero você!
Fecho os olhos e é impossível,
Sua presença se faz cada vez mais...
Como se não bastasse,
Sou dominada por sua impetuosidade,
Por sua determinação máscula...
Quero me sentir frágil,
Perdida sem rumo,
Cercada por seus dotes,
Presa a seu labirinto.
Abarca-me como menino,
Homem ou animal,
De-me um norte,
Torna-me passaporte,
De um tudo singular,
Não esqueci e não esqueço,
Você é o meu erro,
E assim mesmo, quero errar.

Ednaide Gomes de Paiva

SEGREDO

Existe um bloqueio em mim,
Sinto que algo impede,
Sinto que nao devo,
Sinto que é segredo,
Pertence somente a mim...
Sempre expressei meus sentimentos,
Deixei ir muito mais além,
Não temi,
Não me acovardei,
Fui forte,
Persistente...
Mas há algo diferente,
Aqui dentro do meu ser,
Pedi silêncio,
Obriga a se fazer nulo nos escritos,
Fecha-se como ostra,
Derruba minha fortaleza,
Deixa-me momentaneamente perdida.
O saara é mais que reflexo,
Um deserto teima em dominar.
Eu quero mas não consigo expor,
Esse sentimento ainda sem nome,
Cercado de incógnita,
Mas bravo,
Como um destemido "Urso Selvagem"...
É nesse mundo silvestre,
Que vive meu personagem atual,
Surgiu do nada,
Aproximou-se obscuro,
Permanece firme.
Mostra-me um valor não conhecido,
Habita-me como algo de brio,
Pedi-me sem falar pra ficar,
Basta um olhar,
E eu... Não encontro forças para recursar.

Ednaide Gomes de Paiva

DE NOVO...
Ednaide Gomes de Paiva

Mais uma vez estou no meu deserto,
Mais uma vez estou perdida,
Volta e meia entro nessa escuridão,
Qual razão? O que me atrai?
Estou falecendo,
Aos poucos não restará nada,
Vou ter que ficar em vão.
Não quero mais a beleza,
Não quero a juventude,
Não quero ser independente,
Inteligente... Quero só ser gente.
Grito e ninguém escuta,
Não consigo fazer ler meu ser,
Algo forte demais abate-me,
O que há de errado? O que fiz?
O ar que respiro falte-me,
A dor persiste.
E como pequenas gotas de água,
Vai secando o meu mar...
Estou a me afogar,
Asfixiando-me na profunda tristeza.
Pedir socorro, levantar do chão,
Sorrir, recomeçar...
Tudo de novo... Não dar!
Assim... Só me resta chorar.

Ednaide Gomes de Paiva

Uma águia gosta de sentir-se livre... Mas sua beleza só se ver em pleno voo. Conseguir desfrutar desse momento é saber perceber com sensibilidade como atingir seu ápice.
Ednaide Gomes de Paiva.

Ednaide Gomes de Paiva

Existem homens que tem a capacidade de nós fazer sentir, lindas, gostosas, irrestíveis... mas, dessecada anatomicamente, separando corpo e mente,.. Outros vão mais além, tem uma enorme e fabulosa capacidade de nos fazer sentir impar...Maravilhosamente mulher, Tornando-nos admiradoras profunda do pronome possessivo "sua".
Ednaide Gomes de Paiva.

Ednaide Gomes de Paiva