Coleção pessoal de adelmo_almeida

1 - 20 do total de 26 pensamentos na coleção de adelmo_almeida

⁠Inverno , Lareira , vinho ,e o cobertor de orelha .

Por vc , me entender , por vc perceber , por vc aliviar meu sofrer , eu me rendo a teu ser . Quem é está que transforma meu luto em festa.Que energia , mulher linda , cuja beleza não finda.Minhas manhãs , lembrança do teu rosto me faço disposto.Sortudo é o travesseiro que dorme e acorda carregando teu cheiro.Teu brio , teu labor aquece meu frio , me ajuda a compor .Mulher minha vida inspira , meu peito suspira nesta manhã fria Meu cobertor de orelha és o fogo que o coração gelado incendeia. Feito lareira com tua brasa , aquece minha casa . Mulher onde chegas arrasa .Amo o sábado que estou ao seu lado , Vinho aberto gelado ,ouvindo Wesley safado .Em teu belo pijama seu corpo em chama , me convida pra cama.
Hj entendi , seria vão existir , se não te encontra-se aqui .

Adelmo Almeida
Tags: inverno lareira

⁠Te adoro teodoro

Nesta existência , não ouvia de vc maledicência , sua vida se define em benevolência
Sua arte Alíviou de tantos a sofrência

Seus dias foram notórios
Por isso eu grito Te adoro Teodoro.

Teu colo foi travisseiro que tantas lágrimas recebeu
Dos que dá vida por alguma razão no caminho se perdeu,

Artista que deixou a pista de como viver uma vida sendo protagonista

Fez história , em sua breve trajetória , ensinou o caminho da gloria
Prá gente deixou um aviso . intensamente Contra- cene mesmo em improviso , pois o belo da vida é a arte de transformar o choro de alguém em sorriso

Da vida fez seu palco , viveu ,fazendo do drama do outro ser seu

Teodoro te Adoro

Pelo teu legado muitos se faz inspirado

Com corações dilacerados
Nossas lágrimas fez seu lenço ensopado.

Quem não te conheceu não imagina
o quanto és amada .

Ó grande mulher Silvia Regina.

Em meio a dor de tua partida o que nos tranquiliza é o fato de sentir que em teus feitos vc se eterniza

Juntos proclamamos Teodoro te adoramos.

Adelmo Almeida

Poema : Camisa 10

Ei garoto ouça este aviso: És Peculiar , especial , singular , exclusivo . Seu jeito de ser tão belo , que como um prego fixado pelo martelo , na tabua dos coraçoes deixa marcas de inumeras senções .17 anos de sua existencia , anos fazendo a diferença. inseguranças , medos e anseios , os vence pelo fato de se mostrar pra que veio.Notório , se destaca pela hombridade de um garoto varão.A força das ondas , a furia dos ventos , metaforas do sofrimento.Quando choras , sinto a dor de teu choro , quando ri compreendo para que eu nasci.Nosso amor , superou a distancia e foi por ela que aprendi a importãncia de viver o aqui.A branco queria ter o poder de te livrar da maldade existente no mundo.Da saudade, das perdas , das dores dos dissabores.Coraçao sofredor , pois é no labor que se forja um homem vencedor.Que habilidade é esta , para driblar as adversidades,É acima da media , tuas carcteristicas sem duvida encheriam uma emciclopedia.Na vida em meio ao revés., és craque , meu camisa 10.Em tempos dificeis ! Na moral és Grande como jogador de final , cresce nao desaparece na hora de colocar a bola na marca da cal. E na torcida , teus fäs , Pai, mãe , irmãos e amigos na arquibancada da vida , vibram com cada jogada sua construida. Companheiro, Amigo, Verdadeiro, Sensivel , Forte , Justo , Amoroso são peças do look que faz estiloso Habacuque o Duque. Em Deus Celebramos a vida a ti concedida .Parece passe de magica ou truque , alegria que nos produz meu filho Habacuque.

Adelmo Almeida

⁠O cacto

Juliete o BBB merece ter vc , pois és autêntica o que és na vida és na tv
No jogo e na vida dói tanto quando és excluída , não compreendida.Traída pelos que confiou , mas na torcida milhões de brasileiros em vc apostou.Teus seguidores a vc se conecta pelas dores de serem sofredores , guerreiros , lutadores
Constituída de particularidades por vezes incompreendida é como os cactos do sertão , em solo difícil , retém o necessário e o que é bom para sua ascenção. Os adversários podem não amar , mas não tem como negar seu jeito é peculiar , És destaque ganhou notoriedade , pela sua personalidade com seu sotaque de nordestina arretada aqui fora fez mulheres bem representada
Teus Defeitos são visiveis v, mas as virtudes te colocam entre os incríveIs
Lutando contra a sorte que por vezes não mora ao lado , Juliete vai pra cima com o punho levantado.
Em cada canto da casa mais vigiada , ouve-se sua voz ecoando de manhã ,tarde noite e de madrugada. O que chamam de palestra é na verdade o que te atesta.
És a voz de milhões que vivem em seus sertões calados sem serem se quer notados.E depois do BBB ? Como será daqui adiante? , não sabemos ,mais a certeza que temos é que a militante advogada em defesa da justiça e a vida continuaras engajada.
Eis a razão de em nossa enquete ser favorita a menina brasileira Juliete

Adelmo Almeida

Sindrome da Onipotencia do Homem

Homem , Macho , machucado
Varão coração ralado Nunca chora , nao tem medo Fraco coisa de menina
Fugi da luta
Suor , trabalho , orgulho , borbulho sem muro , nem furo
Dar um duro danado , esconder do mundo o cansaço , a fraqueza , missao sozinho , sem vizinho , olhos de vinho , dentes brancos
Pano quente , serrado o dente
Matar o leão por dia
O heroi , se destroi . quando seu medo corroi
Cho cansaço , choro , medo fraqueza , nao podem estar no cardapio da minha mesa
Sou homem macho , varao , nao preciso de perdao
Ogulho de ser homem
Nao posso chorar , desistir , fugir , arregar
Quem é que manda , nao posso brochar sou homem , falo levanta .Sou o cabeça , sou a calda , sou o tronco , homem bronco
Coisa de homem
Filho meu nao foge da luta , disputa , figilista no ringue da vida
Jesus fugiu . chorou , o peso não suportou
Cirneu o vizinho , que nao o deixou sozinho
Homem , macho , machucado , Varão coração dilacerado
Marcas , cicatrizes , feridas , guerra em mim , sem fim
Macho , animal meu mal
Instinto , meu absinto
Sinto , nao sou como pinto , sou distinto , a mim mesmo minto Padrao , meu patrao , sem contramão
Ilusão . geraçao , tradição , negação
Homem sem.noçao , meu papel
Baixar a aguarda , a farda da força
Pesadelo , desatar meu novelo, Varonil , viril ,
Indeléveis

Adelmo Almeida

⁠Rabiscos .
Escreve, apaga , reescreve , rasga amassa e joga fora.
Pego outra folha escreva de novo , apaga , reescrevo , sujo , rasgo e jogo fora
Cada instante vivido , cada rabisco inserido em folha em branco, mey pranto.
Desespero , mente acelerada , imipramina és a minha mina que passa comigo a madrugada
Tv , jornal , livros aos sons dos ruidos , barulhos.
Sou Vizinho Sozinho
Jogo fora o lixo , vivo em meu nicho, na dura missão de ser meu proprio patrão.
Desperdicio , a vida é mais que isso. Resquicios ,Meu vicio
Aos meus desejos , lampejos sou submisso
A gente cansa
Se esgota , e se prosta.

Adelo Almeida

⁠A vida a dois é complexa as vezes as guerras e brigas não se externalizam , elas acontecem dentro da gente.

Adelmo Almeida

8 oU 80
Meu motivo
Tilanguinha seu lugar no coração do pai é cativo , me ensinou a ser homem , pai , avô
Como tempo passou , uns dias atras era a menina voraz ,
Voracidade que é o eixo de sua identidade
A que saudade kaw , meu bem , minha nenem ,foi teu amor que colocou fim a meu dissabor , és meu sal
Temperou minha vida , cicatratrizou minhas feridas ,
Persona dificil , complexa , rara peça. Te amam ou odeiam foi um presente que veio
venceu seus receios e alegrou nosso meio
Teu corpo cresceu mas seus olhos menina permaneceu.Geniosa , Forte , guerreira , maravilhosa tema desta prosa , seu riso é inspiração , seu choro minha motivaçåo .Diferente , como nunca idealizei , és para alem do limite da imaginação . Tão nobre , sua imensidão , jamais poderia caber na mente pobre.Tanto fascinio projeto divino. Quem desenhou , arquitetou , não poupou na tinta , pois te fez tão distinta .
.Dignissima, Feito Maria ,És Benta ,Mulher, Mãe, Brava , Chata , mas não é barata , carissima é 8 ou 80.

Adelmo Almeida

Pequena Heroina

Sabe quando a vida ainda se torna mais bela
Quando sem esperar , derrepente o destino te traz um presente
Ela é a cara do pai minha gente
Intensidade ausência de maldade, olhar que diz a verdade e amor que se mostra com total sinceridade
Ternura e travessuras fazem parte de sua conjuntura
E viaja em suas aventuras como a que pra cima coloca aqueles que tanto estima
Antonella Vitória em meio a tanta tormenta vem pra se tornar notoria
Seus cachos e seus abraços arranca da fraqueza força e não deixa nenhum espaço pro fracasso fazer em nosso coração regaço.
Tão pequena de um poder que agiganta ,
Seu jeitinho criança , sua presença que encanta ,, meus males espantaA distancia , a circusntacias, nao nos impede de viver nosso amor em abundancia Na pedra gigante na montanha de neve , no campo , na rua terra , sua presença dissipa minha guerra.Super Antonella ,Minha pequena heroina ,me salva dos perigos que a mim me destina.Teu pai preto , carrega no peito o amor que não se descreve , tu me torna mais leve , alegre , criança , cheio de esperança. Voando ,cantando nadando , pelas ruas andando , em sua mão segurando , sua voz escutando.Viajando em suas estorias , no seu mundo da imaginação , sem medo dos perigos pela frente , os monstros , as bruxas , o escuro , o passado ou o futuro, não lhe detem, pois o minha nenem, traz Vitoria nas estorias , no nome , na vida , minha heroina preferida.

Adelmo Almeida
Tags: heroina jeitinho

Desejo proibido.

⁠Aaa se eu pudesse
Se pudesse beijaria tu boca tocaria tu corpo e de forma louca mesmo em perigo faria amor contigo
Com todo carinho , meu corpo coladinho ao teu , meus olhos perdidos em seu sorriso
Seu jeito menina que tanto fascina , me alucina
Minha mente domina
Meu desejo , não é um lampejo , em meus sonhos festejo , quando vc eu vejo.
Me abraça , seu jeito me arrasta , meu coracão despedaça , no momento que afasta
Vc so pra mim , eu e vc no cantinho , tomando vinho nos amando sozinho.
Um abraço apertado , sorriso rasgado , amor desenganado. Coraçåo Apaixonado. Sonho tu dormindo em meu peito , eu admirando seu jeito perfeito
Vontade de sentir sua respiração te amar no clarão da noite onde a lua se tornara minha e sua linda como pintura
Testemunha de nossa loucura
Não desisto jamais , é o desejo voraz , de um homem rapaz , por uma mulher que sera minha jamais

Adelmo Almeida


Meu Divã

Aaaa sinto nas minhas entranhas. Que há uma conexão estranha , dificil de explicar , a vontade que em mim há em sua presença estar , Ja tentei me livrar , não sonhar , me afastar , mas como faz sentido, com vc falar.Vontade de te afagar , de suas lagrimas enxugar , de em meu peito fazer vc repousar em meio o revolto mar. Longe da leviandade , perto da confiabilidade , nas confissões , nas nossas conversas que ilumina , dispara em meu corpo a liberação de Dopamina.Que prazer é este , que loucura , quando longe estou fico em fissura , meu corpo , minha mente , precisa da conversa da gente.Não é sentimento de pai , nem de amigo, mas de alguem que esta em perigo e que se sente protegido quando encontra um abrigo Não é sentimento de filho pela mãe , mas de um fã que no afã de estar perto do idolo , encontrou o seu divã.Esta confissão , faz parte da minha missão , de a vc estender a mão , no momento de sua afliçao
.Quando estiver pra baixo , te levar pra cima , levantar tua auto estima.

Adelmo Almeida

⁠Paixão como Diagnostico:

O dia todo teclando, deitar pensando, passar a noite sonhando e acordar por e procurando , ouvindo a voz do coraçao, enxergando pelos olhos da imaginação ,falando pelos labios da emoção e sentindo no corpo tamanha vibração , expressam com exatidão , sintomas de uma paixão.

Adelmo Almeida
Tags: paixão pensando

Amor proibido.
Dia todo, todo dia , estar contigo traz o sentido de grande alegria.
um esforço danado para desviar o olhar, espantar o pensar na possibilidade de te amar .
Desejo estar ao teu lado , contemplar em seu rosto estampado a figura da sua doce ternura.
Um abraço seu é um anseio meu , dentro do peito o freio rompeu , na mente o amor ja nasceu e pela via da fantasía , o amor proibido é o prazer mais intenso vivido.
O peito parece que vai explodir pela vontade de seu corpo sentir,
Meu desejo me trai
A força se esvai, pela luta de amar de forna oculta , Vc mulher asbsoluta.

Adelmo Almeida

O Desabrochar da Flor .
A Beleza que emana de si mesma ,
regada pelo orvalho da madrugada,
E aquecida pelo sol em suas petalas refletida
Promove o desabrochar da flor que de modo encantador atrai o negro beija flor , carrega em seu bico o doce sabor , retirado da mais linda flor , tem agora energia e alegria , para tornar doce o amargo dia.

Adelmo Almeida
Tags: desabrochar beija

Poesia: Amor de Vô

Quando a notícia chegou dizendo que seria avô , a razão se indgnou, a voz embargou e o coração acelerou, Um sermão se esboçou, Falta de juzo garota agora os sonhos adiou. Lagrimas rolou , mas o amor sobrepujou.Uma historia se desenhava , era a vida que se gerava , Os dias iam passando a criança se formando, a ansiedade gritando, a preocupação aumentando .Heitor ou Helena o que viria a ser ? o que importava que mesmo sem merecer uma dadiva divina iriamos receber.Na corrida pela vida foi um menino que chegou primeiro , Heitor seu nome , pois venceu como um guerreiro.O cenario preparado, quarto está montado , entre os principais itens, destaque vai para a forma que ja és amado.Amor de vó, Amor de mãe , amor de pai, amor de tio e tia , mas o amor que se destaca é amor do vó que escreveu esta poesia.O dia de vir a luz chegou, o coração dos que amam disparou , debaixo de oração as maos do medico pelas maos divina se guiou.Dia 15 de abril , um grito se ouviu , de um garoto varonil , lagrimas caiu , sorriso se abriu. o abraço.Heitor, Nascido e regado de amor profundo , em meio a crise do mundo , és criança uma flecha de esperança . com alvo definido,Fazer conhecer o Deus desconhecido.

Adelmo Almeida
Tags: amor heitor

O Vírus do Amor

Manhã de outono , ouço o som dos cantos dos passaros e o soprar do vento ,Olhar fixo no firmamento, ao abrir a janela contemplo a cena mais bela . o sol radiante nascendo me leva a lembrar do magnífico sorriso dela.O galo canta , o dever diz levanta , mais o que de fato me espanta , é perceber como o jeito dela me encanta .Em minhas leituras pelas paginas do livro, surpreendido pela imaginação , me encontro com as travessuras e aventuras que fazem parte do plano de açao , Minha mente refém desta louca paixão.O contexto me sinaliza que devo ficar em casa ,me resta pegar a minha asa , movido pelo fogo que abrasa , e me deliciar no amor que nunca se atrasa.Em alta velocidade , os pensamentos a busca a fim de matar a saudade.Um pretexto aqui , ali e ainda outro acolá , bora a cidade atravessar , infectado pelo virus do amor , que mata se a distancia contunuar.O Dr. Coração receitou : Abraçar , beijar, tocar ,Sao medidas salutar , para o virus do amor nao matar,Tome na medida que for preciso , acrescente uma dose de riso.Não tem contra indicação , nem efeitos colaterais , fazendo assim o virus do amor nao matara jamais.

Adelmo Almeida
Tags: amor virus

Álbum de Namorado .
Lindos momentos registrados , que em nossa memória estão perpetuados , são os instantes vividos ao seu lado,teu sorriso estampado , o abraço apertado , seu cheiro exalado , jeitinho mimado , dormindo ao meu lado.
Minha namorada não precisa de muitas palavras, no silêncio expressa amor, eu me encontro no seu olhar encantador.Suas mãos em mim no afago , seu corpo ao meu bem colado, temperatura em grau elevado , fusão de dois corpos apaixonados.O raro é caro mas pago o preço ofertado , pela pintura de nossas loucas aventuras.
A tela do quadro fixado na galeria de nossa existência , reflete a essência do amor que tem como beleza não apenas sua aparência.
Com linhas , pontos e formas , desenhamos uma linda história contrariando a velha norma .

Adelmo Almeida

A imprevisibilidade da Vida.
Viva intensamente de modo congruente , para que quando o derrepente surgir em nossa frente a gente não acabe emocionalmente doente
Por isso olhe para frente.
Leve do passado apenas aquilo que tenha de algum modo um positivo significado. E Mesmo quando assustados pelos fantasmas do passado , entenderemos que estes Pesadelos que nos metem medo
Serão dizimados pelo fato de vivermos antenados em sintonia com o que há de mais sagrado.

Adelmo Almeida

Sonhos e pesadelos .

Quando a noite é de pesadelos , eis uma forma de mandar embora seus medos: ouça uma voz ao longe que te faz mudar o horizonte.Voz que te faz abrir a janela , ver a cena mais bela , raios solares sobre o rosto emitido , realçando a beleza e seu lindo sorriso.Dormindo ao lado eis a Cinderela dos contos de fadas , és àquela que coloca fim nas tristes madrugadas e motiva a levantar para enfrentar os desafios da longa estrada.

Adelmo Almeida

Dilemas
A vida poderia ser um pouco mais amena , deveria ser como os romances dos cinema , poderíamos paralisar a cena , sempre que acharmos que valeria a pena.
tomar o controle da vida e acelerar aquelas cenas que causam ferida
Tenho mesmo que escolher? Ainda que isso me fará sofrer,
Possibilidades diante de mim , sinto-me preso em uma esquina sem fim
Dilemas meus, que acabam se tornando seus, pelo fato de insistir em fazer parte do meu existir .
Precisamos decidir antes que os castelos de sonhos venha ruir e o tempo roube a chance de uma nova historia construir
Quão doloroso é sonhar com algo maravilhoso em tempo conflituoso e viver a dura realidade do pesadelo assombroso.
Iludidos acreditamos na revogação da escravidão, se de fato meus pecados fossem perdoados, a força da lei tinha revogado, nunca que pelos meus iguais seria julgado e consequentemente condenado. Somos humanos acuados , machucados e dilacerados ,lutando diariamente com lembranças tristes do passado
nas esquinas da vida e se quer somos notados pelos que transitam ao nosso lado.
Dilema é confusão, pois veemente não lhe da terceira opção, machuca o coração dos que romperam com a grande ilusão fomentada pela religião.
Deixamos de ser Otários e Pensar de modo binário fazendo de um mundo milionário, um pobre salafrário.

Adelmo Almeida