Biografia de Lord Byron

Lord Byron

Lord Byron (1788-1824) foi um importante poeta do século XIX, um dos principais representantes do romantismo inglês. Exerceu grande influência na literatura da época. Entre seus poemas mais importantes estão: “Peregrinação de Child Harold”, "Don Juan” e “Manfredo". No Brasil, o escritor Álvares de Azevedo recebeu forte influência de Byron.

Lord Byron (1788-1824) nasceu em Londres, Inglaterra, no dia 22 de janeiro de 1788. Com dez anos de idade herdou o título nobiliárquico de um tio avô, tornando-se o sexto Barão dos Byron. Ainda estudante em Cambridge publicou seu primeiro livro de poesias, “Horas de Lazer” (1807), que não teve boa acolhida na Inglaterra.

Em viagem pela Europa, conseguiu vivenciar algumas experiências, que o levou a lançar o livro ”Peregrinação de Childe Harold" (1812), alcançando sucesso. O livro mostrava as suas andanças pela Europa, principalmente na Grécia e Albânia. Outro motivo do sucesso da obra é o caráter mítico de Byron: melancolia, desinteresse, insubordinação e tédio, características que permearam o romantismo.

Byron publicou outros escritos que fizeram sucesso, ainda que com algumas ressalvas dos críticos: “Beppo” (1818) e “Don Juan” (1819-1824). O primeiro, uma história veneziana em oitava-rima, o segundo, um poema herói-cômico que deixou inacabado.

Byron influenciou muitos autores de diversos lugares: Lamartine, Vigny, Puchkin, Lermontov, e o brasileiro Álvares de Azevedo, poeta da 2° geração romântica.

George Gordon Noel Byron (Lord Byron) morreu em Mussolonghi, Grécia, no dia 19 de abril de 1824, depois de contrair uma misteriosa febre.

Acervo: 29 frases e pensamentos de Lord Byron.

Frases e Pensamentos de Lord Byron

Na vida do homem, o amor é uma parte, na da mulher, é toda a vida.

Lord Byron
1.4 mil compartilhamentos

Os espinhos que colhi, são da árvore que plantei.

Lord Byron
182 compartilhamentos

Há um prazer nas florestas desconhecidas;
Um entusiasmo na costa solitária;
Uma sociedade onde ninguém penetra;
Pelo mar profundo e música em seu rugir;
Amo não menos o homem, mas mais a natureza...

Lord Byron
408 compartilhamentos

Não falo, não suspiro, não escrevo seu nome. Mas a lágrima que agora queima a minha face me força a fazê-lo.

Lord Byron
329 compartilhamentos

A dor é dona da sabedoria e o saber amargo. Aqueles que mais sabem, mais profundamente sofrem com a verdade fatal.

Lord Byron
358 compartilhamentos