Coleção pessoal de DinhaBaena

1 - 20 do total de 39 pensamentos na coleção de DinhaBaena

Acróstico CÍRIO....

(C)aninhando e cantando,
(I)nvocando vou seguindo.
(R)ezando e rogando,
(I)ntercessão vou pedindo...
(O)h, Virgem Maria! Rogai a Deus por TODOS de minha família!

Dinha Baena

Se te interessar, me interesso pelo o que acho interessante!
Não me interessa o interesse de pessoas interesseiras... Deixo para os interessados!!

Dinha Baena

Mãe... Não atentei que: Tuas noites mal dormidas, as dores sem queixas, os longos suspiros, os sussurros isolados, as lágrimas solitárias, os olhares distantes, as palavras ao vento... A TUA RESIGNAÇÃO, eram expressões de que estavas partindo!

Dinha Baena

É lamentável... E lamento ter que lamentar!
Mas seguirei lamentando de saudades... Por quem viveu de lamentações!

Dinha Baena

Mãe... Sinto tanto a sua falta, principalmente do seu amor! Do amor puro e verdadeiro, sem cobranças, e sem segundas intenções que trocávamos...
Alguns irmãos achavam que a gente se dava bem, porque 'gostávamos de conversinhas', algumas vezes sim, haviam 'conversinhas, para nos apoiar e nos defender de pessoas que sentíamos não gostar da gente, e dos ataques verbais muitas das vezes de quem deveria também, amar e defender!
Mas o auge deste amor, além da cumplicidade, era a transparência do sentimento, cheio de carinhos, cafunés, cheiros, beijos, palavras bem'ditas, gostosas risadas, brincadeiras molecas... Gestos simples e sinceros.
Só lamento por quem 'deu' e não fez questão de receber. Você mãezinha, era só amor e perdão. Qualquer um de nós poderia (e deveria) ter experimentado um pouco mais de sua mansidão...
Alguns quase perderam da senhora o que uma mãe tem de mais gostoso e protetor, o colo (salvos por termos nascidos de seu ventre!)... E o seu colo mãe, era completo, cheio de amor, carinho e ternura... Bastava!!

Dinha Baena
1 compartilhamento

Me perdoa mãezinha, pelo o que deixei de fazer... Te prometi coisas que devia ter feito a tempos; mas fiquei presa, apegada na minha 'vidinha medíocre', e não te priorizei. Não dei importância para teus pedidos, teus conselhos...
Perdoa por não ter ido morar contigo quando preocupada com minha situação dizias: "Vem morar comigo, minha filha!"... E eu no meu egocentrismo, te deixei para escanteio. Queria resolver minha vida, meu casamento, priorizava meus filhos, e te respondia: Depois... Se... Quando...
Em nossas conversas, falavas da morte com medo dela, de estando só, dormir e morrer sozinha, parecia pre-sentir ela te rondando. Mas mesmo com medo da solidão, querias continuar morando em tua casa, a casa que tinhas tantos projetos, que sozinha, não pudestes realizar. Nem mais tinha forças para limpar e arrumar tua 'santa bagunça' (Como dizias sobre).
De minha parte, fui imprudente!... Não cuidei de meu grande amor!... De meu mais puro, sincero e melhor amor!!

Dinha Baena

Eu juro que é melhor não ser, a normal...
Prefiro não querer pensar: "Eu sou a tal".
Sim sou muito louca!... E por ser assim, querem me censurar.
Mas não sou a única, e não são os "sãos", que vão me condenar.
Pois louco é quem me diz, quem julga e pensa ser meu juiz.

Dinha Baena

Hoje..

Quem dera eu estivesse nascendo hoje!... Pois se assim fosse, eu estaria recebendo dádivas, sendo protegida com os cuidados de meus pais, e sendo nutrida do amor e do carinho deles... Quem dera eu estivesse nascendo hoje!!...
Quem dera se hoje fosse de fato o "meu dia", e que eu tivesse autoridade sobre ele... Ordenaria que todos os meus sonhos possíveis e impossíveis se realizassem... E se real fosse, traria papai e mamãe de volta, e decretaria que todos os meus dias fossem como hoje!
Como a vida pertence a Deus...
Pedirei a Ele, que eu renasça hoje;
Que eu viva hoje como se fosse o meu primeiro dia de vida;
Que eu enfrente a vida hoje, de cabeça erguida;
Que eu consiga de cabeça erguida, viver hoje, amanhã e sempre, renascendo como hoje;
E que assim como hoje, todos os dias, eu receba as bençãos do céu... Sob a proteção de Deus, a intercessão de Maria, e sob o olhar e o amor de meus pais... Amém!!

Em: 26/03... Data do meu aniversário! ^^

Dinha Baena

Meu pai foi atropelado para a morte..
Jamais esperávamos esta má sorte!
Ele, tão cheio de vitalidade...
Foi ao encontro desta triste fatalidade!
Para resolver as coisas era avexado...
A noite, de bicicleta, saiu apressado!
Na volta, foi pego pelo destino...
Oh, Deus!... Cuida deste 'velho menino'!!

Dinha Baena

Meu coração ainda chora...
Minha ferida ainda sangra...
O hematoma deixado em meu peito, nunca cicatrizará!
Saudade doída de meus amores, que nunca findará​!
Eternamente... Meu pai, minha mãe!!

Dinha Baena

Nunca conheci pessoalmente alguém que fosse tão humana, quanto minha mãe!... Nem seus 'defeitos e pecados', apontados durante toda sua vida, foram motivos para manchar sua hombridade, pois a grandeza de sua alma boa, superava qualquer acusação de pessoas sem melhores condutas...

Dinha Baena

A verdade é que vivíamos nossa vida, esquecídos que papai e mamãe viviam lá... Agora que estão mortos, eles 'vivem' impregnados em nossos remorsos!

Dinha Baena

Mamãe vivia doente, solitária... Desprezada!
Víamos, sabíamos, e achávamos normal.
Vivíamos nossa vida distante dela...
E por ela morar só, buscando sossego e paz, alguns a 'culpávam' de não querer companhia ou tratamento... MENTIRA!!
A verdade é que nenhum de nós queria carregar "este fardo".
Agora que ela morreu, não querem ouvir falar dos fatos reais, nem ver registros tristes dela com vida, querendo apagar da memória nossa *culpa... COVARDES!!
É louvável *senti-la, quem sabe assim, não a colocamos no lugar onde deveríamos antes... NO TOPO DE NOSSOS SENTIMENTOS!!

Dinha Baena

Trecho adulterado da música: Como nossos pais, de Belchior.
Feito em: 13/10/2016

♫..."Hoje eu sei que quem me deu a idéia,
De uma nova consciência e atitude...
Foi embora, levada por Deus, pra junto de papai!
Minha dor é perceber, que apesar de a outra ter feito tudo o que fez...
Teremos que ser os mesmos, e vivermos... Sem os nossos pais!
Mas seus ídolos ainda são os mesmos, e as aparências não enganam não...
Alguns fingem, que quando mamãe era viva, não a substituíam por ninguém.
Vocês podem até dizer que eu tô por fora, ou então que eu tô inventando;
Mas são vocês que amam este passado e que não vêem!"...

Dinha Baena

Pai... Mãe... Hoje eu sei porque a um tempo atrás eu não queria vêlos ir embora;
Eu temia sentir essa dor que estou sentindo agora;
Temia 'perder os amores meus,
Temia dizer adeus...
Hoje, o sono não me encontra;
A saudade me maltrata;
A minha mente não descansa;
O tempo não passa;
Meu riso perdeu a graça...
Difícil olhar para trás e saber que o tempo não retorna;
Difícil é lembrar e só conseguir chorar;
Difícil não entender e tentar explicar;
Difícil é saber e não querer acreditar!
Sempre, e para sempre... Amo vocês!
Saudades Eternas!!
Papai ( † 12/11/2014 )
Mamãe ( † 07/09/2015 )

(Editado/Autor desconhecido)

Dinha Baena

Pai... Mãe... Vocês partiram, e deixaram a saudade para nos fazer companhia!

Dinha Baena

Nem todo dinheiro de ALGUNS anos de labuta dos filhos, compensa TODOS os anos de uma vida de amor e dedicação de um pai e uma mãe...

Dinha Baena

...Fez o trabalho, "deu um tiro no pé", errou a meta. Mas não sossegou enquanto não concluiu o seu objetivo.
Qual?... Aniquilar seu alvo.
Como?... 'Desvirtuando a moral alheia', 'deturpando palavras', 'contaminando ambientes', 'intoxicando afetos', 'envenenando sentimentos'... Destruindo relacionamentos!

Dinha Baena

"Se amar demais e defender quem amo é loucura... Então, não quero cura, prefiro ser a'normal!"

Dinha Baena

Sou pensadora;
Sim, sou pensadora porque penso...
Certo ou errado; mas, penso!

Dinha Baena