Marianne Williamson

Encontrados 22 pensamentos de Marianne Williamson

Nós nos perguntamos: ‘quem sou eu para ser brilhante, lindo, talentoso, fabuloso?'
Na realidade, quem é você para não sê-lo?

Marianne Williamson
31 compartilhamentos

Nosso maior medo não é o de sermos incapazes.
Nosso maior medo é descobrir que somos muito mais poderosos do que pensamos.
É nossa luz e não nossas trevas, aquilo que mais nos assusta.
Vivemos nos perguntando: quem sou eu, que me julgo tão insignificante, para aceitar o desafio de ser brilhante, sedutora, talentosa, fabulosa?
Na verdade, por que não?
Procurar ser medíocre não vai ajudar em nada o mundo ou os nossos filhos.
Não existe nenhum mérito em diminuir nossos talentos, apenas para que os outros não se sintam inseguros ao nosso lado.
Nascemos para manifestar a glória de Deus – que está em todos, e não apenas em alguns eleitos. Quando tentamos mostrar esta glória, inconscientemente damos permissão para que nossos amigos possam também manifestá-la.
Quanto mais livres formos, mais livres tornamos aqueles que nos cercam.

Marianne Williamson
251 compartilhamentos

Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes.
Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta.
Nos perguntamos: "Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?" Na verdade, quem é você para não ser tudo isso?...Bancar o pequeno não ajuda o mundo. Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você.
E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo.

Marianne Williamson
3.3 mil compartilhamentos

Em muitos relacionamentos, o homem se sente ameaçado pela magnificência da mulher, e descobre uma infinidade de meios para fazê-la questionar sua própria beleza e força. Um homem seguro não se sente ameaçado pelo poder intelectual ou emocional de uma mulher, mas celebra a oportunidade que essa feliz parceria lhe oferece. (Marianne Williamson em "O valor da Mulher")

Marianne Williamson
18 compartilhamentos

Agradar a um homem pode ser excitante, mas tentar ser de um modo especial para ele, tentar nos RECRIAR em vez de nos REVELAR, é chegar a tal falta de auto-estima que, de certa forma, seria muito difícil manter esse homem interessado. (Marianne Williamson)

Marianne Williamson

Devemos reivindicar nossas forças místicas. Devemos avançar aos poucos, enfrentando as forças obscuras e tormentosas do escárnio e da resistência, quaisquer que sejam, fazer o que viemos fazer e ser quem viemos ser na Terra. A opressão da mulher está longe de chegar ao fim e, muitas vezes, são as próprias mulheres que tornam o mundo ainda mais difícil para as outras. Mas este fenômeno irá desaparecendo à medida que as mulheres opressoras da outras se curarem do ódio a si próprias. No outro lado desta selva brilha um dia glorioso sobre a Terra, quando nossas filhas não serão julgadas erradas por suas paixões nem refreadas por estarem explodindo de tanto poder, força e amor. (Marianne Williamson)

Marianne Williamson

Our deepest fear is not that we are inadequate. Our deepest fear is that we are powerful beyond measure. It is our light, not our darkness that most frightens us. We ask ourselves, Who am I to be brilliant, gorgeous, talented, fabulous? Actually, who are you not to be? You are a child of God. Your playing small does not serve the world. There is nothing enlightened about shrinking so that other people won't feel insecure around you. We are all meant to shine, as children do. We were born to make manifest the glory of God that is within us. It's not just in some of us; it's in everyone. And as we let our own light shine, we unconsciously give other people permission to do the same. As we are liberated from our own fear, our presence automatically liberates others.

Marianne Williamson
Inserida por berna

Nosso maior medo não é sermos inadequados. Nosso maior medo é não saber que nós somos poderosos, além do que podemos imaginar.
É a nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos assusta. Nós nos perguntamos: “Quem sou eu para ser brilhante, lindo, talentoso, fabuloso?”.
Na verdade, quem é você para não ser? Você é um filho de Deus.
Você, pensando pequeno, não ajuda o mundo. Não há nenhuma bondade em você se diminuir, recuar para que os outros não se sintam inseguros ao seu redor.
Todos nós fomos feitos para brilhar, como as crianças brilham. Nós nascemos para manifestar a glória de Deus dentro de nós. Isso não ocorre somente em alguns de nós; mas em todos.
Enquanto permitimos que nossa luz brilhe, nós, inconscientemente, damos permissão a outros para fazerem o mesmo.
Quando nós nos libertamos do nosso próprio medo, nossa presença automaticamente libertará outros.

Marianne Williamson
925 compartilhamentos

Your playing small does not serve the world. There’s nothing enlightened about shrinking so that other people won’t feel insecure around you. We are all meant to shine…”

Uma tradução mais ou menos: “Jogar pequeno” não é um serviço ao mundo. Não há nada iluminado sobre encolher-se para que outras pessoas não se sintam inseguras perto de você. Todos fomos destinados a brilhar

Marianne Williamson
Inserida por pcrubini

O nosso medo mais profundo não é o de sermos inadequados. O nosso medo mais profundo é que somos poderosos além de qualquer medida. É a nossa luz, não a nossa escuridão, que mais nos assusta.

Marianne Williamson

Our deepest fear is not that we are inadequate. Our deepest fear is that we are powerful beyond measure. It is our light, not our darkness, that most frightens us. We ask ourselves, who am I to be brilliant, gorgeous, talented and fabulous? Actually, who are you not to be? You are a child of God. Your playing small doesn’t serve the world. We were born to make manifest the glory of God that is within us. It’s not just in some of us; it’s in everyone. And as we let our own light shine, we unconsciously give other people permission to do the same. As we are liberated from our own fear, our presence automatically liberates others.

Marianne Williamson
Inserida por Ebonyworld

Estabelecer metas tornou-se muito comum nos últimos anos. Trata-se de um processo pelo qual a mente se concentra num resultado desejado. No fundo é apenas mais uma forma de tentar levar o mundo a fazer o que queremos que faça. Não é uma entrega espiritual.

A mágica acontece quando concentramos a mente numa manifestação desejada e entregamos nossa lista de compras a Deus, dizendo a Ele o que queremos que faça por nós. Os milagres acontecem quando perguntamos a Deus o que podemos fazer por Ele. Os milagres nos levam da mentalidade do “obter” para o “oferecer”. O desejo de obter algo nos leva à crença profunda de que não temos esse algo. Enquanto acreditarmos que existe escassez dentro de nós, continuaremos a fabricar escassez em volta de nós, porque este é o nosso pensamento básico. Não importa o quanto obtemos, nunca será suficiente.

Quando nosso desejo é oferecer, nossa crença profunda é a de que temos tamanha abundância que podemos distribuí-la. A mente subconsciente recebe a deixa de nossas crenças profundas e, com grande brilhantismo, fabrica situações que refletem essas crenças. Nossa disposição de dar leva o universo a nos dar.

A mãe do operador de milagres é a paz de espírito. Não sabemos o que nos faz felizes, apenas achamos que sabemos. Todos já obtivemos coisas que achamos que nos fariam felizes e não fizeram. A questão é que não seremos necessariamente felizes por escrevermos afirmações positivas para obter um Mercedez-Benz e conseguirmos obtê-lo. A percepção, quando voltada para o milagre, deve transformar a própria felicidade em meta e abdicar da ideia de que sabemos que cara terá essa felicidade. Ninguém sabe o que vai acontecer daqui a um mês ou um ano. Se conseguirmos o que desejamos agora, pode ser que lá na frente vejamos uma situação pior, justamente por causa do que obtivemos.

Ter na paz sua única meta, isso leva a mente a se concentrar em todos os fatores que contribuem para a nossa paz, deixando o resto de fora da nossa consciência. A mente e o olho são frequentemente inundados com inúmeras impressões, ao mesmo tempo que existe um censor embutido para dar foco às nossas percepções. E é ele que escolhe o que vamos notar e o que não vamos.

Ter como meta qualquer outra coisa que não seja a paz é emocionalmente destrutivo. Por exemplo, vamos fazer uma entrevista para um emprego e queremos muito ser contratados. Se nossa meta é conseguirmos esse emprego, tudo bem, caso venhamos a ser contratados. Mas se não o conseguirmos, ficaremos deprimidos. Se a paz for nossa meta, conseguindo ou não o emprego, estaremos em paz.

O importante é estabelecer uma meta no início de uma situação, caso contrário ficaremos com a impressão de que ela evolui de forma caótica. Quando a meta é a paz, estamos programados para a estabilidade emocional, não importa o que aconteça. A mente será direcionada para ver a situação de uma perspectiva de paz. Teremos fé em Deus e o milagre é que sentiremos realmente esta fé. Nossas emoções fluem de nosso pensamento e não o contrário.

Estabelecer metas específicas podem nos limitar. Talvez estejamos pedindo algo apenas bom, quando a vontade de Deus seria nos dar algo realmente imenso. Assim que entendermos que a vontade Dele é que sejamos felizes, não sentimos mais a necessidade de pedir qualquer outra coisa além de que Sua vontade seja feita. Mas temos receio de deixar as coisas nas mãos de Deus porque não sabemos o que Ele fará com elas. Temos que estabelecer a meta de sermos curados da crença de que Deus é medo e não amor. Nossa felicidade e nossa função são uma só. Se Deus for nossa meta, a felicidade é nossa meta.

Marianne Williamson
Inserida por RivaAlmeida
1 compartilhamento

Cada um de nós tem um papel único a desempenhar na cura do mundo.

Marianne Williamson
Inserida por pensador

O amor é o sentimento com o qual nascemos. O medo é o sentimento que aprendemos aqui.

Marianne Williamson
Inserida por pensador

A chave para a abundância é enfrentar circunstâncias limitadas com pensamentos ilimitados.

Marianne Williamson
Inserida por pensador

Tente ver o bem nos outros. Quando você estiver tentado a julgar alguém, faça um esforço para ver sua bondade. Sua vontade de procurar o melhor nas pessoas subconscientemente te move para frente.

Marianne Williamson
Inserida por pensador

A alegria é o que nos acontece quando nos permitimos reconhecer o quão boas as coisas realmente são.

Marianne Williamson
Inserida por pensador

Deus existe na eternidade. O único ponto onde a eternidade encontra o tempo é no presente. O presente é o único tempo que existe.

Marianne Williamson
Inserida por pensador

O amor existe dentro de nós. Impossível destruí-lo, mas possível de ser escondido."

Marianne Williamson
Inserida por BellasartesS2

É preciso coragem para suportar as dores agudas da autodescoberta, em vez de optar por tomar a dor maçante da inconsciência que duraria o resto de nossas vidas.

Marianne Williamson
Inserida por pensador

O ego diz: depois que tudo der certo, eu vou sentir a paz. O espírito diz: encontre a sua paz e tudo dará certo.

Marianne Williamson
Inserida por narahnsa

Ninguém vai nos escutar até escutarmos a nós mesmos.

Marianne Williamson
Inserida por pensador