Isabella Blanco

1 - 25 do total de 83 pensamentos de Isabella Blanco

Tudo e nada, dois opostos com o mesmo gosto.

Isabella Blanco

Ter tudo é tão frustrante quanto não ter nada. Se você o tem, não há mais o que ter como aspiração.

Isabella Blanco

As vezes eu digo que sei só pra me fazer acreditar que é realmente verdade.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Antigamente, eu vivia da minha esperança, hoje, eu a repudio para conseguir viver.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Porque a vida é tão frágil? Talvez porque todas as coisas belas são frágeis.

Isabella Blanco

E quando você diz que já esqueceu alguém... soa tão contraditório. Porque ao afirmar isto, está automaticamente lembrando. Então não esqueceu.

Isabella Blanco
20 compartilhamentos

O que é a vida então? É apenas vida. Não poderia usar outra palavra melhor para definir algo tão vivo.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Por mais que você vá embora, não vou te perder. Te terei na mente enquanto ainda tiver memória.

Isabella Blanco

Você foi embora por não me amar mais ou por amar mais do que achou que deveria?

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

E se eu fugir e me perder de mim mesma de novo, sinto que não vou mais me encontrar. E se eu não me encontrasse, você jamais seria capaz de me achar também.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Medo de viver intensamente? Deveria ter medo é de não viver o bastante. E será que não é perda de tempo se preencher de temores ao invés de se preencher de uma verdadeira existência?

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

O tão estimado "pra sempre" jurado pelos apaixonados, nada mais é do que um vácuo mascarado de plenitude.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Perco tanto tempo tentando decifrar o teu silêncio, que esqueço de considerar tuas palavras.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

O que mais poderia ser?
Caos.
Caos é o que sou.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Quando, aparentemente, te tenho... não sinto.
E se te sinto, não, necessariamente, tenho.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Tu me tiras o entendimento,
E, exatamente, por não entender...
Que sei que és tu.
Pois sei...
Só me sinto, fragmentadamente, plena com você.

Isabella Blanco

Ficou tudo tão, aparentemente, vazio...
Quando pararam todos os gritos internos.
Havia me acostumado com o tumulto aqui dentro,
e agora tudo estava mudo.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Tempo, porque com a mesma veemência que me tira as dores, me arranca também os amores?

Isabella Blanco

Tempo que quando te preciso, não te tenho...
E quando não venho, tu vens pra me assombrar.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Sei que existo pelos segredos e feneço pelos meus medos.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Torno-me a intensa afeição, mas tenho gosto da dor. Vivo a insana aflição, morro de tanto amor.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

(...) E assim será todo dia. Todo misero dia... até padecer, ou até o amor voltar, mas isso só se ele aguentar mais um dia dentro de mim.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Sei que não é simples. Não existo em ti unicamente e nem tu em mim somente. Só em fases. Apenas um quase. Um quase ser, quase vivo.

Isabella Blanco

(...) Corro tanto, e, aí, me freio. Desato todo o laço, depois retorna meu anseio. Anseio de te ter, sem pretensões de esquecer.

Isabella Blanco
Inserida por bellablanco

Nefasto este meu desejo pelo teatral romantismo. Quase um suicídio da alma. É jogar-me de um abismo e procurar a calma... No fundo, no chão.

Isabella Blanco