Coleção pessoal de DouglasLemos

1 - 20 do total de 426 pensamentos na coleção de DouglasLemos

Os corpos quentesbrilham juntosna ecuridão,a mão se movepara o centroda carne ,a pele tremena felicidadee a alma sobefeliz até o olho -

Allen Ginsberg
72 compartilhamentos

Não há intensidade de amor ou sentimento que não envolva o risco de uma dor incapacitante. É um dever assumir esse risco, para amar e sentir sem defesa ou reserva.

William S. Burroughs

Sua mente vai responder a maioria das perguntas se você aprender a relaxar e esperar pela resposta.

William S. Burroughs
72 compartilhamentos

Todos os homens sonham: mas não do mesmo jeito. Aqueles que sonham de noite nos recessos empoeirados de suas mentes acordam no dia seguinte para descobrir que seus sonhos eram vaidades: mas aqueles que sonham de dia são homens perigosos, pois podem atuar em seus sonhos com os olhos abertos para torná-los realidade.

T. E. Lawrence
22 compartilhamentos

Gosto de dizer ainda que a escrita é para mim o movimento de dança-canto que o meu corpo não executou, é a senha pela qual eu acesso o mundo.

Conceição Evaristo

A voz de minha mãe ecoou baixinho revolta no fundo das cozinhas alheias debaixo das trouxas roupagens sujas dos brancos pelo caminho empoeirado rumo à favela. A minha voz ainda ecoa versos perplexos com rimas de sangue e fome. A voz de minha filha recolhe todas as nossas vozes recolhe em si as vozes mudas caladas engasgadas nas gargantas. A voz de minha filha recolhe em si a fala e o ato. O ontem – o hoje – o agora. Na voz de minha filha se fará ouvir a ressonância o eco da vida-liberdade.

Conceição Evaristo

Quero ser lida em profundidade e não como distração, porque não leio os outros para me distrair mas para compreender, para me comunicar. Não quero ser distraída. Penso que é a última coisa que se devia pedir a um escritor: novelinhas para ler no bonde, no carro, no avião. Parece que as pessoas querem livrar-se assim de si mesmas, que têm medo da ideia, da extensão metafísica de um texto, da pergunta, enfim

Hilda Hilst
11 compartilhamentos

Às vezes tudo que você precisa são de 20 segundos de uma coragem insana. Literalmente 20 segundos de bravura destemida. E eu lhe prometo, algo maravilhoso virá disso.

Benjamin Mee
93 compartilhamentos

A personalidade é uma máscara que esconde o ser divino que vive em todo mundo. Quanto mais se rejeita a personalidade, mais se manifesta o princípio divino.

Conde Leon Nikolaievitch Tolstoi

A poesia é o desafio do não-dizer, a impossibilidade de dizer algo. A matemática tem semelhança com esse estado de ser. Em ambas há manifestação do divino, algo tão perfeito que transcende tudo.

Hilda Hilst

Se Te PertençoSe te pertenço, separo-me de mim. Perco meu passo nos caminhos de terra E de Dionísio sigo a carne, a ebriedade. Se te pertenço perco a luz e o nome E a nitidez do olhar de todos os começos: O que me parecia um desenho no eterno Se te pertenço é um acorde ilusório no silêncio.E por isso, por perder o mundo Separo-me de mim. Pelo Absurdo.

Hilda Hilst

A minha Casa é guardiã do meu corpo E protetora de todas minhas ardências. E transmuta em palavra Paixão e veemência E minha boca se faz fonte de prataAinda que eu grite à Casa que só existo Para sorver a água da tua boca. A minha Casa, Dionísio, te lamenta E manda que eu te pergunte assim de frente: A uma mulher que canta ensolarada E que é sonora, múltipla, argonauta Por que recusas amor e permanência?

Hilda Hilst

Amar É coisa de morrer e de matar... Mas tem som de sorriso.

Hilda Hilst
10 compartilhamentos

IQue este amor não me cegue nem me siga. E de mim mesma nunca se aperceba. Que me exclua do estar sendo perseguida E do tormento De só por ele me saber estar sendo. Que o olhar não se perca nas tulipas Pois formas tão perfeitas de beleza Vêm do fulgor das trevas. E o meu Senhor habita o rutilante escuro De um suposto de heras em alto muro. Que este amor só me faça descontente E farta de fadigas. E de fragilidades tantas Eu me faça pequena. E diminuta e tenra Como só soem ser aranhas e formigas. Que este amor só me veja de partida.IIE só me veja No não merecimento das conquistas. De pé. Nas plataformas, nas escadasVIISabenças? Esqueci-as. Livros? Perdi-os. Perdi-me tanto em ti Que quando estou contigo não sou vista E quando estás comigo vêem aquela.VIIIAquela que não te pertence por mais queira Saber-se pertencente é ter mais nada. É ter tudo também. É como ter o rio, aquele que deságua Nas infinitas águas de um sem-fim de ninguéns. Aquela que não te pertence não tem corpo. Porque corpo é um conceito suposto de matéria E finito. E aquela é luz. E etérea. Pertencente é não ter rosto. É ser amante De um Outro que nem nome tem. Não é Deus nem Satã. Não tem ilharga ou osso. Fende sem ofender. É vida e ferida ao mesmo tempo, “ESSE” Que bem me sabe inteira pertencida.IXIlharga, osso, algumas vezes é tudo o que se tem. Pensas de carne a ilha, e majestoso o osso. As mós do tempo vão triturando Tua esmaltada garganta... Mas assim mesmo Canta! Ainda que se desfaçam ilhargas, trilhas... Canta o começo e o fim. Como se fosse verdade A esperança.

Hilda Hilst
13 compartilhamentos

Ama-me. Ainda é tempo. Interroga-me. E eu te direi que nosso tempo é agora. Esplêndida de avidez, vasta ternura Porque é mais vasto o sonho que elaboraHá tanto tempo sua própria tessitura.Ama-me. Embora eu te pareça Demasiado intensa. E de aspereza. É transitória se tu me repensas.

Hilda Hilst
227 compartilhamentos

Antes que o mundo acabe, deita-te e prova Esse milagre do gosto Que se fez na minha boca Enquanto o mundo grita Belicoso... E nos cobrimos de beijos E de flores... ...antes que o mundo se acabe. Antes que acabe em nós Nosso desejo.

Hilda Hilst
60 compartilhamentos

Há sonhos que devem permanecer nas gavetas, nos cofre, trancados até o nosso fim. E por isso passíveis de serem sonhados a vida inteira.

Hilda Hilst
298 compartilhamentos

Você nunca conhece realmente as pessoas. O ser humano é mesmo o mais imprevisível dos animais.

Hilda Hilst
516 compartilhamentos

Costuro o infinito sobre o peito.

Hilda Hilst
39 compartilhamentos

Amamos tanto E a perda é cotidiana e infinita.

Hilda Hilst
40 compartilhamentos