Coleção pessoal de pinkfloyd1401

1 - 20 do total de 180 pensamentos na coleção de pinkfloyd1401

audade
Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...
Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...
Saudade é sentir que existe o que não existe mais...
Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...
Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.
E esse é o maior dos sofrimentos:
não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver.
O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido

pablo neruda
119 compartilhamentos

Tudo me cansa, mesmo o que não me cansa. A minha alegria é tão dolorosa como a minha dor.

Quem me dera ser uma criança pondo barcos de papel num tanque da quinta, com um docel rústico de entrelaçamentos de parreira pondo xadrezes de luz e sombra verde nos reflexos sombrios da pouca água.

Entre mim e a vida há um vidro ténue. Por mais nitidamente que eu veja e compreenda a vida, eu não lhe posso tocar.

Raciocinar a minha tristeza? Para quê, se o raciocínio é um esforço e quem é triste não pode esforçar-se.
Nem mesmo abdico daqueles gestos banais da vida de que eu tanto quereria abdicar. Abdicar é um esforço, e eu não possuo o da alma com que esforçar-me.

Quantas vezes me punge o não ser o accionante [?] daquele carro, o cocheiro daquele trem! qualquer banal Outro suposto cuja vida, por não ser minha, deliciosamente se me penetra de eu querê-la e se me posticia [?] de alheia!

Eu não teria o horror à vida como a uma Cousa. A noção da vida como um Todo não me esmagaria os ombros do pensamento.

Os meus sonhos são um refúgio estúpido, como um guarda-chuva contra um raio Sou tão inerte, tão pobrezinho, tão falho de gestos e de actos.Por mais que por mim me embrenhe todos os atalhos do meu sonho vão dar a clareiras de angústia.
Mesmo eu, o que sonha tanto, tenho intervalos em que o sonho me foge. Então as coisas aparecem-me nítidas. Esvai-se a névoa de que me cerco. E todas as arestas visíveis ferem a carne da minha alma. Todas as durezas olhadas me magoam o conhecê-1as durezas. Todos os pesos visíveis de objectos me pesam por a alma dentro.

A (minha) vida é como se me batessem com ela .INTERVALO DOLOROSO

Fernando P
1 compartilhamento

Passados quarenta invernos sobre a tua fronte,
Após cavarem fundos sulcos nos vergéis de tua beleza,
O vigor de tua orgulhosa juventude, hoje tão admirada,
Será um esmaecido ramo sem nenhum valor.
Então, ao te perguntarem onde está o teu encanto,
Onde está a riqueza de teus luxuriosos dias,
Respondes, com olhos fundos,
Que não passaram de vergonha e descabidos elogios.
Que louvores mereciam o uso de teus dotes,
Se pudesses responder: “Este belo filho meu
Me vingará, e justificará todos os meus atos”,
E provará ter herdado de ti toda a formosura.
Isto farás de novo quando fores mais velha,
E o sangue te aquecer quando te sentires fria

WS-soneto II

Dentre os mais belos seres que desejamos enaltecer,
Jamais venha a rosa da beleza a fenecer,
Porém mais madura com o tempo desfaleça,
Seu suave herdeiro ostentará a sua lembrança;
Mas tu, contrito aos teus olhos claros,
Alimenta a chama de tua luz com teu próprio alento,
Atraindo a fome onde grassa a abundância;
Tu, teu próprio inimigo, és cruel demais para contigo.
Tu, que hoje és o esplendor do mundo,
Que em galhardia anuncia a primavera,
Em teu botão enterraste a tua alegria,
E, caro bugre, assim te desperdiças rindo.
Tem dó do mundo, ou sê seu glutão –
Devora o que cabe a ele, junto a ti e à tua tumba

Willian Sheakspeare-Soneto I

"Se eu tivesse somente uma hora de amor
Se fosse a única coisa que eu teria
Uma hora de amor
Nesta terra
Meu amor então
Eu te daria."

O Mouro (Othelo - Willian Sheakspeare

Questions of science, science and progress
Do not speak as loud as my heart

Coldplay

A rosa de Hiroxima

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas oh não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroxima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A antirrosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada.

Vinicius de Moraes
848 compartilhamentos

Sem entender os corações,
Infelizmente eles não vêm com manual de instruções

Rashid

Não existe bala perdida, existe inocente no lugar errado

Rashid

As ruas sentem falta de quem age
Uns morrem por covardia, outros por excesso de coragem

Rashid

De que lado você tá? Dos que saíram pelo mundo e falaram?
Ou dos que entraram na biblioteca e se calaram?

Rashid

em terra de corrupção, o que são leis?

Rashid

Cê dorme sorrindo, acordo sonhando
Sei bem a diferença entre amar e tá gostando

Rashid

Elas morrem porque vivem 10% somente
Ou vivem morrendo 10% por dia?

Rashid

Dinheiro é podre, mas quem foi que criou isso?
Armas destroem, quem foi que criou isso?
A inveja, a cobiça, a malícia, a milícia, polícia, quem foi que criou isso?
O mundo é nosso mais que foi que roubou isso?
Éramos livres, mas quem foi que roubou isso?

Rashid

não pelo que a gente fez, mas pelo que a gente ainda vai fazer

Rashid

O frio não é maior que o cobertor
A raiva ainda é grande, mas agora ela é bem menor que o meu amor

Rashid

Imagina o que é ter zero, transformar em milhões
Não tô falando de grana, eu tô contando corações

Rashid

Dentro do peito aquela explosão

Rashid

Cê já teve um sonho???

Rashid