Coleção pessoal de arthurbelarmino

1 - 20 do total de 98 pensamentos na coleção de arthurbelarmino

⁠Olha a sorte que eu tive
Tanta gente sem sentimento
Um mundo tão turbulento
E você apareceu

Veja que sorte, menina
Ou talvez se chame de sina
Tu chegou florindo um deserto
Que antes só tinha eu

Agora, tendo você comigo
Me sinto mais protegido
Sem medo dessa gente ou do mundo
Guardado nos olhos teus

Arthur Belarmino

Quando vi as fotos de Catherine quis mergulhar naquele sorriso de águas transparentes, ainda que ela parecesse estar tão distante de mim. No dia que enfim conversamos vi que meus pés já começavam a sentir a água os tocando, pois eu estava conhecendo algo além da imagem- era a sua essência.

Arthur Belarmino

Menina, por favor, me espera
Não deixe tudo acabar assim
Preciso de tu pra ficar completo
Quero ter você perto de mim

Tua voz é a mais linda canção
Que um dia eu já pude ouvir
Teu toque é o que me acalma
E me faz dos problemas fugir

Mas se por ventura um dia
Tua mão se soltar da minha
Eu te peço, ainda assim não me esqueça
Pois enquanto eu ainda existir
Você nunca estará sozinha

Arthur Belarmino

Marina às vezes queria desaparecer como a água que evapora na terra seca. Ela buscava uma liberdade que até então não sabia definir ou onde encontrar. Então ela pensou que se parecia muito com o vento: forte, misteriosa e às vezes devastadora. E Marina não via comparação melhor, pois ela não queria ser vista, mas queria ser notada. Não era uma fuga, era apenas uma vontade incontrolável de viver sem nenhum julgamento, sendo apenas quem ela era-Marina. Na verdade devia estar aí a sua vontade de ser como o vento. Ele existe, mas ninguém o vê, ninguém o controla, ninguém o para. E nada consegue mudar isso. Ele apenas é. Marina queria apenas ser.

Arthur Belarmino
1 compartilhamento

Sonho com um lugar onde o dinheiro não impera
Onde cada brasileiro se preocupa com seu chão
Tenho esperança de um futuro menos sujo
Sem tanto egocentrismo e tanta poluição

Sonho em ver um povo honrado, justo e indignado
Que grita rasgando a garganta que precisa melhorar
Espero ver no futuro um lugar bem mais decente
E um povo mais consicente que o mundo é nosso lar

Arthur Belarmino
1 compartilhamento
Tags: sonhar; poluição;

Nada nos dá mais confiança e coragem que a superação. Quando todos pensam que você já deu tudo de si, que não é capaz de seguir adiante, você surpreende dando mais um passo, quebrando o ciclo de sofrimento. A superação é um criadouro de esperança, ela faz nascer uma nova pessoa, cheia de segurança, força e fé em si mesmo.

Rosi Coelho
2 compartilhamentos

Que me perdoe quem duvida ou desacredita
Mas de que valeria a vida se não houvesse amor?
Há quem diga que a dor é sua grande sina
E que ele nada ensina, só nos traz amarguras
Se bem soubessem, amariam em demasia
E veriam no fim das contas que o amor só traz alegria
Mas só o conhece quem se entrega totalmente
Tal qual numa grande enchente que arrasta até afogar
E quem um dia se afoga, falo sem medo de errar
Prefere morrer de amores que pensar em se salvar

Arthur Belarmino
1 compartilhamento

Ergue a cabeça e recomeça
Pois tentar ser feliz assim
É como sentir calor no frio
Ou caminhar com quem tem pressa

Arthur Belarmino
1 compartilhamento

Um amor que tomou o meu eu
Um amor que um dia foi meu
Um amor que no fundo era eu
Um amor
Ele cresceu junto a mim. Por um descuido parei de o acompanhar e acabei ficando menor. É, me ultrapassou. Quando ficávamos lado a lado, era difícil me ver. Queria dizer que o amor é cego, mas é algo tão repetido, não é? Droga! Mas eu descobri que realmente é- e foi através dos teus olhos. Na sua frente, eu não sei quem era menor, eu ou ele. Pra mim se tornou um disputa, desde o momento que ele saiu de mim e tomou vida própria. Eu queria ver quem você enxergaria, mesmo sabendo quão maior que ele se tornara. Criei um monstro. Mas talvez eu gostasse, eu o alimentava e matava sua sede. Bastava alguns olhares e sorrisos teus e ele estava satisfeito. A ironia é que ele nunca te disputou comigo, sempre tentou ser amigo. Definitivamente eu não queria. Um dia, me sentindo muito mal, acabei o encontrando. Ali, nos abraçamos. Foi ali onde acordei e percebi que ele saiu do meu coração pra te buscar pra mim. E eu, tão louco, não quis te perder pro meu próprio amor. Idiota! Na verdade ele não havia saído de mim, eu havia saído dele.

Arthur Belarmino
1 compartilhamento

Não conheço os meus limites. Não sei até onde vão. Nao sei ate onde devo ir. É um terreno desconhecido, onde nem eu que sou o dono cheguei um dia. Até porque não sei se saberia voltar. Essa ponte é silenciosa e vazia, não tem placas pra me direcionar ou alguém pra atravessar comigo. Sou apenas eu. Quer dizer, eu e meu medo de ir ao outro lado. O que será que tem lá? Será que vale a pena arriscar? E se tudo o que eu precisar já estiver aqui comigo? Muitas dúvidas, muitos anseios. Uma loucura duvidosa de conhecer o lado limitante do meu eu. Até agora vivo com cautela e paulatinamente vou arriscando- mas acho que sem exageros. Sem atravessar a ponte. Talvez um dia eu vá, talvez eu volte, talvez eu fique. Talvez. Talvez até não tenha nada lá. Talvez eu chegue e acabe descobrindo que já vivia além dos limites, pois só o medo de atravessar já limitava a minha vida.

Arthur Belarmino

Não sei se chamo de loucura,
Não sei se seria saudade;
Talvez uma louca saudade,
Que não me deixa te esquecer

Sei que é de verdade,
Sei que existe amor;
Talvez ele seja inerte,
Mas insiste em me doer

Por qual motivo te afastas,
Talvez jamais saberei;
Mas sei o que nos comunga,
E disso jamais duvidei

Amor,
da maneira que for.
Pois inerte ou andando entre nós,
Ele é o mesmo, é apenas amor.

Arthur Belarmino

Do nada parei no tempo
Pra viver uma louca inercia
Ninguém entende, ninguém aceita
Pois do nada parei no tempo

Todos passam
Tudo passa
Quem vê de longe sequer me enxerga

Não adianta buscar motivos
Talvez não existam
Só respeite minha louca inercia
Não adianta buscar motivos

Todos passam
Tudo passa
Quem vê de perto sequer me enxerga

Arthur Belarmino

Que tua luz seja minha luz, que teus sonhos também sejam meus; que o nosso coração seja apenas um em Deus!

Arthur Belarmino

Meu Senhor e Deus, obrigado por fazer de mim alguém cada dia mais apaixonado pela vida. Te agradeço por sempre me mostrar que não sou nada, que não sei nada diante de Ti. Quero ser um incansável aprendiz, pois quero aprender contigo que tudo sabes. Fortalece minha humildade para que eu sempre reconheça meus erros e fragilidades, dá-me sabedoria para administrar aquilo que me pedes e o que me dás. Se assim eu tiver a graça de permanecer, Pai, tenho certeza que minha paixão pela vida será cada dia maior. Ajuda-me a ser como barco à vela, Senhor, para que eu me abandone em teu mar de amor; Contigo quero buscar o alto mar e, assim, buscar apenas as coisas que vem do alto.
Amém!

Arthur Belarmino

Que em meio a tanta coisa perdida no teu coração você se encontre, se reitere, reintegre. Se avistar coisas ruins, passe direto, deixe-as no caminho- finja que nem as viu. Procure apenas por você e, assim que encontrar, corra! Mas corra bem rápido, e se agarre forte pela mão, de maneira que não se deixe mais escapar. Recupere seu eu, sua identidade. Reflita um pouco. Veja só onde você foi parar: dentro do próprio coração. Deixou em seu lugar uma pessoa amargurada e, aquela que outrora foi feliz, se afogou paulatinamente em mágoas. Jogou tantas coisas lá, tantas pessoas e lembranças que acabou caindo em meio a toda esta bagunça. Mas agora você precisa reverter essa situação. Reorganize o coração. Deixe o que de fato merece ficar, tire aquilo que precisa sair. Traga a tona aquela pessoa que sabia sorrir, mesmo quando tudo cooperava para que fosse diferente. Devolva a esse corpo quem um dia só soube amar. Volte para si mesma! Não deixe que pequenas coisas te afundem novamente, mostre ao mundo a tua sólida vontade de ser feliz. Reaja, aja! Já! Seja você de verdade, mas dessa vez com vontade.

Arthur Belarmino
1 compartilhamento

A questão não é abandonar "as coisas do mundo", a questão é ser mais de Deus!

Arthur Belarmino

Penso que amar seja sinônimo de inteligência, mas tenho medo de pensar, pois tudo tem seu contrário. E, por essa lógica, quem não ama, é burro. Bem, para mim, quem não ama não é inteligente- melhor dizer assim (risos). A humanidade diz evoluir a cada dia, mas se a cada dia se ama menos, como podemos estar evoluindo? Vejo o amor sendo dizimado nas palavras, nos olhares, nos corações; e as pessoas cada dia se tornam mais mecânicas e vazias. A desculpa são as ocupações e os tantos compromissos do dia-a-dia. Mas de que vale ter tempo para tudo e não ter tempo para amar? E não me refiro aqui apenas ao amor filial ou fraternal; falo do amor solidariedade, do amor doação, do amar ao irmão. Mas porque amar é ser inteligente? Simples! Respondo com outras perguntas: Porque existem guerras, intrigas, desconfiança, inveja, traições, etc.? Será que o amor não é a chave de tudo? E não estaríamos sendo inteligentes se o usássemos para dar fim a todas essas coisas? Sim, nós estaríamos! Porém, em algum ponto do nosso processo de "evolução", reduzimos a velocidade e não lembramos mais de acelerar; foi aí que a inteligência começou a ser desprezada... Onde começamos a fazer acepção de pessoas, esquecendo que devemos amar à todos; e começamos a esquecer que devemos fazer o bem sem olhar a quem- como alguém um dia falou. E assim, continuamos caminhando a passos lentos, na esperança de um dia cumprirmos o nosso único e verdadeiro papel nesta terra... Simplesmente amar!

Arthur Belarmino
1 compartilhamento

Não adianta querer uma vida mais fácil se a dificuldade começa em você.

Arthur Belarmino

Vivemos tentando ser felizes, pacientes, solidários, melhores, atentos, justos, amigos, humildes, amados. Tentamos, e se não conseguimos... tentamos novamente, persistindo até nossos limites. Também tentamos não sofrer, decepcionar, agredir, insultar, ofender, magoar, odiar. E no final, vemos que depois de vivermos tentando, morreremos de tanto tentar.

Arthur Belarmino

Que seja sem interesses tudo aquilo que eu ofertar, e que eu seja compreensível se nada em troca eu receber.

Arthur Belarmino