Eliana Mora

1 - 25 do total de 34 pensamentos de Eliana Mora

menti,
tergiversei :
só no poema te amei.

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Ferro, fogo.
fibra, dor.
Saga: destino de um amor.

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Vem, porque sem ti

a vida é liberdade sem tormento
valsa dançada sem entrosamento
: casa vazia, sem flores na janela.

Eliana Mora, 04/10/2006

Eliana Mora

A arte é alimento completo,
preenche do chão ao teto:
e ainda faz bem à vista...

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Quero da vida me alimentar
na elementar fonte - esquecida - da felicidade.

Eliana Mora
10 compartilhamentos

Eterna,
criativa, alterada.
Natureza fotossente-se - em mim.

(c)Eliana Mora, 12 de abril/2007

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Ao luar me prendi:
com ele fiz amor
[pensando em ti]


Eliana Mora, 08/12/2007

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Borboleta


minha saudade é assim:
vai contigo pelo mundo
leva na asa_ um jardim.


Eliana Mora, 27/02/2008

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

"A vida quando vem
é flor, é oásis
tudo tem suave som de cítara."

Eliana Mora

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Um Sonho


é como bailado
bem ensaiado.
[na estréia, enlouquece].


Eliana Mora, 29/06/2008

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

DATA VENIA


Liminar
elimina ladrão:
da cadeia.


Eliana Mora, maio/2008

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Prece

Preciso do veludo
dos teus cílios
da maciez
e da audácia do
teu cheiro
da embriaguez
que vem da
tua boca

Preciso te tocar
preciso voltar
a ouvir
o som
do teu corpo

Eliana Mora
Inserida por lucijordan

Tu, poeta

a fala inquieta
um código meio solar:
pelo tom, fragmento de asteróide...


Eliana Mora, agosto/2009

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Pingos na fronte e na janela; letras rabiscadas, luz de vela; circunferência de flor que se abriu.

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Jardineiro fiel
_____*
Tuas pétalas caídas
colava uma por uma
[inventava uma raiz...]
________*
Eliana Mora, 01/12/2007

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Forever Young


O tempo fugiu
pelas bordas da janela.
Ali, congelada, só ela.


Eliana Mora, 28/10/2016

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Sempre tua vez


de aparecer de dia
a decorar as nuvens do meu quarto :
não há novo eu - nem novo tu.


Eliana Mora, 25/9/2011

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Árvores plenas


feitios presos ao chão.
modelos, símbolos vivos,
são mãe-raiz: nada em vão.

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Margem

Se espanta.
Toma cuidado.
[silencia]


Eliana Mora, 16/12/2016

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Aquela conta do meu brinco

é gota transparente
esverdeada :
sonho de beijo teu.


Eliana Mora, 12/03/2008

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

"Em que mar nasci? Amar o mar de longe [sonhar em ondas] "

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

E quando está tudo estranho...

aparece uma flor
nascida do improvável
[no asfalto da tua estrada]


Eliana Mora, 28/set/2012

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Ausência.
Só mais um sinal de ti
[em mim].
,
_______*
Eliana Mora, 30/04/2017

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Mãos delicadas

pousam na própria angústia.
Fosse ela animal de estimação
acalmava-se - e dormia.

Eliana Mora, 14/agosto/2003

Eliana Mora
Inserida por elpoeta

Uma nova marca

Ausência.
Só mais um sinal de ti
[em mim].

Eliana Mora, 30/04/2017

Eliana Mora
Inserida por elpoeta