Molière

1 - 25 do total de 54 pensamentos de Molière

O escândalo do mundo é o que faz a ofensa,
E pecar em silêncio não é pecar totalmente.

Molière

Deveríamos olhar demoradamente para nós próprios antes de pensarmos em julgar os outros.

Molière

A estima assenta sempre em qualquer fundo, e não se estima ninguém quando se estima todo o mundo.

Molière

Quem dos outros ri, deve recear que, como vingança, também se riam de si.

Molière

Um tolo que não diz palavra não se distingue de um sábio que se cala.

Molière

Um babaca sábio é mais babaca do que um babaca ignorante.

Molière

Os erros mais breves são sempre os melhores.

Molière

É longo o caminho que vai do projeto à coisa.

Molière

É uma estranha empresa, essa de fazer rir as pessoas de bem.

Molière

Bem comido, a minha alma de nada quer saber. E nem os maiores desgostos a conseguem comover.

Molière

A virtude neste mundo é sempre maltratada; os invejosos morrerão, mas a inveja é poupada.

Molière

A palavra foi dada ao homem para explicar os seus pensamentos, e assim como os pensamentos são os retratos das coisas, da mesma forma as nossas palavras são retratos dos nossos pensamentos.

Molière

A virtude é o primeiro título de nobreza; eu não presto tanta atenção ao nome desta ou daquela pessoa, mas antes aos seus atos.

Molière

Foge a razão perfeita a toda a extremidade,
E deve a gente ser sagaz com sobriedade.

Molière

Quase nos inspiram o desejo de pecar, os mil e um cuidados para o evitar.

Molière

Todos os vícios, quando estão na moda, passam por virtudes.

Molière

A maior ambição da mulher é despertar o amor.

Molière

É comprida a estrada que vai desde a intenção até à execução.

Molière

E de todas é uma loucura sem par, este mundo querer-se endireitar.

Molière

Prefiro um vício cômodo a uma virtude que fatigue.

Molière

Morre-se apenas uma vez, mas por tanto tempo!

Molière

Mais vale morrer conforme as regras do que escapar contra elas.

Molière

A escola da experiência é a mais educativa.

Molière

Morreu de quatro médicos e dois farmacêuticos.

Molière

O desprezo é uma pílula amarga, que se pode engolir, mas que se não pode mastigar sem fazer caretas.

Molière