Biografia de Enéas Carneiro

Enéas Carneiro

Enéas Carneiro nasceu em Rio Branco, capital do Acre, no dia 5 de novembro de 1938. Formou-se em Medicina na UNIRIO e na Escola de Saúde do Exército. Exerceu a função de anestesista no Hospital Central do Exército. Especializou-se em Cardiologia. Em 1968 licenciou-se em Matemática e Física. Passou a lecionar preparando alunos para o vestibular.

Em 1989 criou o Partido da Ordem Nacional (PRONA) e lançou sua candidatura à presidência da República. Como não tinha representação no Congresso Nacional e dispunha apenas de duas exposições diárias de 15 segundos no horário eleitoral, fazia seus discursos baseados na lei e na ordem e sempre encerrados com a frase “Meu nome é Enéas”. Até então desconhecido terminou o pleito em 12º lugar entre 21 candidatos.

Em 1994 lançou mais uma vez seu nome à presidência terminando em terceiro lugar, apenas atrás de Fernando Henrique e Luiz Inácio. Em 1998 se candidatou pela terceira vez à presidência. Durante a campanha defendeu a reestatização das empresas privatizadas por Fernando Henrique e a produção da bomba atômica. Ficou em 4º lugar no pleito que reelegeu Fernando Henrique. Em 2000 se candidatou à prefeitura de São Paulo, mas não foi eleito.

Em 2002, Enéas elegeu-se deputado federal por São Paulo com 1,7 milhões de votos, um recorde. Seu partido obteve votos suficientes para através do sistema proporcional eleger mais cinco deputados federais, todos fundadores do PRONA, mesmo com uma votação inexpressiva.

No início de 2006, Enéas passou a enfrentar sérios problemas de saúde. Primeiro uma pneumonia e depois uma leucemia aguda. O tratamento lhe obrigou a tirar a enorme barba. Concorreu à reeleição para a Câmara dos Deputados com um novo bordão: “Com barba ou sem barba, meu nome é Enéas”. O político foi reeleito com 387 mil votos, mas faleceu no Rio de Janeiro, no dia 6 de maio de 2007.

Acervo: 40 frases e pensamentos de Enéas Carneiro.

Frases e Pensamentos de Enéas Carneiro

"O Dado mais importante que separa o ser humano de todos os seus irmãos e primos da escala filogenética é o conhecimento; só o conhecimento liberta o homem, só através do conhecimento o homem é livre e em sendo livre: ele pode aspirar uma condição melhor de vida para ele e todos os seus semelhantes. Só consigo entender uma sociedade na qual o conhecimento seja a razão de ser precípua que o governo dá para a formação do cidadão. Minha mensagem é positiva, é de que o homem tem de saber, conhecer e em conhecendo ele é livre." DRº Enéas Ferreira Carneiro (Rio Branco, 5 de novembro de 1938 — Rio de Janeiro, 6 de maio de 2007)

Enéas Carneiro
90 compartilhamentos

Fala-se muito mal no Brasil e escreve-se pior, políticos e jornalistas numa falta de higiene vernacular só usam o jargão, o caçanje e solecismos com desculpa de linguagem moderna, mas a língua é o maior patrimônio de um povo, e desrespeita-la é desrespeitar a própria nacionalidade.

Enéas Carneiro
43 compartilhamentos

O Brasil é um país onde todo mundo se exprime e dá opinião sobre qualquer coisa. A impressão que tem, quando a gente ouve ou assiste a um programa, é que todo mundo acha. Eu não acho nada! Eu sei, ou não sei.

Enéas Carneiro
18 compartilhamentos

Desconfie sempre do que noticia a imprensa escrita em palavra.

A caneta de um mau jornalista, pode fazer tanto mal quanto um bisturi na mão de um mau médico.

Meu Nome é: "ENÉAS CARNEIRO"

Enéas Carneiro

Sou um homem normal, que come, gosta de mulher e usa o vaso sanitário.

Enéas Carneiro