Coleção pessoal de AdemirMachado

1 - 20 do total de 79 pensamentos na coleção de AdemirMachado

"Triste mundo colorido"

O sol que antes amarelo
hoje se tornou laranja,
pela poluição se faz vilão
e prejudicial à exposição

Pela poluição à água
que antes pura e opalina
hoje se tornou turvas,
preta e anti-cristalina

Pela poluição o sangue
que antes vermelhante
hoje se tornou branco
sobre preto, ao desrespeito
dos irmãos, nossos semelhante

Pela poluição as flores
que antes ricas em cores,
sem vidas, hoje se tornou
decorações para as dores
se destaca pelo marrom
antes de regressar para o chão.

Ademir Machado

A árvore:-
Pequenina, inocente, -oh pobre semente, quando germinada se transformava em uma árvore linda e gigantesca, dividindo tua beleza entre troncos folhas e frutos... me peguei imaginando na linda trajetória da árvore após me sentar em um maravilhoso e confortável banco de igreja, matéria prima decorrente do final de uma vida de sombras, flores e frutos...é triste observar quando no outro lado da extremidade do mesmo acento existe uma pessoa, de mãos dadas se fazendo de companhia para aquela que um dia foi bela por existir...e que na agonia, ele pouco sabia que o remédio se dava apenas por uma saudação.

Ademir Machado

Onde houver se a melhor partícula de amor, saiba que está será, pela própria natureza recompensada por um Big Bang

Ademir Machado

Desejaria voltar ao tempo
Deixar me levar ao vento
E poder estar junto,
No mesmo templo,
Em mesmo assento
Te observando atento,
imaginando que após a missa,
debitaríamos de nossos centos,
olhares e beijos lentos

Ademir machado

No olhar atencioso
Do abraço afetuoso
Do humilde ao genioso
Faz do ímpio ao piedoso
Um eterno carinhoso

Ademir Machado

Triste realidade

Vender se uma planta, sem
que tenhamos a semente,
é estar enganando ao próximo.

Vender se uma casa, sem
que à tenhamos em planta,
é estar enganando ao próximo.

E vendemos um fruto, sem
que o tenhamos à planta,
mais uma vez, estaríamos
enganado ao próximo.

Mas se "vendermos" um amor,
sem que o tenhamos à verdadeira
essência, é enganar, ludibriar,
e atirar contra a si mesmo.

Tudo se baseia na questão,
Plantar, cuidar e colher
E agora as formigas desejam
as folhas e frutos das plantas,
das quais, vendemos e nunca
existiu, e tudo que nós queríamos
era o amor dos quais um dia
vendemos, sem que houvéssemos
plantado em nós mesmo.

Ademir Machado

O conhecimento se faz ausente, quando o reconhecimento deixa de existir

Ademir Machado

Curvar se ao soprar dos ventos,
é ser generoso para aquele que, suavemente te trouxe a mim, na
qual se revestiu de forças ao
adentrar meu coração, batendo e
travando portas, revirando se as
cortinas, trazendo folhas gravetos,
ventos em que para pássaro se fez
tempestade, coração que para o
pássaro se fez refúgio, que para mim
se fez apenas ninho.

Ademir Machado

Creia, cresça e resplandeça
Por onde flores floresça
E se te agradar Agradeça

Ademir Machado

Sofá

Um lugar para amar
Seja no quarto, na cama
Ou em uma sala de star
Seja dois ou três lugares
Estaremos nos a levitar
Nos embriagando aos porres
Degustando flores e sabores
Da banheira, as cadeiras
Nada substitui à verdadeira
E velha armaduras de madeira
Este sim é o melhor lugar
Para beijar, abraçar e amar
Nos Amando ao som
E no tom de "sol fá"

Ademir Machado

(Quis e eu)

Quisera eu teu vizinho
Quisera eu teu anjinho
Quisera eu teu caminho
Quisera eu em teu ninho

Quis era eu sozinha(o)
Quis era eu sentida(o)
Quis era eu tristonha(o)
Quis era eu perdida(o)

Quis era apenas sonho
Quis a tornou realidade
O que antes tristonho
Quiz por amor não ter idade

Um eterno aprendiz
Por vc, assim sou feliz
Se sempre me quis
Faço de ti minha "quis".

Ademir Machado

Enquanto o poeta escrevia, o idealizador desde dia, apenas dormia, de todo Santo dia, so espero que não se tardia o fato de amar à poesia.

Ademir Machado

Não tenha nada que se faça com loucura,
que não lembramos com o prazer que jamais
faltou para realizarmos

Ademir Machado

Seja grato

Seja grato pelo raiar dos dias
Seja grato pelo abrir dos olhos
Seja grato pela a luz que te guia
Seja grato ao romper ferrolhos

Gratidão não és aperto de mãos
Gratidão és agir de peito aberto
Gratidão és se entregar de coração
Gratidão és abraçar em apertos

Seja grato pela falhas
Seja grato pelas pedras
Seja gratos pelas migalhas
Pelas pedras construíras muralhas
Assim serás gratos ao doce mel das abelhas

Seja grato pelos bons caminhos
Seja gratos pelos caminhos em flores
Seja gratos se caminhares sozinho
Seja gratos se os caminhos forem dores
A vida não são somente flores, e sim espinhos

Seja grato no tempo que for
Seja como for, pela dor ou por amor
Mas seja grato pela ida, pela vinda
Sejas grato pela lida, pelas boas vindas
Seja gratos pela vida.

Ademir Machado

Definitivamente o único limite imposto pelo amor é as lágrimas, quando se desprende ao romper as fronteiras dadas pelas pálpebras dos olhos.

Ademir Machado

Diga quem não
se encanta, com
a meiguice de uma
Criança...

Ou quem não
se encanta, com a
certa e errada musica
que ela canta e dança.

Com passos envolventes
de uma festança, fazendo
das pequenas coisas
grandes lembranças.

Com o cachorro que não
és cachorro, e sim "au-au",
com o gato que não
és gato, e sim "miau".

Criança que nos alegras,
que enriquece as esperanças,
com sorrisos sinceros
e olhares sem vingança.

Criança sempre criança
criaturas que não se cansa
fazendo de tintas e barros
verdadeira lambanças.

Ademir Machado

Mulher de todas as lutas, de todas batalhas e de todas guerras...tua beleza em essência se responsabiliza por todas etnias, por todos sorrisos, por todas as feras, enfim no pranto que pelas lágrimas que neste mundo choras, sejas pela dor ou por amor... faz me crer e sustentar que o mundo se edificou pelo criador em absolutamente sete dias, e que no oitavo dia o pai da perfeição se preparou e preservou para festejar à mulher da razão, à mulher da emoção e a mulher da perfeição... enfim à mulher de todos os dias... "Não tenho dúvidas que Deus criou o mundo no mês de Março"

Ademir Machado

Quando nos comunicamos
Com a fala espiritual, nos deparamos na mesma posição, como dois grandes seres viventes, sem ser mais que o outro, apenas dois seres iluminados pelo dom do amor.

Ademir Machado

O que faz ficarmos
distantes um do outro?
Eu distante de você
E você distante de "eu" transformado-nos em ateus, tornando-nos menos que nada, sem amor, sem paixão, sem crenças e religião, simplesmente sozinhos, cada um com teu nada, em uma lúcida e vasta solidão

Ademir Machado

No que dizer da vida sem amor, do amor sem felicidade... da felicidade sem a vida e da vida sem amor... fatores inseparáveis...
Quem tens amor tens vida tens felicidade, tens união e cumplicidade, triste, doente e ausente seriamos se não fizéssemos parte desde caloroso tal como triângulo amoroso
Entre quatro cantos
Dentre vozes e cantos
Um trios de canto e encantos

Ademir Machado