Paulo Isaac

Encontrados 11 pensamentos de Paulo Isaac

Serfeliz não é ter roupas deslumbrantes, ser feliz não é ter muito dinheiro, Ser feliz é ter amigos, mas amigos que saibam valorizar uma amizade, amigos que sabem dar valor a uma verdadeira amizade,ser feliz é ter bons amigos.

Paulo Isaac
Inserida por PauloIsaac

Uma vida 100 amizades é uma solidão infinita

Paulo Isaac
Inserida por PauloIsaac

Uma verdadeira amizade é aquela que não existe o preconseito nem descriminação, uma verdadeeira amizade é aquela em há amor,respeito e cordialidade.........

Paulo Isaac
Inserida por PauloIsaac

O que é bom dura pouco; mas o pouco tempo que dura, é o suficiente para deixar saudades...

Paulo Isaac
2 compartilhamentos

Muitos dizem que anjos só existem nos céus... Mas eu cheguei a conclusão de que isto não é verdade... Porque eu já encontrei um anjo mesmo cá na terra... Este anjo é Voçê... Poderosa em amor e invisível em ódio...

Paulo Isaac
Inserida por pauloisaac4

"Declaração de Amizade"
Ser amigo(a) é poder dizer com convicção: AMIGO(A) TU ÉS O MEU REFÚGIO NOS MOMENTOS DE AFLIÇÃO... AMIGO(A) TU ÉS A FONTE DA MINHA ALEGRIA... AMIGO(A) TU ÉS A RAZÃO DO MEU VIVER... AMIGO(A) VC É MAIS PRECIOSO(A) QUE O OURO E A PRATA... NADA NESSE MUNDO VAI ME FAZER MUDAR DE IDEIA QUANTO AO QUE EU PENSO DE TI... EU TENHO A CERTEZA QUE VC FOI ENVIADO(A) POR DEUS, PRA FAZER PARTE DA MINHA HUMILDE VIDA... VC ME FAZ FELIZ E SEMPRE ME FARÁ FELIZ... AMO-TE

Paulo Isaac
Inserida por pauloisaac1993

ESTAREI ESPERANDO NO FIM DA ESTRADA

Estarei esperando por ti no fim da estrada...
Não importa se é manhã, tarde, noite ou madrugada... Lá estarei no fim da estrada, pra mostrar-te que ainda poderás ser amada...
Oh!!! Por mim, jamáis serás humilhada...
Quero que sejas o motivo da minha gargalhada...
Lá estarei no fim da estrada...
Como é bom ver-te a mim agarrada, e pela chuva seres molhada...
Por mim, nunca serás maltratada....
Não permitirei que sejas levada pela enxurrada... Oh!!! Não te sintas acorralada, minha amada...
Lá estarei no fim da estrada...
Tudo isto pra ti pode não significar nada... Mas saíba, que lá estarei no fim da estrada...
Oh!!! Minha amada!

Autor: Paulo Isaac

Paulo Isaac
Inserida por pauloisaac1993

Falsidade



Sou desprovido de identidade.

Deveras apresento-me com muita integridade…

Tem pessoas que fazem-me parecer verdadeiro.

Porem alguém porreiro…

Eu sou mais rude que um carcereiro.

Para o caminho da verdade, eu sou o porteiro!

Sou o consanguíneo mais novo da verdade!

Nunca ouviu falar de mim?

Meu nome é falsidade!

Sou usado por pessoas sem escrúpulos!

Não sei de onde eu vim, nem quando será o meu fim!

Mas algumas pessoas não vivem sem mim!

Eu sou pior que qualquer uma outra dor.

Porque quando revelo quem eu sou,

causo uma grande dor e por vezes derrubo

uma grande união de amor!

Eu sou a falsidade e em mim não há verdade!

Paulo Isaac
Inserida por pauloisaac1993

AMOR IMPOSSIVEL



Quem me dera
Que nascessem as nossas ilusões
Tal como as nossas canções
Embriagadas que nem de bebedeira
Mas sobreviviam não por horas, mas la noche entera!

Quem me dera contemplar
Não o sonho, mas a realidade
Do estupendo verbo amar
Não és o mar
Deveras, anseio em ti nadar
Seja minha salva vida
Porque no seu amor vou me afogar!

O seu amor é impossível
Mas o que farei?
Visto que acarretas um olhar inesquecível?



PAULO ISAAC

Paulo Isaac
Inserida por pauloisaac1993

RAPAZINHO






Sinto-me apenas um rapazinho,

Desnorteado e abalado,

Por falta de carinho

E pela fragância apaixonado!




Aquela cascata parece um tempero,

Dia e noite, manhã e madrugada,

É por ela que espero;

Pra faze-la sentir mulher e não empregada,

Como à chamam,

Mas independentemente disso,

É pela flor que os meus faróis clamam!




Chuva pare e afaste-se o trovão,

Pois almejei ligar-lhe no celular

Para discursar-lhe que estou no buzão

A fim de provar-lhe que lhe estou amar.




Entretanto, temo em não equivaler

Pois classificam-me apenas como um rapazinho

Mas não a quero perder!




PAULO ISAAC

Paulo Isaac
Inserida por pauloisaac1993

UNIVERSO






Queria ser o universo

Mesmo vazio

Mas embriagado de verso.




Um universo

Que não abalaria uma alma apaixonada,

Maleável até a madrugada;




Um universo recheado de cor

que não censurasse as declarações dos enamorados,

Que deixasse-os ficar embriagados,

Não de vinho, mas de amor.




Lindo e irradiante

Seria o meu universo

Admirável como diamante;

Cujo arco-íris brotaria

No carburador dos amantes,

Florescendo o presente

Derrubando o antes.




Deveras confesso,

Queria ser o universo.

Paulo Isaac
Inserida por pauloisaac1993