Carta Papai Noel

Cerca de 73 carta Papai Noel

Mamãe Noel

Sabe por que Papai Noel não existe? Porque é homem. Dá para acreditar que um homem vai se preocupar em escolher o presente de cada pessoa da família, ele que nem compra as próprias meias? Que vai carregar nas costas um saco pesadíssimo, ele que reclama até para colocar o lixo no corredor? Que toparia usar vermelho dos pés à cabeça, ele que só abandonou o marrom depois que conheceu o azul-marinho? Que andaria num trenó puxado por renas, sem ar-condicionado, direção hidráulica e air-bag? Que pagaria o mico de descer por uma chaminé para receber em troca o sorriso das criancinhas? Ele não faria isso nem pelo sorriso da Luana Piovani! Mamãe Noel, sim, existe.

Quem é a melhor amiga do Molocoton, quem sabe a diferença entre a Mulan e a Esmeralda, quem conhece o nome de todas as Chiquititas, quem merecia ser sócia-majoritária da Superfestas? Não é o bom velhinho.

Quem coloca guirlandas nas portas, velas perfumadas nos castiçais, arranjos e flores vermelhas pela casa? Quem monta a árvore de Natal, harmonizando bolas, anjos, fitas e luzinhas, e deixando tudo combinando com o sofá e os tapetes? E quem desmonta essa parafernália toda no dia 6 de janeiro?

Papai Noel ainda está de ressaca no Dia de Reis. Quem enche a geladeira de cerveja, coca-cola e champanhe? Quem providencia o peru, o arroz à grega, o sarrabulho, as castanhas, o musse de atum, as lentilhas, os guardanapinhos decorados, os cálices lavadinhos, a toalha bem passada e ainda lembra de deixar algum disco meloso à mão?

Quem lembra de dar uma lembrancinha para o zelador, o porteiro, o carteiro, o entregador de jornal, o cabeleireiro, a diarista? Quem compra o presente do amigo-secreto do escritório do Papai Noel? Deveria ser o próprio, tão magnânimo, mas ele não tem tempo para essas coisas. Anda muito requisitado como garoto-propaganda.

Enquanto Papai Noel distribui beijos e pirulitos, bem acomodado em seu trono no shopping, quem entra em todas as lojas, pesquisa todos os preços, carrega sacolas, confere listas, lembra da sogra, do sogro, dos cunhados, dos irmãos, entra no cheque especial, deixa o carro no sol e chega em casa sofrendo porque comprou os mesmos presentes do ano passado?

Por trás do protagonista desse megaevento chamado Natal existe alguém em quem todos deveriam acreditar mais.

Martha Medeiros
394 compartilhamentos

Limite da Inocência

Papai Noel não existe, nem Coelhinho da Páscoa ou Bicho Papão. Contos de fadas só ficam bem nos livros infantis. Príncipes cedo ou tarde se transformam em sapos. Pode demorar o tempo que for, mas um dia a realidade bate a nossa porta. Inevitavelmente.

Que nem só de boas intenções vivem as pessoas já estou cansada de saber. Há tempos não caminho pelas ruas sem olhar para os lados, ou falo sem a absoluta consciência de que cada palavrinha pode ser alterada e usada contra mim. Mesmo assim, não paro de me surpreender com até que ponto os desvios de caráter das pessoas podem chegar.

Não tenho a pretensão de que todos gostem de mim ou torçam pelo meu sucesso. Tampouco preciso de reconhecimento ou confetes para ser feliz. Você tem todo o direito de me achar uma ridícula, uma doida ou uma garotinha sem graça alguma. Você pode pensar o que bem entender de mim. Nada disso vai mudar o meu jeito de ser e agir.

No entanto, os seus limites terminam onde começam os meus. E eu não exijo nada além de respeito. Você pode até torcer para eu cair com o carão na calçada, levar um pé na bunda do meu namorado ou ser perseguida por todos os professores da faculdade. Cada um é livre para pensar e desejar o que bem entender. Você não pode é fazer com que coisas desse tipo aconteçam de forma grotesca e desleal. Mentiras, intrigas e afins só convencem em novelinhas de criança. Você já passou dessa fase, não? Eu, ao menos, não suporto mais a idéia de interpretar a mocinha injustiçada.

Tudo bem, eu confesso, ainda durmo esperando o Bom Velhinho e sempre confiro as pegadas que o Coelho deixa aqui no meu quarto. Sei que meu príncipe encantado está a caminho e não canso de viver e desejar as mais mirabolantes fábulas. O detalhe é que a princesinha aqui acordou do sono profundo e já está roxa de tanto cair do cavalo. Para tudo há um limite, até para minha inocência.

O que me dá forças é a certeza de que tudo termina da melhor forma para quem tem um coração repleto de sinceridade e boas intenções. Além de, é claro, eu estar ciente de que para todo conto de fadas existe um final feliz. Prefiro posar de inocente a deixar de acreditar que, apesar de tudo, a vida é cheia de surpresas gostosas.

Márcia Duarte
46 compartilhamentos

O mundo não é roxo, Papai Noel não existe, nem todo mundo é tão legal assim, as nuvens não são de algodão, um sorriso nem sempre é verdadeiro, não é porque beijou que tá amando, você não pode voar, não é chorando que se resolve, você não mora numa bola de cristal, sonhos são ilusões e você não é imortal, acorda!

Desconhecido
73 compartilhamentos

Sei que já passei da idade, para cartas ao Papai Noel escrever, mas ao longo da vida aprendi a nunca deixar um sonho esmorecer. Há tempos que nada te escrevo e também que não peço nada... Pois estou dando oportunidade de outras pessoas, assim como eu, que te adoram e tem seus pedidos a fazer. Aprendi com os meus pais que no decorrer de nossas vidas, nem sempre podemos receber o que pedimos. E o mais importante não é só aprender, mas aceitar o que nos pode ser ofertado. Tudo tem uma hora para acontecer e se ainda não aconteceu, é porque não é o momento de em nossas vidas este "algo mais" chegar. Mas como disse antes, hoje me sinto naqueles momentos de criança, ao passar um recadinho, e te escrever onde o teclado e o visor, esta tela fria de computador, se unem como sonhos. Me encontro cheio de esperanças como a alegria de uma criança que irá esperar neste Natal o seu presente mais especial... Ah! Já ia me esquecendo Querido Papai Noel... Meu presente para este dia tão sentimental é que a A.L. E fosse o meu presente de Natal. Sua amizade é sem igual, seu jeitinho tão especial e encantador, encanta não só a mim, mas a todos que a rodeiam, talvez ela seja um Anjo, e eu? O que estou fazendo aqui na Terra? Minha missão é a de proteger um anjo. Mas será este anjinho de que terei esta missão. Sei que o meu trabalho não será nada fácil, mas antes eu achar a cruz do próximo mais leve do que a minha, pois tenho a certeza de que ele acha a minha bem mais leve do que a dele. Eh Isso! Querido Papai Noel !!!

claudio8056
3 compartilhamentos

Ursinhos de pelúcia não andam.
Bonecas não conversam com você.
Papai Noel não existe e muito menos príncipes encantados.
Um erro pode acabar com tudo aquilo que você construiu.
A gente acredita no amor, mas depois que nos
decepcionamos sempre achamos que vamos nos
decepcionar de novo.
Saudade dói, mas a gente mata.
Sonha é bom, mas permanecer sempre com os pés no chão.
Tempo... passa devagar para aqueles que esperam.
Pessoas... que apesar da distância são insubstituíveis.
Pequenos momentos guardam grandes lembranças.
Mundo... ele dá voltas e talvez tudo possa mudar inesperadamente.
E destino... apesar de tudo... é a gente que faz.

Daiane Pastorello
2 compartilhamentos

12- Razões para dizer que Papai Noel está no espectro autista.

1. Ele alinha e nomeia as renas sempre da mesma forma.
2. Usa sempre a mesma roupa.
3. Tem uma dieta super restrita de leite e cookies.
4. Mantém a mesma rotina ano após ano.
5. Evita interações sociais e faz todo o seu trabalho à noite quando todos estão dormindo.
6. Checa sua lista repetidas vezes.
7. Está sempre com pessoas menores que ele.
8. Tudo é branco ou preto (bom ou mau) e não há nada no meio.
9. Adora se espremer em espaços pequenos! (chaminés!)
10. Não tem ideia de que entrar sorrateiramente na casa dos outros não é algo aceito socialmente.
11. Ele gasta um ano inteiro para se preparar para uma única noite.
12. Ele faz coisas que maravilham as pessoas e depois elas ficam se perguntando como ele conseguiu fazer."

traduzido por Gretchen Stipp
2 compartilhamentos

Um dia eu acreditei nos contos de fadas,
Um dia eu acreditei no papai noel,
Um dia eu acreditei no beijinho da mamãe pra o dodói sarar,
Um dia eu acreditei no sapo que se transformava num príncipe com um beijo,
Um dia eu acreditei que poderia transformar o mundo,
Um dia eu acreditei que poderia construir meu próprio mundo e levar todas as pessoas legais para lá,
Um dia eu acreditei que venceria o medo do escuro.
Hoje já não posso acreditar em tudo que acreditei antes, hoje eu descobri...
Hoje eu descobri que os contos de fadas transformaram-se em terríveis pesadelos,
Hoje eu descobri que o papei noel nunca veio,
Hoje eu descobri que o beijinho da mamãe no dodói não sara mais,
Hoje eu descobri que não há beijo que transforme um sapo num príncipe,
Hoje eu descobri que o mundo é quem me transforma,
Hoje eu descobri que não posso construir mais meu próprio mundo, e todas as pessoas legais não existem mais,
Hoje eu descobri que o medo me consome,
Hoje eu descobri que piso no chão e não nas nuvens...

LaissaSilva11
2 compartilhamentos

Pedi ao Papai Noel:
-que me lembre de usar mais os meus ouvidos do que a minha boca
pois ouvindo os meus amigos posso fazer algo. Falando serão apenas palavras!
-que me dê firmeza no meu andar
pois sei que se exercitar os meus passos estarei mais forte e não me deixarei cair, mas se cair terei forças suficientes pra levantar!
-que me dê uma saúde impecável
para que eu possa trabalhar dia-a-dia e vencer pelo meu próprio esforço!
-que a minha casa seja firme
pois sei que se provações vierem, lá será a minha fortaleza e o meu refúgio!!!
Por fim pedi muito paz, beleza, dinheiro, amor e talento pro meus inimigos, pois assim talvez quem sabe eles sosseguem e vivam a vida deles felizes como eu sou!!!

Claudia Homem
2 compartilhamentos

Como já estamos nos aproximando do natal,
já fiz minhas encomendas ao Papai Noel
para que sejam entregues aí em sua casa.
Cada presente contém, Alegria, Afeto,
Confiança, Paz, Amizade, Esperança, Perdão,
Harmonia, Paciência, União, Amor, Delicadeza,
Respeito, Solidariedade, Vitórias e muitas
bençãos de Deus. Que você possa compartilhar
com sua família e todos os seus amigos.
Espero que goste e aproveite muito,
pois este pedido é para a vida inteira.
Deus te abençoe!

Riva Almeida
2 compartilhamentos

Papai Noel, esse ano faremos uma troca de presentinhos, me traga mais paz, saúde, felicidade, sorte, prosperidade e dinheiro, menos pessoas falsas, invejosas, menos hipocrisia, mais amor e principalmente isso... Pois aquele que não se permite amar, aquele que não ama ao proximo assim também não ama à Deus. Te darei meus problemas, enfermidades, tristezas e frustrações.

P.S.: Pode jogar tudo fora, pois o que não serve pra mim, não serve pra ninguém.

Philipe Sotte
2 compartilhamentos

FELIZ PÁSCOA!

Papai Noel me disse certa vez que esse tal de coelho da páscoa não existe, mas eu acredito que exista. O bom velhinho talvez esteja com ciúmes porque as pessoas preferem ganhar chocolates. Não precisa esperar a meia-noite e nem descobrir o que tem nas meias penduradas na árvore ou aos pés da mesma, que ele deixou. Ou será que Ele se veste de Coelhinho da Páscoa neste dia. Ai ai ai ai ai, será que Papai Noel e Coelhinho da Páscoa são a mesma pessoa? Como um velho gordo pode entrar pela chaminé e sair com a sua roupa pesada limpinha e vermelhinha? Um coelho vestido de Papai Noel não faria isso com facilidade? Ainda mais no Brasil, onde não existem muitas chaminés! Em todo o caso, mesmo com todas essas dúvidas lúdicas, te desejo uma FELIZ PÁSCOA, onde todos os seus significados representem sucesso em sua vida!

Márcio Antônio
2 compartilhamentos

Querido papai noel...

Eu realmente não sou uma menina má, embora não seja tão boazinha assim. Mas eu sei que o senhor é bonzinho e que não esquece de ninguém, sempre lembrando com muito carinho dos desejos dos nenés.
Neste ano, meu pedido é especial!
Talvez eu nunca tenha pedido algo que tanto quis. Talves eu até tivesse dito que o presente anterior era tudo o que eu queria, mas acontece que eu descobri que tudo aquilo que ganhei do senhor, não faz sentido e não tem graça se eu não tiver o que te peço neste ano...
Papai noelzinho do meu coração, fui suportando as armadilhas do lobo mal o ano inteiro, enquanto esperava o dia que o correio mágico agendou pra levar todos os pedidos pra ti.
Bem, o senhor já sabe o que eu quero, porque eu ouvi dizer que o senhor ouve nossos pedidos enquanto estamos escrevendo, mesmo assim eu vou escrever (é pra ter garantia que o senhor descobriu). Pois é papai noel, meu pedido é um só, quer dizer... Tá um ligado no outro, ninguém aqui pode me dar, aqui não vende, é de inestimável valor papai noel, e eu sei que o senhor pode me presentear.
Lembre-se: Não sou tão boazinha, mas também não sou má, tenho direito de ganhar.
Papai noel, meu querido velhinho bonzinho, não precisa pedir pra embalar, eu recebo de coração do jeito que chegar... Quero muito e se já estiver pronto, quero agora, sabe o que é papai noel?
Vou te contar... 1-2-3 e já: Quero um mundo de paz, amor, liberdade e união, sem misérias e sem poluição(um mundo bom mesmo) para todas as nações. E também quero, muito muito muito que o senhor traga de volta todos aqueles que chamamos de entes queridos, aqueles que papai do céu chamou quando precisou, acho que por lá já ajudaram, tá na hora de voltar, fazem muita falta sabe... Dói muito não tê-los aqui papai noel... Faz assim, quando me presentear com esse mundo bem bonito, coloca dentro dele meus avós, meu irmão, meu pai, minha sogra, meus conhecidos e todos os entes queridos que meus amados amigos sentiram o coração doer quando disseram adeus.
Pra falar a verdade, não precisa ser só os meus e dos meus amigos, pode ser de todo mundo também. Afinal, já é natal, e dizem que na véspera devemos nos reunir com nossos familiares para celebrar o menino Jesus, então eu penso que o natal sem eles, a família não fica toda reunida, é incompleta. E o meu pedido é um só (nele estão incluídos todos os outros)porque eu não quero sobreviver, eu quero viver, porque eu não quero estar em pedaços e com cada ente querido foi um pouco de mim, meu pedido vem do fundo do coração. Quero muito ser feliz papai noel!
Bem, obrigada desde já, porque eu sei papai noel que meu pedido vem com carinho dentro do teu saquinho.

Sempre me disseram que o senhor é um bom velhinho e que distribui felicidade em saquinhos... Sei que esses pedidos são difíceis de realizar, talves nem tenha possibilidade disso. Essas coisas não existem talvez... Mas e daí? O senhor também não existe e eu dei um jeito de te enviar esta cartinha.

PS: Vou pendurar minhas meias junto a chaminé dos meus sonhos, quando eu despertar na manhã da véspera de natal espero encontrar meu presente por lá(sim, na véspera para então comemorar com a família completa). Eu acredito no que sempre me disseram.

Um beijinho carinhoso na tua bochecha, da menina eu.

Estou esperando hein!

Wana Karen Cristine B de Moraes
Inserida por wanakaren
1 compartilhamento

Papai Noel:

Querido Papai Noel, estou aqui mais uma vez para falar com você. Esse ano fiquei comportado, não briguei com meu irmãozinho, não falei tanto palavrão e não deixei o meu quarto tão bagunçado.
Você já sabe o que eu quero ganhar, e como fui comportado esse ano, tenho certeza que no dia de Natal você vai passar por aqui e estarei te esperando como todos os anos, olhando pela janela, esperando o seu trenó aparecer.
Na verdade eu nunca vi você chegar com o seu trenó, mamãe sempre me chama quando você está para chegar e ainda sou pequeno e quase não alcanço na janela, quando vou olhar de novo pela janela, você já se foi.
Se você puder, demora um pouco mais para ir embora esse ano, mas se não der tudo bem, mamãe disse que você tem que ser rápido, porque tem muita criança te esperando, assim como eu.
Deve ser difícil ser Papai Noel, eu fico pensando em quanto trabalho você tem e quantos presentes você deve carregar, acho que você nem deve dormir na noite de Natal.
Posso te perguntar uma coisa: - Será que eu vou crescer rápido para poder alcançar na janela e assim poder ver você chegar?-Eu queria ser do tamanho do papai e da mamãe, mas acho que eles esquecem que você vai chegar, eles nem chegam perto da janela.
Queria lhe pedir uma coisa: que quando eu crescer e ficar do tamanho do papai e da mamãe, eu pudesse continuar te esperando na janela, queria que você nunca deixasse de me visitar.
E se ficar grande é esquecer que você existe, eu queria ficar sempre pequeno e mesmo que eu continue não te vendo eu acredito que você esteve aqui.

Fernando Finatti
Inserida por F.Finatti
1 compartilhamento

Quero ser

Eu quero ser pra você
O presente do papai noel
Quero ser o teu brilho
E transforma-la, na mais linda
Estrela, que brilha no céu
Eu quero ser o Romeu
Você Juliêta, ou quem sabe
Seja, minha Rapuzel
Eu quero ser pra você
O prazer da abelha
Construindo teu mel
Eu quero ser, a pintura do teu corpo
O dom do pintor
Ou apenas, o pincel
Eu quero ser pra você
Um homem, aqui na terra
O amor no teu coração
E um anjo no céu
Eu quero ser pra você!
Quero ser!!!

Reff Carvalho
Inserida por ClebioCarvalho

Ah se eu soubesse...

Que o Papai Noel não existia
Que sonhos, não são sonhos com canela
Que a vida não é só de fantasia
Que cozinhar não é jogar tudo na panela.

Ah se eu soubesse...

Que o mundo é cheio de coisas ardilosas
Que as pessoas, algumas com máscara bonita
Que se apresentam com palavras melodiosas
Que convencem e a gente acredita.

Ah se eu soubesse...

Que os caminhos que é preciso percorrer
Que é difícil e cheio de barreiras
Que se tem que brigar para vencer
Que se luta para não cair em ratoeiras.

Ah se seu soubesse...

Que tudo é assim tão complicado
Que se defender é fatal e não tem jeito
Que os perigos caminham ao nosso lado
Que pouco ou quase nada é perfeito.

Ah se eu soubesse...

Que ser diferente é ser raro
Que existe discriminação até na crença
Que o preço em crescer seria caro
JURO QUE VOLTAVA A SER CRIANÇA!

Carol Carolina
Inserida por Oragio

Meu Primeiro Prinquedo

Natal. Eu era apenas uma menininha que ainda acreditava em Papai Noel. Adorava essa época de festas de fim de ano, pois era aonde eu reencontrava todos os parentes, e sempre depois da comemoração do Ano Novo, minha tia que morava na fazenda levava eu e meu irmão para passar alguns dias com ela.

Lembro-me vagamente que naquele dia, a comemoração não ia ser como o de costume na virada do dia 24 para o dia 25. Meu tio estava no hospital, e por algum outro motivo, íamos comemorar no dia 25 com um almoço.

Eu e meu irmão acordamos bem cedinho... O sol ainda estava escondido no horizonte, mas no quarto um pouco da luz dos raios solares já se infiltravam pelas frestas da janela. Para falar a verdade naquele dia mal dormimos, ansiosos por saber o que papai Noel nos felicitara.

Meu irmão esperava uma bicicleta, e eu..., bem na verdade eu queria ir à escola. Eu tinha uma vizinha que era mais velha que eu e todos os dias, depois que ela saia da escola eu ia lá para nós brincarmos de casinha de bonecas. E enquanto rolava a brincadeira ela me contava como era a escola me deixando cada vez mais ansiosa. Mas apesar de eu pedir para mamãe deixar eu estudar, ela dizia que eu era muito nova. O que era incompreensível para mim, uma menininha tão ingênua.

_ Aposto que o papai Noel me trouxe uma Bicicleta! Dizia meu irmão.

_ Mas aí não cabe em baixo do travesseiro, né seu bobão!

Como não tínhamos chaminés, mamãe dizia que Papai Noel deixava o presente em baixo do travesseiro ou da cama. Mas mal podíamos entender que naquele ano, a situação financeira da nossa família não permitia a tão sonhada bicicleta ao “Papai Noel”.

_Vamos ver, vamos! Nos levantamos apressadamente, e olhamos cada um em baixo de seus travesseiros e de suas camas.

Rasguei o pequeno embrulho. Mal podia acreditar, era muito melhor que ir a escola! Uma caixa de lápis de cor e um caderno de desenhos! Não conseguia conter meu sorriso nos lábios, sai gritando minha mãe e descrevendo meu presente! Nessa hora nem pude perceber o que meu irmão ganhara, e agora nem me lembro também.

Mas me lembro muito bem, do rosto da minha mãe, que com um sorriso terno, e os olhos ainda entreabertos por causa do sono, me perguntou: Você gostou? E eu a abracei.

Foi com aquele mesmo sorriso que minha mãe me ensinou a escrever meu nome, me ensinou as letras, o alfabeto, e despertou essa paixão que vive em mim até hoje: a paixão de escrever.

Jaqueline Barbosa
Inserida por jaque0909
1 compartilhamento

Papai Noel que nunca chega
(Carta de um menino zimbabuano)

Papai Noel,
Onde é que está você?
É verdade que sua barba é branca,
Feito algodão-doce, sem sabor colorido?

Que você existe mesmo eu sei...

No Natal, eu quero um pacote de bolacha
E um ainda maior de pipoca, bem grande,
Que é para dar pros meus oito irmãozinhos,
Barrigudinhos como eu. E a titia... minha tia precisa,
Somente ela, porque minha mãe morreu,
Pai já não tinha – e morreram mais crianças,
Muitos vizinhos, morreram meus irmãozinhos, afinal,
Por enquanto, só eu fiquei,
Eu, minha tia e meu primo do meio.

Papai Noel, será que é possível passar por aqui,
Quero dizer (se não for pedir muito)
Aqui primeiro, aí depois visitar o resto do mundo,
Mundo que nos esqueceu neste lugar
Onde as estrelas se escondem atrás de nuvens marrons,
Marrom-escuras, estacionadas sobre nossas almas.

Querido Papai, velho Noel, se tiver de vir, vem logo,
Não nos deixa para depois dos outros...
Se não quiser sujar o trenó de poeira ou cinza,
Faz uma coisa prática, vem de carroça,
Mas enche a carroça de bolacha, por favor.
(Nossos corações não estão vazios, até que existe esperança,
E existe agonia; e não falta união, falta alegria
Porque nossas barrigas estão ocas. Ocas,
Simplesmente assim, ocas. Nem os vermes sobrevivem.)

Aliás, por falar em união da família,
Pelo menos aqui, a fome é que tem desfeito essa união:
Deixando filhos sem pais, pais que perdem seus filhos;
Netos que não têm sequer a bênção dos avós,
Avós que nunca nanam seus netinhos;
Tios e tias, sobrinhos, madrinhas... todos,
Todos de mãos dadas, unidos,
Mas unidos num vasto e acolhedor leito de morte
– Morte que se apresenta aqui pausadamente,
Separando um do outro,
Deixando tempo demais para a despedida,
Tempo que a gente nem queria ter.


Por isso, Papai Noel, não demore tanto para chegar...
Já estamos cheios de bolachas de barro,
Bolinhos de barro, torrões...
Faz um esforço e vem com algo de verdade,
Qualquer sabor, bolachas e mais bolachas,
O melhor presente da vida.

Faz um pouco de esforço e vem,
Vem antes de o pôr do sol,
Não dá meia-volta de novo,
Não deixa a gente para trás,
Vem, mas vem antes de o sol se pôr,
Ninguém mais pode ficar de fora,
Vem, vem logo, vem,
Vem e traz bolacha pra todos,
Traz o sorriso.


Edder Alexandre é jornalista e escritor, autor do romance Silêncio na Marcha – O Drama do Homem na Ponte do Milagre; também escreveu o infantojuvenil As Gêmeas de Getsêmani.

Edder Alexandre
Inserida por Edderalexandre
1 compartilhamento

Me disseram que Papai Noel não existe.
Aí parei a pensar que isso é um engano. O Papai Noel aparece todos os dias quando sorrimos para uma pessoa triste, quando fazemos carinho em alguém, quando damos algo para os que precisam. Não importa o dia nem o momento. Porque quando Há solidariedade, neste momento é Natal e o Papai Noel está presente.
Por isso, todo dia é Natal para os que dão e para os que recebem. Basta querer ajudar ou ser ajudado.
Papai Noel e o Natal, estão no coração de cada um.

Paola Rhoden
Inserida por PaolaRhoden

BILHETE A PAPAI NOEL

- Pede a Papai Noel...

E eu pedi.
Pedi boneca,
pedi livros,
pedi viagens,
pedi um príncipe...

Aprendi a escrever
para escrever-lhe, ingrato velhinho,
mas você nunca se lembrou de mim:
não ganhei a boneca,
nem livros,
nem viagens,
nem príncipe.
Nada...

Só deixou no meu sapato
essa tristeza triste
de saber que você está muito velho
para subir morro.

Papai Noel, você devia ser criança pobre
para ver como morrem as ilusões.
Ver como se desmoronam os castelos
até restar somente essa tristeza triste.

Se você pudesse ver as almas...
Mas é melhor assim.
Ignorando-as, poderá continuar a mentir,
a distribuir ilusões,
a oferecer sonhos,
a brincar de você mesmo.

Myrtes Mathias
Inserida por pensador

EU acredito em PapaiNoel...
sou de uma época em que colocar o sapatinho na janela era sinal
de um bom presente...era nessa mesma época que a magia povoava os sonhos de todas as crianças de onde morava e era só encantamento a espera de papai noel.
éramos oito lá em casa...
e não tinha tanta janela pra colocar tantos sapatos...
e era uma concorrência um tanto louca e cada natal
e fazíamos uma espécie de sorteio pra vê quem colocava o sapatinho na janela.
e era sempre eu a contemplada...
e todos os outros sapatinhos ficavam espalhados pelo chão da casa...
dormíamos cedo porque acreditávamos que papai noel só entraria pela porta se estivéssemos dormindo já que lá em casa não tinha chaminé.
então fechávamos os olhos e logo chegava o sono...
e pro meu desencanto, em todos os natais vividos na minha casa, ao amanhecer, via todos os sapatinhos enfeitados de presentes menos o meu...
me entristecia e com os olhos arregalados de espanto via a festa das minhas irmãs ao abrir os presentes e eu a contemplar o meu sapato vazio.
ai em lugar das lágrimas que não saiam dos olhos vinha a esperança de um novo natal...e o meu sapatinho continuava lá a espera do presente.

Margarida DI
Inserida por MargaridaDI
1 compartilhamento