Coleção pessoal de BARBOSAThiago

1 - 20 do total de 433 pensamentos na coleção de BARBOSAThiago

“... enquanto sermos contabilizados pelo que “temos” e não pelo que “somos”, teremos uma nação de indivíduos fracos e obcecados pelo consumismo. Ao invés de valorizarmos as pessoas; valorizaremos as coisas...”

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

...de uma bela noite no jardim ao palácio. Dois corações que se entrelaçaram diante de uma amizade simples e verdadeira.

D.A

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

...quando o amor a porta bater, deixe-o entrar. Quando ele entrar, peça para assentar-se. Quando assentar-se, peça-o para ouvir. Quando ouvir, peça-o para abraçar. Quando abraçar, peça para fluir. Quando fluir, não se preocupe!? Ele estará fazendo morada.

D.A

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

O coração pulsava querendo saltar do peito e ligar-se ao seu no mesmo instante da partida. Meus olhos te buscaram e não a encontrei. Seus olhos estavam baixos, sua cabeça reclinada ao peito e suas mãos tremulas procurando o sentimento em meio ao toque daquilo que é concreto. Naquele instante o ar encontrava-se pairando sobre nós. O tempo começou a percorrer em câmera lenta aos passos da batida dos passos presos que se distanciavam-se em meio ao sereno... o amor foi-se embora e a saudade voltou a reinar! Diário de um viajante ...

D.A

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Palavras não dão para expressar, mas o sentir fica guardado como momento especial.

BARBOSAThiago
1 compartilhamento
Tags: lembranças

Nossas palavras se cruzam entre as frases e se completam nas orações.

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

O que fazer quando seus olhos querem chorar e seu coração quer sorrir? O que fazer quando seus pés querem correr e suas mãos querem abraçar? O que fazer quando seu cheiro quero sentir e sua alma tocar? O que fazer quando quero fugir e minha boca quer te beijar? O que fazer quando quero seu corpo e meu instinto pede para se calar? O que fazer quando quero te ver e não consigo a encontrar? O que fazer quando quero te massagear e a distância quer nos separar? O que fazer...o que fazer???

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Sulamita (D.A) dias vem dias se vão... não podemos deixar de aproximar-se de Deus, uma vez que, nosso amor nasceu de uma amizade vinda do céu. Não quero que atitudes nossas nos distancie dos planos e propósitos de Cristo. Espero que nada que façamos nos reprove diante do nosso eterno amor. No amor de Cristo, Thi...

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Sem devolução a ti selo meu eterno amor!

D.A

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Pessoas são bonitas, mas não atraem o amor do olhar sincero de um ser humano com propósito.

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Brilho oculto
Amor você já olhou para o céu durante o dia e conseguiu enxergar as estrelas brilhando? Bem provável que não! O que entendemos com isso? Ou que você quer dizer com isso? Você deve estar se perguntando. Seria coincidência comparar nosso amor ao brilho da estrela quando a mesma está em seu lugar durante o dia? Ela perde seu brilho devido a existência do sol, mas ganha quando a lua aparece. A estrela não sai do lugar e nem perde o seu brilho, apenas o sol o cobre...nosso amor é assim! As vezes ou quase sempre não conseguimos vê-lo devido à distância...as vezes desacreditamos por não o ver brilhar. Mas o interessante é que ele sempre está lá!

D.A

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Quero acordar no meio da noite e apreciar sua beleza enquanto trilha pela orla da praia em teus belos sonhos... quero poder fazer parte dos teus sonhos e caminhar de mãos dadas pela areia da praia... quero pega-la em meus braços e correr ao encontro das aguas e banha-la de amor profundo... quero poder vê-la acordando e desejar um bom dia com meu amor verbalizado... quero percorrer minhas mãos pelo seu elegante rostinho e desenha-la com as pontas dos meus dedos... quero profundamente contemplar seu maravilhoso sorriso acompanhado de um delicado bocejo... quero abraça-la com meu sorriso e beija-la com meu corpo... quero... quero poder ser o primeiro a te dar bom dia .

D.A

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Como não esquecer esta garota inesquecível?
Aprendemos a amar e as vezes nos esquecemos de continuar amando todos os dias, ou pelos menos de tentar amar dia após dia. Árdua tarefa esta não acha!? Amar todo dia? Acordar e amar, ir dormir e amar, brigar e amar...como nos amamos todos os dias? Quero poder e oro a Deus, para que nos amemos todos os dias, um dia após o outro até partirmos daqui...

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Alma ou espírito perturbados na ótica de um poeta
Um sábio uma certa feita disse: “ Você não tem uma alma; você é uma alma. Você tem um corpo {...} eu descobri em mim mesmo desejos os quais nada nesta terra podem satisfazer, a única explicação lógica é que eu fui feito para um outro mundo ” (C.S. Lewis). Quantos vivem em busca destas respostas: o que faço aqui? Ou para ser mais preciso: por que nasci? Ou para ir um pouco mais adiante: para onde vou? O escritor irlandês citado tinha essas objeções, não sendo diferente de nós. Talvez a pergunta que devemos fazer seja esta: Já que nasci, estou aqui e não sei ainda para onde vou; o que tenho feito, qual o meu proposito em vida e as pessoas que estão a minha volta são gratas por me terem? Partindo dessa premissa temos não somente a indagação do autor citado, mas os questionamentos de toda uma vida que permeia o ser racional. A necessidade de obter essas respostas é tão válida que muitas pessoas chegam a partir desta existência sem que as mesmas sejam alcançadas. Não sendo plausível para algumas o desencontro das informações, elas começam a percorrer por caminhos sombrios e tortuosos pensando estarem no trajeto certo. O sábio Salomão afirma categoricamente em sua obra denominada Eclesiastes: “Tudo tem a sua ocasião própria, e há tempo para todo propósito debaixo do céu. Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar, e tempo de curar; tempo de derribar, e tempo de edificar; tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar; tempo de espalhar pedras, e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar, e tempo de abster-se de abraçar; tempo de buscar, e tempo de perder; tempo de guardar, e tempo de deitar fora; tempo de rasgar, e tempo de coser; tempo de estar calado, e tempo de falar; tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.” O Mestre dos mestres Jesus, aponta com propriedade o oásis no deserto para o ser humano que está em busca dessas inquietações da vida, quando afirma: “Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã; porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal. ” Os questionamentos da vida cessarão quando Cristo for o seu único bem maior!

BARBOSAThiago
1 compartilhamento
Tags: alma/espirito

Desafios e confrontos da vida na ótica de um poeta
O tempo passa os desafios aparecem e juntamente com eles os confrontos. No entanto, para permanecer, há necessidade de saber como lidar e enfrentar estes percausos da nossa existência no teatro da vida. Há filhos que desafiam e confrontam seus pais, há pais que desafiam e confrontam seus filhos, há alunos que desafiam e confrontam seus professores, há professores que desafiam e confrontam seus alunos, há ovelhas que desafiam e confrontam seus pastores, há pastores que desafiam e confrontam suas ovelhas, há cidadãos que desafiam e confrontam seus governantes, há governantes que desafiam e confrontam seus cidadãos, há nações que desafiam e confrontam suas organizações, há organizações que desafiam e confrontam suas nações..., há lagos que desafiam e confrontam os homens, há homens desafiam e confrontam os mares, há mares que desafiam e confrontam os observadores, há observadores que desafiam e confrontam os tornados, há tornados que desafiam e confrontam os tsunamis, há tsunamis que desafiam e confrontam os furacões, há furacões que desafiam e confrontam a inteligência dos cientistas, há cientistas que desafiam e confrontam a sabedoria. Os seres humanos perdem suas vidas para a morte e a morte sobressai nessa existência sob a vida. Há tantos desafios e confrontos, mas não há absorvimento da verdade. O que devemos fazer? Qual passo a ser tomado? Os dias maus nos acometem e com eles vem as dores. A permanência e persistência no sistema, faz com que as pessoas prossigam nos erros. Não desafie e confronte a Deus!

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Quanto a ótica na indignação de um poeta
As flores caem e percorrem o vasto campo dominado pelos ventos, os pássaros voam procurando refúgio em meio as densas nuvens embriagadas pela tormenta, os animais sem faro, seguem o aroma do luar. Os rios chorando transbordam para dentro da pequena cidade. Ao ponto de levarem a alegria que permeava o lugar. As crianças que brincavam sob a clareira, agora já não brincam mais. Os velhos que se encontravam nas praças e eventos, para conversa colocarem em dia, tempo não encontram mais. Os afazeres e a correria do dia a dia são suas maiores diversões. O bom diálogo, o afeto, a verbalização do amor, o saber ouvir, o estender as mãos, o ombro em prol das lagrimas dos que choram e as palavras doces como mel; já não fazem parte da composição do ser humano. Em um ritmo frenético e sem interrupção a natureza se rebela contra os apreciadores de ideias e sonhos egoístas. Os casais em busca de realizações egocêntricas se veem em meio ao que reflete o espelho do orgulho. A chuva que outrora caia sobre pobres e ricos, negros e brancos, gordos e magros, homens ou mulheres; hoje a mesma é controlada por organizações que se dizem possuir punhos de aço. Ao passo que a fidelidade, honestidade, integridade e o amor deixam de atuar: os princípios éticos e morais desaparecem. E as pessoas ficam vulneráveis e propensas ao engodo do mais terrível sentimento que apavora a alma meiga e serena da mais bela criança. Sendo assim, o poeta tão somente se indigna com a única fonte causadora de todas essas perturbações: o pecado.

BARBOSAThiago
1 compartilhamento
Tags: indignação

A vida na ótica de um poeta
A vida sob o olhar de um poeta nem sempre será compreendida e aceita pelos demais. O poeta aponta a criação como algo novo aos seus olhos todos os dias. É como ser regenerado dia após dia. O dia quando apreciado pelo poeta pode se tornar noite, a noite como dia e as madrugadas como singelas manhãs. A vida mesmo sem graça passa a ter sentido. O sofrimento por mais que fira e cause transtornos, não lhe dá o devido direito de aceitar a situação como definida. Haverá outro amanhecer! As águas ainda continuarão a contornar as montanhas e pedras. Os mares seguirão seu percurso. Os rios ainda desaguarão nos mares. As estrelas não deixarão de brilhar. Os pássaros entoarão belas melodias e o vento as transmitirá. O sol jamais deixará de emitir seus raios reluzentes, para apontar a natureza finita. A chuva regará as flores como o sorriso em meio as lágrimas. O amor continuará sendo o único meio pelo qual as pessoas suportarão umas às outras e o perdão o único caminho para que o amor permaneça. As discussões e intrigas serão uma forma de aproximar e unir as pessoas mesmo que pareça impossível. Difícil entender a mente e aceitar os pensamentos de um poeta? Sim e não! Sim, porque a ótica do poeta vai além da imaginação comum do ser humano. Ele enxerga aquilo que ao olhar simples está oculto. Não, porque a beleza encontra-se nos detalhes. Basta apreciar aquilo que está a volta e entrar em sintonia com o silêncio.

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Título O Chamado de Deus Texto “Perguntou Samuel a Jessé: Acabaram-se os teus filhos? Ele respondeu: Ainda falta o mais moço, que está apascentando as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Manda chama-lo, pois não nos assentaremos à mesa sem que ele venha. Então, mandou chama-lo e fê-lo entrar. Era ele ruivo, de belos olhos e boa aparência. Disse o Senhor: Levanta-te e unge-o pois este é ele. Tomou Samuel o chifre do azeite e o ungiu no meio de seus irmãos; e, daquele dia em diante, o Espírito do Senhor se apossou de Davi. Então, Samuel se levantou e foi para Ramá.” I Sm 16: 11-13 Tema O processo de uma chamada Introdução 1. Samuel era “profeta” naquela época. Além de ser profeta, foi o homem que Deus usou para estabelecer o reino de Israel; 2. Este foi quem ungira a Saul como o primeiro rei de Israel; 3. Porém, devido a desobediência de Saul, Deus envia Samuel a Belém para ungir a Davi. Por que Deus já havia escolhido e provido de um novo rei para o seu povo (vs. 1); 4. Nos versículos supracitados temos o processo de como o Senhor o chama. Tese Como é o processo da chamada de Deus na vida do ser humano? Argumentação I. A escolha (vs. 11) Deus escolhe e chama os mais humildes e simples. A. “... o mais moço ...” Davi era o menor. A escolha de Deus com frequência cabia ao mais jovem e de menor importância. Ex.: Jacó, José e Gideão.

B. “... apascentando ...” Davi era apascentador de ovelhas do Pai. O apascentador de ovelhas praticava uma tarefa humilde. Apóstolo Paulo disse: “... Deus escolheu as coisas humildes do mundo ...” I Co 1: 28

II. A confirmação (vs. 12, 13a) Deus unge no meio da sua família. A. “E disse o Senhor: Levanta-te e unge-o” O Senhor dá a confirmação ao profeta. Aquele seria rei de Israel.

B. “... e o ungiu no meio de seus irmãos.” Sua família passa a conhecer o propósito de Deus. Saberia que o menor seria o rei.

III. A capacitação (vs. 13b) Davi jamais poderia exercer o papel a qual o Senhor designou sem uma capacitação divina. A. “... o Espírito do Senhor se apossou de Davi.” Isso revela a capacitação para desempenhar a tarefa dada por Deus.

B. “... e, daquele dia em diante ...” O Espírito do Senhor permaneceu com Davi. Em contraste com Saul, onde o Espírito vinha e retornava. I Sm 10: 9 Conclusão Davi foi escolhido por Deus, por sua humildade e simplicidade. E fez isso no meio dos seus. Ele foi cheio do Espírito Santo. De pastor de ovelhas a rei.
O Senhor nos chamou e pode nos fazer conhecido dentre os nossos. E nos encher do seu poder. Fazer morada em nós para cumprir os seus planos. Apelo Assim como Deus escolheu, confirmou e capacitou Davi para o oficio de rei, Deus hoje está lhe chamando para esse processo.

BIBLIOGRAFIA
Bíblia de Estudo Genebra. Barueri: Editora Cultura Cristã, 2009.
Swindoll, R. Charles; Davi. São Paulo: Editora Mundo Cristão, 2015.
Gardner, Paul. Quem é quem na bíblia? São Paulo: Editora Vida, 2014.
Bíblia de Estudo John MacArthur. Barueri: Editora Sociedade Bíblica do Brasil, 2010.

Diemes Mota
1 compartilhamento

Jesus Cristo, o maior líder nos influenciou a sermos semelhantes a ele, quando dirigiu-se a seus discípulos: “Não será assim entre vós. Ao contrário, quem desejar ser importante entre vós será esse o que deva servir aos demais” (Mateus 20: 26, BKJA). No entanto Russell P. Shedd em seu livro: “O Líder que Deus usa”, irá complementar as palavras do Mestre no capítulo 7 do mesmo, quando diz: “O tratamento de Jesus para com Judas demonstra o equilíbrio notável entre a mansidão excessiva e a apatia. Jesus não sentiu necessidade de informar aos outros discípulos do defeito fatal de Judas” (SHEDD. 2015, p. 97-98). Conforme o livro quanto maior for a intimidade com Deus, à possibilidade duma liderança equilibrada é certa. Haja visto, o amor e o compromisso com o Senhor ser o cumprimento da missão impossível.

BARBOSAThiago
1 compartilhamento

Título: O Triunfo com a Presença de Deus Texto: 1 Sm 16:14 – 18 O Espírito de Yahweh tinha se retirado de Saul, e um espírito maligno, vindo da parte de Yahweh, o SENHOR, o atormentava. Então os oficiais do exército de Saul lhe sugeriram: “Eis que um espírito arruinador vindo de Deus te aterroriza. Portanto, que o nosso soberano ordene que estes teus servos busquem um homem que saiba dedilhar a harpa e, quando o mau espírito, vindo da parte de Deus, se apoderar de ti, o homem tocará liricamente e tu te sentirás melhor. ” Então Saul ordenou a seus servos: “Procurai, pois, um homem que toca bem e trazei-me! ” Um dos seus servos pediu para falar e disse: “Tenho visto um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar e é um valente guerreiro, fala bem, é de bela aparência e Yahweh está com ele! ”

Bíblia King James Atualizada (KJA) Abba Press no Brasil, São Paulo, 2012.

Tema: A Importância da Presença de Deus Introdução O rei Saul era culpado de desobedecer às ordens inequívocas de Deus e também de mentir sobre o que havia feito e, em decorrência desses pecados, havia perdido o trono. Ainda estava ocupando o cargo e, no entanto, não era capaz de liderar a nação, e Samuel havia rompido seu relacionamento com ele. Apesar do que sentia em relação a si mesmo, o trabalho de Samuel ainda não havia chegado ao fim, e Deus envia Samuel a Belém para ungir a Davi. E no versículo 14 Saul perde a presença de Deus a mesma que outrora entrou, abraçou e apoderou-se de sua vida.

Tese: O que a Presença de Deus nos oferece? Argumentação I. Deus o aterrorizava (Saul; vs. 14,15) O termo hebraico aqui é “baath”, que significa “cair sobre, assustar, esmagar”. (Charles R. Swindoll. p. 45)

a) ‘’ O Espírito de Yahweh tinha se retirado de Saul’’ ... Saul menosprezou a pessoa mais valiosa o ser humano pode ter em sua vida. Ex.: Sansão. O ser humano para perder a presença de Deus é necessário a desobediência. A bíblia diz em Juízes a partir do capítulo 13, sobre uma criança que foi separada pelo voto de Nazireu, na sua fase adulta Sansão quebra todas as proibições exigidas por esse voto. Resultado dessa desobediência o Espirito de Deus se retira dele, e não conseguiu matar mais ninguém até que Deus o ajudou.

b) “... e um espírito maligno, o atormentava vindo da parte de Yahweh’’ Antes da chegada do espirito maligno, a presença de Deus se retira de Saul.
Os servos de Saul sabiam que havia algo de muito errado com o seu senhor e atribuíram corretamente os ataques do rei a influência de um espírito maligno. Deus havia permitido que esse espírito perturbasse Saul como parte da sua disciplina pela rebelião do rei. (Warren W. Wiersbe. p. 245)

Saul tem uma doença psíquica, a qual o psicólogo Freud em sua época a chamava de melancolia, um nome mais atual para essa doença é depressão, segundo Freud no livro luto e melancolia ele diz que uma pessoa nesse estado tem desânimo profundo, perda do interesse no mundo e nas coisas, perda da capacidade de amar e diminuição no sentimento de autoestima. Saul está literalmente perturbado. (Sigmund Freud. Luto e Melancolia (1917 [1915])

II. Um conselho ao rei (vs. 16, 17) Segundo Flavio Josefo os médicos não encontram outro remédio para esse mal a não ser aconselhar ao rei algum músico. (Flavio Josefo; História dos Hebreus)

a) “... busquem um homem que saiba dedilhar harpa ...” Os nossos ancestrais acreditavam que a música acalmava as paixões, curava as doenças mentais e até evitava motins e tumultos. É interessante notar como Deus usa essa crença para oferecer o elo perdido que liga Davi a Saul e ao trono. (Charles R. Swindoll. p. 46)

Davi tinha reputação de ser um tocador de harpa habilitado e chamara a atenção de alguns dos servos de Saul. Foi recomendado para a tarefa de abrandar o ânimo de Saul com a sua música. Davi subiu de jovem pastor para a posição de músico da corte, tocando diante do rei, porquanto a vontade de Deus estava com ele. Para Wiliam Congreve a música tem encantos para amansar uma besta selvagem, para suavizar rochas ou dobrar um carvalho como nós.

b) “... procurai, pois, um homem que toque bem e trazei-mo.” Saul estava disposto a tentar tudo que pudesse ajudá-lo, pelo que ordenou que Davi fosse trazido para tocar. Pouco sabia ele que o músico que seria levado à corte em breve haveria de substituí-lo como rei! (Norman Russel Champlin. p.1181)

III. O convite a Davi (vs. 18) Foi a aptidão musical de Davi que lhe deu acesso á corte do rei e que, posteriormente o promoveu. (Warren W. Wiersbe. p. 245)

a) “... tenho visto um filho de Jessé ...” Um dos servos de Saul indica Davi para tocar para o rei.

Ex: Naamã Assim como a serva de Naamã sugeriu uma fonte de ajuda, um da corte de Saul também ofereceu uma possível ajuda. O familiar entre os dois casos é que a indicação foi para pessoa certa, e quem é a pessoa certa? Davi.

b) “... e Yahweh está com ele”. A chave para o triunfo de Davi é apresentada em 1 Sm 16:18 “... e Yahweh está com ele”. Esse também foi o segredo do sucesso de José, Josué e Samuel. (Warren W. Wiersbe. p. 246)

Conclusão Em contraste de Saul, Davi possuía a presença de Yahweh. O teólogo Norman Champlin, pressupõe que alguns salmos de Davi foram escritos quando ele ainda estava no pasto com as ovelhas, ou seja, além de andar com a presença de Deus, Davi salmodiava, cantava e adorava á ela (Presença de Deus). O mesmo Davi compreendendo o valor dessa presença diz em salmos 51:11 “não me afastes da tua presença, e nem tires de mim teu Santo Espírito. ” Quer ser diferente? Tenha a presença! Quer triunfar? Tenha a presença! Quer ser vitorioso? Tenha a presença! Pois essa Presença nos oferece paz, alegria, esperança, paciência e amor.

Apelo Você que entendeu, que é necessário ter a presença de Deus, arrepende-te e creia no evangelho. Afinal, hoje Deus te concede a oportunidade de obter sua presença.

BIBLIOGRAFIA
BÍBLIA, Português. Bíblia King James Atualizada (KJA). São Paulo - SP: Abba Press no Brasil, 2012.
CHAMPLIN, Russel N. Ph.D. O Antigo Testamento Interpretado Versículo por Versículo, São Paulo - SP: Editora Hagnos, 2003. 1181 p.
FREUD, Sigmund. Luto e Melancolia. São Paulo - SP: Civilização Brasileira, 2008 (Coleção para Ler Freud).
JOSEFO, Flávio. História dos Hebreus. Rio de Janeiro - RJ: CPAD, 2004.
SWINDOLL, R. Charles. Davi. São Paulo - SP: Mundo Cristão, 1998 (Série Heróis da Fé).
WIERSBE, W. Warren. Comentário Bíblico Expositivo: Antigo Testamento: Volume II, Histórico. Santo André, SP: Geográfica editora, 2006.

BARBOSAThiago
1 compartilhamento