Geraldo Vilela Mano Júnior

1 - 25 do total de 63 pensamentos de Geraldo Vilela Mano Júnior

Que chegue a primavera! Que venha logo essa vontade de amar de novo, de cantar sem motivos, de vestir colorido. Que chegue logo a hora de mostrar o coração pra depois mostrar as pernas. Que as atenções se voltem para as mãos dadas, ao invés da colcha de retalhos solitária que nos esquenta e nos sufoca sem que percebamos a cada inverno. Que desapareça o medo de ser feliz a dois. Que nenhuma bebida tenha mais valor que qualquer relacionamento. Que possamos aprender a deixar partir, assim como as árvores aprenderam a abrir mão de suas folhas a cada troca de estação. Porque tudo tem um tempo de validade, e tomar doses de amores vencidos também pode fazer mal à saúde. E que as pessoas sejam livres para se separarem, mas que antes tenham a consciência do que querem realmente. E saber o que se quer toma muito tempo da gente. Muito.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Aos poucos me libertei daquele amor exigente. Nada de desespero por presença, nem tampouco choro por solidão. Aprendi a me completar com meia dúzia de bons amigos. Aquela vontade de estar sempre junto ainda existe, mas o abandono tem lá suas regalias: nos ensina a "se bastar". Me bastei no amor, no beijo, no toque, na presença. Há tanto tempo não me abraçava de frente ao espelho, e hoje vejo o quão isso é importante. Aposto que muitas pessoas nunca sentiram tamanha experiência: utilizar os próprio braços, colocar as próprias mãos, cruzadas, sobre os ombros, tombar a cabeça para a direita, fechar os olhos, sentir o próprio cheiro e, além de tudo, sentir-se especial. Nunca foi hipocrisia ser feliz sozinho quando não se encontra alguém "à altura". Hipocrisia seria aceitar, por mera carência, uma pessoa qualquer, permitindo-a ocupar um espaço especial reservado para alguém especial...

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Lembra daquele sumiço? Com ele aprendi a me guiar não para onde costumávamos ir, mas onde eu nunca iria sozinho por medo de me encontrar. Lembra quando descobri que existia uma outra pessoa em sua vida? Foi o mesmo momento em que entendi que as pessoas que mais sofrem são aquelas que não sabem o que querem, e neste caso era você. Lembra das melhores festas, dos melhores restaurantes, dos melhores parques, das melhores praias? Tudo isso só valia a pena porque era a única hora em que eu percebia seu verdadeiro sorriso e sua verdadeira satisfação, e o mais magnífico, éramos só eu e você. Lembra do pôr-do-sol juntos, do beijo na chuva, de rir até a barriga doer, de correr descalço, de passear com os cachorros? Nunca se lembrará, pois era apenas parte do meu sonho e da vida que eu desejava - e pretendia - viver contigo. E quando me dizia que viria me ver, mas sempre arrumava uma desculpa, também se lembra? Aprendi a arrumar desculpas pra mim também, dentre elas a de ter a certeza de que você nem sempre merecia a minha espera, a minha preocupação, o meu melhor. Aprendi a ter forças diante de cada fraqueza, inclusive nos momentos em que prometia não mais te procurar, e procurava; e aprendi a viver depois de quase morrer por medo de te esquecer um dia, apagando de vez aquele amor puro. Aprendi a desconfiar de tudo, me fechei para o mundo, e te agradeço por isso. Se eu não aprendesse a me fechar, talvez eu vivesse sempre com aquele romantismo sem graça, sem cor, sem consistência, sem insistência, sem exigências, sem reticências... Como disse Aristóteles, "Talvez eu seja enganado inúmeras vezes. Mas não deixarei de acreditar que em algum lugar alguém merece a minha confiança."

Geraldo Vilela Mano Júnior
2 compartilhamentos

Preencher espaços de luz. Perseverar na fé. Se há pratos sujos é porque tínhamos o que comer. Se há coração partido é porque tínhamos o que amar. Agradecer e aceitar, mas nunca acomodar-se. Entender que o bom da vida é tirar um tempinho para o que realmente é importante. Deixar o tempo e o amor cuidar de cada passo dado. Esquecer problemas pequenos, mesquinhos, e lembrar que quem tira uma hora do dia para chorar o passado, perde sessenta minutos para viver bem o presente.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

É um pouco assustador desconstruir coisas que sempre achamos ser verdade. Olhar com olhos de amor, e não de dor. Perdoar o outro, e a gente mesmo, por tanto tempo perdido cultivando mágoas bobas. Então a gente descobre que ainda dá tempo de ser feliz. E descobre que ficar sem chão é o mesmo que voar.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Nenhum ontem me fará mudar de ideia em relação ao amor e ao que espero dele. Nenhum. Pois só os desiludidos abrem mão de chegar a algum destino. Eu não. Faço paradas obrigatórias se for preciso, mas prometo não perder a crença de que existe pureza mesmo depois de enfrentar tanta lama. Porque enquanto eu tiver pés para calejarem, terei coração para me encher de Esperança.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Lembre-se todos os dias de cada emoção pela coragem que teve em cuidar e se preocupar com alguém. Porque ser feliz é só pr'aqueles que não se acovardaram, mesmo que tantas vezes com todo medo do mundo.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Que minha ânsia por querer dar certo se transforme em paz, e que só me faça vibrar aquilo que for de essência pura, leve e transparente.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Há pessoas tão pequenas que a única forma de se sentirem melhor é inventando motivos para você deixar de se amar. Retribua com sorrisos, já que para elas a felicidade é algo distante...

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Amanhã pode ser tarde. Tarde para agradecer a Deus por tudo o que temos, tudo o que sentimos. Tarde para manter um sonho aceso. Tarde para sentir a chuva nos cabelos sem se preocupar com o resfriado. Tarde para conseguir amar com uma pitada de desespero, tarde para subir no lugar mais alto pra ver o sol nascer ou se por. Tarde para dizer a uma pessoa o quanto ela é especial, ou o quanto ela te machucou. Tarde para ensinar alguma coisa pra alguém mais velho, e aprender com alguém mais novo. Tarde para fazer o dinheiro render. Amanhã pode ser tarde para dar aquele abraço, sentir aquele cheiro, sorrir junto e chorar junto também. Tarde pra ser correspondido no sentimento, tarde para dançar sem música, tarde para cantar no chuveiro, tarde para sair com os amigos por aí, sem destino. Amanhã pode ser tarde para a vida, e cedo demais para a morte. Não vamos viver para o arrependimento. Que lá na última "pontinha" que nos restar possamos no mínimo dizer: Minha felicidade foi como uma peça de teatro; se não consegui apresentá-la ao mundo, pelo menos ensaiei a vida inteira!

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru
1 compartilhamento

Lembre-se que, assim como livros, a vida também pode ser reinterpretada, e o que um dia enxergamos como dor pode dar espaços à aprendizagem.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Saudade é isso: é querer ter por perto o que já se tem por dentro.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

É difícil, mas a gente consegue: amar quem nos ama e esquecer quem nos esquece.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Tudo em seu devido lugar. Quem se afastou teve seus motivos, assim como eu sempre tenho os meus. Deixo a porta aberta e meu 'seja bem vindo' a você, que aos poucos se aproxima, mas que fique bem claro: se for pra ficar, que fique por longos tempos. Se for pra ir embora, nem entre; porque agora a minha memória só tem espaço para o que há de melhor.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Se souber me olhar por inteiro, verás que muitas vezes estou com os dedos cruzados, torcendo pra que a gente se acerte de vez.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Gosto de você pela paz e tormento que me dá, e por me fazer acreditar que fomos feitos para caminharmos juntos, embora cada um esteja seguindo rotas diferentes.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Acredite na bondade dos corações, mesmo que a maldade também faça parte da condição humana, e dê uma chance a si mesmo. Limpe seu coração para que haja espaço para outro amor entrar. Ou espere. Porque o que é realmente feito para você não terá pressa de chegar.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Que possamos aprender a deixar partir, assim como as árvores aprenderam a abrir mão de suas folhas a cada troca de estação. Porque tudo tem um tempo de validade, e tomar doses de sentimentos vencidos também faz mal à saúde.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Que aprendamos a amar sem medida, e a aceitar que nem sempre esse amor poderá acontecer. Pois amar é deixar livre. E que possamos parar de dizer que esperaremos pelas pessoas, porque quem se interessa larga tudo. Tudo, menos a gente.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Já me acostumei com sua imagem em minha cabeça, que não me deixa dormir à noite. É pra compensar o dia que não passei com você.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Um dia, ainda que cansado, acredito que a sorte virá e fará toda essa espera valer a pena.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

É que às vezes a gente gosta mesmo sem estar perto, mesmo sem estar junto, porque o amor não escolhe pele nem aparência, escolhe alma.

Geraldo Vilela Mano Júnior

Hoje concluo: não foi o amor que me fez sofrer, foi o que eu esperei dele. Acreditei muitas vezes que a felicidade viria apenas quando eu estivesse totalmente feliz. Pensei que seria amizade só quando fizessem as minhas vontades e aceitassem de mãos beijadas os meus defeitos. Jurei que seria amor quando os olhos se cruzassem e não mais quisessem se separar. E também jurei acreditar que o amor de novela existia. Até entender... que pra ser feliz, basta eu fazer algo pequeno, mas que seja escolha minha, para eu ter a oportunidade de me culpar ou glorificar. Que pra ser amizade, eu preciso de um 'amigo espelho' para me dizer o que tem de errado em mim, em minha aparência, em meu caráter, sem medo da verdade, e principalmente sem medo de discordar dele. Porque muitas vezes o outro também quer desabafar e tem lá suas crises existenciais, e é bem mais fácil jogar seus defeitos naqueles que temos afinidades ou que estão por perto. Até entender que conviver com amigos requer abrir e fechar de mãos, mas nunca soltá-las. E entender que vida de novela é fantasia, e que vida real é a minha, e é dela que eu sempre deverei cuidar. Antes que o amor acabe. Antes que o dia termine. Antes que faltem palavras. Antes que seja tarde demais...

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru
1 compartilhamento

Relacionamentos tornam-se jogos quando não nos entregamos por inteiro, por mera desconfiança da reciprocidade. Confiar na lealdade, na fidelidade e até na idade! Tornam-se jogos quando não acreditamos na probabilidade do outro nos amar mais do que nós mesmos. Que feio! É como se duvidássemos da capacidade do outro de amar. Como se só a gente soubesse amar. Muitas vezes, a vontade de ligar no dia seguinte é sufocada pelas experiências passadas. A vontade de procurar é mensurada pelas malditas vezes que não nos procuraram. A atenção oferecida é ligeiramente abandonada só porque ainda não deram sinal de vida pra gente. O que nos mostra que sempre quando achamos que aprendemos com algo, na verdade estamos reproduzindo a dor da dor. Isso não é aprender coração, é sofrer novamente. Só espero que um dia a gente possa voltar a ser gente.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru

Espere menos das pessoas, mas nunca perca a esperança nelas. Esse é o jeitinho fácil de mostrar ao mundo o quão fortes somos.

Geraldo Vilela Mano Júnior
Inserida por juniorkjuru