Coleção pessoal de Diariodeumcravo

1 - 20 do total de 355 pensamentos na coleção de Diariodeumcravo

Amores

Amor incondicional é o amor de Deus,
Pois cobre cristãos, espíritas e árabes,
Tal Amor, sempre amará você e eu,
Falo de um AMOR ágape.

Há o amor de irmãos,
Que todos devem possui-lo,
Pois faz bem ao coração,
Tal amor é philos.

Um amor de um homem e uma mulher,
Sensual,como uma dança de bolero,
Sentimento louco,que todo ser quer,
Esse amor é o eros.

Ágape, philos e eros,
Amores presentes em todo o universo,
O pilar de uma vida,o marco zero,
A caminhada,construção de um progresso.

Progresso de uma felicidade,
De uma paz e da alegria,
De um amor pleno de verdade,
De uma força sublime ,que contagia.

O amor faz um descompasso,
Nas duras batidas de um coração,
O mesmo cura o devasso,
E dá mais fogo as paixões.

O amor pode curar,
As doenças de um coração,
Basta tentar e procurar,
Se libertando da escravidão.

Lourival Alves

Lourival Alves

Mergulho

Esqueça do poderio do mundo,
Concentre-se somente em vencer,
Mergulhe na gruta,lá no fundo,
Não se importe em se perder.

Perder-se nas perguntas do seu eu,
Encontrar-se nas respostas da imaginação,
Em silêncio à sós com Deus,
Ouvindo as batidas do seu coração.

O silêncio é uma conversa,
Do seu eu com a sua alma,
Tem que mergulhar profundo e seguir na ordem inversa,
Necessário é,ter muita calma.

Ser um monge na paciência,
Um ermitão, na infinita sabedoria,
Pois no silêncio se tem ciência,
A paz e também a harmonia.

O mundo às vezes é cruel,
Portanto, é necessário se recolher,
Na solidão amarga, como fel,
Com um único objetivo de aprender.

Aprender sobre o intangível,
Forças que regem a consciência,
Energias com fórmulas infalíveis,
O resgate do ser na inocência.

Inocência feliz de uma criança,
Onde a pureza e a verdade são companheiras,
Acreditar e ter muita esperança,
Tendo a justiça como principal bandeira.

Lourival Alves

Lourival Alves

Coisa boa

Pense em uma coisa boa....
Adicione à essa coisa, carinho,
Não fique de bobeira e atoa,
Enfrente os teus caminhos de espinhos.

Existe uma infinidade de beleza,
Nesse lindo e vasto universo,
Muitas verdades e incertezas,
Nas entrelinhas desse verso.

Agora caminhe em direção a um espelho!!!
Procure por algo essencial,
Embrenhe no todo,seja pentelho,
Consegues avistar algo especial?

Você é essa imagem,entendeu?
Simples assim, pode crer,
Quisera penetrar os sonhos teus,
Mergulhar no êxtase do teu prazer.

Deixe-me percorrer as tuas estradas,
Desvendar teus mistérios e tuas curvas,
Encontrar no final dessa jornada,
Embriagar-me com tuas doces chuvas.

Deixe-me beber em tuas fontes,
Encantar-me com teu lindo sorriso,
Escalar os teus belos montes,
Você é tudo aquilo que eu preciso.

Deixe-me,navegar em teus lindos oceanos,
Explorar todos os teus tesouros escondidos,
Contemplar esse lindo ser humano,
Ser fisgado e flechado pelo cupido.

Lourival Alves

Lourival Alves

Decidi

Decidi não chorar por amores,
Não expressar minhas dores,
Seguir na estrada da vida semeando flores,
E no final da estrada,dizer! Acabou de verdade, mas não guardo rancores.....

A vida é um monte de emaranhados,
As atitudes são os caminhos,
As decepções são sombras do passado,
Que machucam a alma como espinhos.

Então não devemos lembrar,
Daquilo que nos faz o mal,
É preciso caminhar e nunca parar,
Temperar-se, como o sal.

O sal dá vida aos alimentos,
Sem ele a vida fica sem gosto,
Fazer o certo à todo momento,
Mostrar à alma e também o rosto.

Ser transparente como água,
Tendo coragem de Expor a sua essência,
Pregos contidos na grande tábua,
Faz o despertar da inocência.

Inocência bonita e perdida,
Nas dificuldades dessa estrada,
Mas a caminhada tem de ser rompida,
Ao findar de mais uma jornada.

Jornada de um dia escaldante,
Almejando sempre o objetivo final,
Rompendo barreiras e sendo perseverante,
Despertando-se e sendo racional.


Lourival Alves

Lourival Alves

Três mulheres

Que você seja sempre essa flor,
Com essência de cereja,
Que cativa com o amor,
Tudo que o meu coração deseja.

Uma sereia encantada,
Que mora no grande mar
De pele macia e dourada,
Sua beleza me faz sonhar.

Deusa grega, minha Afrodite,
Somente do bem esteja cercada.
Sua essência no amor, consiste,
Seja sempre minha namorada.

No teu amor que ainda resiste.
Menina,sereia do oceano,
Deusa grega,minha Afrodite, 
Sentimento forte quase insano.

Mulheres com poderes sobre o amor humano,
Na sedução, possuem um lado forte,
Ao sentimento,conseguem gerar algum dano,
Acredito, que eu tive muita sorte.

Deusa, menina e sereia,
Três lindos e encantadores seres,
Com os pés quentes a caminhar na areia,
Paixão e fogo dos prazeres.

Aguçando o sentimento que me permeia,
Com toda a força de uma palavra bonita,
Despertando um fogo, que me incendeia,
Os seus dizeres mágicos, me agita.

Lourival Alves

Lourival Alves

Nascer,viver e morrer

Nascer,viver e morrer,
Amar,deixar e talvez se enganar,
Entender,crescer e renascer,
E desse pó se recriar.

Um começo e um fim,
Alegrias e tristezas,
Um não e um sim,
Escuridão e clarezas.

O sol e a lua,
Sobre os rios e o mar,
Como um barco que flutua,
São as formas do pensar.

Sentimento que dói na alma,
Por não sabermos como curar,
Necessário ter muita calma,
Seguir em frente e caminhar.

Caminhar nas alturas do pensamento,
Ou nas profundezas de um oceano,
Enfrentar a dor e o sofrimento,
Expressar todo o seu lado humano.

Descrever toda a sua integridade,
Retirando do fundo do âmago, a última energia,
Transparecer toda a sua verdade,
Causando a iquieta alma,uma doce harmonia.

Mundo que  se nasce,
Mundo que encara uma vida,
Mundo cruel e cheio de disfarces,
Mundo de descidas e subidas

Lourival Alves

Lourival Alves

Ódio e o amor

O ódio e o amor,
São grandes amigos,
Ambos causam imensa dor,
E podem deixar um coração ferido.

Um necessita do outro para vencer,
Embora tenham a mesma essência,
Um tem que nascer para o outro morrer,
Para se libertar de uma inocência.

Futilidades de um sentimento,
Tão forte e sedutor,
Que nos arrebata para o tormento,
Em um mundo desolador.

É preciso amar,
Às vezes,necessário odiar,
Para poder se libertar,
E de novo,voltar à sonhar.

É preciso amar,
Todos os dias infinitamente,
Sem a vergonha de chorar,
Como uma criança inocente.

Ame,lute e cuide,
Entenda,surpreenda e arrependa,
Lute,curte e mude,
Não faça da solidão uma prenda.

É preciso você ser,
Caminhar a estrada da esperança,
Esquecer todo o ter,
E voltar à amar como criança.



                                  Lourival Alves

Lourival Alves

Um tempo

Às vezes eu pedia a Deus,
Um sinal ou algum sentido,
Nesses loucos pensamentos meus,
Pois estava desanimado e perdido.

Então; Ele, a você me apresentou,
Confesso que eu tinha alguns medos,
Mas nesse momento,tudo começou,
Fomos revelando nossos segredos.

Um ano ao teu lado,
Passou tudo tão ligeiro e emocionante,
É tão mágico ser teu namorado,
Nunca tinha vivido isso antes.

Obrigado por me amar,
Sou um grão de areia na plenitude de tuas montanhas,
Como garimpeiro, foi uma surpresa te encontrar,
E encontra-la, foi minha maior façanha.

O sentido pra tudo isso, é transparência,
O combustível essencial é a admiração,
Maturidade ao invés da inocência,
Sabedoria na discussão.

O amor é algo sublime,
Que brota no coraçao dos puros,
Daquele que luta e jamais se exime,
Daquele que tem a coragem de pular o muro.

Pois tivemos essa coragem,
Onde a confiança foi o alicerce,
Paciência que rompeu a miragem,
E no amor,se cumpriu a nossa prece.

Lourival Alves

Lourival Alves

Três mulheres I

Três mulheres e uma lista,
Três abismos sem fim,
Três mistérios e uma pista,
Três começos e o mesmo motim.

Uma mulher poderosa,
Que domina uma situação,
Deixando de ser formosa,
Pois contaminou um puro coração.

Mudou de cara e essência,
Praticou várias injustiças,
Feriu a mais pura inocência,
Se labuzou,como um abutre na carniça.

Uma estrada no precipício,
Que leva o amor à essa mulher,
Uma liberdade e um reinício,
É tudo que uma alma quer.

Não se iluda com teus carinhos,
São portas abertas para a perdição,
Caminhos difíceis e cheio de espinhos.
Capaz de destruir um coração.

Três mulheres e um mal,
Três caminhos que terminam no mesmo lugar,
Três oceanos e o mesmo sal,
Três formas e o mesmo amar.

Três palavras e o mesmo significado,
Três animais e o mesmo objetivo,
A inocência de um dia ter amado,
Destruiu todos os meus motivos.

Lourival Alves

Lourival Alves

Dor de muitos

Fui muitas coisas nesta vida,
Fui até um bandoleiro do amor,
Com uma coragem destemida,
Um combatente da velha dor.

Dor de uma dura ausência,
De uma crua saudade infinita,
Dor cruel, que se parece com carência,
Dor,que no vazio de um coração, grita.

Dor dos grandes e dos fortes,
Dos fracos e também pequenos,
Daqueles que tiveram tamanha sorte,
E da sorte os que tiveram menos.

Dor que sangra a alma,
Aquela que machuca silenciosamente,
Que chega devagar e com bastante calma,
Dor capaz de envenenar uma a mente.

Venenos lúgubres da solidão,
Onde o antídoto é a coragem,
Coragem em combater tamanha tentação,
Libertando essa mente dessa viagem.

Viagem de infinitas lembranças,
Às vezes boas e ruins,
Tal coragem resultou na esperança,
A vida então, sorriu pra mim.

Um sorriso que ficará eternizado,
Na minha frágil e inesquecível memória,
Com você sempre ao meu lado,
Viveremos nossa linda história.

Lourival Alves

Lourival Alves

Simples amor

Simples é esse tal de sentimento,
Que às vezes que causa dor e sofrimento,
Que marca sempre grandes momentos,
Implícito em cada pulsar desse pensamento.

Esse é o verdadeiro amor,
Que dá a vida uma linda cor,
Às vezes é frágil como uma flor,
Outrora forte, como as batidas de um tambor.

Amar ainda é preciso,
Pois nos faz sentir como crianças,
Quando amamos não ficamos indecisos,
Passamos a ter muito mais esperança.

O amor é único remédio,
Capaz de salvar toda a alma,
Que rejuvenesce e livra do tédio,
Que dá leveza e também acalma.

O amor é um poder do universo,
Capaz de salvar multidões,
Corrige rotas,tira do caminho inverso,
Faz viajar por todas as dimensões.

O amor é uma fome,
Que gosto de sentir,
Ela me chama pelo nome,
Não hesito em resistir.

Resistir,persistir e conseguir,
Caminhar, acreditar e continuar,
Realizar seu sonho é existir,
É nunca ter medo de errar.

Lourival Alves

Lourival Alves

O mundo

O mundo nos apresentam cores,
As pessoas vivem de ilusões,
São as mesmas que nos pregam dissabores,
Matando nossa alma e causando decepções.

Hoje consigo ser feliz,
Porque, encontrei uma razão,
Ela é tudo que eu sempre quis,
Pois, preencheu o vazio da solidão.

Estranho e inesperado,
Estava eu ali,quase disponível,
Sempre querendo ser amado,
Precisando, deste doce combustível.

O teu doce olhar,
O teu lindo sorriso,
A primeira vista, me apaixonar,
E  jamais perder o meu juízo.

Você é tudo de bom,
O êxtase de dois amantes,
Um doce e delicioso bombom,
O mais valioso dos diamantes.

Maravilhoso lhe conhecer,
Inexplicável, essa forma de lhe amar,
Como decifrar todo o teu ser,
E não perder-me no teu beijar.

Você possui uma luz,
Que irradia uma força mística,
Ao espelho de um coração puro, reluz,
As grandezas de suas características.

Lourival Alves

Lourival Alves

A lua e as estrelas

A lua e as estrelas,
A sereia e a flor,
E você se assemelha,
Mulher linda,deusa do amor.

Tu és uma força inexplicável,
Energia cósmica e sobrenatural,
Uma fera quase indomável,
Deusa grega,linda e sensual.

Ao teu lado começaria a sonhar,
Conseguiria,até subir as escadas do céus,
O meu barco,nos teus oceanos à navegar,
Meus lábios se saciando em teus lábios de mel.

A vida às vezes é complicada,
O sonho é quase impossível,
Tentarei lhe encontrar, minha doce namorada,
Está decidido,isso é irreversível.

Você é uma força encantada,
Um bálsamo que me cura,
Uma linda fada iluminada,
Uma mulher de atitide e sem frescuras.

Uma verdade?você me amar,
Uma certeza? A esperança,
Um sonho?Teus olhos enxergar,
A pureza dentro de você minha criança.

Você é a luz que seduz e reluz,
A beleza prateada da lua,
O ânimo que me induz e conduz,
A alegria que nos meus olhos flutua.

Lourival Alves

Lourival Alves

Lembranças

Hoje lembrei-me de teu sorriso ,
E me entristeci por não haver possibilidades,
Fiquei perplexo e indeciso,
Como encarar esse dura realidade.

Como eu queria ouvir a tua voz,
Mas me deparo com esse duro vazio,
Mergulho profundo nessa foz,
Os meus sentimentos fluem como rios.

Rios que contornam às lembranças,
Daqueles lindos e sinceros conselhos,
Vontade de voltar a ser criança ,
E daquele seu carinho em meus cabelos.

Minha vida se iluminava na tua presença,
Hoje, me sinto um pouco obscuro,
Pois a dura dor da tua ausência,
Me faz bater de encontro ao muro.

Muro da lamentação e da indecisão,
Por ainda não conseguir decifrar essa dor,
Muro de uma devoção que nasce do coração,
Das histórias construídas no amor.

Às vezes eu peço apenas um sonho,
Para poder me despedir corretamente,
Pois essa realidade me deixa tristonho,
Com esse enorme buraco em minha mente.

À Deus eu irei implorar,
Por um sinal acalentador,
Para o meu coração poder descansar,
Aliviando gradativamente essa dor.

Lourival Alves

Lourival Alves

A pureza da criança

O ódio de uma dor,
Simboliza algo que aconteceu,
A beleza de uma flor,
E o néctar que a abelha bebeu.

Os olhos de uma simples criança,
Refletindo sonhos do futuro,
Inspirando fé e confiança,
E a maneira de subir o muro.

A flor,a dor e a cor,
A criança,a esperança e a confiança
A dor que sente amor,
A confiança que tem uma criança.

Essa criança é parceira,
É a bússola do meu caminho,
É a forma e a maneira,
De romper com a cerca de espinhos.

A criança é o elo,
Me enchendo de pura esperança,
No imenso mar,num barquinho amarelo,
Essa criança é a minha aliança.

Aliança do eterno amor,
Na formação de um casal,
Comportando como um ser superior,
Sendo tempero como o sal.

Símbolo de pureza extrema ,
Que alivia tantas preocupações,
Força simples que quebra sistemas,
O amor,poço de emoções.

Lourival Alves

Lourival Alves

Um ano

Um ano que não foi profano,de sentimentos puros e às vezes insanos,
Ficar ao teu lado, sempre será meu plano,
Que seja sempre sábio o nosso lado humano.

Obrigado por tudo,
Pelo carinho e pela dedicação,
Sem tua voz, fico completamente mudo,
Perdido em um lago envolto na solidão.

Um sinal em 22 de fevereiro,
Com um simples e despretensioso oi,
Nossas esperanças,avivou-se como um braseiro,
Depois de tudo aquilo que se foi.

Te amo,te quero e desejo,
Isto está implícito em minha basicidade,
A plena felicidade é o meu ensejo,
Paciência, fé e lealdade.

Eu sonho com a eternidade,
E ao teu lado poder desfrutar,
Construindo um caminho no muro da verdade,
E nos teus braços,poder descansar.

Se quisermos trilhar o caminho da flor,
Sabedoria é a palavra chave,
Semeiar o amor ao invés da dor,
Olhar um ao outro,face a face.

E nesse olhar se perder,
Mergulhando profundo até encontrar
Sem ter o medo de sofrer,
Coragem, é o segredo de amar.

Lourival Alves

Lourival Alves

A casca

A casca é fraca,
A semente é forte,
Um pensamento ataca,
E essa sensação de morte.

Não sei ao menos explicar,
Apenas posso compreender,
Levantar e caminhar,
Para lá na frente,poder entender.

Todos passam pela aflição,
E precisam superar tal dificuldade,
Isso é apenas mais uma lição,
Para nos tornarmos, humanos de verdade.

O céu é meu limite,
A terra uma dura realidade,
Enfrentar desafios? Quem se omite?
Vitória, honra e lealdade. 

O nunca pertence aos fracos,
O agora aos corajosos,
Como dar cor a esse mundo opaco?
Se existem corações rancorosos.

A vida é um livro a aberto,
Carregado de infinita sabedoria,
Basta percorrer o seu deserto,
Para se alcançar a harmonia.

O céu é logo ali,
Para àqueles que crêem e caminham,
O inferno pode ser aqui,
Simplesmente para os que desanimam.

Lourival Alves

Lourival Alves

Guerra do amor

Quem poderá dizer,se o amor cresce como se escolhe?
Só o precioso e longo tempo dirá,
Pedras duras em águas moles,
Um novo rumo se revelará.

Mistérios escondidos no futuro,
Revelações devastadoras no agora,
Amor que se depara com um muro,
Amor, que às vezes vai embora.

Vai embora por não suportar,
O vazio cruel de uma cobrança,
Sem liberdade,não existe o amar,
E nem tampouco o brilho da esperança.

O amor é uma longa cordilheira,
Pode ser também um longo deserto,
Ser o último ou ser primeiro?
Observar de longe ou de perto?

O amor é um poço de mel,
Incrustado no topo da montanha,
O contrário é como o fel,
Escondido no coração da artimanha.

Artimanha chamada inimigo,
Que sempre lutará contra o amor,
Bons pensamentos guardados em um abrigo,
Cura perfeita para uma dor.

Dor fria de uma ausência,
E de todo o vício de viver,
Renascendo uma dura carência
Dando vontade de morrer.

Lourival Alves

Lourival Alves

Atitudes

Não me ames depois de morto,
Demonstre tal sentimento em vida,
Não procure um caminho torto,
Fique firme na descida.

Fuja de caminhos absortos,
Ancore na ilha do amparo,
Viaje, até encontrar o porto,
Persistência, é um motivo raro.

Ser presente sem ser notado,
Viver e parecer-se morto,
Ser ausente e ser lembrado,
Pensamentos que andam soltos.

Pensamentos livres a transitar,
Nas estradas do merecimento,
Se é importante,faça realçar,
Não deixes tudo cair no esquecimento.

Mostre-se,demonstre e apareça,
Indecisão pode causar decepção,
Honre aos que merecem e nunca se esqueça
Plante tal princípio em teu coração.

Então ame e aos céus proclame,
Todas aquelas boas intenções,
Siga o caminho e nunca reclame,
Não tenha vergonha de suas emoções.

A vida é rápida como um raio de luz,
O presente, tão logo será passado,
Um bom futuro, um farol que conduz,
Construindo um caminho melhorado.

Lourival Alves

Lourival Alves

Temido e cruel

Um mal,uma praga,
Algo sanguinário e destruidor,
Não se pode mexer,senão se propaga,
Causando tristeza e muita dor.

Costumo chamá -lo de Cascavel,
Outros, de aquela doença,
Sempre nos deixa o gosto amargo do fel,
Por tirar alguém da nossa presença.

Maldito sejas você
E toda a tua descendência ,
Invade às vidas sem ter porquê,
Acabando com toda a nossa inocência.

Armagedon, apocalipse do mal,
Com sua força, massacra vidas,
Como você, não tem igual,
Sois um oceano de feridas.

Tu levaste o meu sonho,
Tudo aquilo que eu tinha de melhor,
De uma forma desumana e medonha,
Me fazendo ficar pior.

Monstro de todas às trevas,
O teu poder é temido por nações,
Sempre deténs o voto de minerva,
E na maioria, por destruir corações.

Porque és tão cruel?
Porque não dá uma chance?
Com sua loucura da torre de Babel,
Aplica o seu pior lance.

Teu poder jamais alcançará o amor,
Os teus atos jamais o perdão,
Criaste um labirinto de infinita dor,
Encravaste a tua espada em um frágil coração.

Lourival Alves

Lourival Alves