Lis Tavares.

1 - 25 do total de 373 pensamentos de Lis Tavares.

Estou sorrindo com o coração chorando.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Não consigo dormir direito à noite, não sinto fome, não sinto vontade de nada, na verdade. E eu só queria conseguir sentir alguma coisa no meu coração, queria sentir que tenho um e que ainda bate aqui dentro. Mas os cacos se resumiram a pó e por serem pó é difícil juntar tudo novamente sem faltar uma parte. Porra, eu só queria sentir alguma coisa, eu só queria me sentir importante e amada; eu só queria que as mágoas sumissem, que as lembranças se esvaíssem ou fossem apagadas, porque por mais boas que sejam, só estão causando o mal. Eu só queria que isso tudo passasse, que as coisas melhorassem, que as pessoas se importassem de verdade, que os dias não fossem tão longos e sombrios assim. Estou no meu limite, estou exausta, estou sem animo, sem vontade, sem rumo, sem sentido, sem esperança, sem fé, sem amor e sem abrigo. Minha alma definhou, minha felicidade desapareceu, meu peito apertou, minha garganta sufocou e eu morri por dentro. Eu era tão cheia de coisas boas, tão cheia de amor e agora me tornei oca, vazia, sem sentimentos e ainda mais fria. Fecharam as janelas da minha alma e a escuridão tomou conta do meu ser, não existe mais aquela luzinha lá no fundo; não existe mais aquela voz sussurrando baixinho que tudo vai ficar bem; não existe mais aquele fiozinho de esperança que costumamos nos agarrar quando tudo está difícil. Não existe mais nada além de vazio. Minha alma morreu e eu também morri por dentro.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Fui ficando fria ao longo dos anos, sempre esperando por alguém que não iria voltar. Fui perdendo as forças, os sentimentos, as vontades, os desejos, os sonhos, os planos e a vontade de continuar a viver. Enfrentei tantos temporais, tantas nevascas, tantos ventos fortes e no final virei isso, um iceberg, um inverno prolongado, com previsões de muita neve, chuva, raios e trovoadas, o ano todo, a vida toda. Coração de gelo, não bate e nem apanha, ele está parado e inabitável. Ninguém aguenta um frio de -100º, ou seja, ninguém aguenta viver aqui dentro. E foi isso que restou, uma longa e devastadora avalanche de sentimentos e sonhos congelados.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Sofro de um mal chamado atelofobia. Tenho medo das partidas e dos “ate logo” sem retorno.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Que as lágrimas que saem dos meus olhos sejam amargas para que um dia os meus sorrisos sejam doces.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Quando as pessoas começarem a respeitar umas as outras o amor se tornará mais presente no meio delas.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Quem vive fugindo dos mares bravos e inquietos e só atraca em portos seguros, nunca irá desbravar terras desconhecidas, nem construir novos portos.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Quando é amor até coração de pedra sente arrepios.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Quem não ajuda a cicatrizar as feridas da tua alma, não merece tocar a tua epiderme.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Gosto de pessoas que riem com os olhos, abraçam com a alma e tocam sem ao menos encostar.

Lis Tavares.

Escrevo como quem ama e é feliz ao mesmo tempo.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Não tem como esquecer o passado, ele faz parte de nós. Temos que nos acostumar com as ausências que ele trouxe e com as dores que ele causou. Só assim conseguiremos seguir em frente.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Hoje eu estava mexendo nos meus rascunhos, nas notas do celular e achei o texto do pedido de namoro que te fiz, junto com a foto do meu cachorro com a plaquinha, que por sinal, não durou dez segundos. É, exatamente um daqueles tantos pedidos que você não aceitou. Eu o li várias e várias vezes e enquanto as lágrimas escorriam pelo meu rosto, acabei lembrando do que “não” vivemos e por mais que eu diga e finja que está tudo bem e que eu estou seguindo em frente, aquilo me doeu muito. E fez desmoronar toda a barreira que eu construí em volta do meu coração e eu percebi que o que eu construí, na verdade, foi apenas uma máscara pra ninguém notar o quanto meu coração ainda está ferido e chorando por você. A falta que você me faz é gigantesca e mesmo sabendo que você não sente nada por mim, continuo sentindo tudo por você, involuntariamente. Parece piada, mas eu continuo esperando você voltar, mesmo sabendo que tem 100% de chances disso não acontecer nunca. E eu te espero porque eu me sinto sua casa, eu vivia sozinha e de repente você chegou, conquistou um espaço no meu coração, reformou as paredes, o teto, o chão, mudou os móveis, ficou por um tempo e depois foi embora largando tudo, mesmo eu te pedindo pra ficar. Sua presença não existe mais, mas a mobília e o amor continuam aqui, largados as traças, meio empoeirados e precisando de reforma. Mas ainda assim, resistindo ao tempo e a falta de cuidados.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Meu amor é muito caro e você valia muito pouco. Desisti da compra.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Eu te amei com toda intensidade do mundo. E você me desprezou na mesma proporção.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Escrever é como curar a alma usando o papel.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Você é a erva daninha do meu coração.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

O seu coração está inteiro novamente porque você usou os pedaços do meu como reboco.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Percebo que meu coração está chorando, quando minha alma não para de doer.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

A falta de amor é um vírus que não me contamina.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Chovi amor em um coração de concreto não absorveu apenas escorreu.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Minha alma grita e ninguém ouve.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

O amor é um ato involuntário.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Cuide bem de quem te ama, a vida é um sopro.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema

Ultimamente nem meu sorriso tem conseguido disfarçar a minha tristeza.

Lis Tavares.
Inserida por velhopoema