Coleção pessoal de bibliasagrada

181 - 200 do total de 323 pensamentos na coleção de bibliasagrada

1 Crônicas 12

O exército de David

1 Estes são os que se juntaram a Davi em Ziclague, onde se escondia de Saul, filho de Quis. Eles estavam entre os combatentes que o ajudaram na guerra;
2 tanto com a mão direita como com a esquerda utilizavam arco e flecha, e a funda para atirar pedras; pertenciam à tribo de Benjamim e eram parentes de Saul:
3 Aiezer, o chefe deles, e Joás, filhos de Semaá, de Gibeá; Jeziel e Pelete, filhos de Azmavete; Beraca, Jeú, de Anatote,
4 e Ismaías, de Gibeom, um grande guerreiro do batalhão dos Trinta e chefe deles; Jeremias, Jaaziel, Joanã, Jozabade, de Gederate;
5 Eluzai, Jeremote, Bealias, Semarias e Sefatias, de Harufe;
6 os coreítas Elcana, Issias, Azareel, Joezer e Jasobeão;
7 e Joela e Zebadias, filhos de Jeroão, de Gedor.
8 Da tribo de Gade alguns aliaram-se a Davi em sua fortaleza no deserto. Eram guerreiros corajosos, prontos para o combate, e sabiam lutar com escudo e com lança. Tinham a bravura de um leão e eram ágeis como gazelas nos montes.
9 Ézer era o primeiro; Obadias, o segundo; Eliabe, o terceiro;
10 Mismana, o quarto; Jeremias, o quinto;
11 Atai, o sexto; Eliel, o sétimo;
12 Joanã, o oitavo; Elzabade, o nono;
13 Jeremias, o décimo; e Macbanai era o décimo primeiro.
14 Todos esses de Gade eram chefes de exército; o menor valia por cem, e o maior enfrentava mil.
15 Foram eles que atravessaram o Jordão no primeiro mês do ano, quando o rio transborda em todas as suas margens, e puseram em fuga todos os que moravam nos vales, a leste e a oeste.
16 Alguns outros benjamitas e certos homens de Judá também vieram a Davi em sua fortaleza.
17 Davi saiu ao encontro deles e lhes disse: "Se vocês vieram em paz, para me ajudarem, estou pronto a recebê-los. Mas, se querem trair-me e entregar-me aos meus inimigos, sendo que as minhas mãos não cometeram violência, que o Deus de nossos antepassados veja isso e julgue vocês".
18 Então o Espírito veio sobre Amasai, chefe do batalhão dos Trinta, e ele disse:
"Somos teus, ó Davi! Estamos contigo, ó filho de Jessé! Paz, paz seja contigo,
e com os teus aliados, pois o teu Deus te ajudará". Davi os recebeu e os nomeou chefes dos seus grupos de ataque.
19 Alguns soldados de Manassés desertaram para Davi quando ele foi com os filisteus guerrear contra Saul. Eles não ajudaram os filisteus, porque os seus chefes os aconselharam e os mandaram embora, dizendo: "Pagaremos com a vida, caso Davi deserte e passe para Saul, seu senhor".
20 Estes foram os homens de Manassés que desertaram para Davi quando ele foi a Ziclague: Adna, Jozabade, Jediael, Micael, Jozabade, Eliú e Ziletai, chefes de batalhões de mil em Manassés.
21 Eles ajudaram Davi contra grupos de ataque, pois todos eles eram guerreiros valentes e eram líderes no exército dele.
22 Diariamente chegavam soldados para ajudar Davi, até que o seu exército tornou-se tão grande como o exército de Deus.
23 Este é o número dos soldados armados para a guerra que vieram a Davi em Hebrom para lhe entregar o reino de Saul, conforme o Senhor tinha dito:
24 da tribo de Judá, 6.800 armados para a guerra, com escudo e lança;
25 da tribo de Simeão, 7.100 guerreiros prontos para o combate;
26 da tribo de Levi, 4.600,
27 inclusive Joiada, líder da família de Arão, com 3.700 homens,
28 e Zadoque, um jovem e valente guerreiro, com 22 oficiais de sua família;
29 da tribo de Benjamim, parentes de Saul, 3.000, a maioria dos quais era até então fiel à família de Saul;
30 da tribo de Efraim, 20.800 soldados valentes, famosos em seus próprios clãs;
31 da metade da tribo de Manassés, 18.000, indicados por nome para fazerem Davi rei;
32 da tribo de Issacar, 200 chefes que sabiam como Israel deveria agir em qualquer circunstância. Comandavam todos os seus parentes;
33 da tribo de Zebulom, 50.000 soldados experientes, preparados para guerrear com qualquer tipo de arma, totalmente decididos a ajudar Davi;
34 da tribo de Naftali, 1.000 líderes com 37.000 homens armados de escudos e lanças;
35 da tribo de Dã, 28.600 preparados para o combate;
36 da tribo de Aser, 40.000 soldados experientes, preparados para o combate;
37 e do leste do Jordão, das tribos de Rúben e de Gade, e da metade da tribo de Manassés, 120.000 completamente armados.
38 Todos esses eram homens de combate e se apresentaram voluntariamente para servir nas fileiras. Vieram a Hebrom totalmente decididos a fazer de Davi rei sobre todo o Israel. E todos os outros israelitas tinham esse mesmo propósito.
39 Ficaram com Davi três dias, comendo e bebendo, pois as suas famílias haviam fornecido provisões para eles.
40 Os habitantes das tribos vizinhas e também de lugares distantes como Issacar, Zebulom e Naftali, trouxeram-lhes muitas provisões em jumentos, camelos, mulas e bois. Havia grande fartura de suprimentos: farinha, bolos de figo, bolos de uvas passas, vinho, azeite, bois e ovelhas, pois havia grande alegria em Israel.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 11

David é feito rei sobre Israel

1 Todo o Israel reuniu-se com Davi em Hebrom e disse: "Somos sangue do teu sangue.
2 No passado, mesmo quando Saul era rei, eras tu quem liderava Israel em suas batalhas. E o Senhor, o teu Deus, te disse: 'Você pastoreará Israel, o meu povo, e será o seu governante' ".

David conquista Jerusalém

3 Então todas as autoridades de Israel foram ao encontro do rei Davi em Hebrom, onde este fez um acordo com elas perante o Senhor, e ali ungiram Davi rei de Israel, conforme o Senhor havia anunciado por meio de Samuel.
4 Davi e todos os israelitas marcharam para Jerusalém, que é Jebus. Os jebuseus, habitantes da cidade,
5 disseram a Davi: "Você não entrará aqui". No entanto, Davi conquistou a fortaleza de Sião, a Cidade de Davi.
6 Naquele dia Davi disse: "O primeiro que atacar os jebuseus se tornará o comandante do exército". Joabe, filho de Zeruia, foi o primeiro e por isso recebeu o comando do exército.
7 Davi passou a morar na fortaleza e por isso ela foi chamada Cidade de Davi.
8 Ele reconstruiu a cidade ao redor da fortaleza, desde o Milo até os muros ao redor, e Joabe restaurou o restante da cidade.
9 E Davi ia se tornando cada vez mais poderoso, pois o Senhor dos Exércitos estava com ele.

Os homens poderosos de David

10 Estes foram os chefes dos principais guerreiros de Davi que, junto com todo o Israel, deram um grande apoio para estender o seu reinado a todo o país, conforme o Senhor havia prometido.
11 Esta é a lista deles: Jasobeão, um hacmonita, chefe dos oficiais; foi ele que, empunhando sua lança, matou trezentos homens numa mesma batalha.
12 Depois, Eleazar, filho de Dodô, de Aoí, um dos três principais guerreiros.
13 Ele estava com Davi na plantação de cevada de Pas-Damim, onde os filisteus se reuniram para a guerra. As tropas israelitas fugiram dos filisteus,
14 mas eles mantiveram sua posição no meio da plantação. Eles a defenderam e feriram os filisteus, e o Senhor lhes deu uma grande vitória.
15 Quando um grupo de filisteus estava acampado no vale de Refaim, três chefes do batalhão dos Trinta foram encontrar Davi na rocha que há perto da caverna de Adulão.
16 Estando Davi nessa fortaleza e o destacamento filisteu em Belém,
17 Davi expressou seu desejo: "Quem me dera me trouxessem água da cisterna que fica junto à porta de Belém!" .
18 Então aqueles três infiltraram-se no acampamento filisteu, tiraram água daquela cisterna e trouxeram-na a Davi. Mas ele se recusou a bebê-la; em vez disso, derramou-a como uma oferta ao Senhor.
19 "Longe de mim fazer isso, ó meu Deus!", disse Davi. "Esta água representa o sangue desses homens que arriscaram a própria vida!" Eles arriscaram a vida para trazê-la. E não quis bebê-la. Foram essas as proezas dos três principais guerreiros.
20 Abisai, o irmão de Joabe, era o chefe do batalhão dos Trinta. Com uma lança enfrentou trezentos homens e matou-os, tornando-se famoso como os três.
21 Foi honrado duas vezes mais do que o batalhão dos Trinta e tornou-se chefe deles, mas nunca igualou-se aos três principais guerreiros.
22 Benaia, filho de Joiada, era um corajoso soldado de Cabzeel e realizou grandes feitos. Matou dois dos melhores guerreiros de Moabe e, num dia de neve, desceu ao fundo de uma cova e matou um leão.
23 Também matou um egípcio de dois metros e vinte e cinco centímetros de altura. Embora o egípcio tivesse na mão uma lança parecida com uma lançadeira de tecelão, Benaia o enfrentou com um cajado. Arrancou a lança da mão do egípcio e com ela o matou.
24 Esses foram os grandes feitos de Benaia, filho de Joiada, que também foi famoso como os três principais guerreiros de Davi.
25 Foi mais honrado do que qualquer dos Trinta, mas nunca se igualou aos três. E Davi lhe deu o comando da sua guarda pessoal.
26 Os outros guerreiros foram: Asael, irmão de Joabe; Elanã, filho de Dodô, de Belém;
27 Samote, de Haror; Helez, de Pelom;
28 Ira, filho de Iques, de Tecoa; Abiezer, de Anatote;
29 Sibecai, de Husate; Ilai, de Aoí;
30 Maarai, de Netofate; Helede, filho de Baaná, de Netofate;
31 Itai, filho de Ribai, de Gibeá de Benjamim; Benaia, de Piratom;
32 Hurai, dos riachos de Gaás; Abiel, de Arbate;
33 Azmavete, de Baurim; Eliaba, de Saalbom;
34 os filhos de Hasém, de Gizom; Jônatas, filho de Sage, de Harar;
35 Aião, filho de Sacar, de Harar; Elifal, filho de Ur;
36 Héfer, de Mequerate; Aías, de Pelom;
37 Hezro, de Carmelo; Naarai, filho de Ezbai;
38 Joel, irmão de Natã; Mibar, filho de Hagri;
39 o amonita Zeleque; Naarai, de Beerote, escudeiro de Joabe, filho de Zeruia;
40 Ira e Garebe, de Jatir;
41 Urias, o hitita; Zabade, filho de Alai;
42 Adina, filho de Siza, de Rúben, chefe dos rubenitas e do batalhão dos Trinta;
43 Hanã, filho de Maaca; Josafá, de Mitene;
44 Uzia, de Asterote; Sama e Jeiel, filhos de Hotão, de Aroer;
45 Jediael, filho de Sinri; seu irmão, Joá, de Tiz;
46 Eliel, de Maave; Jeribai e Josavias, filhos de Elnaão; Itma, um moabita,
47 e Eliel, Obede e Jaasiel, de Mezoba.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 10

Saul suicida-se

1 E aconteceu que, em combate com os filisteus, os israelitas foram postos em fuga, e muitos caíram mortos no monte Gilboa.
2 Os filisteus perseguiram Saul e seus filhos e mataram Jônatas, Abinadabe e Malquisua, filhos de Saul.
3 O combate foi ficando cada vez mais violento em torno de Saul, até que os flecheiros o alcançaram e feriram gravemente.
4 Então Saul ordenou ao seu escudeiro: "Tire sua espada e mate-me, senão sofrerei a vergonha de cair nas mãos desses incircuncisos".
Mas o seu escudeiro estava apavorado e não quis fazê-lo. Saul, então, apanhou a própria espada e jogou-se sobre ela.
5 Quando o escudeiro viu que Saul estava morto, jogou-se também sobre sua espada e morreu.
6 Dessa maneira Saul e seus três filhos morreram e, assim, toda a descendência real.
7 Quando os israelitas que habitavam no vale viram que o exército tinha fugido e que Saul e seus filhos estavam mortos, fugiram, abandonando suas cidades. Depois os filisteus foram ocupá-las.
8 No dia seguinte, quando os filisteus foram saquear os mortos, encontraram Saul e seus filhos caídos no monte Gilboa.
9 Cortaram a cabeça de Saul, pegaram suas armas e enviaram mensageiros por toda a terra dos filisteus proclamando a notícia entre os seus ídolos e o seu povo.
10 Expuseram suas armas num dos templos dos seus deuses e penduraram sua cabeça no templo de Dagom.
11 Quando os habitantes de Jabes-Gileade ficaram sabendo o que os filisteus haviam feito com Saul,
12 os mais corajosos dentre eles foram e apanharam os corpos de Saul e de seus filhos e os levaram a Jabes. Lá sepultaram seus ossos sob a Grande Árvore e jejuaram por sete dias.
13 Saul morreu dessa forma porque foi infiel ao Senhor, não foi obediente à palavra do Senhor e chegou a consultar uma médium em busca de orientação,
14 em vez de consultar o Senhor. Por isso o Senhor o entregou à morte e deu o reino a Davi, filho de Jessé.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 9

O povo de Jerusalém

1 Todos os israelitas foram alistados nas genealogias dos registros históricos dos reis de Israel. Por sua infidelidade o povo de Judá foi levado prisioneiro para a Babilônia.
2 Os primeiros a voltarem às suas propriedades e às suas cidades foram algumas pessoas do povo e alguns sacerdotes, levitas e servidores do templo.
3 Os de Judá, de Benjamim e de Efraim e Manassés que se instalaram em Jerusalém foram:
4 Utai, filho de Amiúde, neto de Onri, bisneto de Inri e trineto de Bani, um descendente de Perez, filho de Judá.
5 Dos descendentes de Selá: O primogênito Asaías com seus filhos.
6 Dos descendentes de Zerá: Jeuel. Os de Judá eram 690.
7 Dos benjamitas: Salu, filho de Mesulão, neto de Hodavias e bisneto de Hassenua;
8 Ibneias, filho de Jeroão; Elá, filho de Uzi, filho de Micri; e Mesulão, filho de Sefatias, filho de Reuel, filho de Ibnias.
9 Da tribo de Benjamim, relacionados em sua genealogia, eram 956. Todos esses homens eram chefes de suas famílias.
10 Dos sacerdotes: Jedaías, Jeoiaribe, Jaquim;
11 Azarias, filho de Hilquias, neto de Mesulão, bisneto de Zadoque, trineto de Meraiote e tetraneto de Aitube, o líder encarregado do templo de Deus;
12 Adaías, filho de Jeroão, neto de Pasur e bisneto de Malquias; e Masai, filho de Adiel, neto de Jazera, bisneto de Mesulão, trineto de Mesilemite e tetraneto de Imer.
13 O número de sacerdotes que eram chefes de famílias era 1.760. Eram homens capazes, e sua responsabilidade era ministrar no templo de Deus.
14 Dos levitas: Semaías, filho de Hassube, neto de Azricão e bisneto de Hasabias, um merarita;
15 Baquebacar, Heres, Galal e Matanias, filho de Mica, neto de Zicri e bisneto de Asafe;
16 Obadias, filho de Semaías, neto de Galal e bisneto de Jedutum; e Berequias, filho de Asa e neto de Elcana, que vivia nos povoados dos netofatitas.
17 Os guardas das portas eram: Salum, o chefe, Acube, Talmom, Aimã e os irmãos deles, sendo até hoje
18 os guardas da porta do Rei, a leste. Salum era o chefe. Esses eram os guardas das portas, que pertenciam ao acampamento dos levitas.
19 Salum, filho de Coré, neto de Ebiasafe e bisneto de Corá e seus parentes, os coreítas, guardas das portas, responsáveis por guardar as entradas da Tenda, como os seus antepassados tinham sido responsáveis por guardar a entrada da habitação do Senhor.
20 Naquela época, Fineias, filho de Eleazar, estivera encarregado dos guardas das portas, e o Senhor estava com ele.
21 Zacarias, filho de Meselemias, era o guarda das portas da entrada da Tenda do Encontro.
22 A soma total dos escolhidos para serem guardas das portas, registrados nas genealogias dos seus povoados, era de 212. Eles haviam sido designados para esses postos de confiança por Davi e pelo vidente Samuel.
23 Eles e os seus descendentes foram encarregados de vigiar as portas do templo do Senhor, o templo chamado Tenda.
24 Os guardas vigiavam as portas nos quatro lados: norte, sul, leste e oeste.
25 Seus parentes, residentes em seus povoados, tinham que vir de tempos em tempos e trabalhar com eles por períodos de sete dias.
26 Mas os quatro principais guardas das portas, que eram levitas, receberam a responsabilidade de tomar conta das salas e da tesouraria do templo de Deus.
27 Eles passavam a noite perto do templo de Deus, pois tinham o dever de vigiá-lo e de abrir as portas todas as manhãs.
28 Alguns levitas estavam encarregados dos utensílios utilizados no culto no templo; eles os contavam quando eram retirados e quando eram devolvidos.
29 Outros eram responsáveis pelos móveis e por todos os demais utensílios do santuário, bem como pela farinha, pelo vinho, pelo óleo, pelo incenso e pelas especiarias.
30 E ainda outros cuidavam da manipulação das especiarias.
31 Um levita chamado Matitias, filho mais velho do coreíta Salum, tinha a responsabilidade de assar os pães para as ofertas.
32 E entre os coatitas, seus irmãos, alguns estavam encarregados de preparar os pães que eram postos sobre a mesa todo sábado.
33 Os cantores, chefes de famílias levitas, permaneciam nas salas do templo e estavam isentos de outros deveres, pois dia e noite se dedicavam à sua própria tarefa.
34 Todos esses eram chefes de famílias levitas, alistados como líderes em suas genealogias, e moravam em Jerusalém.

A genealogia de Saul

35 Jeiel, pai de Gibeom, morava em Gibeom. O nome de sua mulher era Maaca;
36 e o de seu filho mais velho, Abdom.
37 Depois nasceram Zur, Quis, Baal, Ner, Nadabe, Gedor, Aiô, Zacarias e Miclote.
38 Miclote gerou Simeia. Eles também moravam perto de seus parentes em Jerusalém.
39 Ner gerou Quis, Quis gerou Saul, Saul gerou Jônatas, Malquisua, Abinadabe e Esbaal.
40 Este foi o filho de Jônatas: Meribe-Baal, que gerou Mica.
41 Estes foram os filhos de Mica: Pitom, Meleque, Tareia e Acaz.
42 Acaz gerou Jadá; Jadá gerou Alemete, Azmavete e Zinri; e Zinri gerou Mosa.
43 Mosa gerou Bineá, cujo filho foi Refaías; o filho deste foi Eleasa, pai de Azel.
44 Azel teve seis filhos, e os nomes deles foram: Azricão, Bocru, Ismael, Searias,
Obadias e Hanã. Esses foram os filhos de Azel.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 8

Os descendentes de Benjamim

1 Benjamim gerou Belá, seu filho mais velho; Asbel, seu segundo filho, Aará, o terceiro;
2 Noá, o quarto; e Rafa, o quinto.
3 Estes foram os filhos de Belá: Adar, Gera, pai de Eúde,
4 Abisua, Naamã, Aoá,
5 Gera, Sefufá e Hurão.
6 Estes foram os descendentes de Eúde, chefes das famílias dos habitantes de Geba, que foram deportados para Manaate:
7 Naamã, Aías e Gera. Esse Gera, pai de Uzá e de Aiúde, foi quem os deportou.
8 Depois de ter se divorciado de suas mulheres Husim e Baara, Saaraim teve filhos na terra de Moabe.
9 Com sua mulher Hodes ele gerou Jobabe, Zíbia, Messa, Malcã,
10 Jeús, Saquias e Mirma. Esses foram seus filhos, chefes de famílias.
11 Com Husim ele gerou Abitube e Elpaal.
12 Estes foram os filhos de Elpaal:
Héber, Misã, Semede, que fundou Ono e Lode com seus povoados.
13 Berias e Sema foram os chefes das famílias dos habitantes de Aijalom e foram eles que expulsaram os habitantes de Gate.
14 Aiô, Sasaque, Jeremote,
15 Zebadias, Arade, Éder,
16 Micael, Ispa e Joá foram descendentes de Berias.
17 Zebadias, Mesulão, Hizqui, Héber,
18 Ismerai, Izlias e Jobabe foram descendentes de Elpaal.
19 Jaquim, Zicri, Zabdi,
20 Elienai, Ziletai, Eliel,
21 Adaías, Beraías e Sinrate foram descendentes de Simei.
22 Ispã, Héber, Eliel,
23 Abdom, Zicri, Hanã,
24 Hananias, Elão, Antotias,
25 Ifdeias e Penuel foram descendentes de Sasaque.
26 Sanserai, Searias, Atalias,
27 Jaaresias, Elias e Zicri foram descendentes de Jeroão.
28 Todos esses foram chefes de famílias, líderes, conforme alistados em suas genealogias, e moravam em Jerusalém.
29 Jeiel, pai de Gibeom, morou na cidade de Gibeom. O nome de sua mulher era Maaca;
30 o de seu filho mais velho, Abdom; e o de seus outros filhos, Zur, Quis, Baal, Ner, Nadabe,
31 Gedor, Aiô, Zequer
32 e Miclote, que gerou Simeia. Eles também moravam perto de seus parentes, em Jerusalém.
33 Ner gerou Quis, que gerou Saul. Saul gerou Jônatas, Malquisua, Abinadabe e Esbaal.
34 O filho de Jônatas foi Meribe-Baal, que gerou Mica.
35 Estes foram os filhos de Mica: Pitom, Meleque, Tareia e Acaz.
36 Acaz gerou Jeoada, Jeoada gerou Alemete, Azmavete e Zinri, e Zinri gerou Mosa.
37 Mosa gerou Bineá, pai de Rafa, que foi o pai de Eleasa, pai de Azel.
38 Azel teve seis filhos chamados Azricão, Bocru, Ismael, Searias, Obadias e Hanã. Todos esses foram filhos de Azel.
39 Estes foram os filhos de Eseque, seu irmão: Ulão, o mais velho; Jeús, o segundo; e Elifelete, o terceiro.
40 Os filhos de Ulão eram soldados valentes e bons flecheiros. Tiveram muitos filhos e netos, eram cento e cinquenta ao todo. Todos esses foram descendentes de Benjamim.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 7

A descendência de Issacar

1 Estes foram os quatro filhos de Issacar: Tolá, Puá, Jasube e Sinrom.
2 Estes foram os filhos de Tolá: Uzi, Refaías, Jeriel, Jamai, Ibsão e Samuel, chefes dos seus clãs. No reinado de Davi, os descendentes de Tolá alistados em suas genealogias como homens de combate eram 22.600.
3 O filho de Uzi foi Israías. Estes foram os filhos de Israías: Micael, Obadias, Joel e Issias. Todos os cinco eram chefes
4 que tinham muitas mulheres e muitos filhos. Por isso, conforme a genealogia de sua família, eles contavam com 36.000 homens prontos para o combate.
5 Incluindo seus parentes, os homens de combate de todos os clãs de Issacar, conforme alistados em sua genealogia, eram ao todo 87.000.

A descendência de Benjamim

6 Estes foram os três filhos de Benjamim: Belá, Bequer e Jediael.
7 Estes foram os filhos de Belá: Esbom, Uzi, Uziel, Jeremote e Iri, cinco chefes de famílias. Seu registro genealógico alistava 22.034 homens de combate.
8 Estes foram os filhos de Bequer: Zemira, Joás, Eliézer, Elioenai, Onri, Jeremote, Abias, Anatote e Alemete. Todos esses eram filhos de Bequer.
9 O registro genealógico deles alistava os chefes de famílias e 20.200 homens de combate.
10 O filho de Jediael foi Bilã. Estes foram os filhos de Bilã: Jeús, Benjamim, Eúde, Quenaaná, Zetã, Társis e Aisaar.
11 Todos esses descendentes de Jediael eram chefes de famílias que contavam com 17.200 homens de combate prontos para a guerra.
12 Supim e Hupim eram filhos de Ir; e Husim era filho de Aer.

A descendência de Naftali

13 Estes foram os filhos de Naftali: Jaziel, Guni, Jezer e Silém, netos de Bila.

A descendência de Manassés

14 Estes foram os descendentes de Manassés:
15 Asriel, filho de sua concubina arameia, que também deu à luz Maquir, pai de Gileade. Maquir casou-se com Maaca, irmã de Hupim e Supim. Outro descendente de Manassés chamava-se Zelofeade, o qual só teve filhas.
16 Maaca, mulher de Maquir, deu à luz um filho, a quem deu o nome de Perez. O nome de seu irmão era Seres, cujos filhos chamavam-se Ulão e Requém.
17 O filho de Ulão foi Bedã. Esses foram os descendentes de Gileade, filho de Maquir e neto de Manassés.
18 Sua irmã Hamolequete deu à luz Isode, Abiezer e Maalá.
19 Estes foram os filhos de Semida: Aiã, Siquém, Liqui e Anião.

A descendência de Efraim

20 Estes foram os descendentes de Efraim: Sutela, que foi o pai de Berede, pai de Taate, pai de Eleada, que foi o pai de Taate, Ézer e Eleade, filhos de Efraim, foram mortos por homens da cidade de Gate quando tentavam roubar os rebanhos deles.
21 pai de Zabade, pai de Sutela.
22 Efraim chorou muitos dias por eles, e seus parentes vieram consolá-lo.
23 Depois ele se deitou de novo com sua mulher, ela engravidou e deu à luz um filho. Ele o chamou Berias, pois tinha acontecido uma desgraça em sua família.
24 Sua filha chamava-se Seerá. Foi ela que fundou Bete-Horom Alta e Bete-Horom Baixa e também Uzém-Seerá.
25 O filho de Berias foi Refa, pai de Resefe, que foi o pai de Telá, pai de Taã,
26 pai de Ladã, pai de Amiúde, que foi o pai de Elisama,
27 pai de Num, que foi o pai de Josué.
28 Suas terras e cidades incluíam Betel e os povoados ao redor, Naarã a leste, Gezer e seus povoados a oeste, e Siquém e Aiá com os seus povoados.
29 A tribo de Manassés controlava as cidades de Bete-Seã, Taanaque, Megido e Dor, com seus respectivos povoados. Os descendentes de José, filho de Israel, viviam nessas cidades.

A descendência de Aser

30 Estes foram os filhos de Aser: Imna, Isvá, Isvi e Berias. A irmã deles chamava-se Sera.
31 Estes foram os filhos de Berias: Héber e Malquiel, que foi o pai de Birzavite.
32 Héber gerou Jaflete, Somer e Hotão e a irmã deles, Suá.
33 Estes foram os filhos de Jaflete: Pasaque, Bimal e Asvate. Esses foram os filhos de Jaflete.
34 Estes foram os filhos de Somer: Aí, Roga, Jeubá e Arã.
35 Estes foram os filhos de Helém, irmão de Somer: Zofa, Imna, Seles e Amal.
36 Estes foram os filhos de Zofa: Suá, Harnefer, Sual, Beri, Inra,
37 Bezer, Hode, Samá, Silsa, Itrã e Beera.
38 Estes foram os filhos de Jéter: Jefoné, Pispa e Ara.
39 Estes foram os filhos de Ula: Ara, Haniel e Rizia.
40 Todos esses foram descendentes de Aser. Eram chefes de famílias, homens escolhidos, soldados valentes e líderes de destaque. O número dos alistados para combate no exército deles foi 26.000.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 6

A descendência de Levi

1 Estes foram os filhos de Levi: Gérson, Coate e Merari.
2 Estes foram os filhos de Coate: Anrão, Isar, Hebrom e Uziel.
3 Estes foram os filhos de Anrão: Arão, Moisés e Miriã. Estes foram os filhos de Arão: Nadabe, Abiú, Eleazar e Itamar.
4 Eleazar gerou Fineias, Fineias gerou Abisua,
5 Abisua gerou Buqui, Buqui gerou Uzi,
6 Uzi gerou Zeraías, Zeraías gerou Meraiote,
7 Meraiote gerou Amarias, Amarias gerou Aitube,
8 Aitube gerou Zadoque, Zadoque gerou Aimaás,
9 Aimaás gerou Azarias, Azarias gerou Joanã,
10 Joanã gerou Azarias - que foi sacerdote no templo construído por Salomão em Jerusalém -,
11 Azarias gerou Amarias, Amarias gerou Aitube,
12 Aitube gerou Zadoque, Zadoque gerou Salum,
13 Salum gerou Hilquias, Hilquias gerou Azarias,
14 Azarias gerou Seraías, e Seraías gerou Jeozadaque.
15 Jeozadaque foi levado prisioneiro quando o Senhor enviou Judá e Jerusalém para o exílio por meio de Nabucodonosor.
16 Estes foram os filhos de Levi: Gérson, Coate e Merari.
17 Estes são os nomes dos filhos de Gérson: Libni e Simei.
18 Estes foram os filhos de Coate: Anrão, Isar, Hebrom e Uziel.
19 Estes foram os filhos de Merari: Mali e Musi. Estes são os clãs dos levitas alistados de acordo com os seus antepassados:
20 De Gérson: Seu filho Libni, que foi o pai de Jaate, pai de Zima,
21 que foi o pai de Joá, pai de Ido, pai de Zerá, que foi o pai de Jeaterai.
22 De Coate: Seu filho Aminadabe, pai de Corá, que foi o pai de Assir,
23 pai de Elcana, pai de Ebiasafe, que foi o pai de Assir,
24 pai de Taate, pai de Uriel, pai de Uzias, que foi o pai de Saul.
25 De Elcana: Amasai, Aimote
26 e Elcana, pai de Zofai, pai de Naate,
27 que foi o pai de Eliabe, pai de Jeroão, pai de Elcana, que foi o pai de Samuel.
28 De Samuel: Joel, o mais velho, e Abias, o segundo.
29 De Merari: Mali, pai de Libni, pai de Simei, que foi o pai de Uzá,
30 pai de Simeia, pai de Hagias, que foi o pai de Asaías.

Os músicos do templo

31 Estes são os homens a quem Davi encarregou de dirigir os cânticos no templo do Senhor depois que a arca foi levada para lá.
32 Eles ministraram o louvor diante do tabernáculo, da Tenda do Encontro, até quando Salomão construiu o templo do Senhor em Jerusalém. Eles exerciam suas funções de acordo com as normas estabelecidas.
33 Estes são os que ministravam, junto com seus filhos: Entre os coatitas: O músico Hemã, filho de Joel, filho de Samuel,
34 filho de Elcana, filho de Jeroão, filho de Eliel, filho de Toá,
35 filho de Zufe, filho de Elcana, filho de Maate, filho de Amasai,
36 filho de Elcana, filho de Joel, filho de Azarias, filho de Sofonias,
37 filho de Taate, filho de Assir, filho de Ebiasafe, filho de Corá,
38 filho de Isar, filho de Coate, filho de Levi, filho de Israel.
39 À direita de Hemã ficava seu parente Asafe, filho de Berequias, filho de Simeia,
40 filho de Micael, filho de Baaseias,
41 filho de Malquias, filho de Etni, filho de Zerá, filho de Adaías,
42 filho de Etã, filho de Zima, 43 filho de Simei, filho de Jaate, filho de Gérson, filho de Levi.
44 Entre os meraritas:
45 À esquerda de Hemã, parente dos meraritas, ficava Etã, filho de Quisi, filho de Abdi, filho de Maluque, filho de Hasabias, filho de Amazias, filho de Hilquias,
46 filho de Anzi, filho de Bani,
47 filho de Sêmer, filho de Mali, filho de Musi, filho de Merari, filho de Levi.
48 Seus parentes, os outros levitas, foram encarregados de cuidar de todo o serviço do tabernáculo, o templo de Deus.
49 Mas eram Arão e seus descendentes que cuidavam dos sacrifícios no altar do holocausto, das ofertas no altar de incenso e de todo o serviço do Lugar Santíssimo, como também dos sacrifícios de propiciação por Israel, conforme tudo o que Moisés, servo de Deus, tinha ordenado.
50 Estes foram os descendentes de Arão: o seu filho Eleazar, pai de Fineias,
que foi o pai de Abisua,
51 pai de Buqui, pai de Uzi, que foi o pai de Zeraías,
52 pai de Meraiote, pai de Amarias, que foi o pai de Aitube,
53 pai de Zadoque, pai de Aimaás.
54 Estas foram as cidades e as regiões dadas aos levitas para nelas habitarem. Entre os descendentes de Arão, o clã coatita foi sorteado primeiro;
55 foi-lhe dada Hebrom, em Judá, com suas pastagens ao redor.
56 Mas os campos e os povoados em torno da cidade foram dados a Calebe, filho de Jefoné.
57 Assim os descendentes de Arão receberam Hebrom, cidade de refúgio, e Libna, Jatir, Estemoa,
58 Hilém, Debir,
59 Asã, Jutá e Bete-Semes, com suas respectivas pastagens.
60 E da tribo de Benjamim receberam Gibeão, Geba, Alemete e Anatote, com suas respectivas pastagens. Ao todo treze cidades foram distribuídas entre os seus clãs.
61 Para os demais descendentes de Coate foram sorteadas dez cidades pertencentes aos clãs da metade da tribo de Manassés.
62 Para os descendentes de Gérson, clã por clã, foram sorteadas treze cidades das tribos de Issacar, de Aser e de Naftali, e da metade da tribo de Manassés que fica em Basã.
63 Para os descendentes de Merari, clã por clã, foram sorteadas doze cidades das tribos de Rúben, de Gade e de Zebulom.
64 Assim os israelitas deram aos levitas essas cidades com suas respectivas pastagens.
65 As cidades anteriormente mencionadas dos territórios de Judá, de Simeão e de Benjamim também lhes foram dadas por sorteio.
66 Alguns dos clãs coatitas receberam as seguintes cidades no território da tribo de Efraim:
67 Siquém, cidade de refúgio nos montes de Efraim, e Gezer,
68 Jocmeão, Bete-Horom,
69 Aijalom e Gate-Rimom, com suas respectivas pastagens.
70 E da metade da tribo de Manassés o restante dos clãs coatitas recebeu Aner e Bileã, com suas respectivas pastagens.
71 Os gersonitas receberam as seguintes cidades: Do clã da metade da tribo de Manassés, Golã, em Basã, e também Asterote, com suas respectivas pastagens;
72 da tribo de Issacar, Quedes, Daberate,
73 Ramote e Aném, com suas respectivas pastagens;
74 da tribo de Aser, Masal, Abdom,
75 Hucoque e Reobe, com suas respectivas pastagens;
76 e da tribo de Naftali, Quedes, na Galileia, Hamom e Quiriataim, com suas respectivas pastagens.
77 E estas foram as cidades que os outros meraritas receberam: Da tribo de Zebulom, Rimono e Tabor, com suas respectivas pastagens;
78 da tribo de Rúben, do outro lado do Jordão, a leste de Jericó, Bezer, no deserto, Jaza,
79 Quede­mote e Mefaate, com suas respectivas pastagens;
80 e da tribo de Gade, Ramote, em Gileade, Maanaim,
81 Hesbom e Jazar, com suas respectivas pastagens.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 5

A descendência de Rúben

1 Estes são os filhos de Rúben, o filho mais velho de Israel. (De fato ele era o mais velho, mas, por ter desonrado o leito de seu pai, seus direitos de filho mais velho foram dados aos filhos de José, filho de Israel, de modo que não foi alistado nos registros genealógicos como o primeiro filho.
2 Embora Judá tenha sido o mais poderoso de seus irmãos e dele tenha vindo um líder, os direitos de filho mais velho foram dados a José.)
3 Os filhos de Rúben, filho mais velho de Israel, foram: Enoque, Palu, Hezrom e Carmi.
4 Estes foram os descendentes de Joel: Seu filho Semaías, pai de Gogue, que foi o pai de Simei,5 pai de Mica, que foi o pai de Reaías, pai de Baal,
6 que foi o pai de Beera, a quem Tiglate-Pileser, rei da Assíria, levou para o exílio. Beera era um líder da tribo de Rúben.
7 Estes foram os parentes dele, de acordo com seus clãs, alistados conforme seus registros genealógicos: Jeiel, o chefe, Zacarias
8 e Belá, filho de Azaz, neto de Sema e bisneto de Joel. Eles foram viver na região que vai desde Aroer até o monte Nebo e Baal-Meom.
9 A leste ocuparam a terra que vai até o deserto que se estende na direção do rio Eufrates, pois seus rebanhos tinham aumentado muito em Gileade.
10 Durante o reinado de Saul eles entraram em guerra contra os hagarenos e os derrotaram, passando a ocupar o acampamento deles por toda a região a leste de Gileade.

A descendência de Gad

11 Ao lado da tribo de Rúben ficou a tribo de Gade, desde a região de Basã até Salcá.
12 Joel foi o primeiro chefe de clãs em Basã; Safã, o segundo; os outros foram Janai e Safate.
13 Estes foram os parentes deles, por famílias: Micael, Mesulão, Seba, Jorai, Jacã, Zia e Héber. Eram sete ao todo.
14 Eles eram descendentes de Abiail, filho de Huri, neto de Jaroa, bisneto de Gileade e trineto de Micael, que foi filho de Jesisai, neto de Jado e bisneto de Buz.
15 Aí, filho de Abdiel e neto de Guni, foi o chefe dessas famílias.
16 A tribo de Gade habitou em Gileade, em Basã e seus povoados, e em toda a extensão das terras de pastagem de Sarom.
17 Todos esses entraram nos registros genealógicos durante os reinados de Jotão, rei de Judá, e de Jeroboão, rei de Israel.
18 As tribos de Rúben e Gade e a metade da tribo de Manassés tinham juntas quarenta e quatro mil e setecentos e sessenta homens de combate, capazes de empunhar escudo e espada, de usar o arco e treinados para a guerra.
19 Eles entraram em guerra contra os hagarenos e seus aliados Jetur, Nafis e Nodabe.
20 Durante a batalha clamaram a Deus, que os ajudou, entregando os hagarenos e todos os seus aliados nas suas mãos. Deus os atendeu, porque confiaram nele.
21 Tomaram dos hagarenos o rebanho de cinquenta mil camelos, duzentas e cinquenta mil ovelhas e dois mil jumentos. Também fizeram cem mil prisioneiros.
22 E muitos foram os inimigos mortos, pois a batalha era de Deus. Eles ocuparam aquela terra até a época do exílio.

A meia-tribo de Manassés

23 A metade da tribo de Manassés era numerosa e se estabeleceu na região que vai de Basã a Baal-Hermom, isto é, até Senir, o monte Hermom.
24 Estes eram os chefes das famílias dessa tribo: Éfer, Isi, Eliel, Azriel, Jeremias, Hodavias e Jadiel. Eram soldados valentes, homens famosos e chefes das famílias.
25 Mas foram infiéis para com o Deus dos seus antepassados e se prostituíram, seguindo os deuses dos povos que Deus tinha destruído diante deles.
26 Por isso o Deus de Israel incitou Pul, que é Tiglate-Pileser, rei da Assíria, a levar as tribos de Rúben e de Gade e a metade da tribo de Manassés para Hala, Habor, Hara e para o rio Gozã, onde estão até hoje.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 4

Outros descendentes de Judá

1 Estes também foram os descendentes de Judá: Perez, Hezrom, Carmi, Hur e Sobal.
2 Reaías, filho de Sobal, gerou Jaate, e Jaate gerou Aumai e Laade. Estes foram os clãs dos zoratitas.
3 Estes foram os filhos de Etã: Jezreel, Isma e Idbás. A irmã deles chamava-se Hazelelponi.
4 E ainda Penuel, pai de Gedor, e Ézer, pai de Husá. Esses foram os descendentes de Hur, o filho mais velho de Efrate e pai de Belém.
5 Asur, fundador de Tecoa, teve duas mulheres: Helá e Naará.
6 Naará lhe deu Auzã, Héfer, Temeni e Haastari. Esses foram os filhos de Naará.
7 Estes foram os filhos de Helá: Zerete, Zoar, Etnã
8 e Coz, que gerou Anube e Zobeba e os clãs de Aarel, filho de Harum.
9 Jabez foi o homem mais respeitado de sua família. Sua mãe lhe deu o nome de Jabez, dizendo: "Com muitas dores o dei à luz".
10 Jabez orou ao Deus de Israel: "Ah, abençoa-me e aumenta as minhas terras! Que a tua mão esteja comigo, guardando-me de males e livrando-me de dores". E Deus atendeu ao seu pedido.
11 Quelube, irmão de Suá, gerou Meir, pai de Estom.
12 Estom gerou Bete-Rafa, Paseia e Teína, fundador de Ir-Naás. Esses habitaram em Reca.
13 Estes foram os filhos de Quenaz: Otoniel e Seraías. Estes foram os filhos de Otoniel: Hatate e Meonotai.
14 Meonotai gerou Ofra. Seraías gerou Joabe, fundador de Ge-Harasim, que recebeu esse nome porque os seus habitantes eram artesãos.
15 Estes foram os filhos de Calebe, filho de Jefoné: Iru, Elá e Naã. O filho de Elá foi Quenaz.
16 Estes foram os filhos de Jealelel: Zife, Zifa, Tiria e Asareel.
17 Estes foram os filhos de Ezra:
Jéter, Merede, Éfer e Jalom. Merede casou-se com Bitia, filha do faraó, e teve os seguintes filhos: Miriã, Samai e Isbá, fundador de Estemoa.
18 Sua mulher judia deu à luz Jerede, fundador de Gedor, Héber, fundador de Socó, e Jecutiel, fundador de Zanoa.
19 Estes foram os filhos da mulher de Hodias, irmã de Naã: o pai de Queila, o garmita, e Estemoa, o maacatita.
20 Estes foram os filhos de Simão: Amnom, Rina, Bene-Hanã e Tilom. Estes foram os filhos de Isi: Zoete e Ben-Zoete.
21 Estes foram os filhos de Selá, filho de Judá: Er, pai de Leca; Lada, pai de Maressa. Selá também foi antepassado dos clãs daqueles que trabalhavam com linho em Bete-Asbeia,
22 de Joquim, dos homens de Cozeba, de Joás e de Sarafe, que governavam em Moabe e em Jasubi-Leém. (Estes registros são de épocas antigas.)
23 Eles eram oleiros e habitavam em Netaim e em Gederá, perto do rei, para quem trabalhavam.

A descendência de Simeão

24 Estes foram os filhos de Simeão: Nemuel, Jamim, Jaribe, Zerá e Saul.
25 O filho de Saul era Salum, pai de Mibsão, que foi o pai de Misma.
26 Estes foram os descendentes de Misma: seu filho Hamuel, pai de Zacur, que foi o pai de Simei.
27 Simei teve dezesseis filhos e seis filhas, mas seus irmãos não tiveram muitos filhos; por isso todos os seus clãs não se igualam em número à tribo de Judá.
28 Eles viviam em Berseba, Moladá, Hazar-Sual,
29 Bila, Azém, Tolade,
30 Betuel, Hormá, Ziclague,
31 Bete-Marcabote, Hazar-Susim, Bete-Biri e Saaraim. Essas foram as suas cidades até o reinado de Davi.
32 Tinham também as cinco cidades de Etã, Aim, Rimom, Toquém e Asã,
33 com todos os povoados ao redor delas até Baalate. Nessas cidades viviam e mantinham um registro genealógico.
34 Mesobabe, Janleque, Josa - filho de Amazias -,
35 Joel, Jeú - filho de Josibias, neto de Seraías e bisneto de Asiel -;
36 também Elioenai, Jaacobá, Jesoaías, Asaías, Adiel, Jesimiel, Benaia
37 e Ziza - filho de Sifi, neto de Alom, bisneto de Jedaías, trineto de Sinri
e tetraneto de Semaías.
38 Essa é a lista dos líderes dos seus clãs. Suas famílias cresceram muito
39 e, por isso, foram para os arredores de Gedor, a leste do vale, em busca de pastagens para os seus rebanhos.
40 Encontraram muitas pastagens boas, numa região vasta, pacífica e tranquila, onde alguns camitas tinham vivido anteriormente.
41 Durante o reinado de Ezequias, rei de Judá, esses homens aqui alistados chegaram e atacaram os camitas e os meunitas da região e os destruíram totalmente, como até hoje se pode ver. Depois ocuparam o lugar daqueles povos, pois havia pastagens para os seus rebanhos.
42 E quinhentos desses simeonitas, liderados por Pelatias, Nearias, Refaías e Uziel, filhos de Isi, invadiram as colinas de Seir.
43 Eles mataram o restante dos amalequitas que tinha escapado, e ali vivem até hoje.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 3

A descendência de David

1 Estes foram os filhos de Davi nascidos em Hebrom: O seu filho mais velho era Amnom, filho de Ainoã de Jezreel; o segundo, Daniel, de Abigail, de Carmelo;
2 o terceiro, Absalão, de Maaca, filha de Talmai, rei de Gesur; o quarto, Adonias, de Hagite;
3 o quinto, Sefatias, de Abital; e o sexto, Itreão, de sua mulher Eglá.
4 São esses os seis filhos de Davi que nasceram em Hebrom, onde ele reinou sete anos e seis meses. E, em Jerusalém,
5 onde Davi reinou trinta e três anos, nasceram-lhe os seguintes filhos: Simeia, Sobabe, Natã e Salomão, os quatro filhos que ele teve com Bate-Seba, filha de Amiel.
6 Davi teve ainda mais nove filhos: Ibar, Elisua, Elpalete,
7 Nogá, Nefegue, Jafia,
8 Elisama, Eliada e Elifelete.
9 Todos esses foram filhos de Davi, além dos que teve com suas concubinas, e a filha Tamar, irmã deles.
10 O filho de Salomão foi Roboão; o filho de Roboão foi Abias; o filho de Abias, Asa; o filho de Asa, Josafá;
11 o filho de Josafá, Jeorão; o filho de Jeorão, Acazias; o filho de Acazias, Joás;
12 o filho de Joás, Amazias; o filho de Amazias, Azarias; o filho de Azarias, Jotão;
13 o filho de Jotão, Acaz; o filho de Acaz, Ezequias; o filho de Ezequias, Manassés;
14 o filho de Manassés, Amom; o filho de Amom, Josias.
15 Os filhos de Josias foram: Joanã, o primeiro; Jeoaquim, o segundo; Zedequias, o terceiro; e Salum, o quarto.
16 Os sucessores de Jeoaquim foram: Joaquim e Zedequias.
17 Estes foram os filhos de Joaquim, que foi levado para o cativeiro:
18 Sealtiel, Malquirão, Pedaías, Senazar, Jecamias, Hosama e Nedabias.
19 Estes foram os filhos de Pedaías: Zorobabel e Simei. Estes foram os filhos de Zorobabel: Mesulão, Hananias e Selomite, irmã deles.
20 Zorobabel teve ainda mais cinco filhos: Hasubá, Oel, Berequias, Hasadias e Jusabe-Hesede.
21 Estes foram os descendentes de Hananias: Pelatias e Jesaías, e os filhos de Refaías, de Arnã, de Obadias e de Secanias.
22 Estes foram os descendentes de Secanias: Semaías e seus filhos Hatus, Igal, Bariá, Nearias e Safate; seis descendentes ao todo.
23 Estes foram os três filhos de Nearias: Elioenai, Ezequias e Azricão.
24 Estes foram os sete filhos de Elioenai: Hodavias, Eliasibe, Pelaías, Acube,
Joanã, Delaías e Anani.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 2

A descendência de Judá

1 Estes foram os filhos de Israel: Rúben, Simeão, Levi, Judá, Issacar, Zebulom,
2 Dã, José, Benjamim, Naftali, Gade e Aser.
3 Estes foram os filhos de Judá: Er, Onã e Selá. Ele teve esses três filhos com uma mulher cananeia, a filha de Suá. Mas o Senhor reprovou a conduta perversa de Er, filho mais velho de Judá, e por isso o matou.
4 Tamar, nora de Judá, deu-lhe os filhos Perez e Zerá. A Judá nasceram ao todo cinco filhos.5 Estes foram os filhos de Perez: Hezrom e Hamul.
6 Estes foram os filhos de Zerá: Zinri, Etã, Hemã, Calcol e Darda. Foram cinco ao todo.
7 O filho de Carmi foi Acar. Ele causou desgraça a Israel ao violar a proibição de se apossar das coisas consagradas.
8 Este foi o filho de Etã: Azarias.
9 Os filhos que nasceram a Hezrom foram Jerameel, Rão e Calebe.
10 Rão gerou Aminadabe, e Aminadabe gerou Naassom, o líder da tribo de Judá.
11 Naassom gerou Salmom, Salmom gerou Boaz,
12 Boaz gerou Obede, e Obede gerou Jessé.
13 Jessé gerou Eliabe, o seu filho mais velho; o segundo foi Abinadabe; o terceiro, Simeia;
14 o quarto, Natanael; o quinto, Radai;
15 o sexto, Ozém; e o sétimo, Davi.
16 As irmãs deles foram Zeruia e Abigail. Os três filhos de Zeruia foram Abisai, Joabe e Asael.
17 Abigail deu à luz Amasa, filho do ismaelita Jéter.
18 Calebe, filho de Hezrom, teve, com sua mulher Azuba, uma filha chamada Jeriote. Estes foram os filhos de Azuba: Jeser, Sobabe e Ardom.
19 Quando Azuba morreu, Calebe tomou por mulher Efrate, com quem teve Hur.
20 Hur gerou Uri, e Uri gerou Bezalel.
21 Depois disso, Hezrom, aos sessenta anos, tomou por mulher a filha de Maquir, pai de Gileade, e ela deu-lhe um filho chamado Segube.
22 Segube gerou Jair, que governou vinte e três cidades em Gileade.
23 Gesur e Arã conquistaram Havote-Jair, bem como Quenate e os povoados ao redor; ao todo sessenta cidades. Todos esses foram descendentes de Maquir, pai de Gileade.
24 Depois que Hezrom morreu em Calebe-Efrata, Abia, mulher de Hezrom, deu-lhe Asur, fundador de Tecoa.
25 Estes foram os filhos de Jerameel, o filho mais velho de Hezrom: Rão, o mais velho, Buna, Orém, Ozém e Aías.
26 Jerameel teve outra mulher, chamada Atara, que foi a mãe de Onã.
27 Estes foram os filhos de Rão, o filho mais velho de Jerameel: Maaz, Jamim e Equer.
28 Estes foram os filhos de Onã: Samai e Jada. Estes foram os filhos de Samai:
Nadabe e Abisur.
29 O nome da mulher de Abisur era Abiail. Ela deu-lhe dois filhos: Abã e Molide.
30 Estes foram os filhos de Nadabe: Selede e Apaim. Selede morreu sem filhos.
31 O filho de Apaim foi Isi, pai de Sesã, pai de Alai.
32 Estes foram os filhos de Jada, irmão de Samai: Jéter e Jônatas. Jéter morreu sem filhos.
33 Estes foram os filhos de Jônatas: Pelete e Zaza. Foram esses os descendentes de Jerameel.
34 Sesã não teve filhos, apenas filhas. Tinha ele um escravo egípcio chamado Jará,
35 a quem deu uma de suas filhas por mulher. E ela deu-lhe um filho chamado Atai.
36 Atai gerou Natã, Natã gerou Zabade,
37 Zabade gerou Eflal, Eflal gerou Obede,
38 Obede gerou Jeú, Jeú gerou Azarias,
39 Azarias gerou Helez, Helez gerou Eleasa,
40 Eleasa gerou Sismai, Sismai gerou Salum,
41 Salum gerou Jecamias, e Jecamias gerou Elisama.

A descendência de Calebe

42 Estes foram os filhos de Calebe, irmão de Jerameel: Messa, o mais velho, que foi o pai de Zife, e seu filho Maressa, pai de Hebrom.
43 Estes foram os filhos de Hebrom: Corá, Tapua, Requém e Sema.
44 Sema gerou Raão, pai de Jorqueão. Requém gerou Samai.
45 O filho de Samai foi Maom, e Maom foi o pai de Bete-Zur.
46 A concubina de Calebe, Efá, teve três filhos: Harã, Mosa e Gazez. Harã gerou Gazez.
47 Estes foram os filhos de Jadai: Regém, Jotão, Gesã, Pelete, Efá e Saafe.
48 A concubina de Calebe, Maaca, teve dois filhos: Seber e Tiraná.
49 Ela também teve Saafe, pai de Madmana, e Seva, pai de Macbena e de Gibeá. A filha de Calebe chamava-se Acsa.
50 Calebe teve também estes outros descendentes. Os filhos de Hur, o filho mais velho de Efrate: Sobal, fundador de Quiriate-Jearim,
51 Salma, fundador de Belém, e Harefe, fundador de Bete-Gader.
52 Os descendentes de Sobal, fundador de Quiriate-Jearim: O povo de Haroé, metade dos manaatitas,
53 e os clãs de Quiriate-Jearim: os itritas, os fateus, os sumateus e os misraeus. Desses descenderam os zoratitas e os estaoleus.
54 Os descendentes de Salma: O povo de Belém e de Atarote-Bete-Joabe, os netofatitas, metade dos manaatitas, os zoreus,
55 e os clãs dos escribas que viviam em Jabez: os tiratitas, os simeatitas e os sucatitas. Esses foram os queneus, descendentes de Hamate, antepassado da família de Recabe.

Bíblia
1 compartilhamento

1 Crônicas 1

De Adão a Abraão

1 Adão, Sete, Enos,
2 Cainã, Maalaleel, Jarede,
3 Enoque, Matusalém, Lameque, Noé.
4 Estes foram os filhos de Noé: Sem, Cam e Jafé.
5 Estes foram os filhos de Jafé: Gômer, Magogue, Madai, Javã, Tubal, Meseque e Tirás.
6 Estes foram os filhos de Gômer: Asquenaz, Rifate e Togarma.
7 Estes foram os filhos de Javã: Elisá, Társis, Quitim e Rodanim.
8 Estes foram os filhos de Cam: Cuxe, Mizraim, Fute e Canaã.
9 Estes foram os filhos de Cuxe: Sebá, Havilá, Sabtá, Raamá e Sabtecá. Estes foram os filhos de Raamá: Sabá e Dedã.
10 Cuxe gerou Ninrode, o primeiro homem poderoso na terra.
11 Mizraim gerou os luditas, os anamitas, os leabitas, os naftuítas,
12 os patrusitas, os casluítas, dos quais se originaram os filisteus, e os caftoritas.
13 Canaã gerou Sidom, seu filho mais velho, e Hete,
14 como também os jebuseus, os amorreus, os girgaseus,
15 os heveus, os arqueus, os sineus,
16 os arvadeus, os zemareus e os hamateus.
17 Estes foram os filhos de Sem: Elão, Assur, Arfaxade, Lude e Arã. Estes foram os filhos de Arã: Uz, Hul, Géter e Meseque.
18 Arfaxade gerou Salá, e este gerou Héber.
19 A Héber nasceram dois filhos: um deles se chamou Pelegue, porque em sua época a terra foi dividida; seu irmão chamou-se Joctã.
20 Joctã gerou Almodá, Salefe, Hazarmavé, Jerá,
21 Adorão, Uzal, Dicla,
22 Obal, Abimael, Sabá,
23 Ofir, Havilá e Jobabe. Todos esses foram filhos de Joctã.
24 Sem, Arfaxade, Salá,
25 Héber, Pelegue, Reú,
26 Serugue, Naor, Terá
27 e Abrão, que é Abraão.
28 Estes foram os filhos de Abraão: Isaque e Ismael.
29 Foram estes os seus descendentes: Nebaiote, o filho mais velho de Ismael,
Quedar, Adbeel, Mibsão,
30 Misma, Dumá, Massá, Hadade, Temá,
31 Jetur, Nafis e Quedemá. Esses foram os filhos de Ismael.
32 Estes foram os filhos de Abraão com sua concubina Quetura: Zinrã, Jocsã, Medã, Midiã, Isbaque e Suá. Foram estes os filhos de Jocsã: Sabá e Dedã.
33 Foram estes os filhos de Midiã: Efá, Éfer, Enoque, Abida e Elda. Todos esses foram descendentes de Quetura.
34 Abraão gerou Isaque. Estes foram os filhos de Isaque: Esaú e Israel.
35 Estes foram os filhos de Esaú: Elifaz, Reuel, Jeús, Jalão e Corá.
36 Estes foram os filhos de Elifaz: Temã, Omar, Zefô, Gaetã e Quenaz; e Amaleque, de Timna, sua concubina.
37 Estes foram os filhos de Reuel: Naate, Zerá, Samá e Mizá.
38 Estes foram os filhos de Seir: Lotã, Sobal, Zibeão, Aná, Disom, Ézer e Disã.
39 Estes foram os filhos de Lotã: Hori e Homã. Lotã tinha uma irmã chamada Timna.
40 Estes foram os filhos de Sobal: Alvã, Manaate, Ebal, Sefô e Onã. Estes foram os filhos de Zibeão: Aiá e Aná.
41 Este foi o filho de Aná: Disom. Estes foram os filhos de Disom: Hendã, Esbã, Itrã e Querã.
42 Estes foram os filhos de Ézer: Bilã, Zaavã e Acã. Estes foram os filhos de Disã:
Uz e Arã.

Os reis de Edom

43 Estes foram os reis que reinaram no território de Edom antes que os israelitas tivessem um rei: Belá, filho de Beor. Sua cidade chamava-se Dinabá.
44 Belá morreu; e Jobabe, filho de Zerá, de Bozra, foi o seu sucessor.
45 Jobabe morreu; e Husã, da terra dos temanitas, foi o seu sucessor.
46 Husã morreu; e Hadade, filho de Bedade, que tinha derrotado os midianitas na terra de Moabe, foi o seu sucessor. Sua cidade chamava-se Avite.
47 Hadade morreu; e Samlá de Masreca foi o seu sucessor.
48 Samlá morreu; e Saul, de Reobote, próxima ao Eufrates, foi o seu sucessor.
49 Saul morreu; e Baal-Hanã, filho de Acbor, foi o seu sucessor.
50 Baal-Hanã morreu, e Hadade foi o seu sucessor. Sua cidade chamava-se Paú, e o nome de sua mulher era Meetabel, filha de Matrede e neta de Mezaabe.
51 Após a morte de Hadade, Edom foi governada pelos seguintes chefes: Timna, Alva, Jetete,
52 Oolibama, Elá, Pinom,
53 Quenaz, Temã, Mibzar,
54 Magdiel e Irã. Foram esses os chefes de Edom.

Bíblia
1 compartilhamento

2 Samuel 24

David manda fazer um recenseamento

1 Mais uma vez irou-se o Senhor contra Israel e incitou Davi contra o povo, levando-o a fazer um censo de Israel e de Judá.
2 Então o rei disse a Joabe e aos outros comandantes do exército: "Vão por todas as tribos de Israel, de Dã a Berseba, e contem o povo, para que eu saiba quantos são".
3 Joabe, porém, respondeu ao rei: "Que o Senhor, o teu Deus, multiplique o povo por cem, e que os olhos do rei, meu senhor, o vejam! Mas, por que o rei, meu senhor, deseja fazer isso?"
4 Mas a palavra do rei prevaleceu sobre a de Joabe e sobre a dos comandantes do exército; então eles saíram da presença do rei para contar o povo de Israel.
5 E, atravessando o Jordão, começaram em Aroer, ao sul da cidade, no vale; depois foram para Gade e de lá para Jazar,
6 Gileade e Cades dos hititas, chegaram a Dã-Jaã e às proximidades de Sidom.
7 Dali seguiram na direção da fortaleza de Tiro e de todas as cidades dos heveus e dos cananeus. Por último, foram até Berseba, no Neguebe de Judá.
8 Percorreram todo o país e voltaram a Jerusalém ao fim de nove meses e vinte dias.
9 Então Joabe apresentou ao rei o relatório do recenseamento do povo: havia em Israel oitocentos mil homens habilitados para o serviço militar e, em Judá, quinhentos mil.
10 Depois de contar o povo, Davi sentiu remorso e disse ao Senhor: "Pequei gravemente com o que fiz! Agora, Senhor, eu imploro que perdoes o pecado do teu servo, porque cometi uma grande loucura!"
11 Levantando-se Davi pela manhã, o Senhor já tinha falado a Gade, o vidente dele:
12 "Vá dizer a Davi: Assim diz o Senhor: 'Estou dando a você três opções de punição; escolha uma delas, e eu a executarei contra você' ".
13 Então Gade foi a Davi e lhe perguntou: "O que você prefere: três anos de fome em sua terra; três meses fugindo de seus adversários, que o perseguirão; ou três dias de praga em sua terra? Pense bem e diga-me o que deverei responder àquele que me enviou".
14 Davi respondeu: "É grande a minha angústia! Prefiro cair nas mãos do Senhor, pois grande é a sua misericórdia, a cair nas mãos dos homens".
15 Então o Senhor enviou uma praga sobre Israel, desde aquela manhã até a hora que tinha determinado. E morreram setenta mil homens do povo, de Dã a Berseba.
16 Quan­do o anjo estendeu a mão para destruir Jerusalém, o Senhor arrependeu-se de trazer essa catástrofe e disse ao anjo destruidor: "Pare! Já basta!" Naquele momento o anjo do Senhor estava perto da eira de Araúna, o jebuseu.
17 Ao ver o anjo que estava matando o povo, disse Davi ao Senhor: "Fui eu que pequei e cometi iniquidade. Estes não passam de ovelhas. O que eles fizeram? Que o teu castigo caia sobre mim e sobre a minha família!"

David constrói um altar

18 Naquele mesmo dia Gade foi dizer a Davi: "Vá e edifique um altar ao Senhor na eira de Araúna, o jebuseu".
19 Davi foi para lá, em obediência à ordem que Gade tinha dado em nome do Senhor.
20 Quan­do Araúna viu o rei e seus soldados vindo ao encontro dele, saiu e prostrou-se perante o rei com o rosto em terra,
21 e disse: "Por que o meu senhor e rei veio ao teu servo?"
Respondeu Davi: "Para comprar sua eira e edificar nela um altar ao Senhor, para que cesse a praga no meio do povo".
22 Araúna disse a Davi: "O meu senhor e rei pode ficar com o que desejar e oferecê-lo em sacrifício. Aqui estão os bois para o holocausto, e o debulhador e o jugo dos bois para a lenha.
23 Ó rei, eu dou tudo isso a ti". E acres­centou: "Que o Senhor, o teu Deus, aceite a tua ofer­ta".
24 Mas o rei respondeu a Araúna: "Não! Faço questão de pagar o preço justo. Não oferecerei ao Senhor, o meu Deus, holocaustos que não me custem nada"; e comprou a eira e os bois por cinquenta peças de prata.
25 Da­vi edificou ali um altar ao Senhor e ofereceu holocaustos e sacrifícios de comunhão. Então o Senhor aceitou as súplicas em favor da terra e terminou a praga que destruía Israel.

Bíblia
1 compartilhamento

2 Samuel 23

As últimas palavras de David

1 Estas são as últimas palavras de Davi: "Palavras de Davi, filho de Jessé; palavras do homem que foi exaltado, do ungido pelo Deus de Jacó, do cantor dos cânticos de Israel:
2 "O Espírito do Senhor falou por meu intermédio; sua palavra esteve em minha língua.
3 O Deus de Israel falou, a Rocha de Israel me disse: 'Quem governa o povo com justiça, quem o governa com o temor de Deus,
4 é como a luz da manhã ao nascer do sol, numa manhã sem nuvens. É como a claridade depois da chuva, que faz crescer as plantas da terra'.
5 "A minha dinastia está de bem com Deus. Ele fez uma aliança eterna comigo,
firmada e garantida em todos os aspectos. Certamente me fará prosperar em tudo
e me concederá tudo quanto eu desejo.
6 Mas os perversos serão lançados fora como espinhos, que não se ajuntam com as mãos;
7 quem quer tocá-los usa uma ferramenta ou o cabo de madeira da lança. Os espinhos serão totalmente queimados onde estiverem".

Os grandes chefes militares de David

8 Estes são os nomes dos principais guerreiros de Davi: Jabesão, um tacmonita, chefe dos três guerreiros principais; numa ocasião, com uma lança, enfrentou oitocentos homens numa mesma batalha e os matou.
9 Depois dele, Eleazar, filho do aoíta Dodô. Ele era um dos três principais guerreiros e esteve com ­Davi quando os filisteus se reuniram em Pas-Damim para a batalha. Os israelitas recuaram,
10 mas ele manteve a sua posição e feriu os filisteus até a sua mão ficar dormente e grudar na espada. O Senhor concedeu uma grande vitória a Israel naquele dia, e o exército voltou para onde Eleazar estava, mas somente para saquear os mortos.
11 Depois dele, Samá, filho de Agé, de Harar. Os filisteus reuniram-se em Leí, onde havia uma plantação de lentilha. O exército de Israel fugiu dos filisteus,
12 mas Samá tomou posição no meio da plantação, defendeu-a e derrotou os filisteus. O Senhor concedeu-lhe uma grande vitória.
13 Durante a colheita, três chefes do batalhão dos Trinta foram encontrar Davi na caverna de Adu­lão, enquanto um grupo de filisteus acam­pava no vale de Refaim.
14 Estando Davi nessa fortaleza e o destacamento filisteu em Belém,
15 Davi expressou este forte desejo: "Quem me dera me trouxessem água da cisterna da porta de Belém!"
16 Então aqueles três atravessaram o acam­pamento filisteu, tiraram água da cisterna e a trouxeram a Davi. Mas ele se recusou a beber; em vez disso, derramou-a como oferta ao Senhor e disse:
17 "O­ Senhor me livre de beber desta água! Seria como beber o sangue dos que arriscaram a vida para trazê-la!" E Davi não bebeu daquela água.
Foram esses os feitos dos três principais guerreiros.
18 Abisai, irmão de Joabe e filho de Zeruia, era o chefe do batalhão dos Trinta. Certa ocasião, com sua lança matou trezentos ho­mens, tornando-se tão famoso quanto os três.
19 Foi mais honrado que o batalhão dos Trinta e tornou-se o chefe deles. Mas nunca igualou-se aos três principais guerreiros.
20 Benaia, filho de Joiada, era um corajoso soldado de Cabzeel, que realizou gran­des feitos. Matou dois dos melhores guerreiros de Moabe e, num dia de neve, desceu num buraco e matou um leão.
21 Também matou um egípcio de grande estatura. O egípcio tinha na mão uma lança, e Benaia o enfrentou com um cajado. Arrancou a lança da mão do egípcio e com ela o matou.
22 Es­ses foram os grandes feitos de Benaia, filho de Joiada, que também teve fama como os três principais guerreiros de Davi.
23 Foi­ mais honrado do que qualquer dos Trinta, mas nunca igualou-se aos três. E Davi lhe deu o comando da sua guarda pessoal.
24 Entre os Trinta estavam: Asael, irmão de Joabe; Elanã, filho de Dodô, de Belém;
25 Samá e Elica, de Harode;
26 Helez, de Pelete; Ira, filho de Iques, de Tecoa;
27 Abiezer, de Anatote; Mebunai, de Husate;
28 Zalmom, de Aoí; Maarai, de Netofate;
29 Helede, filho de Baaná, de Netofate; Itai, filho de Ribai, de Gibeá de Benjamim;
30 Benaia, de Piratom; Hidai, dos riachos de Gaás;
31 Abi-Albom, de Arbate; Azmavete, de Baurim;
32 Eliaba, de Saalbom; os filhos de Jasém; Jônatas,
33 filho de Samá, de Harar; Aião, filho de Sarar, de Harar;
34 Elifelete, filho de Aasbai, de Maaca; Eliã, filho de Aitofel, de Gilo;
35 Hezrai, de Carmelo; Paarai, de Arabe;
36 Igal, filho de Natã, de Zobá; o filho de Hagri;
37 Zeleque, de Amom; Naarai, de Beerote, escudeiro de Joabe, filho de Zeruia;
38 Ira e Garebe, de Jatir,
39 e o hitita Urias. Foram ao todo trinta e sete.

Bíblia
1 compartilhamento

2 Samuel 22

Cântico de David

1 Davi cantou ao Senhor este cântico, quando ele o livrou das mãos de todos os seus inimigos e das mãos de Saul,
2 dizendo: "O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador;
3 o meu Deus é a minha rocha, em que me refugio; o meu escudo e o meu poderoso salvador. Ele é a minha torre alta, o meu abrigo seguro. Tu, Senhor, és o meu salvador, e me salvas dos violentos.
4 Clamo ao Senhor, que é digno de louvor, e sou salvo dos meus inimigos.
5 "As ondas da morte me cercaram; as torrentes da destruição me aterrorizaram.
6 As cordas da sepultura me envolveram; as armadilhas da morte me confrontaram.
7 Na minha angústia, clamei ao Senhor; clamei ao meu Deus. Do seu templo ele ouviu a minha voz; o meu grito de socorro chegou aos seus ouvidos.
8 "A terra abalou-se e tremeu, os alicerces dos céus estremeceram; tremeram porque ele estava irado.
9 Das suas narinas saiu fumaça; da sua boca saiu fogo consumidor; dele saíram brasas vivas e flamejantes.
10 Ele abriu os céus e desceu; nuvens escuras estavam debaixo dos seus pés.
11 Montou sobre um querubim e voou; elevou-se sobre as asas do vento.
12 Pôs as trevas ao seu redor; das densas nuvens de chuva fez o seu abrigo.
13 Do brilho da sua presença flamejavam carvões em brasa.
14 Dos céus o Senhor trovejou; ressoou a voz do Altíssimo.
15 Ele atirou flechas e dispersou os inimigos, arremessou raios e os fez bater em retirada.
16 Os vales apareceram, e os fundamentos da terra foram expostos, diante da repreensão do Senhor, com o forte sopro de suas narinas.
17 "Das alturas estendeu a mão e me segurou; tirou-me de águas profundas.
18 Livrou-me do meu inimigo poderoso, dos meus adversários, que eram fortes demais para mim.
19 Eles me atacaram no dia da minha calamidade, mas o Senhor foi o meu amparo.
20 Deu-me ampla liberdade; livrou-me, pois me quer bem.
21 "O Senhor me tratou conforme a minha retidão; conforme a pureza das minhas mãos me recompensou.
22 Pois guardei os caminhos do Senhor; não cometi a perversidade de afastar-me do meu Deus.
23 Todos os seus mandamentos estão diante de mim; não me afastei dos seus decretos.
24 Tenho sido irrepreensível para com ele e guardei-me de pecar.
25 O Senhor recompensou-me segundo a minha retidão, conforme a pureza das minhas mãos perante ele.
26 "Ao fiel te revelas fiel, ao irrepreensível te revelas irrepreensível,
27 ao puro te revelas puro, mas ao perverso te revelas astuto.
28 Salvas os humildes, mas os teus olhos estão sobre os orgulhosos para os humilhar.
29 Tu és a minha lâmpada, ó Senhor! O Senhor ilumina-me as trevas.
30 Contigo posso avançar contra uma tropa; com o meu Deus posso transpor muralhas.
31 "Este é o Deus cujo caminho é perfeito; a palavra do Senhor é comprovadamente genuína. Ele é escudo para todos os que nele se refugiam.
32 Pois quem é Deus além do Senhor? E quem é Rocha senão o nosso Deus?
33 É Deus quem me reveste de força e torna perfeito o meu caminho.
34 Ele me faz correr veloz como a gazela e me firma os passos nos lugares altos.
35 É ele que treina as minhas mãos para a batalha, e assim os meus braços vergam o arco de bronze.
36 Tu me dás o teu escudo de livramento; a tua ajuda me fez forte.
37 Alargas sob mim o meu caminho, para que os meus tornozelos não se torçam.
38 "Persegui os meus inimigos e os derrotei; não voltei enquanto não foram destruídos.
39 Esmaguei-os completamente, e não puderam levantar-se; caíram debaixo dos meus pés.
40 Tu me revestiste de força para a batalha; fizeste cair aos meus pés os meus adversários.
41 Fizeste que os meus inimigos fugissem de mim; destruí os que me odiavam.
42 Gritaram por socorro, mas não havia quem os salvasse; gritaram ao Senhor,
mas ele não respondeu.
43 Eu os reduzi a pó, como o pó da terra; esmaguei-os e os amassei como a lama das ruas.
44 "Tu me livraste dos ataques do meu povo; preservaste-me como líder de nações. Um povo que eu não conhecia me é sujeito.
45 Estrangeiros me bajulam; assim que me ouvem, me obedecem.
46 Todos eles perdem a coragem; saem tremendo das suas fortalezas.
47 "O Senhor vive! Bendita seja a minha Rocha! Exaltado seja Deus, a Rocha que me salva!
48 Este é o Deus que em meu favor executa vingança, que sujeita nações ao meu poder,
49 que me livrou dos meus inimigos. Tu me exaltaste acima dos meus agressores;
de homens violentos me libertaste.
50 Por isso te louvarei entre as nações, ó Senhor; cantarei louvores ao teu nome.
51 Ele concede grandes vitórias ao seu rei; é bondoso com o seu ungido, com Davi e seus descendentes para sem­pre".

Bíblia
1 compartilhamento

2 Samuel 21

A vingança dos gibeonitas

1 Durante o reinado de Davi houve uma fome que durou três anos. Davi consultou o Senhor, que lhe disse: "A fome veio por causa de Saul e de sua família sanguinária, por terem matado os gibeonitas".
2 O rei então mandou chamar os gibeonitas e falou com eles. (Os gibeonitas não eram de origem israelita, mas remanescentes dos amor­reus. Os israelitas tinham feito com eles um acor­do sob juramento; mas Saul, em seu zelo por Israel e Judá, havia tentado exterminá-los.)
3 Davi perguntou aos gibeonitas: "Que posso fazer por vocês? Como posso reparar o que foi feito, para que abençoem a herança do Senhor?"
4 Os gibeonitas responderam: "Não exigimos de Saul ou de sua família prata ou ouro nem queremos matar ninguém em Israel". Davi perguntou: "O que querem que eu faça por vocês?",
5 e eles responderam: "Quan­to ao homem que quase nos exterminou e que pretendia destruir-nos, para que não tivéssemos lugar em Israel,
6 que sete descendentes dele sejam executados perante o Senhor, em Gibeá de Saul, no monte do Senhor". "Eu os entregarei a vocês", disse o rei.
7 O rei poupou Mefibosete, filho de Jônatas e neto de Saul, por causa do juramento feito perante o Senhor entre Davi e Jônatas, filho de Saul.
8 Mas o rei mandou buscar Armoni e Mefibosete, os dois filhos que Rispa, filha de Aiá, tinha dado a Saul. Com eles também os cinco filhos que Merabe, filha de Saul, tinha dado a Adriel, filho de Barzilai, de Meolá.
9 Ele os entregou aos gibeonitas, que os executaram no monte, perante o Senhor. Os sete foram mortos ao mesmo tempo, nos primeiros dias da colheita de cevada.
10 Então Rispa, filha de Aiá, pegou um pano de saco e o estendeu para si sobre uma rocha. Desde o início da colheita até cair chuva do céu sobre os corpos, ela não deixou que as aves de rapina os tocassem de dia nem os animais selvagens à noite.
11 Quando Davi foi informado do que Rispa, filha de Aiá, concubina de Saul, havia feito,
12 mandou recolher os ossos de Saul e de Jônatas, tomando-os dos cidadãos de Jabes-Gileade. (Eles haviam roubado os ossos da praça de Bete-Seã, onde os filisteus os tinham pendurado, no dia em que mataram Saul no monte Gilboa.)
13 Davi trouxe de lá os ossos de Saul e de seu filho Jônatas, recolhidos dentre os ossos dos que haviam sido executados.
14 Enterraram os ossos de Saul e de Jônatas no túmulo de Quis, pai de Saul, em Zela, na terra de Benjamim, e fizeram tudo o que o rei tinha ordenado. Depois disso Deus respondeu às orações em favor da terra de Israel.

Guerra contra os filisteus

15 Houve, ainda, outra batalha entre os filisteus e Israel; Davi e seus soldados foram lutar contra os filisteus. Davi se cansou muito,
16 e Isbi-Benobe, descendente de Rafa, prometeu matar Davi. (A ponta de bronze da lança de Isbi-Benobe pesava três quilos e seiscentos gramas, e, além disso, ele estava armado com uma espada nova.)
17 Mas Abisai, filho de Zeruia, foi em socorro de Davi e matou o filisteu. Então os soldados de Davi lhe juraram, dizendo: "Nunca mais sairás conosco à guerra, para que não apagues a lâmpada de Israel".
18 Houve depois outra batalha contra os filisteus, em Gobe. Naquela ocasião Sibecai, de Husate, matou Safe, um dos descendentes de Rafa.
19 Noutra batalha contra os filisteus em Gobe, Elanã, filho de Jaaré-Oregim, de Belém, matou Golias, de Gate, que possuía uma lança cuja haste parecia uma lançadeira de tecelão.
20 Noutra batalha, em Gate, havia um homem de grande estatura e que tinha seis dedos em cada mão e seis dedos em cada pé, vinte e quatro dedos ao todo. Ele também era descendente de Rafa
21 e desafiou Israel, mas Jônatas, filho de Simeia, irmão de Davi, o matou.
22 Esses quatro eram descendentes de Rafa, em Gate, e foram mortos por Davi e seus soldados.

Bíblia
1 compartilhamento

2 Samuel 20

Seba rebela-se contra David

1 Também estava lá um desordeiro chamado Seba, filho de Bicri, de Benjamim. Ele tocou a trom­beta e gritou: "Não temos parte alguma com Davi, nenhuma herança com o filho de Jessé! Para casa todos, ó Israel!"
2 Então todos os de Israel abandonaram Davi para seguir Seba, filho de Bicri. Mas os de Judá permaneceram com seu rei e o acompanharam desde o Jordão até Jerusalém.
3 Quando Davi voltou ao palácio, em Jerusalém, mandou confinar numa casa, sob guarda, as dez concubinas que tinha deixado tomando conta do palácio. Ele as sustentou, mas nunca mais as possuiu. Ficaram confinadas, vivendo como viúvas até a morte.
4 E o rei disse a Amasa: "Convoque os homens de Judá e, dentro de três dias, apresente-se aqui com eles".
5 Mas Amasa levou mais tempo para convocar Judá do que o prazo estabelecido pelo rei.
6 Disse então Davi a Abisai: "Agora Seba, filho de Bicri, será pior para nós do que Absalão. Chame os meus soldados e persiga-o, antes que ele encontre alguma cidade fortificada e, depois, nos arranque os ­olhos".
7 Assim, os soldados de Joabe, os queretitas, os peletitas e todos os guer­reiros saíram de Jerusalém para perseguir Seba, filho de Bicri.
8 Quando estavam junto à grande rocha de Gibeom, Amasa encontrou-se com eles. Joabe vestia seu traje militar e tinha um cinto com um punhal na bainha. Ao aproximar-se de Ama­sa, deixou cair a adaga.
9 "Como vai, meu irmão?", disse Joabe, pegando Amasa pela barba com a mão direita, para beijá-lo.
10 E Amasa, não percebendo o punhal na mão esquerda de Joabe, foi por ele golpeado no estômago. Suas entranhas se derramaram no chão, e ele morreu, sem necessidade de um segundo golpe. Então Joabe e Abisai, seu irmão, perseguiram Seba, filho de Bicri.
11 Um dos soldados de Joabe ficou ao lado do corpo de Amasa e disse: "Quem estiver do lado de Joabe e de Davi, que siga Joabe!"
12 Amasa jazia numa poça de sangue no meio da estrada. Quando o homem viu que todos os que se aproximavam do corpo de Amasa paravam, arrastou-o para fora da estrada e o cobriu com uma coberta.
13 Depois que o corpo de Amasa foi retirado da estrada, todos os homens seguiram com Joabe em perseguição a Seba, filho de Bicri.
14 Seba atravessou todas as tribos de Israel e chegou até Abel-Bete-Maaca, e todos os bicritas se reuniram para segui-lo.
15 O exér­cito de Joabe veio, cercou Seba em Abel-Bete-Maaca e construiu contra a cidade uma rampa que chegou até a muralha externa. Quando o exér­cito de Joabe estava para derrubar a muralha,
16 uma mulher sábia gritou da cidade: "Ouçam! Ouçam! Digam a Joabe que venha aqui para que eu fale com ele".
17 Quando ele se aproximou, a mulher perguntou: "Tu és Joabe?" Ele respondeu: "Sim". Ela disse: "Ouve o que a tua serva tem para dizer-te". "Estou ouvindo", disse ele.
18 E ela prosseguiu: "Antigamente se dizia: 'Peça conselho na cidade de Abel', e isso resolvia a ques­tão.
19 Nós somos pacíficos e fiéis em Israel. Tu procuras destruir uma cidade que é mãe em Israel. Por que queres arruinar a herança do Senhor?"
20 Respondeu Joabe: "Longe de mim uma coisa dessas! Longe de mim arruinar e destruir esta cidade!
21 Não é esse o problema. Mas um homem chamado Seba, filho de Bicri, dos montes de Efra­im, rebelou-se contra o rei Davi. Entreguem-me esse homem, e iremos embora". A mulher disse a Joabe: "A cabeça dele te será jogada do alto da muralha".
22 Então a mulher foi falar com todo o povo, dando o seu sábio conselho, e eles cortaram a cabeça de Seba, filho de Bicri, e a jogaram para Joabe. Ele tocou a trombeta, e seus homens se dispersaram, abandonaram o cerco da cidade e cada um voltou para sua casa. E Joabe voltou ao rei, em Jerusalém.
23 Joabe comandava todo o exército de Israel; Benaia, filho de Joiada, comandava os queretitas e os peletitas;
24 Adonirão era chefe do trabalho forçado; Josafá, filho de Ailude, era arquivista real;
25 Seva era secretário; Zadoque e Abiatar eram sacerdotes;
26 e Ira, de Jair, era sacerdote de Davi.

Bíblia
1 compartilhamento

2 Samuel 19

1 Informaram a Joabe que o rei estava chorando e se lamentando por Absalão.
2 Para todo o exército a vitória daquele dia se trans­formou em luto, porque as tropas ouviram dizer: "O rei está de luto por seu filho".
3 Na­quele dia o exército ficou em silêncio na cidade, como fazem os que fogem humilhados da batalha.
4 O rei, com o rosto coberto, gritava: "Ah, meu filho Absalão! Ah, Absalão, meu filho, meu filho!"
5 Então Joabe entrou no palácio e foi falar com o rei: "Hoje humilhaste todos os teus soldados, os quais salvaram a tua vida, bem como a de teus filhos e filhas, e de tuas mulheres e concubinas.
6 Amas os que te odeiam e odeias os que te amam. Hoje deixaste claro que os comandantes e os seus soldados nada significam para ti. Vejo que ficarias satisfeito se, hoje, Absalão estivesse vivo e todos nós estivéssemos mortos.
7 Agora, vai e encoraja teus soldados! Juro pelo Senhor que, se não fores, nem um só deles permanecerá contigo esta noite, o que para ti seria pior do que todas as desgraças que já te aconteceram desde a tua juventude".
8 Então o rei levantou-se e sentou-se junto à porta da cidade. Quando o exército soube que o rei estava sentado junto à porta, todos os soldados juntaram-se a ele.
Enquanto isso os israelitas fugiam para casa.
9 Em todas as tribos de Israel o povo discutia, dizendo: "Davi nos livrou das mãos de nossos inimigos; foi ele que nos libertou dos filisteus. Mas agora fugiu do país por causa de Absalão;
10 e Absalão, a quem tínhamos ungido rei, morreu em combate. E por que não falam em trazer o rei de volta?"

David volta a Jerusalém

11 Quando chegou aos ouvidos do rei o que todo o Israel estava comentando, Davi man­dou a seguinte men­sagem aos sacerdotes Zadoque e Abiatar: "Pergun­tem às autoridades de Judá: Por que vocês seriam os últimos a conduzir o rei de volta ao seu palácio?
12 Vocês são meus irmãos, sangue do meu sangue! Por que seriam os últimos a ajudar no meu retorno?"
13 E digam a Ama­sa: "Você é sangue do meu sangue! Que Deus me castigue com todo o rigor se, de agora em diante, você não for o comandante do meu exército em lugar de Joabe".
14 As palavras de Davi conquistaram a lealdade unânime de todos os homens de Judá. E eles mandaram dizer ao rei que voltasse com todos os seus servos.
15 Então o rei voltou e chegou ao Jordão.
E os homens de Judá foram a Gilgal, ao encontro do rei, para ajudá-lo a atra­vessar o Jordão.
16 Simei, filho de Gera, benjamita de Baurim, foi depressa com os homens de Judá para encontrar-se com o rei Davi.
17 Com ele estavam outros mil benjamitas e também Ziba, supervisor da casa de Saul, com seus quinze filhos e vinte servos. Eles entraram no Jordão antes do rei
18 e atravessaram o rio a fim de ajudar a família real na travessia e fazer o que o rei desejasse. Simei, filho de Gera, atravessou o Jordão, prostrou-se perante o rei
19 e lhe disse: "Que o meu senhor não leve em conta o meu crime. E que não te lembres do mal que o teu servo cometeu no dia em que o rei, meu senhor, saiu de Jerusalém. Que o rei não pense mais nisso!
20 Eu, teu servo, reconheço que pequei. Por isso, de toda a tribo de José, fui o primeiro a vir ao encontro do rei, meu se­nhor".
21 Então Abisai, filho de Zeruia, disse: "Simei amaldiçoou o ungido do Senhor; ele deve ser morto!"
22 Davi respondeu: "Que é que vocês têm com isso, filhos de Zeruia? Acaso se tornaram agora meus adversários? Deve alguém ser morto hoje em Israel? Ou não tenho hoje a garantia de que voltei a reinar sobre Israel?"
23 E o rei prometeu a Simei, sob juramento: "Você não será morto".
24 Mefibosete, neto de Saul, também foi ao encontro do rei. Ele não havia lavado os pés nem aparado a barba nem lavado as roupas, desde o dia em que o rei partira até o dia em que voltou em segurança.
25 Quan­do chegou de Jerusalém e encontrou-se com o rei, este lhe perguntou: "Por que você não foi comigo, Mefibosete?"
26 Ele respondeu: "Ó rei, meu senhor! Eu, teu servo, sendo aleijado, mandei selar o meu jumento para montá-lo e acompanhar o rei. Mas o meu servo me enganou.
27 Ele falou mal de mim ao rei, meu senhor. Tu és como um anjo de Deus! Faze o que achares melhor.
28 To­dos os descendentes do meu avô nada mereciam do meu senhor e rei, senão a morte. Entretanto, deste a teu servo um lugar entre os que comem à tua mesa. Que direito tenho eu, pois, de te pedir qualquer outro favor?"
29 Disse-lhe então o rei: "Você já disse o suficiente. Minha decisão é que você e Ziba dividam a propriedade".
30 Mas Mefibosete disse ao rei: "Deixa que ele fique com tudo, agora que o rei, meu senhor, chegou em segurança ao seu lar".
31 Barzilai, de Gileade, também saiu de Rogelim, acompanhando o rei até o Jordão, para despedir-se dele.
32 Barzilai era bastante idoso; tinha oitenta anos. Foi ele que sustentou o rei durante a sua permanência em Maanaim, pois era muito rico.
33 O rei disse a Barzilai: "Ve­nha comigo para Jerusalém, e eu cuidarei de você".
34 Barzilai, porém, respondeu: "Quan­tos anos de vida ainda me restam, para que eu vá com o rei e viva com ele em Jeru­salém?
35 Já fiz oitenta anos. Como eu poderia distinguir entre o que é bom e o que é mau? Teu servo mal pode sentir o gosto daquilo que come e bebe. Nem consigo apreciar a voz de homens e mulheres cantando! Eu seria mais um peso para o rei, meu senhor.
36 Teu servo acom­panhará o rei um pouco mais, atravessando o Jordão, mas não há motivo para uma recompensa dessas.
37 Per­mite que o teu servo volte! E que eu possa morrer na minha própria cidade, perto do túmulo de meu pai e de minha mãe. Mas aqui está o meu servo Quimã. Que ele vá com o meu senhor e rei. Faze por ele o que achares me­lhor!"
38 O rei disse: "Quimã virá comigo! Farei por ele o que você achar melhor. E tudo o mais que desejar de mim, eu o farei por você".
39 Então todo o exército atravessou o Jordão, e também o rei o atravessou. O rei beijou Barzilai e o abençoou. E Barzilai voltou para casa.
40 O rei seguiu para Gilgal; e com ele foi Quimã. Todo o exér­cito de Judá e a metade do exército de Israel acompanharam o rei.
41 Logo os homens de Israel chegaram ao rei para reclamar: "Por que os nossos irmãos, os de Judá, sequestraram o rei e o levaram para o outro lado do Jordão, como também a família dele e todos os seus homens?"
42 Todos os homens de Judá responderam aos israelitas: "Fizemos isso porque o rei é nosso parente mais chegado. Por que vocês estão irritados? Acaso comemos das provisões do rei ou tomamos dele alguma coisa?"
43 Então os israelitas disseram aos homens de Judá: "Somos dez com o rei; e muito maior é o nosso direito sobre Davi do que o de vocês. Por que nos desprezam? Nós fomos os primeiros a propor o retorno do nosso rei!" Mas os homens de Judá falaram ainda mais asperamente do que os israelitas.

Bíblia
1 compartilhamento

2 Samuel 18

A morte de Absalão

1 Davi passou em revista o exército e nomeou comandantes de batalhões de mil e de cem.
2 Depois dividiu o exér­cito em três com­panhias: uma sob o comando de Joabe, outra sob o comando de Abisai, irmão de Joabe, filho de Zeruia, e outra sob o comando de Itai, o giteu. Disse então o rei ao exército: "Eu também marcharei com vocês".
3 Mas os homens disseram: "Não faças isso! Se tivermos que fugir, eles não se preocuparão conosco e, mesmo que metade de nós morra em batalha, eles não se importarão. Tu, porém, vales por dez mil de nós. Melhor será que fiques na cidade e dali nos dês apoio".
4 O rei respondeu: "Farei o que acharem me­lhor".
E o rei ficou junto à porta, enquanto os soldados marchavam, saindo em unidades de cem e de mil.
5 O rei ordenou a Joabe, a Abisai e a Itai: "Por amor a mim, tratem bem o jovem Absa­lão!" E todo o exército ouviu quando o rei deu essa ordem sobre Absalão a cada um dos comandantes.
6 O exército saiu a campo para enfrentar Israel, e a batalha aconteceu na floresta de Efraim,
7 onde o exército de Israel foi derrotado pelos soldados de Davi. Houve grande matança naquele dia, elevando-se o número de mortos a vinte mil.
8 A batalha espalhou-se por toda a região e, naquele dia, a floresta matou mais que a espada.
9 Durante a batalha, Absalão, montado em sua mula, encontrou-se com os soldados de Davi. Passando a mula debaixo dos galhos de uma grande árvore, Absalão ficou preso nos galhos pela cabeça. Ficou pendurado entre o céu e a terra, e a mula prosseguiu.
10 Um homem o viu e informou a Joabe: "Acabei de ver Absalão pendurado numa grande árvore".
11 "Você o viu?", perguntou Joabe ao homem. "E por que não o matou ali mesmo? Eu teria dado a você dez peças de prata e um cinturão de guerreiro!"
12 Mas o homem respondeu: "Mesmo que fossem pesadas e colocadas em minhas mãos mil peças de prata, eu não levantaria a mão contra o filho do rei. Ouvimos o rei ordenar a ti, a Abisai e a Itai: 'Protejam, por amor a mim, o jovem Absalão'.
13 Por outro lado, se eu tivesse atentado traiçoeiramente contra a vida dele, o rei ficaria sabendo, pois não se pode esconder nada dele, e tu mesmo ficarias contra mim".
14 E Joabe disse: "Não vou perder mais tempo com você". Então pegou três dardos e com eles traspassou o coração de Absalão, quando ele ainda estava vivo na árvore.
15 E dez dos escudeiros de Joabe cercaram Absalão e acabaram de matá-lo.
16 A seguir Joabe tocou a trombeta para que o exér­cito parasse de perseguir Israel e assim deteve o exército.
17 Reti­raram o corpo de Absalão, jogaram-no num grande fosso na floresta e fizeram um grande monte de pedras sobre ele. Enquanto isso, todos os israelitas fugiam para casa.
18 Quando em vida, Absalão tinha levantado um monumento para si mesmo no vale do Rei, dizendo: "Não tenho nenhum filho para preservar a minha memória". Por isso deu à coluna o seu próprio nome. Chama-se ainda hoje Monumento de Absalão.

David chora a morte de Absalão

19 Então Aimaás, filho de Zadoque, disse: "Deixa-me correr e levar ao rei a notícia de que o Senhor lhe fez justiça, livrando-o de seus inimigos".
20 "Não é você quem deve levar a notícia hoje", disse-lhe Joabe. "Deixe isso para outra ocasião. Hoje não, porque o filho do rei morreu."
21 Então Joabe ordenou a um etíope: "Vá dizer ao rei o que você viu". O etíope inclinou-se diante de Joabe e saiu correndo para levar a notícia.
22 Todavia Aimaás, filho de Zadoque, disse de novo a Joabe: "Não importa o que aconteça, deixa-me ir com o etíope".
Joabe, porém, respondeu: "Por que está querendo tanto ir, meu filho? Você não receberá nenhuma recompensa pela notícia".
23 Mas ele insistiu: "Não importa o que aconteça, quero ir". Disse então Joabe: "Pois vá!" E Aimaás correu pelo caminho da planície e passou à fren­te do etíope.
24 Davi estava sentado entre a porta interna e a externa da cidade. E, quando a sentinela subiu ao terraço que havia sobre a porta junto à muralha, viu um homem que vinha correndo sozinho.
25 A sentinela gritou, avisando o rei. O rei disse: "Se ele está sozinho, deve trazer boa notícia". E o homem aproximou-se.
26 Então a sentinela viu outro homem que vinha correndo e gritou ao porteiro: "Vem outro homem correndo sozinho!" "Esse também deve estar trazendo boa notícia!", exclamou o rei.
27 A sentinela disse: "Está me parecendo, pelo jeito de correr, que o da frente é Aimaás, filho de Zadoque". "É um bom homem", disse o rei. "Ele traz boas notícias."
28 Então Aimaás aproximou-se do rei e o saudou. Prostrou-se com o rosto em terra, diante do rei e disse: "Bendito seja o Senhor, o teu Deus! Ele entregou os homens que se rebelaram contra o rei, meu senhor".
29 O rei perguntou: "O jovem Absalão está bem?" Aimaás respondeu: "Vi que houve gran­de confusão quando Joabe, o servo do rei, ia enviar teu servo, mas não sei o que aconteceu".
30 O rei disse: "Fique ali ao lado esperando". E Aimaás ficou esperando.
31 Então o etíope chegou e disse: "Ó rei, meu senhor, ouve a boa notícia! Hoje o Senhor te livrou de todos os que se levantaram contra ti".
32 O rei perguntou ao etíope: "O jovem Absalão está bem?" O etíope respondeu: "Que os inimigos do rei, meu senhor, e todos os que se levantam para te fazer mal acabem como aquele jo­vem!"
33 Então o rei, abalado, subiu ao quar­to que ficava por cima da porta e chorou. Foi subindo e clamando: "Ah, meu filho Absalão! Meu filho, meu filho Absalão! Quem me dera ter mor­rido em seu lugar! Ah, Absalão, meu filho, meu filho!"

Bíblia
1 compartilhamento

2 Samuel 17

1 Aitofel disse a Absalão: "Permite-me escolher doze mil homens e partirei esta noite em perseguição a Davi.
2 Eu o atacarei enquanto ele está exausto e fraco; vou causar-lhe pânico, e seu exército fugirá. Depois matarei somente o rei
3 e trarei todo o exército de volta a ti. É somente um homem que procuras matar. Assim, todo o exército ficará em paz".
4 Esse plano pareceu bom a Absalão e a todas as autoridades de Israel.
5 Entretanto, Absalão disse: "Chamem também Husai, o arquita, para que ouçamos a opinião dele".
6 Quando Husai entrou, Absalão lhe disse: "Aitofel deu-nos o conselho dele. Devemos fazer o que ele diz, ou você tem outra opinião?"
7 Husai respondeu: "O conselho que Aitofel deu desta vez não é bom.
8 Sabes que o teu pai e os homens que estão com ele são guerreiros e estão furiosos como uma ursa selvagem da qual roubaram os filhotes. Além disso, teu pai é um soldado experiente e não passará a noite com o exército.
9 Ele, agora, já deve estar escondido numa caverna ou nalgum outro lugar. Se alguns dos teus soldados forem mortos no primeiro ataque, quem souber disso dirá: 'Houve matança no meio do exército de Absalão'.
10 Então, até o mais bravo soldado, corajoso como leão, ficará morrendo de medo, pois todo o Israel sabe que teu pai é um guerreiro valente e que seus soldados são corajosos.
11 "Por isso, dou o seguinte conselho: que se reúnam a ti todos os homens de Israel, desde Dã até Berseba, tantos como a areia da praia, e que tu mesmo os conduzas na batalha.
12 Então o atacaremos onde quer que ele se encontre e cairemos sobre ele como o orvalho cai sobre a terra. Ele e todos os seus homens não escaparão.
13 Se ele se refugiar em alguma cidade, todo o Israel levará cordas para lá, e arrastaremos aquela cidade para o vale, até que não reste ali nem sequer uma pequena pedra".
14 Absalão e todos os homens de Israel consideraram o conselho de Husai, o arquita, melhor do que o de Aitofel; pois o Senhor tinha decidido frustrar o eficiente conselho de Aitofel, a fim de trazer ruína sobre Absalão.
15 Husai contou aos sacerdotes Zadoque e Abiatar o conselho que Aitofel dera a Absalão e às autoridades de Israel, e o que ele mesmo lhes tinha aconselhado em seguida.
16 En­tão pediu que enviassem ­imediatamente esta mensagem a Davi: "Não passe a noite nos pontos de travessia do Jordão, no deserto, mas atravesse logo o rio, senão o rei e todo o seu exército serão extermina­dos".
17 Jônatas e Aimaás estavam em En-Rogel, e uma serva os informava regularmente, pois não podiam arriscar-se a serem vistos na cidade. Eles, por sua vez, iam relatar ao rei Davi o que tinham ouvido.
18 Mas um jovem os viu e avisou Absalão. Então eles partiram rapidamente e foram para a casa de um habitante de Baurim, que tinha um poço no quintal. Eles desceram ao poço,
19 e a dona da casa colocou a tampa no poço. Para disfarçar, espalhou grãos de cereal por cima.
20 Os soldados de Absalão chegaram à casa da mulher e lhe perguntaram: "Onde estão Aimaás e Jônatas?"
A mulher respondeu: "Eles atravessaram as águas". Os homens os procuraram sem sucesso, e voltaram a Jerusalém.
21 Tendo eles ido embora, os dois saíram do poço e foram informar o rei Davi. Falaram-lhe do conselho que Aitofel dera contra ele e lhe disseram que atravessasse imediatamente o Jordão.
22 Então Davi e todo o seu exército saíram e, quando o sol nasceu, todos tinham atravessado o Jordão.
23 Vendo Aitofel que o seu conselho não havia sido aceito, selou seu jumento e foi para casa, para a sua cidade natal; pôs seus negócios em ordem e depois se enforcou. Ele foi sepultado no túmulo de seu pai.
24 Davi já tinha chegado a Maanaim quan­do Absalão atravessou o Jordão com todos os homens de Israel.
25 Absalão havia nomeado Amasa comandante do exército em lugar de Joabe. Amasa era filho de Jéter, um israelita que havia possuído Abigail, filha de Naás e irmã de Zeruia, mãe de Joabe.
26 Absalão e os israelitas acamparam em Gileade.
27 Quando Davi chegou a Maanaim, Sobi, filho de Naás, de Rabá dos amonitas, Maquir, filho de Amiel, de Lo-Debar, e o gileadita Barzilai, de Rogelim,
28 trouxeram a Davi e ao seu exército camas, bacias e uten­sílios de cerâmica e também trigo, cevada, farinha, grãos torrados, feijão e lentilha,
29 mel e coalhada, ovelhas e queijo de leite de vaca; pois sabiam que o exér­cito estava cansado, com fome e com sede no deserto.

Bíblia
1 compartilhamento