Coleção pessoal de Baena

1 - 20 do total de 26 pensamentos na coleção de Baena

Sempre experimentei alegria da tristeza, mas nunca a tristeza da alegria,
Desisti de tentar e assim como o amor e o ódio opõem-se,me contraponho na contrapartida da vida que me colocou na bifurcação da decisão.Desisti não por que deixei de amar mas por não ter mais condições de sofrer .Como alguém pode dar o que não tem? Então você me deu as únicas coisas que tinha,vazio, confusão,dor e tristeza,então vivi esses dias de tempestade intensa,sendo surrado pelo vento forte e pelas altas e pesadas ondas que abalavam seu interior caótico.Que bom que acabou o que nunca começou,a noite escura e densa se dessipa com a luz do porvir e meus olhos indispostos vêem um futuro,isso me reanima,alimenta o desejo que você com sua cordialidade má tentou sufocar,por isso vou prosseguir em passos firmes e constantes para o que logo adiante de mim está.

Antonio Carlos Baena

Olhando pela janela do céu tudo parece tão claro,é claro,o fim se aproxima dia após dia, passo a passo como em um corredor da morte,então elevo meus pensamentos até você tentando entender o por que destas lágrimas e o por que desta dor que cria em mim rancor.Buscando uma maneira a todo custo,pensando saber demais,pensando ter as respostas,e sem perceber isso me levou pra longe de Ti para uma terra longínqua,me fazendo desperdiçar os tesouros que colocaste em minha alma e em meu coração.E agora que tudo acabou,me sinto sozinho,em uma prisão sem muros,perdido e por dentro a uma vazio e uma fome com a qual não consigo conviver e nem preencher com as bolotas que os porcos comem.O chão já não parece tão desconfortável,e o frio aquece bem mais que o calor,tudo se tornou tão natural pois já se foram tantos dias sorrindo para disfarçar a dor que já nem consigo discernir entre dia e noite.Olhando ao meu redor e vendo meu mundo desabar,me fez entender o quanto sou frágil sem você,e mesmo caindo em mim e tendo consciência de que tenho que voltar pra casa,não tenho forças.A minha esperança está nas verdades de tuas palavras,pois mesmo morrendo sei que viverei,por isso peço oh Pai querido liberte-me,me leve as campinas verdejantes a um lugar de descanso,onde podemos sentar e conversar,sinto muito sua falta e já não sei o que fazer para voltar.Preciso que me mostre o caminho,por que meus olhos estão cansados de olhar para o horizonte sem nada conseguir enxergar,talvez deva deixar a revolta pra lá e parar de contigo lutar,para que sua mão possa até mim chegar.Será mais um dia ou uma noite?Não sei ainda...por que essa dor não se finda,essa dor não se finda...

Antonio Carlos Baena
1 compartilhamento

Há alguma coisa no caminho, algo que me faz pensar,que leva minha atenção
Que rouba a concentração,aumentando as batidas do coração.
Há alguma coisa no ar,algo que me faz delirar,que me faz parar e ao mesmo tempo passos dar,aumentando o desejo de querer te encontrar.
Mas há algo não consigo entender,algo que me faz pensar no por que de te encontrar,mesmo sem te conhecer pois isso me faz delirar,aumentando as batidas do coração,roubando a concentração ao mesmo tempo em que penso em ter que parar ou andar,levando-me a pé a caminho ou voando pelo ar ao verdadeiro desejo de querer te de Amar.

Antonio Carlos Baena

Alguém pode me ajudar?Está tudo tao escuro que mal posso enxergar...
Deus resolveu colocar-me diante do espelho para que eu pudesse ver a mim mesmo,minhas atitudes e quem sou como pessoa e ao contrário do que pude imaginar sou capaz de trazer mais infelicidade do que felicidade as pessoas.
Alguém por favor pode me ajudar?Estou afundado em um mar de tristezas tao denso que mal posso me mexer,meu desejo se tornou meu maior algoz e agora eu choro,pois minha alma ensanguentada esta dilacerada pelos meus próprios pecados e delitos e dentro desse buraco intitulado eu mesmo está muito frio,umido e solitário.
É como uma prisao sem muros e como um passaro sem asas,
por favor Deus me ajude,nao consigo mais olhar para essa imagem,por que quando mais a vejo mais eu me assusto e grito,eu me odeio eu quero morrer...
Deus por favor voce pode me ajudar?

Antonio Carlos Baena

Em determinados momentos da vida,o silêncio, torna-se o mais eloquente discurso.

Antônio Carlos Baena

A felicidade contida na tristeza é a certeza que ela te deixará
Firme, forte, revigorado e habilitado para receber das mãos de Deus a sua benção.Pois ela por sua vez fará com que você se aproxime de Deus tornando todas essas coisas possíveis.

Antônio Carlos Baena

O diálogo de um monólogo

Eu:
Um profundo suspiro...
_Tentar entender é mais difícil do que pensei.
Lamúrias das alma,o olhar onde cada lágrima é uma palavra.

Reflexo no Espelho:
_Não vejo razão,não vejo razão.

Eu:
_Isso seria mais fácil se fosse com uma qualquer.

Reflexo no Espelho:
_Seria mesmo?

Eu:
_Poxa... já disse,mas parece não surtir efeito nenhum.

Reflexo no Espelho:
_Deixe de ser criança,você precisa entender que cada um tem um ritmo.
Se há ferida,precisa existir cura,se há indiferença,precisa haver compreensão e consideração,se não tem Amor,não tem nada.
Não adianta entregar seu coração para alguém que não sabe nem o que fazer com o seu próprio coração.

Eu:
_É eu sei...mas só queria compartilhar um pouco do sentimento que Deus me deu.

Reflexo no Espelho:
_Não se preocupe,há tempo pra todas as coisas,e quando esse tempo chegar
Deus lhe abrirá os olhos,então as coisas acontecerão naturalmente.

Eu:
_Você tem razão,é hora de trocar essas lágrimas por um belo sorriso.

Reflexo no Espelho:
_É isso aí cara...gostei de ver.Deus não está indiferente a sua causa. Na verdade
Ele é o maior interessado nisso,então fique com a palavra que lhe foi liberada.

Eu:
_Valeu hein...precisava mesmo dessa conversa.

Reflexo no Espelho:
_Não precisa agradecer...sempre que quiser estarei aqui.

Antônio Carlos Baena
38 compartilhamentos

Gritos em minh’alma,meu coração suspira pela sua companhia.
Suporto com paciência a distância que já não mais existe.

Antônio Carlos Baena

Nós corremos rápido demais e de repente, o fôlego se vai...
O suor misturado com as lágrimas no rosto revela o cansaço.
O medo pelo caminho estampado nos muros quer me assustar,
Quer fazer com que eu morra jovem,e escoe pelo esgoto do esquecimento.

Oh Deus por favor,o Senhor não vai me ajudar a passar por isso?
Meu coração não quer sentir ,já não me obedece mais...
Será que ele está ficando gelado?

Estou morrendo jovem,por que corro rápido demais?
Não,não é isso...estou morrendo jovem por que estão me matando,
Meus sentimentos me matam por me fazerem gostar,e você me mata por fingir acreditar...
Mas eu não vou morrer... não,não, eu não vou morrer.
Essa guerra vai acabar , vou voltar para os braços de quem me quer bem...sendo você ou não.
Mas...vou sobreviver...ainda que ferido,pois sei em quem tenho acreditado.

Antônio Carlos Baena

Por que?Por que não me olhas?
Não quero que me veja com o coração, mas com sua alma e seu espírito.
Foi exatamente o que vi em você...mesmo que não acredite estou sendo verdadeiro.
Meus olhos um dia já sangraram...não me importo com o que os outros dizem.
Hoje posso ver perfeitamente,por que as lágrimas de sangue me trouxeram uma nova visão.
E eu acredito que se por um só momento você acreditar,terei a chance de te dizer sem palavras o que tanto anseio em dizer-te.

Mas não queres abrir seu coração.

Esse lugar de Paz precisa de um pouco de Caos.
E assim na perfeita união do contraste,poderemos compartilhar o que um necessita do outro.

Antônio Carlos Baena

Quem muito fala á respeito do Amor,pouco sabe sobre Ele.

Antônio Carlos Baena

Sem Palavras

Por muito tempo deixei de escrever,
Por muito tempo deixei de dizer,
Não conseguia mais me expressar,
Por causa de um simples falar.

Me fechei em quatro tempos,
Tapei os quatro lados,
Me tranquei em quatro quartos,
Por causa de um pequeno grande mal trato.

Tudo não passa de ontem,
Nisso já não penso,
E o tempo como duração limitada,
Levou essa dor,como a folha pelo vento

Não posso negar a mim mesmo,
Pois de Deus recebi esse dom,vou lapidar esse talento,
E por mais que sua dúvida em minhas palavras me machuque,
Por mais que isso venha me doer,nunca vou deixar de dizer,
O quanto Eu gosto de Você.

Antônio Carlos Baena

Nos quatro lados escuros do quarto.

Fique aqui comigo,me sinto só...
Não queria estar assim,e não gosto de assim estar.
Preciso calar meu coração,para ouvir-te comigo falar.
Há quanto tempo?
Já nem mais sei,me perco em pensamentos,
E quando perdido me encontro,procuro me achar...
Estou sentindo tanta vontade de chorar,que mal posso me conter.
Não sinto falta da felicidade de estar triste,esse tempo já se foi.
Meu Deus, não sabia que era tão doloroso ter sem ter,
Ter de aguardar o que já se tem,falar com o olhar, mas com a boca calar,
E as vezes,quase sempre,não ser ouvido.

Antônio Carlos Baena

Morro todos os dias para manter a Vida,viva dentro de mim.
Deixo de viver,para que minha vida não me leve á morte,
Pois hoje estou lúcido, e não me entrego á minha própria sorte.

Antônio Carlos Baena

Jesus é a Alegria dos Homens

Abraça-me e aquece-me com teu Amor
Regue com tua água essa flor,
Que ressecada, precisa ser cuidada.
Endireita meus pés para andar em sua estrada,
Que é perfeita e imaculada,pois assim,
Não sofrerei nenhuma dor indesejada.
Me desfaz,lança fora as velhas vestes,
Os costumes que não me serves,
Para casar com aquilo que queres.
Meu coração outrora chorava,
Por conta da vã jornada,sabendo de ante mão
Que a morte me aguardava.
Mas hoje,a história está mudada,
Vivo o Amor que minh’alma tanto desejava,
Vida que deixou de ser minha,para ser a tua vida amada.

Antônio Carlos Baena

Não uso palavras...
Veja, é tão simples perceber...
Meu corpo fala...
Fala dormindo,sorrindo,
E quando te vê...
Quer entender o porquê.
Por que os meus olhos sentem,meu nariz te beija,
Minha boca te cheira e meus ouvidos te vê?

Antônio Carlos Baena

Vejo-te em todos os momentos...
Em pensamento de meus anseios,desejos de um Homem comum.

Antônio Carlos Baena

Verdades do Coração

Não escrevo por escrever,não expresso sem ter o que expressar,
Não uso as palavras como um jogo para mexer com as emoções das pessoas,
Tampouco quero impressionar,pois não há nada em mim que possa impressionar.
Escrevo errado,mas não minto.
Escrevo a verdade que sinto.
E as vezes essa verdade traz a mim a certeza que não quero ter.

Sabe, as vezes penso que,cada ser humano é um universo,
E para chegar no planeta chamado Coração é preciso muitos anos-luz.

Acho que minha viagem vai continuar,
pois creio que o seu coração já foi habitado.

Bom, é hora de partir,continuo minha jornada,
Por essa longa e velha estrada,
Por que meu coração está pronto a se encontrar,
Com minha bela terra amada.

Antônio Carlos Baena

A Poesia , não é para ser decifrada,
Mais do que compreender o que está escrito é sentir o que se está lendo.

Antônio Carlos Baena

Certas coisas que não consigo dizer.


Como definir o indefinível,se tudo que sinto não pode
ser expressado com palavras?
Como falar sobre algo que faz meu coração bater descompassado,
Que traz ao meu rosto aquela cara de bobo apaixonado,
Simplesmente por me lembrar de seu lindo rosto.
Tento me conter,mas a vezes me pego pensando em você,
Pensando como seria bom estar contigo,e ter o poder de parar o tempo para que
Esses momentos perdurassem para sempre.
E mesmo assim não conseguiria definir meu sentimento por Ti,
Não conseguiria dizer se Gosto,se estou Apaixonado ou se te Amo,
Pois realmente algo de bom acontece dentro de mim quando lembro-me de você.
Quero sempre tê-la em meus braços,acariciar seu corpo delicadamente,
E beijá-la bem devagar.
Quero me embriagar com seus carinhos,me deleitar no calor de seu corpo,
E navegar no profundo mar do seu olhar,que me hipnotiza e me leva á um labirinto,
No qual não me preocupo em achar a saída.
Então ao pensar sobre estas coisas percebi que te Amo,pois quem ama não consegue
Dizer o que sente,por que o Amor foge de qualquer possível explicação.

Antônio Carlos Baena
18 compartilhamentos