Coleção pessoal de demetriosena

1 - 20 do total de 2102 pensamentos na coleção de demetriosena

⁠CRISTIANISMO LARANJA

Demétrio Sena - Magé

Acho que Jesus Cristo só é "adorado" pelos cristãos (desse jeito, entre aspas), por ter morrido, fisicamente. Os cristãos alardeiam que ele ressuscitou, mas não o veem; por isso, ficam tranquilos. Cristo não se faz presente, na sua forma física, e sendo assim, não tem como proibir essa vasta utilização distorcida, fraudulenta e tirana do seu nome.

Seria terrível para os cristãos, o Cristo vivo. Ele não aceitaria o que seus atuais pseudo seguidores fazem. Vetaria o cristianismo da vantagem, da esperteza, da disseminação do ódio e da desinformação (agora tolerada por lei, por exigência dos líderes cristãos)... do enriquecimento ilícito e do empoderamento para dominar o outro. Cristo seria oposto ao cristianismo fanático, do preconceito e da segregação... da invenção de falsos Cristos, falsos Messias, por meio da politicagem com vistas à ditadura tanto política quanto religiosa.

Com certeza, Jesus Cristo criaria laços de afeto com membros de todas as religiões e com os não religiosos. A sua forma legítima de aceitar o outro seria livre. Ele restituiria, contra todos os dogmas religiosos contemporâneos alheios à contemporaneidade cabível para os novos tempos, o cristianismo do amor ao próximo... da união das formas de ver o mundo, amar, sentir a vida, buscar a felicidade pessoal e não impedir a felicidade coletiva que abraçasse todas as pessoalidades não nocivas ao outro.

O que acontece no meio cristão, só tem como acontecer com Cristo estando morto. Cristo vivo seria frustrante para esses cristãos absolutistas, exclusivistas e supostos donos de uma verdade privada. Para esses, Cristo bom é Cristo morto. Devidamente crucificado. Laranja da ortodoxia de conveniência.
... ... ...

Respeite autorias. É lei

⁠VOU AO TEMPLO

Demétrio Sena - Magé

Vou ao templo sentir a brisa mansa
que desliza macio das montanhas,
pra sorver esperança em goles lentos;
pra beber os perfumes da folhagem...
Louvarei o silêncio musical
dos riachos; dos pássaros nos galhos;
do frescor matinal; das tardes brandas;
noites plenas; fechadas ou de lua...
Só não sei até quando haverá templo,
pois os templos inúteis mundo afora
são maiores que flora e fauna junto...
E ninguém nesses templos nem atina
que ninguém lhes ensina sobre ter
liberdade; respeito à natureza...
... ... ...


AMAR DE NOVO

Demétrio Sena - Magé

Seu olhar me garimpa nas águas do meu;
tenho cá meus tesouros no espelho do pranto,
no silêncio das mágoas que trago bem fundo,
sob manto estendido em lembranças de amores...
Foram muitos os cortes na carne da alma;
tanto sangue talhado em esperanças vãs;
minha calma perdida na boca sem fala,
meus afãs inquietos domados em mim...
Sua voz envelopa meus traumas do tempo;
me desmonta e recolhe pra depois soltar
neste mar de memórias que tento não ter...
Só assim me descuido e permito este sonho
e me ponho de novo aos cuidados de alguém
que me cala de amor e refaz esperanças...
... ... ...

Respeite autorias. É lei

⁠FIM DOS TEMPOS

Demétrio Sena - Magé

Leite sem lactose.
Café sem cafeína.
Carne sem proteína...
Perfume sem perfume,
luz que não tem gume,
mesura sem mesa..
natural sem natureza...
sossego sem calma...
aplauso sem palma.
Artista sem arte,
o todo sem parte,
casa sem rotina.
Livro sem leitura,
"brabo" sem bravura,
cigarro sem nicotina...
Vento sem aragem.
Poesia sem poesia!
Mérito sem honra!
Valentia sem coragem...
Riso sem alegria.
Morto ainda vivo
e razão sem motivo;
mistura sem misto.
Gente sem gentileza...
puritano sem pureza...
cristianismo sem Cristo.
... ... ..

Respeite autorias. É lei

⁠DESDESISTÊNCIA

Demétrio Sena - Magé

Eu desisto da minha desistência,
sempre quando estou pronto a desistir,
pois preciso insistir em nunca mais
deixar minha insistência me deixar...
Mas o meu nunca mais, mais uma vez
e mais outra, num sempre que renego,
é o mesmo até três que se reconta
em meu vício de achar que ainda existo...
Ressuscito pro quanto já morri,
para rir de mim mesmo e do meu choro,
minha dor, meu decoro tão quebrado...
Não resisto e retomo a resistência;
desdesisto após tanto que desisto,
se meu isto é aquilo e vice-versa...
... ... ...

Respeite autorias. É lei

⁠VELADAMENTE

Demétrio Sena - Magé

Eu velo
veladamente
as velas
encardidas
e desgastadas
que velam
secretamente
as vidas
apagadas...

... ...

Respeite autorias. É lei

⁠POEMA CANCELÁVEL

Demétrio Sena - Magé

Já nasci cancelado por meu pai;
minha mãe também era cancelada
e me fez entender de sobrevida
nesta minha escalada solitária...
Não havia internet, mas havia
essas mesmas pessoas oprimidas
pela vida vazia em seus empenhos
pra mostrar como sabem excluir...
Hoje nada cancela o meu conforto
neste porto seguro do meu dom;
acolher e soltar quem quiser ir...
Meus ebós literários conscientes
dessas mentes tardias de pensar,
geram medo do amor não seletivo...

... ... ...

Respeite autorias. É lei

⁠GRITOS

Demétrio Sena - Magé

Tenho gritos tampados no meu peito,
amarrados ao nó da minha língua,
no meu jeito sereno por disfarce
ou na íngua escondida sob o ego...
Levo gritos na caixa dos meus medos,
na sacola das minhas agonias,
entre os dedos fechados do sorriso
que pretende calar o que me dói...
Há um canto estridente na minh'alma,
uma calma que há muito enlouqueceu
sob um eu que não sabe mais quem é...
Tantos gritos ouvidos por ninguém
são apitos do trem desgovernado
nos abismos de muita solidão...
... ... ...

Respeite autorias. É lei

⁠INVEJA HUMANA

Demétrio Sena - Magé

A vida inteira
da borboleta,
é quase o tempo
de alguém ganhar
uma gorjeta.
Entre a lagarta
com, sem asa,
são poucos meses...
porque mal nasce
já sai de casa,
pra seus reveses.
É tanta saga,
mas mesmo assim
ela não surta,
por viver tanto
em uma vida
tão frágil; curta.
Parado aqui,
já sem fazer
tantos planos:
pergunto ao tempo
por que já vivo
há tantos anos.
... ... ...

Respeite autorias. É lei

⁠DIA DE MARIA

Demétrio Sena - Magé

Creio poder dizer de mim, de meus irmãos e minhas irmãs, que não existe a cura desta saudade. Terapeutas não podem ajudar a si próprios... muito menos a nós, neste sentimento. Existe um ter que seguir; um empenhar o melhor de nós em homenagem a ela, na tentativa diária de sermos merecedores póstumos da mãe que a vida nos deu de presente. Nosso dia das mães é de lembrarmos que, para nossa mãe, todo dia era dia dos filhos.
... ... ...

#respeiteautorias É lei


ETERNA VIDA EFÊMERA


Demétrio Sena - Magé

Pergunto ao ontem, que até há pouco era o agora, em que buraco se meteu o agora, que agorinha mesmo ainda era. Ele foi para lá? Está nos braços de um novo ontem? Caiu no escuro e no vazio de ninguém sabe o quê? Nunca tenho resposta e logo pergunto ao já futuro e logo passado agora: E o futuro? Cadê o futuro? Virou passado ou se renovou na linha do tempo? É tão clichê dizer que a vida é um sopro... mas é tão clichê dizer que é tão clichê dizer que a vida é um sopro. Porque é... e ninguém há de soprar nada mais original sobre a vida e sua eterna efemeridade.
... ... ...
Respeite autorias. É lei

⁠Meu coração
é um apertamento
com vista para amar...

Demétrio Sena - Magé

Respeite autorias. É lei

⁠POETA LIVRE

Demétrio Sena - Magé

Sou um poeta livre.
Livre, inclusive,
quando me meto
a me pôr à prova...
A fazer uma trova,
compor um soneto
rimado e teso...
Um poeta livre.
Livre, inclusive,
pra posar de preso.
... ... ...

#respeiteautorias É lei

⁠ÚLTIMO TRAGO

Demétrio Sena - Magé

Gastei todas as pressas, os anseios,
levo a minha preguiça num silêncio
sem rodeios e sem explicações
a quem passa por mim pra não sei onde...
Caminhei o meu tempo, agora vago
pelos restos de sonhos e vivências;
dou meu trago final, se agora sou
reticências das próprias ilusões...
Solto a minha fumaça lentamente,
não há frente longínqua pros meus olhos
que já podem mirar o que não veem...
Somo perdas e perco minhas somas,
tenho comas que chamo de dormir
e me levo, sou carga sem urgência...
... ... ...

#respeiteautorias É lei

TROVA SAUDOSISTA

Demétrio Sena - Magé

⁠⁠Hoje sinto que acredito,
ao cismar sozinho aqui:
as estrelas no infinito
são afetos que perdi...
... ... ...

Respeite autorias. É lei


MINI-TRATADO SOBRE A INVEJA

Demétrio Sena - Magé

Pode não ser inveja, e sim, uma sóbria e silenciosa admiração sem interesse; por isso mesmo, sem excesso de aproximação e procura. Ou pode não ser inveja nem admiração, mas um tanto faz: a pessoa não dá bola para o que você tem ou quem você é... por isso não estende um tapete vermelho aos seus pés. Você precisa conviver com a ideia de que alguém (ou ninguém) tem inveja de você. A inveja de quem consegue não ter inveja pode corroer suas vísceras. Isso tem cura. Procure ajuda profissional.
... ... ...

Respeite autorias. É lei

⁠IMPROVISOS DE VIVER

Demétrio Sena - Magé

Não acordo pensando sobre o dia
ser de quem ou de que, no calendário;
sobre horário e critério pro que faço
entre meus improvisos de viver...
E não quero vigias de lembranças
ou que meçam daí meu sentimento,
ponham lanças na minha consciência
nem me façam seguir a multidão...
Quando acordo não sei que dia é;
sei apenas que acordo novamente
minha mente, meus olhos curiosos...
Quero a vida nos vãos e pormenores
de alegrias e dores ou surpresas
que não fico surpreso quando vêm...
... ... ...

#respeiteautorias É lei

⁠ARTERIAL

Demétrio Sena - Magé

Foram tantos amores, que me perco
no comboio das minhas nostalgias,
neste cerco abusivo dos fantasmas
de alegrias, tristezas, paz e guerras...
Tenho todas as queixas noutros campos;
houve muitos abalos, frustrações,
mas vivi emoções que não se apagam,
entre todos os medos que senti...
Em matéria do não material,
fui o mais arterial dos humanos,
nas histórias vividas mundo afora...
Dei as vísceras, fui um sugador,
minha dor foi prazer e vice-versa;
uma pressa bebiba em goles lentos...
... ... ...

#respeiteautorias É lei

⁠NOSTÁLGICO

Demétrio Sena - Magé

Ando meio cansado de saudades
que não sinto vibrar na outra ponta,
faço conta - não sou evoluído
como a praxe do mundo acelerado...
Estou prestes a dar ao desencanto
uma capa de mármore ou de gelo,
feito selo que atesta qualidades
de pessoa inquebrável; sem fraqueza...
Mas ainda não sei do que se faz
essa paz de maciça solidão,
esse muro que oculta cada ego...
É assim que fraquejo e sou tão gente,
sigo meio cansado, porém sigo
ao abrigo das próprias nostalgias...
... ... ...
#respeiteautorias É lei

⁠DE BANDIDO E BANDIDO

Demétrio Sena - Magé

O bizarro é bizarro, mesmo recorrente;
violências diárias não sejam comuns
nem no dente por dente que a polícia impõe
em ações tão selvagens como as combatidas...
Não vejamos heróis em quem derrama sangue
do culpado, inocente, por livre sorteio;
os que acham que o meio justifica o fim
e cometem barbáries pra conter barbáries...
Serão crimes os crimes de todos os lados;
caçadores, caçados e quem os provê
da vingança que a raiva já tornou letal...
De bandido e bandido; guerra sem mocinho
é caminho sem volta quanto sem saída,
quando a vida não conta nesse vale tudo...

... ... ...
#respeiteautorias É lei