Tiago Santana de Oliveira

Encontrados 10 pensamentos de Tiago Santana de Oliveira

A arte do conhecimento próprio é o sucesso para a felicidade amorosa. Por isso valorize-se! Ame-se...

Tiago Santana de Oliveira
12 compartilhamentos

Solidão

Sinto falta de um calor
Sinto falta de um carinho
Sinto falta de um amor
De seu colo quentinho

Das horas de chuva sem querer fico assim
Desejando um aconchego
Todo o carinho pra mim

Carência repentina
Veio-me a atormentar
Mas são nessas horas indecisas
Que queremos chorar

Mas não é só um agrado de carinho
Um afeto sem jeitinho
Que incerto num cantinho
Assim me satisfaz

É aquela mão delicada
Que em meu corpo se ampara
Numa transmissão de calor mutua
Que me meu corpo se agrupa

Mas sem perceber tudo desvanece
E percebo que o acontecido
Foi mais uma ilusão do juízo
E continuo minha prece

Pra querer me amparar
Pra querer desejar
Pra querer me beijar
Pra a solidão enfim acabar

Tiago Santana de Oliveira

Saudade

Ao apertar o coração já se sabe que ela já vem
Com seu jeito simples e sorrateiro que nem sempre convém
Geralmente se sente a presença
Quando a solidão está a espreita
Uma dor simples e sinuosa
Que jamais se endireita

Mas por pior que seja acabamos nos acostumando
E como tudo é feito de escolhas
Assim como no outono se perde umas folhas
De acostumado vou me transformando

O tempo passa e a dor é insuportável
Tenho uma paciência razoável
Que me faz suportar
E me força a acalmar

Mas quando passarás?
Quando me deixarás?
Quando me livrarás do ânceio?
Que só de pensar nisso tudo já sinto aquele arreceio

Mas depois de tanto tempo
Acostumado com esse sentimento
Faço dele um amigo que é melhor que inimigo
Pra livrar do pensamento

E agora moribundo
Vou com ele pelo mundo
Até que volte meu amor
Pra livrar de mim essa dor
Que como excesso de calor
Mais parece maldade
Deste sentimento que me invade
Denominado saudade

Tiago Santana de Oliveira
Inserida por Tiago1987

Por que?

A vida pra mim veio a acabar naquela manhã
Ao acordar ão vi mais suas roupas
Não vi mais teus semblantes
Não senti mais teu cheiro
Teu calor
Teus movimentos
E assim vim a perceber que me abandonas-te
Mas por que?
Por que sem nem ao menos me falar?
Por que sem nem ao menos um bilhete?
Por que sem nem ao menos uma briga pois saberia que tinha algum motivo para a minha solidão
Estou sem saída
Sem rumo
Sem luz
Não sabia que para mim você era tão importante
Não sabia que a minha vida se resumia a você
Então por que?
Será que fiz alguma coisa errada?
Como começar de novo se tenho tantos planos pra nós?
Como proceder se minha essência foi dada a ti, quando que sem querer sai da minha boca: te amo?
Não sei
Não vou
Não quero
Por que?

Tiago Santana de Oliveira
Inserida por Tiago1987

Desejo

Como quem jamais quis nada agora me encontro assim
Não sei se é doença
Não sei se é vontade
Não sei se é medo
Só sei que tudo que tem um começo e um fim
O meu inicio chegou e não vejo o final
Não sei ainda se posso dizer que é bom
Mas hoje em minha alma transborda felicidade
Inunda alegria e me afogo neste misto
Que por mais que procuro escapar
Me invade
Me toma
Me anima
Me dá força
Agora sem mais, sei do que se trata
Sei por que estou assim
Sei o que quero
E sei que mais do que tudo
Isso é desejo
Desejo de viver
Desejo de amar
Desejo de ser amado
Desejo de você

Tiago Santana de Oliveira

Por que?

A vida pra mim veio a acabar naquela manhã
Ao acordar não vi mais suas roupas
Não vi mais teus semblantes
Não senti mais teu cheiro
Teu calor
Teus movimentos
E assim vim a perceber que me abandonas
Mas por que?
Por que sem nem ao menos me falar?
Por que sem nem ao menos um bilhete?
Por que sem nem ao menos uma briga pois saberia que tinha algum motivo para a minha solidão
Estou sem saída
Sem rumo
Sem luz
Não sabia que para mim você era tão importante
Não sabia que a minha vida se resumia a você
Então por que?
Será que fiz alguma coisa errada?
Como começar de novo se tenho tantos planos pra nós?
Como proceder se minha essência foi dada a ti, quando que sem querer sai da minha boca: te amo?
Não sei
Não vou
Não quero
Por que?

Tiago Santana de Oliveira
Inserida por Tiago1987

Espera

Espero amanhecer
Espero o desejo
Espero o calor de teus braços
Espero, espero, espero...

Quero amar
Espero alguém
Quero beijar
Você não vem
Espero gostar
Mas de quem?

A verdade é que já sei
Sei como proceder
Mas tenho de aprender a esperar
Esperar que tudo se arrume
Que as coisas se endireitem
Que o momento certo venha
Que a espera se canse antes de mim

E assim além de só apenas te ver
Te amar
Te beijar
Te querer
Te ter
Para que novamente o ciclo se retome
E eu espere, espere, espere...

Tiago Santana de Oliveira

Nós dois e a distância

Começamos por brincadeira
E por desejo nos unimos
Mas não por muito tempo
Pois além do desejo veio a distância, a qual me separa de teu cheiro
Dos teus carinhos, do teu amor

A saudade me mata por dentro, não sei mais o que fazer
Tentei pararde diversas maneiras de pensar em ti
Mas como fazer se tudo que existe me lembra você?
Pois assim quis, por querer que fizeste parte de minha vida por completo

Sobrevivo a espera de um tempo ao qual essa distância diminua
E me faça cada vez mais ser seu
Cada vez mais um só
Cada vez mais amor

Resisto por saber que a mesma lua e as mesmas estrelas que iluminam minha noite e as contemplo todos os dias, são as mesmas que iluminam o teu caminho e levam a ti as minhas preces e lamurias sinceras de meu amor a ti

Amo-te a cima de tudo
E sei que a distância não será suficiente para separar nós dois

Tiago Santana de Oliveira

Nós dois e a distância

Começamos por brincadeira
E por desejo nos unimos
Mas não por muito tempo
Pois além do desejo veio a distância, a qual me separa de teu cheiro
Dos teus carinhos, do teu amor

A saudade me mata por dentro, não sei mais o que fazer
Tentei parar de diversas maneiras de pensar em ti
Mas como fazer se tudo que existe me lembra você?
Pois assim quis, por querer que fizeste parte de minha vida por completo

Sobrevivo a espera de um tempo ao qual essa distância diminua
E me faça cada vez mais ser seu
Cada vez mais um só
Cada vez mais amor

Resisto por saber que a mesma lua e as mesmas estrelas que iluminam minha noite e as contemplo todos os dias, são as mesmas que iluminam o teu caminho e levam a ti as minhas preces e lamurias sinceras de meu amor a ti

Amo-te a cima de tudo
E sei que a distância não será suficiente para separar nós dois

Tiago Santana de Oliveira
26 compartilhamentos

Sofrimento

O sofrimento é eminente quando a paixão é reluzente em meu olhar que insiste em pensar em você e saber que não é tão simples te ter, não é tão simples querer-te, e sim fundamental amar-te.
Por mais fé em um futuro próximo eu venha a ter, mas ansiosidade para que o tempo passar desejo.
Sonho com o momento que só minha serás como já és, mas ainda não por completo. Tenho de forçar-me a mostrar-te que posso não ser o que você sonhou, mas o que de melhor podes ter.
Mas enquanto os bons momentos não vem, sofro com o as horas que andam para trás me castigando pelos dias em que fora as joguei, com passos lentos e medrosos.
Sofro por amar-te de mais, por desejar-te de mais e por saber que isso tudo sou eu! Que feliz serei.

Tiago Santana de Oliveira