Isabel Machado

Encontrados 7 pensamentos de Isabel Machado

BENDITOS

Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir.
Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende.
Amigo a gente sente!

Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende.
Amigo a gente entende!

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção.
Amigo é a base quando falta o chão!

Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Isabel Machado
14 mil compartilhamentos

Benditos sejam todos os amigos
que acreditam na tua verdade
ou te apontam a realidade.
Porque amigo é a direção
é a base, quando falta o chão.

Isabel Machado

Benditos sejam todos os amigos
de raízes, verdadeiros.
Porque amigos são herdeiros
da real sagacidade.
Ter amigos é a melhor cumplicidade!

Isabel Machado
16 compartilhamentos

“CONSTANTEMENTE ”

Será constante
esta dor navegante
assolada no peito
que impede a entrega a um beijo
qualquer
que sufoca a loucura mais louca
de uma mulher?

Será constante
o impedimento inquietante
a qualquer entrega mais ardente
ou provocante?

Serás constantemente
constante?

Isabel Machado
Inserida por isabel_machado

“ESTRANHA”

Sou estranha
dentro do meu próprio espaço.
Como posso não estranhar-me
no teu ?
Sou vaga nuvem
em noite de tempestade.
A ansiedade me crucifica
mas a paixão não se liberta...
Tenho as asas abertas
para o mundo
terrível mundo que eu enfrento
pelo buraco da fechadura!

Estranha é a coragem
aprisionada
Estranho é quando estou
apaixonada
Estranho-me tudo
Estranho-me nada...

Isabel Machado
Inserida por isabel_machado

“SUPREMA”

Suprema força que me atrai
para o que temo
e o meu temor me excita mais
e mais... e mais...
Suprema calma que te encarna
e não me acalma
e a tua mansa, mansa fala
já calou...

Supremo canto dos teus lábios
talvez escárnio
de mim mesma...
talvez a vida
louca vida
me roubou...

Suprema luz que me fascina
supremo enlevo
que me toca
e dia-a-dia
dia-a-dia
me assassina...

Isabel Machado

"Luz & Vida"

É de um grande amor assim
que eu necessito
Nem sempre me lanço ao encalço
cega e muda
mas sempre choro
grito por ele no meu travesseiro
canto por ele embaixo do chuveiro
e choro
carrego no peito a dor do mundo
e choro
choro um rio e três lagoas
nas madrugadas
abandonadas
nas manhãs envergonhadas
enojadas de pobreza
violência
impotência...

É preciso não matar esse amor
mesmo dilacerante
amor-pele
bordado intrigante
que revela
a poeta

Não posso perder a luz no meu olhar
Só ela mostra a vida a comungar...

Isabel Machado
Inserida por isabel_machado